História I hate You, I love You ~ Jikook - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Sehun, Suga, V
Tags Incesto, Jikook, Vhope, Yoonmin
Exibições 117
Palavras 1.796
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oien pessoas
Feliz ano novo bem atrasado kdjfkkf
Mais um capítulo dessa loucura que eu chamo de fanfic
Espero que gostem e perdoem os erros, eu irei corrigir
Boa leitura

Capítulo 4 - Dance


Uma semana havia se passado.

Uma longa semana. 

Jungkook fitava o jardim pela grande janela de vidro do seu quarto, os poucos raios de sol que surgiam davam àquelas flores um ar mais bonito e até mesmo exótico. 

Flores de todas as formas, aquele jardim era simplesmente enorme. Em todo esse tempo que esteve ali naquele colégio ainda não havia ido até lá, apenas observava de longe. Oque mais lhe encantava e lhe deixava curioso, era o "pequeno" labirinto que olhando lá de cima era possível ver a saída e a entrada, mas Jungkook se perguntava qual seria a sensação de estar lá dentro. E a outra pergunta que não calava era "Porque diabos tem um labirinto ali?".

 

 

Em passos leves ele segue até o banheiro, disposto a tomar um banho com água gelada. Aos poucos a luz do sol já começava a iluminar dentro do quaro e ele sentia que precisava se apressar, pois o Park logo logo acordaria.

Enquanto a fria água entrava em contato com sua pele lhe causando arrepios, o garoto apenas observava o vidro do Box, lembrando-se das horas que era obrigado a passar debaixo do chuveiro. Era uma criança arteira, corria incansavelmente pelos campos da fazenda de seus pais, como consequência era obrigado a ficar debaixo de um chuveiro para que de si fosse retirada toda a sujeira. 

Retirado de seus devaneios pelas batidas incansáveis na porta, o moreno retirou-se do banheiro rapidamente, deparou-se então com um Jimin descabelado, camisa desabotoada até o meio e um surpreendente e estranho sorriso. Uma visão bem sexy, mas Jungkook afastou tais pensamentos de sua cabeça, apenas sorriu de volta e foi se vestir logo antes que o loiro saísse do banheiro.

Puxou seu uniforme do guarda roupas e o vestiu o mais rápido possível. Era estranho ao garoto saber que alguém estava vendo-o se vestir, se sentia exposto e ele odiava essa sensação. Sua sorte era que geralmente quando acordava, Jimin já havia saído, eles quase nem se viam, apesar de dividirem o mesmo quarto.

Enquanto ajeitava sua cama, ele viu que Jimin já tinha saído do banheiro. Seu rosto tomou uma coloração avermelhada assim que o loiro começou a se vestir como se não houvesse ninguém ali naquele quarto. Jungkook resistia à tentação de olhar, fixou seus olhos no travesseiro. Assim que percebeu que ele já havia terminado, estranhando o fato de le não estra com o uniforme. Caminhou lentamente até a porta.

– Espera! Vai sair assim com o uniforme do avesso? – Um sorriso indecifrável escapou dos lábios de Jimin, enquanto via a reação de Jungkook ao perceber que tinha se vestido tão apressado a ponto de vestir a roupa do lado errado.

– Ah, droga! Tenho que tirar essa porcaria. É ... – Seu olhar envergonhado entregou-lhe, fazendo assim o Park sorrir mais uma vez. 

– Não precisa ter vergonha não, o mesmo que você tem, eu também tenho. Mas se você achar melhor, eu vou sair, até por que preciso ir logo. Tenho assuntos a resolver. Bom dia pra você também garoto educado. – O loiro saiu sorrindo de orelha a orelha, deixando assim Jungkook sozinho. Jimin achava engraçado o jeito do mais novo, ele conseguia ser tão tímido, totalmente o contrário do que Jimin achou que ele era quando o viu pela primeira vez.

O Park seguiu pelos corredores ainda com aquele sorriso no rosto. Sentia-se leve e ansioso, naquele dia iria iniciar a primeira seleção para os alunos que quisessem participar da grande Piusen, um evento em que apenas os melhores dançarinos de todos os colégios e academias do país participavam. Estava confiante, não fazia parte de sua personalidade se achar superior a ouras pessoas, mas sabia de seu potencial, se esforçou sempre ao máximo para atingir o nível que possuía.

A sala de pratica já se encontrava cheia, ele apenas se sentou e observou os outros alunos se apresentando enquanto esperava sua vez. Seu coração parecia bater fora do ritmo, mas ele tentava manter-se o mais calmo possível, ou poderia se auto prejudicar na hora de dançar.

Deu inicio aos seus alongamentos, sua vez já estava próxima, respirando cada vez mais fundo, ele repetia a si mesmo “Vai dar tudo certo”, aquilo estava se tornando quase um mantra.

Seu nome foi chamado e o mesmo caminhou graciosamente até o centro, sentindo o olhar dos avaliadores sobre ele. Soltou todo o ar dos pulmões e logo após puxou o máximo que pode de oxigênio. A musica começou a tocar, ao contrario de outros alunos ele não havia preparado uma coreografia, se sentia a vontade o suficiente para apenas se deixar levar pela melodia.

Enquanto ele deu inicio aos primeiros passos, todos já olharam surpresos com tamanha graciosidade, Jimin se movimentava com leveza. Seus pés pareciam quase flutuar sobre o chão.

Sua maestria impressionava qualquer um, movimentos perfeitos. 

Seu corpo seguia o ritmo. 

Enquanto girava, sentia seu mundo girar, não pelo simples fato de estar girando em torno de si e sim por causa de todas as emoções que sentia naquele momento. Estava satisfeito consigo mesmo, por em nenhum momento ter falhado. Seus braços pareciam dançar com o vento que corria livre pela grande sala de pratica.

Lisa assistia àquilo com um belo sorriso, ela sabia o quanto ele havia se esforçado. Sentia mais orgulho quando ouvia os avaliadores elogiando a bela dança do garoto.

A musica chegava ao fim e aos poucos Jimin diminuía a velocidade de seus movimentos. Para ele foi tudo tão rápido, nem percebeu que no meio daquilo tudo três minutos já haviam se passado.

O sentimento de satisfação mais uma vez o invade, assim que a dança acabou, deu-se inicio a grandes aplausos. Despediu-se dos aplausos se curvando e indo até a mulher loira que o aguardava, sendo recebido com um abraço apertado.

 

– Foi maravilhoso, meu pequeno! Com certeza você irá conseguir dessa vez. Você viu a cara deles ao te ver dançar? Faltaram babar. – Lisa dizia entre risadas para o loiro que naquele momento estava se concentrando em normalizar sua respiração.

– Feliz, porém não surpreso!

– Park convencido Jimin, vamos tenho quase certeza que ainda não comeu nada. – A mulher o puxou para fora da sala, o empurrando a é o corredor. – Vou ter que ficar pra acompanhar o resto dos alunos, mas vá comer! Primeiro tome um banho, está soado. 

– Queria ver aquele traste se apresentar.

– Ele vai se sair bem, ele também é um ótimo dançarino. Agora vá logo! Mantenho-te informado depois. – Ainda resistente acatou ao que ela havia dito, saiu do vermelho e foi para o dormitório. Mas a curiosidade ainda o corroía, ele queria saber o desempenho de Hoseok, até por que eles eram “rivais”, apesar de Jimin achar essa palavra uma babaquice.

Enquanto subia as escadas que davam acesso a terceiro andar, seus pensamentos pareciam longe. Imaginou-se por um momento diante de uma enorme plateia, todos os olhos voltados e vidrados nele. 

Como esperado, não havia nem sinal da presença de Jeon Jungkook. O loiro se despiu e seguiu para o banheiro. 

Relaxado. Nada melhor que um banho. 

As aulas da manhã estavam quase para serem iniciadas, então ele correu, literalmente. 

Poucos alunos pelo refeitório. 

Seus olhos logo encontraram os de Jungkook, mas apenas sorriu e foi atrás de algo para se alimentar e matar a fome que no momento parecia lhe matar. 

Apesar de dificilmente se verem, por conta dos inúmeros ensaios que mantinham o loiro sempre ocupado, o relacionamento dos dois chegava a ser engraçado. Aqui ou ali se alfinetavam. 

Já haviam conversado sobre si algumas vezes, mas nada muito afundo. Certos assuntos os deixavam tensos e por um de certa forma compreender o outro, optaram por não falar sobre essas tais coisas que chegavam a ser desagradáveis a eles. 

Cada um carregava uma "bagagem", uma dor, algo que não havia sido superado. 

Para Jimin era estranho o fato de Jungkook ter traços em sua personalidade que lembravam bastante Yoongi. Ironia ou brincadeira do destino? 

  

 

 

 

*-*-*-*-*

 

 

 

 

Jungkook contava as horas para o fim das aulas da tarde, o tempo parecia se arrastar. Inglês não era lá uma matéria que o fazia se sentir empolgado a aprender, até por que de qualquer aula teórica ele tinha quase pavor. 

– Amanhã vocês irão fazer um trabalho e se preparem pois terão até o final da aula pra entregar! – A voz do professor ressoou pela sala silenciosa, fazendo com que todos o olhassem instantaneamente. 

Um garoto pouco a frente de Taehyung ergueu a mão lentamente e o professor logo cedeu-lhe a permissão para falar. 

– O trabalho pode ser feito em dupla? 

– Sim, você e Deus! – Naquele momento foi quase impossível a todos segurar as risadas. O pobre garoto parecia um tomatão, Jungkook foi o único que resistira a tentação de sorrir daquilo. 

O sinal to tocou e o moreno agradeceu aos céus por existirem duas portas para a saída naquela sala. Taehyung o conduzia entre os muitos alunos. 

Os garotos haviam marcado de durante a noite andarem pelo campus, que aliás era bem grande. Durante toda uma semana que esteve ali, ele se restringia apenas ao vermelho, refeitório e dormitório. Ja estava na hora de conhecer o resto daquele lugar tão grande. 

  

 

 

Já em seu quarto, Jungkook suspirou aliviado. Longe de todo aquele monte de pessoas, longe de muito barulho, sozinho. Ou talvez não. 

Seus olhos vagaram pelo quarto escuro e logo viu Jimin jogado sobre a cama. Caminhou levemente tentando não fazer barulho, mas foi em vão. O tom de voz suave de Jimin ecoou pelo quarto. 

– Ser discreto não é seu forte! – Um sorriso soprado escapou do loiro. Jungkook ligou as luzes fazendo Jimin cerrar os olhos por conta da claridade. – Acho que já estou me tornando um morcegão assim como você! Me sinto partes das trevas. 

Os dois riram por alguns instantes, mesmo que aquilo não tivesse sido muito engraçado. 

– Jimin, Taehyung pediu que eu te perguntasse se você não ia querer sair conosco hoje... – O moreno nem terminou a frase e já recebeu uma resposta negativa da parte do loiro. O mesmo recusou o convite de imediato, apesar de estar alegre e querer sair um pouco daquele quarto, ele também estava cansado. Sem contar no fato de que Hoseok estaria lá, Jimin já havia se acostumado ao fato de conviver no mesmo ambiente que o irmão de Taehyung, mas naquele dia ele não estava afim de estragar sua alegria com as piadinhas infames do ruivo. 

– Qualquer dia eu vou bancar uma de cara legal e gentil com novatos e te levar num lugar bacana, mas não se acostume! – Ao perceber oque havia dito o loiro se retraiu um pouco na cama revendo um olhar confuso de Jungkook, ele não estava acostumado a esse comportamento.

– Tudo bem... Isso foi estranho, porém não é má ideia. Você devia ser assim mais vezes, sabia? 


Notas Finais


Boatos de que eu estava morta na pior kdkfkd
O que falar desse Jimin que muda do nada?
Não sei não, sinto cheiro de segundas intenções nesse quase convite do Jiminie dkkdkdk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...