História I Hate You, I Love You (Chansoo & Sebaek) - 2º Temporada - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Chansoo, Laychen, Sebaek, Yaoi
Visualizações 95
Palavras 1.256
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olááá pra vocês que já me conhecem e olá também para quem não me conhece ainda ;-;. (Fiquem com essa linda imagem do JongIn nerd)

Eu sou a Nikki, prazer em conhecer vocês -3-.

Vou explicar algumas coisinhas antes de vocês começarem a ler, prometo que é bem rápido >_<

Os capítulos serão narrados pelo KyungSoo e pelo BaekHyun (até porque temos que entender um pouco o lado do Baek, né? ;u;), e sempre estará no nome do capítulo quem está narrado, por exemplo, esse será o Kyungsoo, como está escrito no nome.

Bom, pra quem ainda não leu a primeira temporada e tiver curiosidade, o link é seguinte: https://spiritfanfics.com/historia/i-hate-you-i-love-you-chansoo-9444209

Agora sim, boa leitura ^-^ 🐰💙

Capítulo 1 - The Begin Of Everything (Kyungsoo)


Fanfic / Fanfiction I Hate You, I Love You (Chansoo & Sebaek) - 2º Temporada - Capítulo 1 - The Begin Of Everything (Kyungsoo)

Meu último ano no colégio. Chega até a ser difícil acreditar que, daqui há alguns meses, eu estarei em alguma faculdade, e provavelmente longe do Chan, visto que eu gostaria de fazer culinária e ele, educação física. Por isso, meus planos eram passar o máximo do meu tempo junto à ele esse ano. Porém tudo foi por água abaixo.

A diretora da escola disse que meu nível educacional está baixo, (em outras palavras, eu sou completamente burro.) e por isso, eu precisarei de ajuda de alguém da minha classe que tenha boas notas. Pra falar a verdade, não gostei muito da ideia de ter alguém da minha idade me ensinando tudo o que os professores explicam em sala de aula, porém o que eu poderia fazer? Se não aceitasse, repetiria de ano, então concordei.

~Primeiro dia de aula.

Acordei um pouco relutante, seria tão difícil ter de acordar cedo novamente. Calcei minhas pantufas, e fui tomar o meu café da manhã. Desci as escadas bocejando quando deparo-me com Chanyeol sentado em uma poltrona, lendo jornal.

— Chan? O que você está fazendo aqui? — perguntei, indo me sentar ao seu lado.

— Achei que seria bom irmos juntos, por que? Não gostou da minha surpresa? — ele disse, fazendo biquinho.

— Gostei, sim, palhaço. — baguncei seus cabelos, enquanto ele ria e abraçava-me. — Vou só tomar meu café calmamente e já volto.

— Se eu fosse você, não estaria com essa calma toda.

— Ué, por que?

— Faltam 10 minutos para o sinal tocar, e você, que já está queimado com a diretora, não quer se atrasar, não é? — ele disse, apontando pro relógio.

Como eu dormi tanto? Subi as escadas depressa, vesti minha roupa rapidamente, desci enquanto calçava minhas meias, comi uma maçã, e pûs meus sapatos; tudo isso em um tempo recorde de 5 minutos.

— Quem é "The Flash" perto de você? — Chan fez graça.

— Anda, vem logo. — disse, saindo de casa.

                  [...]

A aula estava bem entediante, como de costume. Eu tento prestar atenção nas palavras que o professor de química diz, mas me parece que ele está falando em árabe. Também pudera, começar as aulas com uma aula chata feito química? Isso é judiação. Meus pensamentos foram interrompidos por algo acertando minha cabeça. Era uma bolinha de papel. Olhei para ambos os lados, e vi Chanyeol acenando para que eu lesse. Seu lugar já não era mais do meu lado como no ano passado, e sim do outro lado da sala, a diretora disse que, assim eu poderei ter mais foco em sala de aula. (embora eu ache que isso não adiante muita coisa.)Abri o bilhete.

-----------------------------------------------

Ei, Kyung

Você já soube? Devo supor que não -_- ( você é bem lerdão )

O Baek faltou hoje porque ontem à noite o pegaram fumando maconha!! Vê se pode, né? Enfim, está todo mundo comentando sobre isso. Você acha que isso é verdade?

Seu amorzinho -3-

Chan.

------------------------------------------------

Aquilo era sério? Fiquei boquiaberto. Tudo bem, o Baek sempre teve atitudes erradas, mas... fumar maconha? Nunca pensei que ele fizesse tal absurdo. Peguei meu lápis e respondi o bilhete de Chan.

-------------------------------------------------

Ah, Chan, sei la, né? Não vamos culpá-lo. Tudo bem, o garoto é bem errado. Mas fumar maconha? Não há certo exagero nisso? O-o

Aliás, eu não sou lerdão! '-.-

Sou só um pouco.... 'desatualizado', ok?

E pelo amor de Deus! Para de me mandar bilhetes na classe, não quero tomar uma advertência no meu primeiro dia.

Te amo ♡

Kyungsoo.

---------------------------------------------------

Olhei para o professor, que estava entretido explicando sobre algo, e rapidamente taquei o bilhete de volta para Chanyeol. Porém, a minha péssima mira fez-me errar, e o bilhete acabou caindo em cima da mesa de JongIn, que estava na frente de Chan. Eu estava torcendo para que JongIn não percebesse o que havia caído em cima de sua mesa, já que o mesmo parecia estar se divertindo com a aula (como pode?), e que acidentalmente, o bilhete caísse com o vento. Porém não foi aconteceu. JongIn viu o bilhete, olhou pros lados e o abriu.

Ai Jesus, ele vai me dedurar...Eu vou tomar uma advertência, e ainda por cima, ele vai descobrir sobre mim e o Chan.

Eu estava fazendo sinais para que ele não abrisse, porém ele não olhava para mim, seus olhos apenas focavam no bilhete.

— Está tudo bem, Do Kyungsoo? — o professor apareceu atrás de mim.

Pulei de susto, olhei para o JongIn, que ainda estava com os olhos vidrados no bilhete, e voltei a olhar para o professor. Dei um sorriso amarelo para o mesmo.

— Está sim, professor.

— Hum... você está certo disso? — ele insistiu.

Apenas assenti, e ele acabou desistindo.

                   [...]

Chegou a hora do intervalo, e JongIn nem ousou comentar comigo sobre nada relacionado ao bilhete, muito pelo contrário, guardou-o em sua mochila. Resolvi ir esclarecer as coisas para ele, caso ele tivesse realmente lido toda a carta.

JongIn não sabia que eu namorava Chanyeol, e nem poderia sonhar em saber. As únicas pessoas daquela escola que sabiam sobre a gente eram Yixing e a diretora, que soube sem querer pelo meu pai. Respirei fundo, e fui atrás de JongIn.

— Er... oi JongIn.

— Kyungsoo? — ele olhou para mim, parecendo confuso.

— Eu queria saber se...

— Veio falar sobre os encontros? — ele interrompeu-me.

Encontros? Que encontros? Do que ele estava falando? Ele devia ter percebido minha cara de "hã?", pois começou a falar:

— Você sabe, a diretora pediu-me para te dar aulas particulares, e eu iria perguntar-lhe quando poderíamos nos encontrar, mas... er... e-eu acabei ficando com vergonha. — ele abaixou a cabeça, levemente corado, com a mão na nuca.

— Oh, então é você que me dará aulas particulares? — disse, surpreso. — Acho que podemos nos encontrar hoje mesmo, na saída, se não for incômodo.

Em minha mente, achei melhor ainda encontrar ele mais tarde, pois poderia explicar tudo para ele, caso ele já tenha lido aquele maldito bilhete!

— Incômodo nenhum. Tudo bem... er... eu te vejo mais tarde. — ele disse, ajeitando os enormes óculos em seu rosto.

Acenei para ele e caminhei até Chan e Yixing, que eu percebi que, estavam há tempos me observando.

— E aquele boy magia, hein, Kyung? Tudo bem, ele é meio estilo "nerd-pega-ninguém", mas tirando os óculos e o cabelo ensebado, é um gato. Se você não pegar, eu pego. — Yixing começou a falar.

— Você está doido, Yixing? — Chanyeol perguntou, olhando incrédulo. — O Kyung é meu namorado, e você namora o JongDae. — Chanyeol disse, passando a mão pelo meu ombro.

A cada vez que Chanyeol me tocava, eu sentia uma emoção diferente. Parecia que a cada dia, eu o amava mais, se isso for possível. Era uma pena eu não poder beijá-lo ali mesmo, na frente de todos.

— Ai, eu sei. Era uma b-r-i-n-c-a-d-e-i-r-a. Eu amo o meu JongDaezinho, ok? Não troco por nada. Ou talvez por coxinha...

                     [...]

Meu primeiro dia de aula foi como o esperado: um tédio. Porém a presença de Chanyeol fez com que ele ficasse um pouco melhor.

O sinal tocou, era hora de irmos embora, e a hora de eu falar com JongIn. Tentei não olhar para ele a aula toda, porém eu estava curioso se ele havia lido o bilhete, ou ainda estava guardado em sua mochila. E se ele tivesse lido, o que será que ele havia pensado? Aliás, por que estou me importando tanto com o que ele vá pensar de mim e Chan?

Respirei fundo e fui atrás de JongIn.


"Foi ali que tudo começou. Todo o drama ao qual minha vida se tornou. Tudo começou ali, bem ali."


Notas Finais


Espero que tenham gostado ^-^


Eu irei postar às quintas( período da noite)e sábados (período da tarde/noite), pois irá ficar melhor para mim.


Obrigada por lerem 🐰💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...