História I Hate You ( Imagine Mark Tuan ) - Hiatus - Capítulo 63


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7, Monsta X
Personagens BamBam, Hyung Won, I'M, Jackson, JB, Jinyoung, Joo Heon, Ki Hyun, Mark, Min Hyuk, Personagens Originais, Show Nu, Won Ho, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Got7, Imagine, Imagine Mark Tuan, Jackson, Jinyoung, Mark, Monsta X, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 865
Palavras 648
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem do capítulo.
Me desculpe algum erro.
Boa leitura 😍💜💜

Capítulo 63 - Cooperate.


Fanfic / Fanfiction I Hate You ( Imagine Mark Tuan ) - Hiatus - Capítulo 63 - Cooperate.

- Aishh eu estou cansada. - falei.

Nós já estávamos chegando perto da minha casa. Ele parou fazendo eu bater suas costas.

- Aii! - reclamei de dor.

- Você fez o que para estar cansada? - perguntou se virando.

- Aii. - passei a mão na testa.

- Nossa quanta dor. - falou num tom de deboche.

- Suas costas é dura sabia. - falei fazendo drama.

- Suas costas é dura sabia. - falou tentando imitar a minha voz.

- Idiota. - murmurei.

- O idiota que você gosta. - falou e eu corei.

- Eu quero ir para casa. - falei olhando para o lado.

- Então vamos. - ele começou a andar de novo só que mais rápido.

- Me espera!!! - falei num tom alto dando para ele ouvir.

Voltei a andar rápido para tentar o alcançar. Quando estava próxima dele ouvi ele dar uma risada.

- Tá rindo do que? - perguntei tentando ficar séria.

- De você. - respondeu.

- Virei palhaço? - perguntei com um pouco de raiva e ele deu outra risada.

- Você fica fofa com raiva. - mudou de assunto.

- Está mudando de assunto por que? 

- Esta querendo que eu faca cócegas em você é? - perguntou olhando para mim pois eu estava do seu lado.

Eu neguei e sai correndo para minha casa. Eu sabia que ele iria fazer mesmos se eu falasse que não.

Sinto alguem me abraçar por trás e perguntar.

- Tá achando que vai escapar é? 

- Talvez. - respondi pois sabia que era Mark.

- Você está demorando demais para me levar para casa. - reclamei.

Ele me soltou e segurou na minha mão me puxando para a minha casa.

Minha casa não estava tão longe e quando chegamos ele falou.

- Está entregue.

- Obrigado. - o abracei.

Ele me abraçou de volta.

- Oppa a Mi-Cha vai ficar bem né? - perguntei.

- Sim. - respondeu.

Separamos o abraço e ele deu um beijo na minha testa.

- Boa noite (S/N).

- Boa noite oppa. - falei entrando dentro de casa.

                 / (S/N) off /

                 / Mi-Cha on /

Abri os olhos lentamente, não estava conseguindo ver nada. Logo lembro que alguem tinha tampado minha boca e depois eu não vai mais nada.

Eu estava tentando me mexer só que logo vejo que eu estou amarrada em uma cadeira.

Eu começo a chorar por contar do desespero.

- Vejo que acordou. - escuto alguem falar.

- Quem é você? - pergunto.

- Não te enterressa. - respondeu.

-Aonde eu estou? 

- CALA A BOCA. - gritou.

Eu engoli seco.

- Se não quiser morrer vai ter que cooperar comigo. - falou.

- Eu não vou cooperar com ninguém. 

- Você esta pedindo para morrer. - escuto essa pessoa se aproximar.

- Ou melhor você não, (S/N) está. 

Quando ele falou no nome dela eu gelei.

- C-como você conhecer ela? - perguntei.

- Ela não está cooperando, por isso você está aqui. 

- E aquele tal de Mark também.

Eu queria saber da onde ele conheça a (S/N) e o Mark, mas ele não iria me responder.

- Se eles tivessem cooperado pelo menos um pouco você não estaria aqui. - falou.

- O Yugyeom deveria estar com muita raiva. - quando ele falou no nome do Yugyeom meu sangue ferveu.

- POR QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO ISSO? DE ONDE VOCÊ CONHECE ELES? - gritei.

- Acho melhor você se acalmar. - falou alguem colocando uma faca no meu pescoço.

- Tira isso daí. - outra pessoa falou.

A pessoa que colocou a faca no meu pescoço tirou ela.

- Se ela falar mais alguma coisa vocês sabem o que fazer. - a pessoa falou.

                  / Mi-Cha off / 

                  / (S/N) on /

Entrei dentro de casa e dei de cara com o meu pai.

- Aonde a senhorita estava? - perguntou.

- Eu estava com Mark. - respondi com um pouco de medo da reação dele.

- Você não tem mais telefone não? - perguntou com uma cara séria.

- Tenho.

- Por que não ligou para mim ou para a Min? 

- Descarregou. - respondi.

- Vai se arrumar pois iremos jantar fora. - falou.


Notas Finais


Bjs 💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...