História I hate...love you - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Romance, Vanessa Hudgens
Exibições 73
Palavras 1.371
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


IMPORTANTE
Oii galera, antes de tudo queria deixar uma coisa clara pra vocês: quando os dois protagonistas se encontrarem ELE não vai estar vendo ELA de novo, na verdade ele nunca viu; ele apenas se assustou com a semelhança dela com uma outra garota,(que ainda nao teve sua identidade revelada) essa parte está meio confusa mas dá pra entender, qualquer coisa pode perguntar nos comentários beijocas e boa leitura😍😍😍😍

Capítulo 8 - Capítulo 7- Encontro Fulminante


Fanfic / Fanfiction I hate...love you - Capítulo 8 - Capítulo 7- Encontro Fulminante

(Natacha Caius)
Não sei o que houve comigo, eu dormi cedo, pra tentar acordar cedo, só que era óbvio que não rolou, eu sinceramente não sei o que aconteceu, assim que abri os olhos e vi que eram 7:47, eu corri como uma louca, a Mari já tinha saído e daixado um bilhete:
" Fiz o que pude pra te acordar mas você parecia uma pedra".
Peguei uma toalha e fui pro banheiro muito rápido, vocês devem estar achando que é meio exagerado esse medo todo por conta de um atraso, mas aqui no Colégio August (nome do meu colégio ) o atraso é como pena de morte, tomei o banho mais rápido que pude, vesti minhas peças íntimas e meu uniforme, escovei o cabelo e o parti de meio o deixando meio desgrenhado, passei lápis no olho e me perfumei, minha primeira aula era inglês e...putz, o garoto novo chegava hoje, o supervisor me mataria se eu chegasse atrasada, peguei minha mochila e "voei", quando dei por mim já tinha colidido com UM corpo...O garoto estava de costas e com livros na mão que acabaram indo parar no chão por causa do nosso "encontrão" ele pegou os livros...
-Me desculpe...- Eu disse no instante em que ele se virou e foi nesse instante em que eu soube que ele era o garoto novo, os olhos pequenos e orientais o delataram, sua boca se abriu mas dela não saiu nada, ele olhou pra mim como se eu fosse um demônio, foi como se tivesse visto uma assombração, um fantasma do passado,ele lireralmente me fulminou com o olhar, qual é? Eu não sou a garota mais bonita do mundo mas tambem não sou a mais feia, aquele jeito de me olhar me deixou com um certo incomodo, uma raiva, como se ele fosse superior a mim, o olhei de cima a baixo, ele era um pouco mais alto que eu, seus cabelos eram de um negro impressionante, a pele clara, e um corpo...definido, pra não falar outra coisa, eu quase conseguia ver sua barriga definida por baixo do uniforme, o instante de silêncio cessou
-Você não olha por onde anda sua idiota, não me viu aqui...?- Ele disse com uma grosseira e autoridade que me fez sentir uma burra, mas eu não ia deixar transparecer
-Eu pedi desculpas se você não ouviu
-Parece que pessoas como você acham que tudo se resolve com "desculpas" , gente como você não devia estar aqui...- Ele disse com ódio nos olhos, aquilo me deixou irritada, aquele olhar, aquela falta de educação
-Qual é a sua, cara? foi só uma "trombada" ,nada de mais, você não precisa e nem PODE falar assim comigo
-Quem é você pra falar o que eu POSSO e não posso fazer...você é não ninguém pra falar nada sobre mim...- Ele disse com um ódio cortante na voz, ele começou se aproximar de mim e eu achei que ele fosse me bater, antes que ele fizesse algo o supervisor Marks cruzou o corredor, acompanhado de um homem, que lançou um olhar de autoridade pro garoto folgado
-O que faz fora da sala senhorita Caius...?- O supervisor perguntou
-Nada...eu só cheguei um pouco atrasada
-Receio que já conheceu e trocou algumas palavras com novato Park Jimin...- O supervisor disse
-Conheci sim...uma gracinha...um poço de educação e um mar de gentileza...- Eu disse irônica, vi um vislumbre de um sorriso no rosto de PARK JIMIN - Desculpe pelo atraso supervisor, não irá acontecer de novo...- Eu disse, segui meu caminho e fui pra minha sala ( inglês ), aquele encontro fulminante me causaria problemas.
              [...]
(Park Jimin)
Cheguei na escola e vi o quanto era grande, ( quatro andares) era bonita, mas o nome era horrível e sem graça ( Colégio August ). Mas ao contrário do nome as garotas que tinham lá não eram nem um pouco horríveis e sem graças, pelo contrário eram lindas e gatas, tinha ruivas, loiras, morenas, era uma variedade descomunal, eu e o Manager entramos no primeiro andar e várias pessoas (principalmente as garotas) começaram a nos encarar, certamente sabiam que um cantor estava chegando, as garotas davam risinhos e algumas se aproximavam educadamente e pediam alguns autógrafos e eu os dava, só que de cara amarrada, de repente dois homens se aproximaram, um estava de terno preto e outro de camisa social
-Olá, espero que tenham feito um bom voo- O de terno disse
-Fizemos sim, e foi ótimo, obrigado por abrir uma exceção para nós, o Jimin ficou muito feliz em estudar aqui...- O Manager disse e eu pensei "mentiroso", uma garota se aproximou do diretor e eu me surpreendi, ela era, linda, talvez a mais linda desse lugar os cabelos louros longos, os olhos azuis, a pele branquinha e o corpo perfeito, me perguntei o que teria por debaixo daquela saia rodada
-Desculpe interromper mas temos um problema na sala de música supervisor Marks- Ela disse
-Obrigada por avisar Meredith, vamos ver o que é...- O homem de camisa social disse, ela deu um sorrisinho malicioso, olhou na minha direção e disse:
-Seja bem vindo
-Eu sei que serei...- Eu respondi, ela e o supervisor saíram, e então o diretor nos chamou pra conversar na sala dele.
Ele nos explicou como funcionava a escola, as regras, falou sobre o dormitórios ( meninos separados das meninas ) "que pena" pensei, e depois disso ele me entregou mais alguns livros ( como se eu já não tivesse muitos) e disse que queria ficar a sós com o  Manager, eu saí da sala e cruzei o corredor, de repente senti alguém trombar em mim me fazendo derrubar todos os livros, eu estava de costas por isso não vi a pessoa
-Me desculpe...- Uma voz feminina disse, me virei prestes a xingar a garota estúpida que havia esbarrado em mim, mas quando eu a vi as palavras sumiram...Foi como se eu estivesse vendo um fantasma do passado, um demônio,um ódio tomou conta de mim, ódio dela, DELAS, era como se ELA estivesse na minha frente de novo, elas eram tão parecidas, os cabelos pretos, a pele bronzeada, o tamanho, a única coisa que as diferenciavam era os olhos, os olhos da garota que estava na minha frente eram castanhos escuros, já os da OUTRA eram azuis, essa outra garota era tão linda quanto ELA, mas o ódio e raiva daquela semelhança ainda estavam lá, ela me olhou de cima a baixo e eu me forcei a falar
-Você não olha por onde anda sua idiota, não me viu aqui...?- Eu disse com raiva
-Qual é a sua ,cara, foi só uma "trombada", nada de mais, você não precisa e nem PODE falar assim comigo...- Ela disse, a voz daquela garota quase me fez esquecer o que dizer  (quase)
-Quem é você pra falar o que eu POSSO e não posso fazer, você não é ninguém...pra falar nada sobre mim...- Eu disse, eu não consegui me conter comecei a me aproximar dela, os olhos dela se arregalaram ,eu queria bater nela, beija-la... fode-la...mata-la, eram tantos sentimentos que eu não consegui controlar...antes que eu fizesse algo o supervisor chegou acompanhado do Manager
-O que faz fora da sala senhorita Caius?- Ele perguntou, ela respondeu que estava atrasada , o supervisor deduziu que ela já tivesse falado comigo, ela respondeu ironicamente que eu era super educado, gentil e uma "gracinha" nao consegui esconder um sorriso sarcástico, ela pediu desculpas pelo atraso e saiu
-Vem, vou lhe acompanhar até a sua sala de aula.- O supervisor disse
-Eu só vou me despedir do Manager e já vou...- Eu disse e o supervisor se afastou
-Por Deus Manager me diga que será por pouco tempo...?
-Será Jimin...o que você estava fazendo com aquela garota, ou melhor o que você ia fazer?-
Estremeci com a idéia, essa seria a única garota com a qual eu não me envolveria, não quero dois demônios na minha vida
-Nunca vai rolar nada com essa garota...nunca...- Eu disse
-Se você diz...amanhã eu mando suas roupas, você não pode ficar só de uniforme...- Concordei com o Manager e apertei sua a mao e me despedi, fui até o supervisor e então seguimos pra minha sala...lá Eu teria outro encontro fulminante.


Notas Finais


Espero que tenham gostado galera, não se esqueçam de comentar se puderem; me motiva bastante, até a próxima.😍😍😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...