História I Just Want To Love You - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7, Kara
Personagens BamBam, Heo Young-ji, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Bjae, Jackji, Jinmark, Markjin, Marknior, Yugbam
Exibições 87
Palavras 1.162
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii Gente ❤❤
Espero Que Gostem Desse Capítulo ❤
Eu Fiz Esse Capítulo Um Pouco Rapido Para Vcs Não Ficarem Esperando Muito ❤❤.
Boa Leitura Meus Bebês ❤❤.

Capítulo 12 - Capítulo 12


         POV'S  YUGYEOM

Depois de muitas brincadeiras, decidimos ir dormir já que iríamos acordar cedo amanhã para ir para nossas casas. Eu já estava deitado esperando o Bambam voltar, já que o mesmo tinha ido tomar seu banho para poder dormir. Eu estava quase dormindo quando ele chegou muito cheiroso. 

-Você sabia que eu amo o seu cheiro? – disse para o Bambam quando o mesmo tinha se deitado ao meu lado. 

-Não,eu não sabia. – disse o Bambam com um sorriso de lado. 

-Posso sentir seu perfume? – perguntei para o Bambam sorrindo. 

-Claro que pode meu amor. – disse o Bambam com sorrindo também. Me aproximei dele e fui para perto do seu pescoço e lá eu comecei a distribuir vários beijinhos e até dei algumas mordidas, mas não para ficar marcas. Eu já estava me sentindo um pouco desconfortável e percebi que o Bambam também,já que o mesmo estava se remexendo em baixo de mim. 

-Gyeom... Por favor me beija. – disse o Bambam puxando não muito forte meu cabelo,assim que ele falou isso,eu o beijei como ele queria e ele só fazia se remexer ainda mais e começou a puxar meus cabelos com um pouco de violência,depois de alguns minutos, nos separamos por falta de fôlego e foi quando eu me afastei um pouco dele que eu vi em seus olhos um brilho diferente,um brilho de desejo,os olhos dele me falava algo que eu tenho certeza que ele não estava conseguindo falar, então depois de algum tempo olhando para seus olhos Eu entendi o que eles estavam falando. 

-Bambam você tem certeza que é isso que você quer? – disse para o Bambam olhando em seus olhos,eu desejava demais esse garoto,mas não iria fazer o que ele não quisesse. – Se você não quiser,tudo bem,eu vou esperar você ficar preparado,eu não tenho pressa. – disse para ele. 

-Eu quero isso Gyeom,eu sei que você não vai me machucar. – disse o Bambam sorrindo. – Eu confio você. – disse ele. 

Depois que ele falou isso,eu só dei um sorriso e lhe puxei para um beijo apaixonado,eu amo demais ele, nós nunca fizemos isso juntos e essa seria a primeira vez em que eu iria tocar no Bambam dessa forma,desde de que começamos a ficar e depois a namorar,apenas trocavamos carícias,beijos e nada mais que isso, ate porque eu não queria forçar ele a nada, quando ele estivesse pronto,quando ele quisesse aí sim a gente passaria para algo mais íntimo e hoje é esse momento,esse dia e eu faria de tudo para não lhe machucar. Paramos o beijo só para retirar nossas camisas e enquanto nós fazíamos isso ele sussurrava para mim “eu te amo” e eu dizia “eu também te amo”. 

Quando me dei por mim já estávamos deitados,suados,com um cobertor nos cobrindo e com a respiração um pouco acelerada,foi ai que me lembrei do que aconteceu alguns minutos atrás e eu me senti super feliz e com essa felicidade eu dei um sorriso.

-Eu só queria dizer que essa foi a melhor noite da minha vida,obrigado Gyeom,eu te amo. – disse o Bambam sorrindo e me dando um selinho. 

-Eu não te machuquei né? – perguntei para o Bambam e o mesmo assentiu com a cabeça negando. – Fico feliz em saber que não é só eu que amei a noite, eu te amo Bambam. – disse para ele sorrindo. 

-Eu te amo mais Gyeom. – disse ele sorrindo e me puxando para um beijo o qual eu não neguei claro. Nos separamos por falta de ar e depois fomos dormir e dormimos de conchinha,já que a noite foi longa e cansativa e pela manha teríamos que acordar cedo para nos arrumar e ir pra casa. Eu fui dormir feliz,pois o Bambam agora foi e sempre será só meu e sério eu sou o cara mais feliz desse mundo ao lado dele, não sei o que seria de mim sem ele na minha vida.

>>>>>>>>>>Horas Depois>>>>>>>

Acordei com o Bambam me chamando e falando que já estava quase na hora de irmos embora. Eu dei um selinho nele e fui correndo tomar banho para ir embora,assim que terminei meu banho e de me vesti,sai do banheiro e voltei para a barraca,para arrumar minhas coisas que não arrumei ontem por uma ocasião especial... Enfim,aqui estou eu tentando fazer minhas roupas entrarem na mala, já que eu não arrumei nenhuma só fiz jogar tudo na mala e pronto,mas o negócio é que essa mala ridícula não quer fechar.

-O que você está fazendo Gyeom? - perguntou o Bambam gargalhando por Eu estar em cima da mala tentando fechar.

-Para de rir de mim Retardado,vem me ajudar a fechar essa coisa que se chama mala. - disse sério olhando para o Bambam que ainda estava rindo de mim.

-Não me diga que está com problemas para fechar uma simples e indefesa mala Gyeom. - disse o Bambam ainda rindo e se aproximando de mim.

-Se for para ficar rindo ao invés de me ajudar é melhor você ir embora tá querido. - disse para o Bambam fazendo um bico.

-Que namorado eu tenho viu... Sai daí e me deixa arrumar isso. - disse ele me empurrando para o lado para eu sair da frente da mala. - Gyeom que merda você fez nas roupas ? A mala nunca iria fechar com essa bagunça dentro,mas não vai dar para arrumar tudo,então vem cá e me ajuda a fechar isso porque já está na hora de irmos para perto do ônibus. - disse o Bambam fingindo estar bravo comigo.

-Ok,Ok. - disse para o Bambam e Indo para perto dele o ajudar a fechar minha linda e querida mala. 

Depois que tentamos umas mil vezes, sério eu não estou brincando,acho que foi umas mil vezes mesmo para conseguimos fechar aquela mala,mas finalmente conseguimos,mas digamos assim que não foi só a roupa que fez a gente demorar muito para sair dali, mais sim também porque ao invés da a gente tentar fechar a mala, eu ficava beijando o Bambam,agarrando ele e também dando mordidinhas em seu pescoço. 

Quando chegamos no ônibus todos já estavam e só chegamos a tempo porque corremos,porque se não iríamos ficar ali naquele acampamento,mas até que não seria uma má ideia,eu iria amar ficar só eu e o Bambam ali,sem ninguém para atrapalhar quando estivemos em um momento mais íntimo,etc. 

-Bambam o que você acha de depois nós repetimos o que fizemos na barraca ? - perguntei para o Bambam sorrindo malicioso.

-Você só vai pensar nisso agora né. - disse o Bambam todo coradinho e isso só aumentou mais minha vontade de provocar.

-Claro, é muito bom fazer isso com você. - disse para o Bambam ainda sorrindo malicioso o vendo ficar mais vermelho ainda.

-Kim Yugyeom,depois conversamos sobre isso. - disse o Bambam. - Agora cala essa sua linda boquinha e me deixe dormir. - disse o Bambam sorrindo,me dando um selinho e depois deitando sua cabeça em meu braço,eu comecei a fazer um carinho em seus cabelos e depois adormeci super ansioso para chegar em casa e contar para minha mãe sobre eu e o Bambam.


Notas Finais


Me Desculpem Se Estiver Algum Erro,Estou Sem Meu Notebook, Então Vou Ter Que Fazer Pelo Celular Agora e Fica Um Pouquinho Difícil. ❤
Me Desculpem Por Esse Capítulo e Por Não Ter Colocado Os Outros Couples,MasTentarei Fazer O Próximo Ser Melhor ❤
Amo Vcs ❤ Obrigada Por Não Desistirem Da Fic,Obrigada Pelos Comentários e Obrigada Pelos Favoritos ❤❤.
Bye bye,Ate o Próximo Capítulo ❤❤ Bjinhos Amo Vcs ❤❤.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...