História I Just Want My Little Monsters - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yuma Mukami
Tags Diabolik Lovers, Vampiros
Exibições 115
Palavras 972
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Fantasia, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Então né povo, mais um cap aqui hj pq minha amiga tava c faniquito p ler mais então vou postar mais um, mas daí só vai ter daqui 2 semanas, pq é semanal q eu posto. Favoritem se gostarem e comentem, pq dai eu sei se vcs estao gostando e me deixa feliz.

Capítulo 8 - Escola??? Já ???


Fanfic / Fanfiction I Just Want My Little Monsters - Capítulo 8 - Escola??? Já ???


Eu saí do quarto  e fui descer a escada, mas de repente eu senti uma tontura e acho que desmaiei, mas antes de arrebentar a cabeça degrau abaixo, senti um dos meninos me pegar. Só espero que meu corpinho não seja violado enquanto estou impossibilitada.


-Puta que pariu, que que eu perdi? - acordei num pulo, e felizmente estava com minhas roupas normais, nenhum vampiro safadinho usou a desculpa de me trocar para ver meu corpicho.


-Voce desmaiou, provavelmente porque perdeu muito sangue. - Na moral, nem to assustando mais com essas aparições repentinhas.


-Obrigada doutor, quer me dar um atestado anti-chupão? - Zoei com o jeito que o Shuu falou.


-Humf, já vou indo. Ah, e o Reiji mandou voce ver ele quando acordasse.


-Bom dia pra voce também, eu estou melhor sim, obrigada por perguntar.


Ele só virou as costas e saiu encostando a porta.


-E valeu por me segurar. - gritei, pera, como eu sabia que foi ele? af nem ligo tbm. Meu sexto sentido.


Calçei o chinelo e fui ver o Reiji, fazer o que. Bati na porta e ele abriu me mandando entrar. Ele ficou quieto e eu sentei.


-Então... vc ia falar algo?


Ele suspirou como se eu estivesse cansando a beleza dele, mas respondeu. - Daqui dois dias vc vai pra escola, amanha tem que pegar o uniforme e se matricular.


-Puta merda! 


-Como disse?- ele olhou (mais uma vez) com cara de cú p mim.


-A-ah, nada não. - Esqueci que aqui tbm tem escola (carinha triste). Pera, eu estou em um anime, que o tema não é escolar, então... eu praticamente nem vou estudar. YAAAAY, vou ficar zanzando nos corredores e arrumar coisas pra fazer, q belezinha. - E quando a gente vai?


-A gente? voce vai sozinha! Não é minha responsabilidade.


-Ihhh, tá de chico é? que que eu fiz pra vc?


-O que vc fez? voce simplesmente parece um animal selvagem, é mal-educada, bruta e sem vergonha- interrompi ele.


-Ah, e até parece q vc n gosta Reiji.


Ele bufou - Daqui uns dias, quando eu n estiver ocupado, vou te dar aulas de etiqueta.

-Pode pah.


-O que?-  foi mt engraçado ele n entendendo o que eu disse, ele deve achar que eu xinguei ele kkkk.


Eu saí e deixei ele confuso. Pedi para o mordomo me levar, mas ele disse que não podia, porque ele acabou de levar uma bronca porque ele me deixou ir sozinha no mercado, e que eu poderia ter fugido.


-Ta que pariu viu! Me espera aí tio, que eu vou chamar um dos lek e já volto.


Eu fui procurar alguém pra ir comigo aí eu ví o Subaro dando sopa num canto do jardim. Cheguei de fininho e puxei ele pelo braço, que não entendeu e freiou q nem um jegue.


-O que é isso? por que está me puxando?


-Nossa, vcs são muito paia. Uma menina linda quer te levar pra sair e vc age que nem uma mula fazendo birra. Vou resumir, o Reiji quer q eu vá resolver as coisas da escola, mas n posso ir sozinha então eu ví vc moscando aí então vc vai comigo.


-Humpf, arrume outro, não sou obrigado a sair, estou ocupado.


-Fazendo o q? encarando o rodapé? Benzinho, vc n tem escolha.


-Me larga eu- o Reiji chegou e o interrompeu.


-Subaro vai com ela, voce n está ocupado com nada, e alem disso, ela pode fugir se for sozinha.


O Subaro deu um longo suspiro e disse ok. 


-Yatta! - comemorei.


Nós entramos na limousine e fomos até uma loja de uniformes. Eu falei o nome da escola e a moça me deu varios tamanhos de saia e de casacos. O Subaro sentou de frente pro provador e ficou olhando o nada com cara de merda. Na moral, depois eu vou ver se as erva q tem naquele jardim são legais.


Vesti a saia mais curta, que era um pouco acima do joelho, a camisa e o blazer combinando com a saia e fui mostrar pra ele.


-Então, fiquei linda ou maravilhosa?


- Uhum. - ele nem sabe pra que ele ta falando uhum, que broxa!


Eu abri o blazer e a camisa, deixando meu sutiã e a barriga a mostra.


-Então vc acha que assim tá bom pra ir na escola?


-Uhum. - Mano... já to ficando pistola já!


-SUBARU! - gritei.


-O QUE?.- ele gritou de volta e quando ele olhou, engasgou e virou de costas. Que bonitinho ele sem jeito. - O que voce está fazendo? ponha a roupa direito! voce é burra por acaso? Va-vamos embora logo.


Apesar de tudo ele n ficou coradinho, q peninha, mas com certeza ficou desconfortável, e isso já foi um bom começo. Ele só pagou e foi esperar no carro, ele nem viu quanto dinheiro deu pra moça do caixa.


Coloquei minha roupa normal e peguei duas saias, cinco camisas, um blazer, um colete e uma gravata. Tbm podia escolher o laço, mas a gravata é mais "Y soy rebelde, quando no sigo los demás". Foi meio carinho, mas fazer o que, escola de rico é isso.


Entrei na limousine e voltamos sem dizer uma palavra. Quando a limousine parou ele desceu e foi pra num sei aonde bem rápido, provavelmente com medo ficar preso comigo na limo. Eu desci e o Reiji apareceu.


-N será mais necessário se matricular, acabei de fazer isso pelo computador.


-Ata q bom, menos trabalho pra mim. - ele segurou meu braço antes de eu entrar pra casa.


-Isso quer dizer que amanhã vc já pode começar a estudar.


-E-eeeeh, q boa notícia... - falei desanimada.


-Esteja pronta amanhã ás oito.


-DA MANHÃ ?


-Não da noite é claro, somos vampiros, ou vc já esqueceu? Será que preciso te lembrar? - ele disse com um sorriso malicioso.


Notas Finais


Espero q tenham gostado, até daqui duas semanas e bjos góticos c nutella


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...