História I hate...love you - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Romance, Vanessa Hudgens
Exibições 67
Palavras 941
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem galera 😍😍😍

Capítulo 24 - Capítulo 23- Arrependimento...sim ou não?


Fanfic / Fanfiction I hate...love you - Capítulo 24 - Capítulo 23- Arrependimento...sim ou não?

(Park Jimin)
Sentir o beijo da Natacha, o toque dela, tinha sido a melhor e a pior coisa desde que cheguei nessa escola, melhor porque eu estava esperando por isso a tempos, e pior por que eu queria mais, muito mais, eu achei que satisfazendo o desejo que eu tinha por ela eu o eliminaria e ficaria só com o ódio, mas eu me enganei feio, tudo que eu consegui foi atiçar mais essa vontade louca e insana de tê-la. Depois de ter beijado ela e brigado com ela sai da sala e fui pro local da palestra, cheguei um pouco atrasado, mas cheguei, me sentei perto do Andy e do Martin, vi Natacha com a Mariana e o Santiago, ignorei, a palestra foi sobre biologia e demorou umas duas horas (ou seja, o tempo exato pro fim das aulas da parte da manhã),quando terminou eu dei glórias ao céus.
(Natacha Caius)
Assim que a palestra terminou eu e a Mari fomos pro quarto, assim que entramos as perguntas surgiram
-Onde você e o Jimin estavam? - Ela perguntou rindo maliciosa
-Estávamos...discutindo- Eu disse, tentei mentir mas ela me conhecia muito bem
-Pode me contar a verdade Nat, eu te conheço
-Tudo bem, eu e ele...nos...beijamos-
Ela deu um gritinho de empolgação e disse:
-Eu sabia, sabia que você estava a fim dele, sabia que aquele ódio todo tinha fundamento
-Não tem nada disso Mari, eu ainda o ODEIO, hoje foi uma...recaída, não vai mais acontecer, na verdade ele me forçou a beijar ele
-Sem gracinha Natacha, quando um não quer dois não beijam...Ele beija bem?-
Ruborizei com a pergunta
-Não...deu pra saber...
-Para de graça Nat, diz logo
-S...sim, ele...beija...relativamente bem
-Sei, relativamente, só se for... depois conversamos mais sobre isso dona Nat, agora eu tenho que ir, combinei de fazer aula de teatro com o Sant
-Você no Teatro? - Eu perguntei espantada, ela odiava Teatro
-É...s...sim, é deu vontade, depois eu explico, eu já vou-
Ela me deu um abraço e saiu, o que estava acontecendo com ela? Mari estava estranha,enfim...
Tomei um banho rápido e vesti um short jeans azul escuro, coloquei uma camiseta grande e larga, prendi os cabelos em um coque frouxo, decidi ir até o jardim, tomar um ar ,peguei meu MP3 e fui.
         [...]
Cheguei até o jardim e me sentei em um banco, cruzei as pernas e fiquei ouvindo música, eu estava na quinta música quando senti alguém tocar meu ombro:Jimin
-Posso?- Ele perguntou apontando pro espaço vago ao meu lado
-Não, eu estou aqui se você não viu
-Eu vi, e pra sua informação o banco é livre, ou seja, eu posso me sentar
-Então senta sozinho, porque eu tô indo.- Eu disse me levantando, ele me puxou pelo braço tão bruscamente que eu acabei girando e parando bem perto dele, pra não me desequilibrar acabei colocando as mãos nos ombros dele, senti ele colocar as mãos na minha cintura, seus olhos estavam cravados nos meus, aqueles olhinhos redondinhos e tão...nada, nada
-É uma ótima posição pra um beijo não acha?-Ele perguntou, ruborizei sem saber por que
-Seria se não nos odiássemos mortalmente.- Eu tentei me soltar mas ele  não deixou
-Não dá pra fingir que não nos odiamos só hoje?
-Pra você me..."provar" e depois me maltratar? Não, obrigada
-Eu não vou te beijar de novo, não se você não quiser...- Ele disse, soou mais sincero do que eu esperava, ao invés de me beijar ele me abraçou, não sei bem porque mas eu retribuí,ele tinha os braços quentes e gostosos, foi um abraço sincero, tão bom, porque ele não podia ser assim sempre? Dãã...porque ele era Park Jimin
-Me desculpe por...te chamar de VADIA, e pelas coisas que te falei hoje, saiba que você não é nada do que eu disse, as vezes eu sou meio impulsivo e acabo falando e fazendo coisas não muito agradáveis...sinto muito.- Ele disse
-Park Jimin pedindo desculpas é meio novo pra mim- Eu disse rindo
-Você me perdoa?- Ele pediu, senti as batidas do coração dele perto do meu ouvido
-Sim, está perdoado...por mais que eu saiba que daqui a duas horas isso não vai ter nenhuma importância pra você e que você vai voltar a me tratar como um lixo, você está perdoado
-Não seja tão pessimista
-Isso não é ser pessimista é ser realista, e você sabe disso e não vai mudar
-Porque? você acha que eu seja capaz de    mudar?
-Não do dia pra noite, você é egocêntrico e isso é um defeito muito grave...- Eu disse, ele se afastou de mim...momento fofo tinha acabado
-E você acha que não tem nenhum defeito?
-Eu não disse isso...
-Mas parece, que sim, você gosta muito de olhar os defeitos dos outros e acaba se esquecendo dos seus senhora perfeição
-Olha, não da pra conversar com você, é por isso que nos odiamos, você não sabe ouvir...- Eu disse me virando pra ir embora
-Antes de você se virar pra ir embora e antes de nos odiarmos novamente  me responde uma coisa?- Ele pediu
-O que...?-Eu disse me virando pra olha-lo
-Você se arrependeu? Se arrependeu de ter me beijado?-
Aquilo me pegou de surpresa, eu tinha me arrependido? Eu faria de novo?
-Não sei, sinceramente não sei...
-Quando você descobrir me fale...
-Vai ser o primeiro a saber...- Eu disse.
   Caminhei de volta ao meu quarto pensando se tinha me arrependido, então cheguei a seguinte conclusão:que mesmo que Jimin fosse extremamente idiota, fútil, metido, folgado e egocêntrico, não, eu não tinha me arrependido, eu tinha gostado de beija-lo, eu poderia estar errada? Sim poderia, mas não naquele momento...não com AQUELA pessoa.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, beijocas no core e até a próxima 😍😍😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...