História I just want you - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 4
Palavras 1.177
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi oi genteee TUDO BEEM?? Eu espero que SIIM!! então meus amores, eu sei que eu demorei para postar e desculpa por isso! mas é porque tava tudo muito corrido, enfim é isso boa leitura e um beijo de flocos de neve

Capítulo 3 - Aish Jimin


Fanfic / Fanfiction I just want you - Capítulo 3 - Aish Jimin

E era apenas Hoseok  

-Ah, oi- disse com um curto sorriso em rosto  

-Nossa, também estou muito feliz em te ver Jimin- se pronunciou o outro ironicamente com um sorriso obviamente falso em rosto, o que ocasionalmente me fez soltar um riso nasalado  

-desculpa eu só estou meio...distraído -respondi naturalmente ao estralar o pescoço  

-está tudo bem?- não estava prestando nem um pouco de atenção ao que ele dizia então só estava balançando a cabeça e murmurando, meu pensamento estava em outro lugar, digo.. Em outra pessoa, onde ele estava?  estava aqui agora a pouco, o que será que houve? 

POV. JEON JUNGKOOK 

depois do que houve na minha casa ontem à noite fiquei pensando deitado na minha cama 

 "porque fiz aquilo"  

"é o Min meu amigo que é só meu amigo"  

"sou hetero não devia ter feito aquilo "  

" nossa seus lábios são tão macios é tão quentes" 

 deus Kook que palhaçada é essa? Isso é coisa de se pensar?  

Parecia que havia duas pessoas lá comigo, a que dizia que o que eu fiz foi um absurdo e uma que diz que não quero ser apenas amigo dele, mas quem eu deveria realmemte ouvir? Minha cabeça latejava, precisava de um banho para relaxar, no dia seguinte iria esclarecer as coisas. 

{...QUEBRA DE TEMPO...} 

-Acordou cedo Kook- exclamou minha mãe ao me ver descer as escadas coçando os olhos pelo cansaço matinal 

-Quem disse que eu dormi? -murmurei mais para mim mesmo do que para a senhora que preparava o café animadamente  

-Deus filho acordou de mal humor?- disse minha mãe pondo o café na mesa  

-não mâe apenas de cabeça cheia- respondi tentando parecer o mais natural o possível  

-tem algo a ver com a visita de Jimin ontem?- a moça de cabelos brancos questionou com uma de suas sobrancelhas arqueadas a medida que possuía um sorriso sugestivo em lábios. 

-como? -perguntei engasgando com o pão ao ser acompanhado por uma risada gostosa da mais velha  

-Oras Kook! você acha que eu sou boba? Reparo o jeito que vocês se olham desde pequenos!- se pronunciou ao se juntar a mim na refeição  

-Não mãe, eu e Min somos só amigos- estava indignado, tentando mostrar indiferença, mas acho que não estava dando muito certo.  

-Tudo bem, se você diz acreditarei, mas saiba que se forem mais que amigos não teria problema nenhum, acho até que formam um belo casal- diz ela beijando o topo da minha cabeça enquanto eu olhava pra o meu prato apenas brincando com a comida enquanto eu virava um tomate ambulante ao corar absurdamente.  

-Ok, agora preciso ir -digo pegando minha mala e saindo com pressa, todo desajeitado ao tropeçar no tapete. 

-Não quer que eu te leve?- A mesma se divertia com a situação constrangedora que eu me encontrava em nenhum momento segurando seu riso . 

-Não, não precisa irei a pé mesmo.  

Sai pela porta de casa correndo e fazendo o mesmo pela rua "devem achar que eu sou retardado" pensei comigo mesmo ao parar de correr e começar a rir sozinho, parei na frente do portão para esperar Jimin, quando o vejo o mesmo abaixa a cabeça ,e  não sei porque saio correndo quando o vejo dando um sorrisinho de lado, encosto em um banquinho e fico de cabeça baixa com as mãos na nuca "porque, Jungkook, porquê?" 

 Levanto e chuto o chão de frustração indo para minha sala quando sinto  meu celular tocar reconhecendo Suga no visor  

-Oi Suga- atendi meio desanimado com dor nas costas pela má noite de sono  

- oi Kookie você pode passar aqui em casa mais tarde?  queria falar com você sobre uma coisa importante - no mesmo momento pensei em Jimin ele havia me dado esse apelido junto com Hope quando tínhamos uns 7 anos- Jungkook?- ouvi o mesmo me chamar a atenção do outro ado da linha  

-Desculpa Suga, mas podemos adiar esta conversa? é que eu realmente tenho que resolver umas coisas importantes- perguntei receoso afinal quando preciso do mesmo ele nunca me deixa na mão, mas eu realmente preciso resolver as coisa com o Jimin.  

-claro!- ele nao quis demonstrar, mas deu para perceber que ele estava chateado, suspirei passando a mão pelo rosto ao me lembrar de como eu sou um amigo horrível 

-Desculpa mesmo Suga, amanha nós falamos sobre isso- tentei melorar a situação, mesmo que obviamente não daria certo, e o de cabelos loiros continuaria a negar sua decepção   

-Não, imagine, não se preocupe comigo- o outro deu uma risadinha nasalado ao tentar me demonstrar que estava tudo bem.  

-Desculpa mesmo, mas agora eu tenho que ir para a aula ok? 

- claro até mais- logo em seguida o mesmo desligou sem me dar tempo para dizer nada mais  

quando entrei na sala encontrei Nam e sentei ao seu lado, no centro da sala, como sempre, podia até ter problemas, mas tinha que manter a aparência. O resto da aula foi como sempre: irritante e chata parecendo que durava séculos. Quando finalmente bateu o sinal para o recreio eu estava decidido que iria falar com Jimin e sai corredor a dentro o procurando, quando finalmente o encontro ele estava em uma mesa de canto no fundo do refeitório com o Tae vou em direção a eles mas de repente alguém puxa meu braço no momento a única coisa que passou pela minha cabeça era "caralho, o universo não tá colaborando muito, né não?" era jin hyung  

- onde você vai Kook?- questionou o mais velho desconfiado com seu cenho franzido ainda segurando meu braço esquerdo   

- ......a lugar nenhum, eu ia falar com uma pessoa mas acho que ela não está muito afim de me ver- respondi coçando a nuca ao puxar meu braço com calma  

- sabe que pode falar comigo quando quiser, não sabe?- o moreno agora mantinha um expressão serena ao me passar confiança   

-Sim Hyung eu sei- respondi simplista com um sorriso de gratidão estampado em rosto  

    quando sinto uma mão em meu ombro  

-Jungkook podemos conversar? Eu juro que vai ser rápido- ouvi a voz de Jimin, me fazendo morder os lábios, ainda não o olhava mas tinha certeza que brincava com seus dedos envergonhado  

-ah oi Jimin, claro - nós fomos para um local em que não havia tanta gente, sendo que o baixinho me guiava pelos dedos delicadamente, seu toque me causava uma sensação muito estranha diria que é boa..  ele finalmente começou a falar, o nervosismo estava aparente em seus pequenos detalhes, como o jeito que brincava com seus dedos ou o fato de a todo momento desviar os olhos de meu olhar arrancando a pele de sua boca.  

-Kook olha eu quero dizer......- não o permiti terminar a frase, talvez com medo do que ele diria. 

-Não precisa dizer nada, sei que você nao me vê desse jeito e que o melhor mesmo é sermos só amigos não sei oque deu em mim- digo meio disconcertado  

- uhum é acho que  é o melhor mesmo- ele forçou um sorriso, Jimin você me deixa tão confuso 

 .........CONTINUA............. 

 


Notas Finais


UM BEIJO NA BUNDA E ATÉ SEGUNDA❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...