História I Hate You, I Love You.(yaoi) - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Lemon, Original, Yaoi
Visualizações 223
Palavras 609
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá Leitores, desculpem-me por minha falta de compromisso com minhas histórias, eu estou "tentando" estudar para as provas... Espero que compreendam. Bom, boa leitura.

Capítulo 14 - Confições.


Fanfic / Fanfiction I Hate You, I Love You.(yaoi) - Capítulo 14 - Confições.


Akito on

Eu acordei enquanto ouvia alguém "socando" a minha campainha, estava deitado na cama de Yuu-chan, ainda nos encontramos nus. Já passou um pouco do horário que costumamos acordar, mas acho que não tem problema chegar em cima da hora por só um dia... Eu levantei e fui até  o meu quarto, coloquei um calção de dormir, daqueles que parecem mais umas cuecas e fui atender a porta, estava acabado e meus cabelos estavam bem bagunçados seja lá quem for irá perceber isso de cara... Mas foda-se.


Eu abri a porta e me surpreendi ao ver Kasuki, já que ele nunca vem a minha casa de manhã. Ele me olhou de cima a baixo e entrou na minha casa sem dizer nenhuma palavra, seguiu em direção ao meu quarto e logo voltou ainda sem dizer nenhuma palavra. Mas logo abre a boca, eu sinceramente prefiro ele calado:



-Como quem passou a noite? -Ele abriu um sorriso malicioso.



-Ha? E-Eu não dormi com ninguém não!



-Ha, como pôde mentir? És uma prova viva disso. -Eu senti minhas bochechas queimarem, logo ele teve a brilhante ideia de gritar, mano você está em um apartamento tem pessoas morando em cima é em baixo da gente e ainda nem são seis horas da manhã direito!



-Quem é Aki-kun?- Ele gritava gemendo o meu nome. Isso é verdadeiramente nojento


.

-O-O que veio fazer aqui mesmo?



-Vim buscar aqueles pincéis que você me empres- 


No momento Yuuma passou por trás de nós com um roupão e logo foi parado com a pergunta repetida de Kasuki:



-Akito você é...? 


Não posso falar sobre isso com ele, o povo do clube de basquete já zoa o pobre do Sora por ele ser gay, o que iriam fazer comigo?



-N-Não, claro que não!


Yuuma nos encarou com um olhar maligno:


-Não me meta nas encrencas de vocês, estou indo tomar banho com licença.



Ele se retirou para o banheiro.



-Pinceis certo? -Peguei os pincéis da prateleira e os entreguei para ele- Estão aqui, agora por favor, saia da minha casa.


Ele pegou os mesmos e logo se retirou. Tranquei a porta e foi fiquei paralisado em meus pensamentos por alguns segundos.


Akito off

Yuuma on


Isso foi embaraçoso, que noite maravilhosa... Aki-kun, meu amor. Eu estava hipnotizado com o som das gotas de água que caiam no meu rosto e fixado em meus pensamentos que nem percebi...


Akito entrou no banheiro e estava me observando de longe, quando ele assobiou que fui sentir sua presença. Fiquei muito envergonhado e senti minhas bochechas queimarem. Ele veio em minha direção e me beijou de forma que podesse não se molhar, mas o puchei para mas perto e quase que ele cai, acabou se molhando todo.


Nós nos beijamos por um tempo até termos noção da hora, então saímos do chuveiro. 


Nós fomos para a escola um pouco atrasados hoje mas ainda chegamos a tempo das aulas começarem.


Yuuma off

Akito on


Eu não consegui prestar atenção na matéria pois fiquei pensando em várias coisas ... Certamente estava com cara de tarado, tenho vergonha do meu rosto de tarado. Mas também pensei em algo que deveria fazer, e deveria mesmo.


Aproveitei que o intervalo chegasse para que o fizesse. Esperei que estivéssemos juntos, eu Sora, Saki e Yuuma, até porque geralmente Kasuki fica com o clube de basquete nos intervalos também.


Akito off

Yuuma on


O que está havendo? Não consigo entender estamos atrás da escola em um lugar onde ninguém vê nada pois  ninguém vai. 



-O que é tão importante assim Aki? -perguntei quebrando aquele silêncio idiota.



Ele está muito nervoso... Dá para sentir essa agonia dele...



-Primeiramente... Desculpe Sora.- Ele se abaixou perto do meu rosto e tornou a dizer:


-Eu e Yuu-chan estamos tendo um caso.


Saki nos encarou com surpresa e Sora saiu correndo dali, provavelmente chorando.


Notas Finais


Desculpem novamente essa autora que ama muito vocês, vou tentar nunca mais ficar sem postar um capítulo por dia.
Bom escreva o que achou nos comentários e...








Bjs da Evil.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...