História I hate...love you - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Romance, Vanessa Hudgens
Exibições 65
Palavras 954
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem povão, boa leitura😍😍😍

Capítulo 20 - Capítulo 19- Véspera de uma festa


Fanfic / Fanfiction I hate...love you - Capítulo 20 - Capítulo 19- Véspera de uma festa

(Park Jimin)
Finalmente era fim de semana, e eu não teria que ficar naquele inferno de Colégio, arrumei minha mochila e saí bem cedo, peguei um taxi e fui pra casa do Daniel.
     [...]
-Tão cedo aqui Jimin? Achei que você não ia querer vir- O Daniel disse assim que entrei no apartamento, ele ainda estava de pijama
-Você só pode estar brincando né? Eu não aguentava mais aquele inferno- Fui pro meu quarto e joguei a mochila no chão e depois me joguei na cama, eu estava com muito sono por que eu tinha acordado cedo, de repente a imagem da Natacha veio a minha mente, eu nao conseguia parar de pensar nela, aquilo já estava me matando, eu tinha que fazer algo a respeito, sem perceber eu acabei adormecendo pensando nela.
(Natacha Caius)
Finalmente eu estava em casa, depois de me despedir da Mari e do Sant na escola, o carro da minha mãe havia chegado e me levado pro único lugar que eu queria: minha casa, assim que eu entrei em casa me joguei no sofá com mochila e tudo
-Olha os modos Natacha, nem parece uma garota- Minha mãe disse
-É bom ver você também mãe, como foi a sua semana?- Eu perguntei irônica, ela revirou os olhos diante da minha ironia
-Onde está o papai?- Eu perguntei
-Lá no escritório, ele está escrevendo mais um de seus livros...uma história nova-
Eu me levantei e fui correndo até o escritório do meu pai, eu adorava quando ele escrevia um novo livro, ele sempre me contava como tinha tido a idéia e sempre lia um trecho pra mim, entrei no escritório e lá estava ele: escrevendo
-Pai...- Eu gritei o abraçando, ele retribuiu
-Que saudade de você mocinha- Ele disse
-Eu também pai...mamãe disse que você está escrevendo uma história nova
-Sua mãe e aquela boca grande dela
-Era segredo?
-Não, claro que não, é porque EU gostaria de te contar...mas tudo bem, como foi a semana de aula?-
Foi só aí que eu me lembrei da briga e da advertência, minha expressão deve ter me delatado
-Teve algum problema querida?
-Eu briguei na escola papai...e ganhei uma advertência- Despejei tudo de uma vez
-Brigou por que e com quem?- Ele perguntou sério
-Com uma garota que me provocou e falou mal de vocês- Senti meu sangue ferver só de lembrar- Me desculpe pai, mas eu não podia deixar ela falar dos meus pais, eu tinha que fazer algo
-Sua intenção de nos defender foi nobre filha, e só por isso não vou ficar bravo com você...me dá a advertência- Ele pediu sorrindo, eu sorri também e dei a advertência pra ele, que assinou rapidamente
-Espero que seus tapas e arranhões tenham feito um estrago gratificante na vítima- Ele disse rindo
-Fez- Eu respondi- O senhor poderia não falar nada pra mamãe? - Eu pedi e ele concordou rindo- Sobre o que é esse novo livro?
-É segredo
-Mas o senhor disse que não era
-Eu escrever um novo livro não é segredo mas SOBRE o que é esse novo livro é segredo-Ele riu misterioso
-Não vai mesmo me contar?
-Ainda não querida...melhor você descansar-
Eu sorri e lhe dei um beijo, em seguida fui pro meu quarto, troquei de roupa e fui pra cozinha fazer um brigadeiro, voltei pro quarto e fiquei vendo filmes enquanto comia brigadeiro, e meu sábado se resumiu a isso: comer e ver filmes, muito infantil? Talvez mas ser infantil era bom as vezes...
  Acordei no domingo, estava chovendo e isso me deixou feliz, eu adorava chuva e frio, tanto quanto o sol e calor, olhei no relógio e vi que eram 8:00, levantei e tomei um banho, lavei o rosto e escovei os dentes, vesti uma calça de moletom e uma blusa de frio em seguida desci as escadas pra tomar café, não avistei meus pais o que era estranho
-Pai...Mãe- Eu chamei não obtendo resposta, fui até a geladeira pegar um suco e vi o bilhete deles:
"Filha eu e sua mãe tivemos um imprevisto de trabalho, tivemos que viajar pra Seatle, não se preocupe, estaremos aí na segunda, se você quiser pode ir pra casa do seu irmão ou se preferir pode chamar sua amiga pra ficar aí com você, qualquer coisa é só ligar pra gente, te amamos muito."
Bom, pelo menos teria a casa só pra mim, eu não preferi nao ir pra casa do meu irmão, ele devia estar ocupado, liguei pra Mari e a convidei pra passar o dia comigo, ela aceitou e em menos de uma hora estava na minha casa
-Que bom que veio- Eu disse a abraçando
-É claro que eu viria- Ela respondeu, tomamos café da manhã juntas e assistimos a um filme na TV da sala, a chuva havia parado e o sol dava indícios de que ia sair, de repente senti meu celular vibrar e o da Mari também, era uma mensagem-convite:
"Você foi convidado pra minha festa de aniversário na boate 'vogue' , sua presença é um luxo, não perca, começará as 21:00 e terminará as 3:00 da manhã, a loucura vai ser aqui"
-Parece que é o aniversário da Scarlet do 3 ano, ela é bem popular, essa festa vai ser ótima, temos que ir- A Mari disse empolgada
-Eu não vou Mari, amanhã temos aula e eu tenho que acordar cedo.
-Claro que você vai, por favor Nat, eu prometo que não ficamos até o fim, você é minha melhor amiga vai me deixar na mão? - Ela pediu manhosa e fazendo beicinho
-Tá legal, mas vamos voltar cedo ok?
-Ok- Ela disse sorrindo e me abraçando, subimos pro meu quarto e começamos a procurar alguns vestidos...Mari e suas loucuras.


Notas Finais


Espero que tenham gostado povão muitas beijocas e até a próxima 😍😍
Se tiver algum erro me desculpe


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...