História I hate...love you - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Romance, Vanessa Hudgens
Exibições 33
Palavras 827
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem povão, tentarei postar mais cedo amanhã😍

Capítulo 25 - Capítulo 24- Coincidência


Fanfic / Fanfiction I hate...love you - Capítulo 25 - Capítulo 24- Coincidência

(Natacha Caius)
   A semana tinha finalmente passado e o sábado finalmente chegado, e acredite não havia acontecido nada demais nesses dias, era a mesma coisa de sempre: aulas chatas e tediosas, deveres infinitos, as brigas e mais brigas com o Jimin, enfim. Tinha só uma coisa que estava estranha: O Sant e A Mari. Eles estavam muito estranhos, toda hora que eu olhava pra eles, eles estavam se observando, e agora os dois não saiam da aula de teatro, cheguei a pensar que eles estavam ficando mas me lembrei que a Mari nunca pegaria um amigo e mesmo que ela pegasse me contaria e o Sant também, expulsei isso da minha mente, seja o que for eu teria muito tempo pra pensar nisso depois. Eu estava no carro com o meu pai e ja estávamos quase em casa, de repente o sinal fechou e o telefone do meu pai tocou, ele atendeu e colocou no viva voz
-Alô- Meu pai disse
-Oi pai, como vai?- Era meu irmão, havia um bom tempo que eu não via ele, depois que ele se mudou pra um bairro longe e pra um AP bem chique perdemos o contato, sempre tivemos uma boa relação
-Oi filho, se lembrou que tem família é? Finalmente
-Sem dramas pai, eu liguei pra saber como vocês estavam e porque eu estou com saudades, como a Nat está?
-Bem, não melhor que você é claro.- Eu disse rindo
-Você tá aí né baixinha? Saudade de escutar suas brigas com a mãe
-Bobo, e eu estou com saudades de você, você podia aparecer mais vezes, nem parece que somos irmãos, nem passamos tempo junto
-É por isso que eu liguei, queria saber se você não gostaria de passar o fim de semana aqui em casa, eu gostaria de te apresentar um amigo, ele estuda na sua escola sabia?-
Me surpreendi com aquilo, eu não sabia disso
-Não, não sabia.- Eu respondi
-Bom, você vai conhecer, eu te pego as 19:00 e domingo eu te levo as 19:00 também, pode ser?- Ele perguntou, olhei pro meu pai pedindo permissão com os olhos, eu queria muito ir, ele sorriu e afirmou com a cabeça
-Pode sim "Maninho", não se atrase.
-Não mesmo...tchau Pai, manda um beijo pra mãe.- Ele disse
-Pode deixar.-
E então meu pai desligou o telefone, e nesse exato momento o sinal abriu e fomos pra casa.
(Park Jimin)
Era fim de semana e eu tinha acabado de chegar em "casa" , o Daniel não estava em casa, fui pro meu quarto e deixei a mochila no chão, troquei de roupa e fui pra sala, ouvi a porta sendo aberta e Daniel entrou
-Hoje teremos visita.- Ele disse
-Oi pra você também, sua educação me inspira...
-Engraçadinho...
-A visita é de quem a propósito?
-Minha irmã, ela vai passar o fim de semana aqui e eu pesso que se comporte
-Relaxa cara não gosto de papar anjo
-Ela tem a sua idade idiota e estuda na sua escola
-Sério? - Perguntei surpreso
-Sério, hoje você vai conhece-la
-Tá legal...- Respondi
Ele foi pro quarto dele e eu liguei a TV pra ver um filme
(Natacha Caius)
                     [...]
Já eram 18:45, e eu ainda não tinha me arrumado, minha mochila ja estava pronta claro, mas EU ainda não, tomei um banho e vesti uma calça jeans larga rasgada, um cropped preto colado e deixei os cabelos como sempre, passei deliniador e foi a conta do meu irmão buzinar, peguei minha mochila e desci rápido
-Tchau pai amo você, Tchau mãe amo você- Eu disse, já estava saindo mas ainda assim pude ouvir:
-Também te amamos.-
Lancei um sorriso pra eles e saí, vi o carro do meu irmão, todo preto e maravilhoso, entrei correndo e la estava ele, os cabelos pretos como os meus
-Daniel.- Eu exclamei e o abracei forte, ele fez o mesmo comigo
-Nem parece aquela minha baixinha.- Ele disse - Você está linda, espero que não tenha nenhum gavião atrás da minha borboleta
-Larga de bobagem e vamos logo, eu tô anciosa pra conhecer o seu amigo.-
Ele riu gritou um eu te amo pros meus pais que nos olhavam do lado de fora, se soltou do meu abraco, então ligou o motor e fomos pra sua casa.
        [...]
O prédio do meu irmão era em um bairro muito longe mas famoso e chique
-Vai subindo que eu preciso passar no supermercado pra comprar algumas coisas...você quer algo?- Ele disse
-Que você não demore...- Eu respondi rindo, ele bagunçou meu cabelo e me entregou as chaves do AP
-Décimo andar e apartamento 5- Ele disse, eu peguei as chaves e a minha mochila e fui.
       [...]
Cheguei no décimo andar depois de uma voltinha no elevador, procurei o apartamento 5 e abri, era lindo, e espaçoso, joguei minha mochila no sofá e fechei a porta (não tranquei), e então ouvi a porta de um quarto se abrir e ELE sair de lá...muita coincidência.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, foi feito (obviamente) com muito carinho pra vcs, beijocas e até a próxima 😍😍😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...