História I hate you, I love you - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Victon
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Sejun, Suga, V
Visualizações 112
Palavras 1.624
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Depois de muito tempo sem postar heuehu, tô de volta !!! Eu sumi, mas foi culpa da escola e do meu curso heuehu então desculpa !!! ♥♥ Enfim espero que aproveitem e apreciem bem o capítulo ♥

Ps : POR QUE NAO CARREGA MEUS GIF SPIRIT !?
Era só esse desabafo mesmo heuehu

Capítulo 42 - Apenas se solte baby....


Fanfic / Fanfiction I hate you, I love you - Capítulo 42 - Apenas se solte baby....

Ele segura em minha cintura e caminha até o sofá, ele me deita delicadamente enquanto eu beijo seu pescoço

Tae : esperei tanto por isso....

Akemi : desfrute do momento então -- sorri e arranquei minha camiseta --

Entrelacei minhas pernas em sua cintura e agarrei seus cabelos, o beijando ferozmente

Tae : quem diria você toda agressiva, quer ficar sem andar amanhã ??? -- ele sorriu maliciosamente e voltou a me beijar e tentou arrancar minha calça --

Akemi : você não faria isso comigo, faria TaeTae??? -- disse manhosa --

Tae : Akemi, Akemi...-- ele sorriu e finalmente arrancou minha calça --

Cravei minhas unhas em suas costas e ataquei sua boca, gostava de como sua língua brincava com a minha, com o calor do momento consigo arrancar sua calça com facilidade.

Dei um chupão em seu pescoço que provavelmente ficaria a marca em alguns segundos

Tae : deixou sua marca em mim ??

Akemi : assim fica nítido que estamos juntos, não era o que queria ??? -- sorri de canto e inverti as posições --

Tae : seu lado impuro está me deixando tão excitado

Akemi : bom saber....-- comecei a cavalgar levemente em seu colo, sentindo em segundos sua ereção em minha intimidade --

Isso o fez arfar, o que me fez soltar um suspiro de tesão. Ele rapidamente inverte novamente e começa a esfregar seu corpo ao meu o que estava me deixando louca, pois seu membro passava várias e várias vezes em minha intimação que já estava pulsante. Ele arranca minha calcinha e enfia dois dedos bem no clitóris o que me fez soltar um suspiro abafado e alto.

Tae : Woah, você está tão empolgada meu amor....-- ele sorriu animado e vitorioso --

Ele começou a massagear minha intimidade com vontade, enquanto distribuía chupões pelo meu pescoço e barriga, eu mordi meus lábios para que evitasse os gemidos e me contorcia.

Tae : se solta, não se importe com os vizinhos, o importante é você aproveitar....-- ele fala a última frase bem perto do meu ouvido, com aquela voz rouca e sensual, me deixando toda arrepiada, ele morde meu lóbulo e depois volta a me beijar --

Quando estava quase me soltando e cedendo á soltar os gemidos ele retira seus dedos de minha intimação, soltei um gemido de raiva. Ele sorri de lado e desliza seus dedos pela minha cintura, até ficar cara a cara com minha intimidade.

Ele delicadamente coloca seus lábios e logo e seguida enfia a língua toda pra dentro, fazendo movimentos de cima pra baixo, me fazendo gemer e a me contorcer no sofá, ele gostava de me ver assim, então começou a dar leves chupões e a dar leves mordidas em meus lábios vaginais. Aquilo estava me deixando completamente louca

Akemi : A-ah.... V-você é um menino levado....-- sorri entre os gemidos, ao ouvir isto ele parecia mais satisfeito que antes, então começou a movimentar mais rápido sua língua dentro de mim --

Eu queria deixa-lo louco também, queria ver ele gemer meu nome, como ele estava fazendo comigo. Então fiz um movimento para que ele parasse o que estava fazendo

Tae : o que foi ??? -- ele me olhou confuso --

Akemi : relaxa -- sorri, fico por cima dele e vou até seu membro --

Tae : um verdadeiro 69.... Akemi sua safada....-- ele sorri maliciosamente, estava animado com o que estava por vir --

Akemi : quero ver meu Tae gemendo também....-- sorri e fui descendo minhas mãos pelo seu abdômen perfeito e distribuindo beijos nele, até chegar em seu membro volumoso, enfiei minha mão em sua cueca e comecei a masturbar ele, o mesmo arfava e revirava os olhos a cada toque --

Tae : A-akemi...-- ele gemeu meu nome com tanto prazer, o que me fez ficar toda arrepiada --

Akemi : você gosta disso ??

Tae : G-gosto muito

Akemi : e se eu fazer isso....com a boca ?? -- me aproximei mais de seu membro, abaixei um pouco sua cueca e o beijei suavemente --

Tae : adoraria -- ele gemia ainda com a masturbação --

Akemi : pedido aceito...-- beijei seu membro e finalmente tirei sua cueca, mostrando toda sua ereção --

Coloquei o membro dele na boca e comecei a fazer movimentos lentos com a língua, como se estivesse chupando um pirulito, depois comecei a fazer movimentos de vai e vem rápidos. Ele inesperadamente voltou a lamber minha intimidade, agarrou as minhas coxas com força desta vez, isso me fez soltar um gemido alto e abafado por conta de algo estar em minha boca, ao agarrar minhas coxas ele as puxavam pra frente e pra trás, assim facilitando meu trabalho e o dele. Depois de alguns movimentos ele goza em minha boca, aquele líquido escorre pela minha boca e chega a derramar em meus peitos, eu tiro meu sutiã para que o líquido escorresse mais ainda. O que ficava em minha boca eu tomei tudo e voltei a chupa-lo, ao me dar um chupão fortemente eu acabo chegando ao meu ápice e gozando em sua boca, deixando escorrer espermas pela minha barriga e seu abdômen também. Eu tiro seu membro de minha boca e deito entre suas pernas, deixando as minhas abertas.

Akemi : vem limpar o que você sujou...-- disse levantando um pouco e mostrando meu corpo cheio de esperma, com um sorriso malicioso, em segundos ele estava sem cima de mim, e lambeu todo o líquido que estava em um dos peitos, enquanto no outro ele apertava, depois que fez o trabalho todo nos peitos, desceu lambendo a minha barriga me deixando arrepiada a cada toque, até chegar na minha intimidade novamente, ele a lambeu toda minha intimidade, me fazendo gemer alto. Depois de beijos e lambidas ele resolveu enfiar aquela abençoada língua ( e bota abençoada nisso ) em minha intimidade.

Akemi : Ô-ô T-Tae...meu amor que língua é essa....-- disse entrelaçando meus dedos em seu cabelo e empurrando um pouco sua cabeça, para aprofundar mais --

Ele sorriu satisfeito, com muita rapidez ele coloca o preservativo e enfiou seu membro grosso em minha intimidade, começou com estocadas lentas, eu agarrei suas costas arfando e gemendo

Tae : V-você é apertadinha em Akemi...-- ele arfava e beijava meu pescoço --

Akemi : N-não tinha c-com quem praticar frequentemente...-- sorri e mordi seu lóbulo --

Tae : agora vai ter diariamente -- ele sussurou tão sexy o que me faz arfar mais ainda, ele não espera para começar a dar estocadas rápidas e mais rápidas até chegar em meu ápice e eu gozar --

Akemi : A-acho que n-não acabou...

Tae : goze quanto quiser...-- ele sorri vitorioso --

Eu cravei mais ainda minhas unhas em suas costas e gemia alto.

Tae : você vai ficar de cama até amanhã -- ele sorri animado e volta com as estocadas mais fortes ainda --

Aquilo era tão excitante, doía um pouco, mas a dor era gostosa, era maravilhoso senti-lo assim em mim, mesmo que ficasse dolorido amanhã, eu não me importo nenhum pouco.

Tae : sua masoquista...-- ele percebe que meus gemidos são de prazer e dor --

Akemi : V-você me d-deixou assim...-- sorri --

Ele ainda sentia que eu estava pulsante o que o deixou mais animado ainda.

Tae : eu não acabei ainda...-- ele agarra minhas coxas, arranca o preservativo e me vira de costas, depois penetra fortemente seu membro em minha bunda --

Eu arfo mais ainda, só que agora estava abafado pois estava com o rosto na almofada --

Akemi : M-me aperta Tae...

Tae : V-você gosta disso né ?? -- ele segura em minha bunda e começa a aperta-la lentamente, depois ficando mais forte, eu gemia mais ainda --

Ele dava estocadas lentas e fortes, apertava minha bunda e beijava meu pescoço, o que era muito excitante.

Akemi : I-isso me dá tanta tesão, te ver g-gemer assim...-- eu sorri --

Tae : não sabe o quanto te ver assim me faz ficar excitado -- ele se aproxima e morde minhas costas --

Suas estocadas eram mais lentas, mas mais fortes do que quando estava na frente. Sentir seu membro sem o preservativo é excitante e gostoso, novos gemidos abafados eram mais prazerosos ainda.

Quando estava satisfeito ele retirou seu membro de mim e deixou suas costas cair na outra ponta do sofá, me viro novamente para encara-lo. Ele estava tão ofegante quanto eu, nossos sorrisos não saiam do rosto

Tae : minhas costas estão ardendo...

Akemi : não só suas costas, pode apostar....-- me viro de lado para pegar uma garrafa d'água, estava cansada --

Tae : nada que uma boa transa não distraía essa tempestade -- ainda chovia lá fora --

Akemi : não tinha percebido que ainda estava chovendo

Tae : quer ir pro quarto ???

Akemi : é melhor irmos -- deixei a garrafa na mesinha de centro, peguei minhas coisas e levantei --

Mal dei cinco passos e minhas pernas ficaram bambas, eu me desequilibrei e quase cai no chão, mas o Tae me segurou. Senti seu membro ereto no meio da minha bunda novamente.

Tae : eu te ajudo -- ele sorri vitorioso --

Akemi : terá que me carregar agora

Ele pega em minhas coxas e me ergue em seu colo, eu entrelaço minhas pernas em volta de sua cintura e ele começa a subir as escadas

Tae : podemos tentar fazer assim da próxima vez me parece excitante

Akemi : mal me recuperei, seu apressado -- brinquei --

Tae : energia é o que não falta -- ele sorriu --

Akemi : percebi -- me referi a sua ereção ainda existente --

Chegamos no quarto dele, ele me colocou em sua cama, jogou as roupas num canto e deitou ao meu lado.

Tae : estou cansado...

Akemi : podemos cochilar por meia hora, sua omma chegará em uma hora...

Tae : dá tempo de tomar banho depois -- ele se vira pra mim, beija minha testa e nos cobre com seu edredom --

Ele faz carinho na minha cabeça e eu faço na sua, até pegarmos no sono.

Continua.....


Notas Finais


Era hot que vocês queriam ?? Então toma hot !!
Huehue brincadeiras a parte, espero que tenha ficado bom, porque eu ainda estou com receio de estar meio merda porque eu não sou boa nem escrevendo normal, quem dirá um hot né heuehu.
Enfim ! Tenham um bom dia e até a próxima ♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...