História I Hate You ( Imagine Mark Tuan ) - Capítulo 62


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7, Monsta X
Personagens BamBam, Hyung Won, I'M, Jackson, JB, Joo Heon, JR, Ki Hyun, Mark, Min Hyuk, Personagens Originais, Show Nu, Won Ho, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Got7, Imagine, Imagine Mark Tuan, Jackson, Jinyoung, Mark, Monsta X, Youngjae, Yugyeom
Exibições 626
Palavras 1.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente me desculpa ter postado o capítulo tarde, pois eu cheguei cansada em casa. ( ps: as merdas dos professores da minha escola ainda não fecharam as notas por isso estou tendo que ir ainda. )
Espero que gostem do capítulo.
Me desculpe se tiver algum erro.
Boa leitura 😍😘😜

Capítulo 62 - My little sister


Fanfic / Fanfiction I Hate You ( Imagine Mark Tuan ) - Capítulo 62 - My little sister

- O que que foi? - Yugyeom perguntou.

Jackson e JB veio até nós. Mark mostrou a mensagem para eles.

- O que que é? - perguntou Yugyeom se levantando.

- Yugyeom é melhor você não ver. - falou Jackson.

Yugyeom ja estava alterado, ele veio até nós e pegou o meu celular da mão de Mark.

- Merda, merda. - Yugyeom colocou as mãos na cabeça.

Ele deu o celular para Mark e saiu de casa.

- O que está acontecendo? - perguntou Ana.

Mark deu o celular para Ana, Youngjae, Jinyoung, Bambam, Kim, Mayumi e Sun Hee foram olhar também.

- É melhor irmos atrás dele. - falou Ana.

Os outros concordaram e saíram de casa, menos Mark.

- Você não vai? - perguntei parando mais de chorar.

- Não. - respondeu.

- É sério Mark, vai.

- Não, não vou te deixar sozinha. - se sentou do meu lado.

- Yugyeom precisa de você, você é a família dele. - falei colocando as mãos nos olhos.

- Yugyeom ira ficar é bravo comigo. - falou e eu olhei para ele.

- Por que? - perguntei.

- Yugyeom quando era mais novo ele perdeu sua irmã. - reirmãzinhaolhu mas mesmo assim eu não entendi.

- Des de que você chegou você virou a irmãzinha dele, ele não vai deixar ninguém tocar em você. - falou.

Eu acabei deitando minha cabeça em seu ombro e chorando.

- Quando ele fica com raiva ele não olha para a pessoa.

- Por acaso ele olhou para mim? - perguntei.

- Se ele não tivesse de cabeça quente ele teria vindo até você. - respondeu.

- Você sabe muito bem que a culpa foi minha. - falei.

- (S/N) para de se culpar a culpa não é sua. - ele me deu um abraço.

- Vem.

Ele separou o abraço, se levantou e me puxou.

Saímos da casa dele e fomos para o mesmo parque do outro dia. Os outros estavam conversando.

- Yugyeom. - Mark o chamou e eu acabei indo para trás de Mark.

- Ele não vai fazer nada com você. - Mark sussurrou para mim.

Yugyeom olhou em nossa direção.

- Ela não estava de vestido. - falou.

Todos olharam para ele e a Sun Hee perguntou.

- Como assim?

- Seis são burro ou o que? - o mesmo perguntou e todos continuarão com cara de interrogação.

- Des de quando a Mi-Cha usa vestido? 

- Hoje ela foi de calça e moletom. - falou Kim.

Yugyeom olhou para ela com uma cara de não me diga. Na hora eu estava querendo dar risada da cara dele mas iriam achar que eu sou louca.

- O que vamos fazer? - perguntou Jinyoung.

- Temos que salvar ela. - respondeu JB.

Olhei para Yugyeom e ele estava com os olhos cheios de lágrimas. Por impulso eu sai de trás de Mark.

- É melhor vocês irem embora daqui a pouco vai escurecer. - falou Yugyeom para Mayumi e Kim.

- Eu e Youngjae vamos levar elas. - falou JB.

Mayumi e Kim se levantarão e foram com JB e Youngjae.

- Mark oppa eu quero ir embora. - falei.

-Yugyeom vai querer falar com você. - ele falou.

- Como você sabe? - perguntei o encarando.

- (S/N) eu posso falar com você? - perguntou Yugyeom.

Eu fiz uma cara e olhei para Yugyeom e concordando. Mark começou a rir de mim.

- Cala você demente. - falei para Mark.

Ele parou de rir e olhou para mim.

- Depois que eu fizer cócegas em você, você não reclame. - falou.

Yugyeom se levantou e fez um sinal com a mão para mim segui-lo.

Nós estávamos voltando para a casa deles. Entramos dentro da casa dele e ele falou.

- Me desculpa.

- Pelo que? - perguntei.

- Por ter te deixado com medo. - respondeu.

- Tudo bem. - falei.

- Yugyeom o que aconteceu com a sua irmã? - perguntei.

Ele deu suspiro e depois eu percebi que não devia ter tocado naquele assunto.

- Não precisa responder. - falei.

- Não está tudo bem. - falou. - Quando eu tinha uns três anos a minha casa pegou fogo e os únicos que conseguirão sair dela foi eu e minha mãe. Minha irmã e meu pai não conseguirão, quando foram ver a casa os bombeiros não acharam o corpo de nenhum dos dois. Uns anos atrás minha mãe morreu, em tão eu comecei a procurar ela pelos lugares mas nunca achei. - falou com uma cara triste.

- Me desculpa. - pedi.

- Tudo bem.

- Mark deveria ter te falado. - falou.

- É sério que eu virei uma irmã para você? - perguntei.

- Sim, não só para mim mas para os outros também menos o Mark. - respondeu.

- Besta. - dei risada.

- Você virou minha irmãzinha não vou deixar ninguém fazer nada com você. - falou me dando um abraço.

Eu correspondo só que como a criatura era mais alta que eu, ele começou a bagunçar meu cabelo.

- Você é muito baixinha. - falou.

- Você ja é o terceiro que diz isso poste. - falei e ele deu risada.

Separamos o abraço e eu me virei pois Bambam gritou.

- Quanto amor. - Bambam chegou gritando.

- Meu Deus não sabe ser decreto não? - Jinyoung perguntou para o mesmo.

Bambam negou logo os outros foram entrando.

- Se resolveram? - perguntou Jackson.

- Por acaso eu briguei com ela? - perguntou Yugyeom.

- Vai saber. - respondeu.

Mark estava olhando para mim e assim que eu olhei para ele, ele desviou o olhar e eu corei.

- Cadê meu celular Mark? - perguntei pois lembrei dele.

- Esse daqui? - ele pegou o celular do bolso.

- Me da. 

Ele saiu da casa correndo e eu fui atrás dele.

- Mark devolver meu celular. - pedi ainda correndo.

Ele correu para o outro lado da rua, quando eu estava atravessando um carro passou em alta velocidade.

Senti abraços rodearem a minha cintura e me puxarem para um abraço.

- Ta querendo morrer? - perguntou.

Olhei para cima e vi Mark.

- E se eu quiser? - o encarei.

- Eu não vou deixar. - respondeu.

- Como? 

- Eu vou ficar sempre junto de você. - respondeu.

Ele abaixou sua cabeça, assim me dando um beijo calmo. 

Assim que se separamos por falta de ar eu dei um abraço nele me escondendo no seu peitoral.

Eu deveria estar parecendo uma pimenta de tão vermelha.

- Toma seu celular. - ele falou.

Ele soltou minha cintura e eu separei o abraço, peguei meu celular e falei.

- Eu quero ir para casa.

- Eu te levo. - falou.


Notas Finais


Bjs 😘😘💝💕❣💓


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...