História I hate you, I love you - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Bobby Singer, Castiel, Crowley, Dean Winchester, Personagens Originais, Sam Winchester
Exibições 6
Palavras 455
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Sempre tem uma primeira vez


Fanfic / Fanfiction I hate you, I love you - Capítulo 3 - Sempre tem uma primeira vez

Entrei no carro e fiquei pensando porque os rapazes me aceitaram daquele jeito, tão rápido. Enfim, isso é uma coisa boa, não é?  Fomos só nós três, Bobby ficou na casa dele.  Viagens sempre me dão muito sono, então, eu encostei a minha cabeça no vidro do Impala, e acabei cochilando. Quando abri os olhos, estávamos parados em frente a uma casa bem grande e muito bonita, parecia um museu. Quando entramos para dar uma olhada no quadro, percebi que não estava arrumada para a ocasião. Todas as mulheres estavam com vestidos muito bonitos e salto alto e os homens, com roupa social. Alguns estavam de terno. (Pensamento: Eu lá, com uma calça jeans rasgada, uma blusa cinza de mangas curtas, um casaco bem fininho xadrez de azul, cinza e preto amarrado na cintura e um all star preto nos pés. Bem vestida não é? Hahaha! Para tentar parecer um pouco mais formal, eu soltei o meu cabelo que estava preso num rabo de cavalo alto. Bem, como vocês já devem imaginar, não funcionou muito bem. Mas enfim, foco Sophia!) 

Paramos na frente do quadro que estávamos procurando e observamos por um tempo. Logo depois disso, veio uma moça muito bonita nos "atender". O nome dela era Sarah. 

Sarah: Prazer, eu sou Sarah. Como posso ajudá-los? 

Eu: O prazer é meu. Me chamo Sophia. Procuramos saber um pouco da história deste quadro. 

Sam e Dean me olharam com uma cara de espanto, acho que não esperavam que eu fosse falar algo. Hoje eu estava diferente, queria tentar coisas diferentes. Quando ia em casos com o meu pai, às vezes eu dava cobertura para ele e só. Nunca fazia nada. Sempre tem uma primeira vez para tudo não é? 

Sam: Me chamo Sam.

Dean: Dean. *cruza os braços* 

Bom, não deu tempo dela nos dizer nada, já que era uma exposição particular e nós não estávamos na lista. Fomos expulsos. Maravilha! Fomos para o Motel alugar um quarto para passarmos a noite. Quer dizer, para mim e para o Dean passarmos a noite, Sam saiu com aquela garota da exposição, a Sarah. Só sei que eu estava morrendo de cansada, então, eu fui dormir. Eu acordei no meio da noite para ir ao banheiro e os meninos não estavam lá. Tinha um bilhete em cima da mesa, dizendo - Sophia, não saia do quarto. Já voltamos. - Okay. Eu não estava nem pensando em sair. Fui ai banheiro e voltei a dormir. De manhã, acordei com o Dean fazendo escândalo porque tinha deixado a carteira cair lá naquela casa bonita da exposição.  

Eu: Gente, que porra é essa? São 8 da manhã. 

Dean: Bom dia flor do dia (sarcasmo, dã) se veste que a gente vai sair. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...