História I have a gift - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Romance
Visualizações 20
Palavras 2.067
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lírica, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Postei e vazei...

Capítulo 19 - Passei-me por ela


Fanfic / Fanfiction I have a gift - Capítulo 19 - Passei-me por ela

Me levantei, guardei, arrumei tudo, Fui no banheiro e quando voltei havia um menino encapuzado , e todo de preto. Me assustei...

                                 ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~XXXXXXXXXXXXXXXXXXX~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

JUNGKOOK ON :
Acordei com uma vontade imensa de ver o meu amigos. Então eu acordei, entrei no banheiro, fiz minhas necessidades, abri a porta do meu quarto, o corredor estava escuro, então eu procurei o quarto de Yoongi e como eu sou impulsivo, não bati na porta, a abri e presenciei uma coisa meio que desagradável, mas boa para o meu amiguinho, que logo acordou. Yoongi estava deitado por cima de uma menina que estava toda acorrentada e cheia de mordidas. Meu Deus, decepcionante. Um verdadeiro masoquista. Percebi que eu estava parado na porta ainda, então Yoongi me olhou e revirou os olhos.
Yoongi - Jungkook, não te ensinaram a bater na porta? Ou Você escutou os gritos dela e gostaria de participar? - Me olhou raivoso.
Kook - A culpa não é minha se todo dia você come uma mulher diferente, e não muito obrigado. - O olhei e a menina ficou com raiva e envergonhada.
Yoongi - Se retire antes que eu te mate, deixa eu acabar com ela logo. - Posicionou-se entre as pernas da menina.
Kook - Tá bom, só passei para avisá-lo que eu vou no Taehyung, estou com saudades dos meninos. Tchau. - Encarei a parede.
Yoongi - Tchau Jungkook, vaza! - Fechei a porta e escutei um "AAAAAAAH", meu Deus tá morrendo! Que Deus tenha piedade da alma dela, amém.

- Desci as escadas, peguei minha carteira e depois fui para o reino de Taehyung, fazer uma visitinha. Atravessei o portal e escolhi para onde ir, coloquei o Refúgio dos Vampiros. Então atravessei e eles me olharam, doidos pelo meu sangue. Então eu cheguei rapidamente na casa de Tae. Abriram o portão grande, eu passei e fecharam, como me conhecem não tenho nenhum problema. Tenho até chave reserva.
Abri a porta principal de Tae, caminhei até a sala e observei uma garota saindo do banheiro, muito linda por sinal. Ela se assustou, porque eu estava encapuzado e todo de preto. Então eu tirei o capuz e a olhei, e a expressão dela continuou a mesma, estava muito engraçado. Não me parecia uma vampira.
XXX - Quem é você? - Fechou as mãos com força.
Jungkook - Calma! Eu sou amigo do Taehyung, sou bruxo. - Ela colocou a mão no coração.
XXX - Aigooo, pensei que era um vampiro, por causa do meu cheiro. - Sorriu e caminhou em minha direção.
Jungkook - Não, pode ficar tranquila, sou amigo, eu sou o Rei do refúgio dos bruxos, meu nome é Jungkook! - Estendi a mão.
XXX - Ah, meu nome é S/N, mas pode me chamar de S/a... Espera ai, você conheci a Sophia?  - Ela também estendeu a mão.
Jungkook - Pode me chamar de Kook... Sim, sabe onde ela mora? - Rimos. E nos cumprimentamos e sentamos no sofá.
S/N - Não, mas se quiser eu a acho rapidinho. É amigo de Tae há muito tempo? - Ela me olhou.
Kook - Ah, quero sim, obrigado. Sim, Tae além de amigo é um irmão. Você compreendi? - Sorri para ela.
S/N - Sim... - Sorriu meio triste.
Kook - Farei uma pergunta bem desagradável à você, mas se quiser responder-me, responda. Você é o que do Tae? - Franzi a testa.
S/N - Bom, eu sou uma amiga. E que aconteceu umas coisas que...  - Alguém abriu a porta.

- Ela olhou para a porta e do nada Taehyung veio até a gente, abri um sorriso e ele também. A S/a riu. Nós cumprimentamos e Tae sentou de frente para nós.
           KOOK OFF

TAE ON :
-
Terminei de caçar, fui direto para o meu refúgio. Cheguei e senti a presença de Jungkook, abri um sorriso, peguei impulso e entrei no Reino, fechei a porta e eles me olharam, então eu sorri e caminhei até eles...
Kook - Hyung! - Levantou-se e eu o abracei.
Tae - É muito bom te ver! Vejo que S/a Já conheceu-o. - A olhei e ela riu, me sentei perto deles, de frente.
S/N - Sim! Gostei dele.
Tae - Não se preocupe, você acabou de conhecer meu último irmãozinho! - Jungkook franziu a testa e cruzou os braços.
Kook - Mas como assim? Ela já sabe de tudo? Tudo mesmo? - Eu e s/a nos entreolhamos.
S/N - Sim, eu sei de tudo... e sei também que você AMA o Yoongi. - S/a sorriu e colocou uma mecha do seu cabelo para trás.
Kook - Aaah, então você sabe de tudo mesmo, olha... se você sabe de tudo, deve ser uma menina muito especial para os meus hyungs! - Os olhinhos de s/n brilharam.
Tae - Sim, ela é! E você terá que entender que o Yoongi precisa entrar na linha de uma vez por todas... - Kook levantou e nos olhou surpreso com a minha resposta.
Kook - Como assim? Não acredito! Você que foi a escolhida para acabar com o Yoongi e tomar conta dos refúgios!? Quero dizer dos nossos refúgios? E você hyung, não tem vergonha de ficar do lado dessa desmiolada? - Ficou nervoso.
Tae - Bom, respondendo a última pergunta, não. Mas você não percebeu Kook, o Yoongi vai destruir o mundo todo, só s/n poderá salvar-nos. - coloquei minhas mãos em seus ombros. - E não a xingue novamente. Você não a conhece e foi desrespeitoso. - Dei um tapa na cabeça dele. 
Kook - Mas ela vai matar o Yoongi, se ele avançar nela, que é evidente que isso aconteça... ela vai revidar! - O mais novo estava com cara de choro. S/N caminhou até ele e o abraçou.

TAE OFF :

S/N ON :

Depois do que Kook falou eu decidi convence-lo de não cometer um burrada, e ficar do lado dos hyungs dele. Eu não quero que ninguém saia machucado. Mas eu estou realmente cansada do Yoongi. E se ele avançar eu vou avançar também. Cheguei perto do Kook e o abracei.
S/N - Mesmo com superpoderes, eu sou fraca, ele já matou meu tio, e membros de muitas famílias por ai. Eu me mantenho forte o tempo todo, mas não consigo fazer isso por muito tempo, eu só quero paz. E eu não vou matar Yoongi, eu quero que ele conheça o amor antes que seja tarde demais. Por favor, fique do nosso lado. Do lado dos seus Hyungs. Yoongi destruirá tudo, transformará todos e está montando um exército para isso, o impeça Kook, de cometer uma tragédia e acabar com a vida do humanos... Por favor... - Ele olhou para mim e Tae, que colocou a mão no meu ombro.
Tae - Por favor Kook... -  Tae o olhou preocupado.
Kook - Tá bom, vocês me convenceram... Bom, eu vou visitar o Jin, depois apareçam na casa dele, ficarei alguns dias na casa do Yoongi. - Nos olhou e ficou triste, eu podia sentir sua dor e seu medo de perder o Yoongi, ou algum de seus irmãos.
Tae - Eii, não fique assim, eu estarei com você, não só eu, mas todos os Hyungs...E lembre-se... eu te amo. - Ele sorriu e se abraçaram, eu fiz uma cara fofa para o tal momento.
Kook - É lógico que vocês estarão! Amo você Hyung. Tchau S/N, foi um prazer te conhecer, além disso é muito bom ter uma gata dessas no poder, não é mesmo Hyung? - Piscou e Tae fez o mesmo, depois olharam para mim.
S/N - Tchau Kook, até breve. E obrigada! - Corei e sorri.

- Kook foi embora e ficou só eu e Tae. 

S/N OFF :

JIMIN ON : SONHO
          - 
Min Yoongi me pegou, me deixou marcado, cheio de hematomas pelo meu corpo, de repente eu acordei em um laboratório, meio escuro. Quando a minha consciência voltou, eu percebi que estava sozinho e amarrado, mas do outro lado tinha uma menina, as suas mãos estavam amarradas a cima da cabeça, e suas pernas estavam cruzadas, também amarradas, e nua. Totalmente inconsciente e dopada. Vê-la assim me deu um tremendo desespero de perde-la para sempre.
Jimin - Pequena... Pequena? Acorde, por favor... - Eu tentava me soltar, sussurrava bem baixinho. Até que eu me lembrei de Yoongi e comecei a ficar com ódio, então minhas mãos pegaram fogo, e queimaram a corda, e eu consegui me soltar. Corri para a S/N e ela estava acordando lentamente.
Jimin - Oi meu amor... tudo bem, vou tirá-la daqui, fique calma. - Passei a mão em sua cabeça e comecei a queimar a corda, então ela caiu, porque estava fraca e sem forças... A tampei com um pano branco e a peguei no colo e senti inúmeras dores pelo meu corpo. A porta se abriu e Yoongi surgiu de trás da mesma. Eu a coloquei no chão.
Yoongi - AONDE VOCÊ PENSA QUE VAI COM ELA? - Me jogou contra a parede, e a minha cara de dor era visível.
Jimin - Eu não vou deixá-la... eu não quero ver você perto dela... - Eu me ergui, mas gemi de dor.
Yoongi - Não, sou eu que não quero vê-la perto de você Jimin.

- Yoongi a colocava em uma maca, a tonalidade de seus olhos estavam azuis, e parecia um robô...
Jimin - O que você fez com ela? - O perguntei chegando perto dela e a tocando. - Não acredito que ele fez isso...
Yoongi - Isso é uma forma de como eu sobrevivo,  me torno mais forte, e o ingrediente principal é a sua querida S/A... E não adianta falar com ela, pode te escutar, mas não lembrará de você.

- Assim que eu a olhei, meu sentimento se transformou em tortura, eu não consegui me conter e quando eu iria dizer algo, senti alguém me catucando...então eu acordei, abri meus olhos e vi S/n, como ela estava linda, de sutiã preto, seu corpo, ela rebolava em cima do meu membro com vontade, o mesmo estava totalmente rígido, então eu sorri e comecei a beijá-la como a primeira vez, nossas línguas revelavam o nosso amor... meu corpo ficou quente, comecei a arfar, e ela também. Passei minhas mãos pelo seus peitos, os apertando, ela gemia e segurava minha nuca, afundando suas unhas em meus cabelos e os puxando de leve, minhas mãos viajavam por toda a região do seu corpo, peguei no seu sutiã, abri e o tirei, vendo seus seios totalmente rígidos, abocanhei com vontade e soltei um sorrisinho, como é bom vê-la novamente, todinha para mim, Os chupei, mordi e apertei cada vez mais, até que eu estava doidinho para tê-la, para prová-la novamente. Eu retirei sua calcinha selvagemente, a deitei na cama, subi em cima dela, e a beijei levemente, depois parei no seu pescoço e deixei marcas de chupões, trilhei seu corpo e parei em sua intimidade, passei minha língua e ela gemeu segurando os lençóis com força. Penetrei dois dedos, levemente e ela gemeu, a masturbei com força e rapidamente, enquanto ela gemia desesperada. Senti que eu atingi seu ponto, ela então se desfez e a lambi, a fiz provar seu gosto, ela colocou meu dedo na boca e os chupou, meu Deus tão...tão gostosa... Retirei minha roupa e a arrastei para a ponta da cama, me lembrei de usar camisinha, então eu caminhei até o criado-mudo, peguei uma camisinha e coloquei em meu membro. Me posicionei entre suas pernas e penetrei meu membro que estava com muitas saudades. Fitei o teto e comecei a entocá-la rápido, a olhei e ela gemia e eu sorria maliciosamente, gemia também, nós ofegamos que nem loucos, a entoquei mais rápido e mais rápido a cada minuto que passava. Estava precisando dela, dos seus toques, até que nós íamos chegar ao ápice e por fim, deitamos ofegantes, suados e sorridentes. Então olhei para o lado e vi Sook, desmanchei meu sorriso. Mas como assim, fiquei em choque...
Sook - Nossa, não sabia que você era tão gostoso assim! 
Jimin - Não é possível...O que você fez? - A olhei incrédulo e me sentei na cama.
Sook - Sim, já que você não me quis, me passei pela S/N. Você não sabe, mas eu tenho o poder da alteração corporal baby... e foi maravilhoso, obrigada, agora meu dia será lindo. - Ela se levantou e adentrou o banheiro.


Notas Finais


E... Me desculpem pelos erros, todo dia eu falo isso né? Inacreditável, bom, obrigada pelos favoritos, pelas visu e comentários... significa muuuuuuito! bjs S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...