História I hate...love you - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Romance, Vanessa Hudgens
Exibições 39
Palavras 1.311
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii galera, mais um capítulo pra vocês; espero que gostem,😍😍😍

Capítulo 11 - Capítulo 10- Seja bem vindo


Fanfic / Fanfiction I hate...love you - Capítulo 11 - Capítulo 10- Seja bem vindo

                   Seja bem vindo
(Natacha Caius)
Quando acordei do meu "cochilo" eu já estava na última aula, caramba , eu estava mesmo com sono
-Finalmente a bela adormecida acordou...- O Sant disse, olhei pro lado e não vi a Mari
-Cadê a Mari?
-Foi ao banheiro, você devia ir também, sua cara não tá das melhores...-
Me levantei rápido e olhei o meu reflexo pela janela, e eu estava horrível, saí da sala correndo, já que o professor não estava na sala ainda e fui ao banheiro, Mari estava lá, mas estava com o rosto vermelho, e os olhos molhados, ela tinha chorado, eu me aproximei e ela tentou enxugar as lágrimas mas eu já tinha visto
-Você já acordou...?- Ela perguntou tentando esconder o rosto
-Sim, e não adianta se esconder eu vi que  você estava chorando... o que houve?
-Não é nada Natacha, é só um sisco que caiu no meu olho
-Não minta pra mim Mari, te conheço mais do que qualquer um...pode me contar
-Tudo bem: eu estava na sala enquanto você dormia e decidi pedir um autógrafo pro Jimin, só que ele olhou pra mim como um lixo, e me tratou tão mal e não teve a decência de me dar um autógrafo, eu fiquei muito chateada e vim pra cá e comecei a chorar... você tinha razão sobre ele...
-O Sant não me disse nada
-Foi eu que pedi pra ele não dizer...não queria causar problemas...-
Aquele garoto era um infeliz, nojento, não sabia tratar as pessoas mas eu não deixaria ele tratar os meus amigos mau
-Não chore Mari, aquele nojento vai aprender a tratar você e as outras pessoas bem
-Não precisa caçar confusão Nat...por favor...
-Não, ele vai ter o que merece..., fique aqui,lave o rosto , relaxe, daqui a pouco eu volto
-O que você vai fazer?
-Logo você saberá...- Eu disse saindo do banheiro, voltei pra sala irritada e nervosa, cheguei na sala e vi que o Sant estava na porta, o professor ainda não tinha chegado, era aula de matemática
-Por que você não me contou? - Eu perguntei
-Por que ela pediu, e por que sabíamos que você ia ficar assim
-Se sabiam não deviam ter me escondido...- Entrei na sala e vi que o Jimin estava em pé conversando com alguns garotos e garotas no fundo da sala, eu não me importava, ele não vai fazer meus amigos chorarem e ficar por isso mesmo, andei firme até onde ele estava e me enfiei no meio daquelas pessoas, elas me encararam, JININ me encarou
-Qual é o seu problema?- Ele perguntou
-O MEU problema...qual é o seu problema...?- Eu perguntei empurrando o peito dele com as duas mãos- Você acha que pode simplismente tratar as pessoas como lixo...? Acha que elas não tem sentimento?
-Isso não é da sua conta...sua id...
-Não me chama de idiota de novo...
-Você está assim só por causa do autógrafo que eu não quis dar pra sua amiga...eu estou no meu direito ou não estou?- Ele perguntou irônico
-Você está, está no seu direito, mas não está no direito de tratar mal as pessoas educação e gentileza estão no princípio de tudo mas eu acho que você não sabe o significado dessas palavras
-Talvez eu não saiba...mas se você quiser me dar umas aulas talvez eu aprenda...aulas de educação sexual seriam muito bem vindas...- Ele disse sarcástico, as pessoas que estavam no "bolinho" riram maliciosas ,eu sorri irônica e estendi o punho
-Eu vou te mostrar a aula que eu vou te dar...- Eu já ia soca-lo mas a Mari e o Sant interviram me impedindo
-Ei, ei...não vale a pena, por favor Nat, não arrume briga...- O Sant disse
-Deixa esse cara pra lá Nat, tá tudo bem...olha pra mim...eu não ligo pra nada do que ele fala...- A Mari disse
-É Nat...escuta seus amigos-Jimin disse
-Não me chama de Nat seu infeliz, meu nome é Natacha, pra você meu nome é Natacha...-
De repente o professor entrou na sala, todos se sentaram nos seus lugares exceto eu e Jimin, ainda continuávamos nos encarando ferozmente, seus olhos estavam com pura raiva, e os meus não estavam muito diferentes, qualquer um perceberia que estávamos em uma briga
-Não vai me dizer que o novato já arrumou confusão no primeiro dia de aula? E não vai me dizer que a melhor aluna da sala está no meio dessa contusão...?- O professor perguntou, eu e o Jimin abrimos a boca pra falar mas o professor nos interrompeu
-Eu não quero saber o que aconteceu, não me interessa, eu não vou tolerar isso na minha aula, parecem duas crianças e não dois adolescentes maduros...vou ensinar pra vocês como se tratarem...venham aqui pra frente os dois.- O professor disse, eu fiquei com receio mas fui, escutei os passos de Jimin atrás de mim, ficamos na frente da sala
-Fiquem de frente um pro outro...- O professor disse
-É sério?.- Eu perguntei
-Agora...-
Eu e Jimin viramos de frente um pro outro
-Ainda não demos as boas vindas corretamente pro novato, então eu imagino que a senhorita Natacha podia fazer as honras, diga:"seja bem vindo a nossa escola Jimin" e depois o senhor Park Jimin vai dizer: "Obrigado senhorita" , vocês dois irão se abraçar e a Natacha vai dar um beijo no rosto do Jimin pra selar essa linda amizade e mostrar que não haverá mais brigas...-
Eu não podia acreditar no que estava acontecendo
-Que comece o discurso de boas vindas...- O professor disse- Agora.-
Eu não queria fazer, não queria ter que encostar naquele idiota mas o que eu podia fazer? Não podia correr o risco de decepcionar meus pais e levar uma advertência, então...
-S-Seja bem vindo a nossa escola Jimin...- Eu disse
-Obrigado senhorita...- Ele disse olhando fundo em meus olhos, eu não me intimidei, olhei fundo nos olhos dele
-Agora os cumprimentos.- O professor disse
Eu me aproximei (contra a minha vontade) e lhe abracei,senti seu corpo contra o meu,  meu coração se acelerou, mas de raiva, ele pousou suas mãos em minha cintura
- E agora pra encerrar o beijinho no rosto...- O professor disse fazendo todos rirem, me afastei e o encarei, fiquei na ponta do pé ( já que eu sou mais baixa que ele ) e lhe dei um beijo na bochecha esquerda, senti seu perfume exalar pelo meu nariz por conta da proximidade que eu estava, meus lábios encontraram delicadamente o rosto liso de Park Jimin, àquele nervosismo raivoso voltou, me afastei e nos encaramos por 5 segundos, que pra mim pareceram uma eternidade, olhei pro professor como se tivesse implorando pra sair dali
-Ótimo, palmas pra eles turma...- Todos riram e aplaudiram- Que isso não se repita de novo, não na minha aula, a próxima vez é advertencia ,voltem pro lugar de vocês...-
Respirei de alívio e voltei pro meu lugar, Jimin fez o mesmo, a Mari e o Sant abriram a boca pra falar alguma coisa mas eu lancei um olhar mortal os proibindo de o faze-lo. A aula correu bem e quando terminou eu praticamente corri pro meu quarto, eu só queria esquecer aquele dia maldito...
(Park Jimin)
Saí da sala ainda pensando naquela ceninha que o professor de matemática tinha "proporcionado", eu estava com raiva daquela garota mais do que nunca, mas eu não conseguia parar de pensar no toque dela, na forma como ela me empurrou pra defender a amiga dela,  na forma como ela me abraçou, na forma como me beijou, foi uma sensação estranha mas boa, não consigo explicar, cada parte do corpo dela se ajustava perfeitamente ao meu corpo, como se ela tivesse sido feita sob medida pra mim...
Expulsei isso do meu pensamento e fui pro meu quarto (que era com o Andy e com o Martin) ... Eu precisava tirar esse "discurso de boas vindas" da cabeça


Notas Finais


Espero que tenham gostado e até o próximo😍😍😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...