História I hate you Kim Taehyung! - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Ação, Butterfly123, Kim Taehyung, Mafioso, Sexo, Você
Visualizações 88
Palavras 1.967
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente então EU demorei? Sério desculpa mas como JÁ falei estou bem aleatória com as postagens.

A capa foi bem aleatória

Boa leitura e sô passem reto dos erros.

Capítulo 31 - Capitulo 31


Fanfic / Fanfiction I hate you Kim Taehyung! - Capítulo 31 - Capitulo 31

*P.O.V SEOKJIN ON*

- E então Seung-Hyun, o que descobriu, fale logo que o tempo passa...

Falo quando T.O.P passa pela porta de meu escritório sentando em uma cadeira em frente a minha mesa.

- Depois de muito conversar com sua irmã sobre os traumas dela, vulgo, os que você causou *ele me olha arqueando uma sobrancelha e eu reviro os olhos*

Novamente com a mesma história do sequestro de Yoongi.

- o tempo corre, chegue logo aonde quero saber

- Acho que você deveria fazer uma consulta comigo *ele revira os olhos* Você vai ter que paciência, sua irmã sofre de pristanfobia, ela tem medo de confiar em pessoas devido a experiências ruins no passado, se você não esperar o momento certo ela pode dar a louca e isso não vai ser nada bom!

- Eu sô não posso pedir ela em casamento? *falo e ele me olha cínico*

- Ah claro Jin! É sô você chegar pedir ela em casamento esperar que ela aceite se casar com um cara que nunca viu e nem sabia da existência depois ela descobre que você é irmão dela e vive a vida de sempre depois de você expulsa-la porque JÁ vai ter conseguido tudo o que quer, não é? Ou vai me dizer que essa preocupação toda é porque ela é sangue do seu sangue? Me poupe *ele se levanta* Que tal assim, você deixa ela viver um pouco, e depois estraga o que tem que estragar, okay? *assenti* eu sei de muita coisa sobre seu plano, ou pelo menos o que raciocinei, quer uma dica? Isso tudo vai dar errado, ela não é tão ingênua...*fala*

- Eu sei que você sabe de muita coisa Seung-Hyun, espero que entenda...*falo sorrindo ladino pegando uma arma a minha direita e acariciando o Cabo na mesma*

Tão bem polido, tão brilhante, uma verdadeira obra de arte, pena ser manchada de vermelho...

Engatilho a arma olhando para T.O.P com desdém, pois não vai passar de um corpo morto daqui a pouco.

- Entenda que não é pessoal, são negócios...*pisco e atiro ma cabeça do mesmo que cai no chão morto eu acredito pois o tiro foi certeiro em sua cabeça despontando um pouco de sangue em minha mão e em meu terno e na cadeira* Heechul, pode tirar esse corpo? *falo e o guarda aparece se curvando e trazendo com cigo mais 2 guardas que não sei mesmo o nome e eles tiram o cadáver de Seung-Hyun* menos um...

- Porque matou o T.O.P? Ele não era de confiança? *Jungkook aparece na posta olhando em direção ao corredor e depois mw encarando*

- É porque na vida você sô tem duas opções, ser quem atira, ou levar um tiro *falo ditando o lema de meu pai com um gosto ruim na boca por lembrar daquele velho* e se não parar, você vai estar no segundo requisito *falo em desdém guardando a arma na gaveta após passar um pano para tirar os respingos* O que faz aqui? Não deveria estar com minha queridíssima irmã nesse momento? E qual é a do arranhão no abdômen em Jeon? *falo arqueando ao olhar um rasgo na blusa do maior com um arranhão nas laterais e crispo os olhos e o mesmo fica vermelho*

- E-Eu cai nas pedras, é eu cai la fora nas pedras *fala gesticulando com a mão e depois coçando a nuca*

- Se eu souber de algum envolvimento seu e da minha irmã eu juro que te castro garotinho *falo brincando mas com um tom de sarcasmo e o mesmo engole seco me fazendo sentir uma pitada de nervosismo*É sério Jungkook? comeu minha irmã? *olho para ele desacreditado*

- Naverdade ela que me engoliu...*ele susurra e quase sai despercebido por mim, quase*

- O que?!

- Eu vou sair Hyung, até mais tarde *ele corre porta a fora rindo*

- Esse garoto ainda morre...E nem vai ser eu quem vai matar *reviro os olhos voltando a meus afazeres*

Pego o espelho em minhas mãos e começo a encarar a coisa mais linda que vi em toda minha vida.

- Oi gatão *falo para meu lindo reflexo* Se você foçe uma garota eu até te pegava gostoso...

*JIN OFF*

*______ ON*

Ja em casa, na casa do início de tudo, estava deitada de cabeça para baixo no sofá encarando o teto.

Dês de quando minha vida mudou tanto?

Dês de quando tive tanto medo de sair na rua?

Dês de quando tive medo de ficar sozinha?

São tantas pessoas,tantas preocupações, Tantas mentiras.

O mundo que vivi era apenas uma mentira?

Porque Achava que tudo estava sobre controle, e derrepente descobrir toda a verdade sobre a sociedade que vivo, é tudo em volta de poder e dinheiro?

Será que tem mais alguma coisa que escondem sobre mim ou sobre tudo?

Porque me sinto estranha?

Porque me sinto uma fora da lei que nem existe?

Porque estou encarando isso normalmente?

Porque me sinto tão a vontade com isso?

Deveria me sentir bem? Porque Eu me sinto bem!

-Oi princesa *Taehyung se deita ao meu lado do mesmo jeito e fita o teto como eu* O que o teto tem de interessante que nem atenção para mim deu? *me viro fitando o mesmo que olhava o teto com um bico extremamente infantil nos lábios*

- Eu estou sô pensando...

-No que? *ele se vira para mim sorrindo de lado*

- Nada deixa para la *sorrio fazendo careta e pulo em cima dele* Naverdade eu tava querendo conversar. *falo fingindo estar séria e o mesmo começa a olhar para o nada me evitando* Ei! *quico em seu colo fazendo o mesmo urrar e dar risada*

- Eu não vou te dar atenção! É troco! *ele fala sem olhar para mim e eu quico mais uma vez e ele me olha com um olhar matador* Sai de cima sua chata *ele me empurra e cai de bunda o sofá o encarando com os braços crusados*

- Tae...*falo devagar e manhosa e o mesmo sô vira o olhar para outro lado* Taehyung *falo denovo e ele finge que eu não existia e isso começa a me incomodar* Kim Taehyung! *Falo brava e o mesmo assusta e se vira para mim rindo fraco*

- Eu sou um bebê, você tem que me dar a atenção merecida! *ele me olha sério e eu dou risada puxando o mesmo para um abraço, ele apoia a cabeça em meus seios e eu acaricio seus cabelos* Então ______, sobre o que quer falar? Alguma coisa a ver com o hospital...*ele fala num tom irreconhecível por mim e eu apenas respiro fundo*

- Não...Naverdade não era nada de importante.

- Então, vamos falar de uma coisa que é séria, eu não gostei de te dividir com o Jungkook, então agora você vai ter que...

- Que, o que Taehyung?

- O que, o que?

- Que?

- An? *olho para ele emburrada e o mesmo ri* Vai ter que me recompensar, mas de um jeito gostoso...*ele mexe a cabeça se colocando no meio de meus peitos e eu afasto o mesmo que me olhava travesso* Você vai ter que me deixar fazer o que eu quiser! *ele vem para cima e simplismemte me deixei levar*

Acostumada com a safadeza de Taehyung, era o que estava.

Sem ao mesmo perceber ja estava em Seu colo rebolando levemente conforme as nossas línguas se moviam e ele apertava minhas coxas fortemente.

(...)

- Se gemer, eu vou te bater de verdade...esta pronta? *pergunta entre minhas pernas com a cara rente a minha intimidade JÁ molhada me deixando um pouco envergonhada, mesmo depois de tantas vezes*

- Uhum...*falo num murmúrio e o mesmo sorri olhando em meus olhos*

Ele assopra meu clitóris devagar me fazendo agarrar o tecido do sofá com força.

Submissão? Talvez.

Ele toca com sua língua quente toda a extenção de meu sexo quando chega em meu botãozinho de prazer o enfia na boca e boca e começa a fazer movimentos como os de um beijo, arqueei as costar mordendo o lábio com força sentindo o gosto enferrujado em minha boca.

Sem ao menos me dar conta ele enfia dois dedos em minha boca.

- Chupa *faço o que pede com dificuldade por o mesmo ainda me chupava*

Depois que tira os dedos de minha boca, com uma rapidez estranha os introduz em minha entrada me fazendo soltar um gemido alto e que tirou um nó de minha garganta.

Taehyung para de sugar meu pontinho e ri soprado em cima dele ainda com os dedos parados dentro de mim.

- O que você fez _____? *ele fala e eu fecho os olhos não respondendo e o mesmo tira metade dos dedos e enfia forte e fazendo movimento como os de tesoura, ameaço fechar as penas e ele com a outra mão as afasta apertando forte* ______ você não me respondeu! O que eu disse para não fazer?! *ele grita me fazendo assustar um pouco e começa a bombear os dedos forte mas devagar, torturante*

- Tae-Taehyung v-você...*tento falar e ele mais uma vez faz movimento de tesoura Doía, era Doloroso e prazeroso* ah...*gami baixinho e ele tira os dedos de mim pegando em meu braço me fazendo levantar*

- O que eu falei? *ele me coloca em seu colo de bruços*

- Para não g-gemer...*falo baixinho*

- Hum...e o que a ______ fez? *sua ereção era notória roçando em minha barriga*

Taehyung não é assim, o que esta acontecendo? Não vou reclamar, é bom...

- Ela Gemeu *falo e ele começa a acariciar minhas nadegas com apertos*

- Isso, agora empina *faço O que ele pede empinado o máximo que posso e olho por cima dos ombros o sorriso maquiavélico e safado de Taehyung* Você vai levar um tapa por cada vez que me fez repetir a pergunta e por vezes que gemeu, entendeu? *assenti fraco fazendo minhas mãos em punho sentindo minhas próprias perfurarem de leve minha pele*

Ele deposita um tapa que mais estralou do que doeu, depois mais um forte, outro e outro.

Minha bunda ardia e eu apenas segurava as lágrimas, eram sempre no mesmo lugar, fazendo a pele ja prejudicada doer mais ainda.

Ele começa a massagear a nadega que atingiu e da um beijinho.

- Agora é o último, você entendeu porquê apanhou não foi?

- Uhum *falo fraco e ele ri*

E mais um tapa é dado, mais forte que os outros.

- Taehyung! *grito fechando os olhos e escutando ele rir e me colocar virada para ele e me olhando imitando o bico que fazia por ele ter me batido*

- Sem reclamar ou eu vou te dar mais um tapa! *ele fala firme se movendo para deitar no sofá comigo em cima*

- Se você me bater denovo assim eu nunca mais vou olhar na sua cara! *falo ameaçadora e ele assente fraco passeando as mãos em minhas curvas e quando chega em meus seios sorri e aperta fraco.

Ele me tira de seu colo e me coloca por baixo, e tira a cueca pegando seu membro entre as mãos massageando de leve enquanto olhava meus seios esfomeado por assim dizer, ele se aproxima de mim e começa a fazer atrito entre meus peitos e seu pênis.

Seus gemidos eram satisfatórios, ele me lambuzava com o pré-gozo enquanto fechava os olhos.

Aonde que isso era prazeroso? Talvez na visão a minha frente, ou melhor, acima de mim.

- Sabe, agora...está...na hora de eu colocar ele para brincar *fala apontando para seu membro risonho, dou risada fechando os olhos esperando a hora*

Entretanto, o telefone de Taehyung toca e o mesmo Bufa tentando ignorar, so que quando o celular desligava, voltava a tocar mais e mais vezes.

-vai atender...*empurro ele que sai de cima e vai atender enquanto eu apenas me sentava no sofa, ele volta sorrindo amarelo e eu faço cara de tedio*

-É amor vou ter que ir..*ele se aproxima e me da um selinho rápido* a gente terminar depois, tudo bem? *assenti e Taehyung subiu escadas, eu recolhia as roupas e quando ia subir ele desce as escadas vestido de terno e me dando um beijo na testa* Tchau _____! *grita e o portão abre e fecha*

- Tinha que ser...


CONTINUA...


Notas Finais


Então o que será essa ligação? Porque vocês estão tão Familiarizadas com tudo isso?

Vou fazer umas revelações: eu moro em Limeira-SP *aposto que nunca você nunca ouviu falar dessa cidade* uma cidade tão pacata que acho que é por causa disso que eu comecei a escrever, fica tudo mais legal vai por mim super recomendo meninaaas hajjsjs
Meu otp É vkook mas adoro um surubangtan
Sou viciada em moans HEHEHE
E sou kpopper a 1 ano uhuuul sofrendo e gostando durante muito tempo jsnshsjb e meu assunto preferido é sobre a sociedade ser um lixo e sobre sexo *aquela carinha*
falei isso pra gente se sentir mais "no colinho da tia" então é eu sou uma retardada.

Tchau brigado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...