História I Know There's a Monster In Me - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lab Rats, Os Guerreiros Wasabi
Personagens Adam Davenport, Bree Davenport, Chase Davenport, Jack Brewer, Jerry Martínez, Kim Crawford, Milton David Krupnick, Personagens Originais, Sensei Rudy Gillespie
Tags Guerreiros Wasabi, Kick
Exibições 9
Palavras 439
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Continuando!

Capítulo 11 - Capítulo XI


Capítulo XI

 

Dias depois...

Kim

- Que barulho é esse? – ouvi Jerry dizer enquanto saia do vestiário. Caminhei até a janela e observei varias criaturas estranhas perseguindo as pessoas no cais portanto maças.

- Soldado, vestir armaduras – mandei e nós quatro corremos para o vestiário. Vesti minha armadura, que consistia em uma calça justa preta, uma regata cinza, um casaco vermelho com proteção peitoral e uma faixa com a palavra comandante costurada no braço esquerdo, um par de luvas de couro e um par de coturnos. Coloquei meu cinto e coloquei um machado na bainha. Voltei para o tatame junto com Bree e começamos a empurrar todos pra fora da academia.

- Saiam de perto do cais – mandei e Ale pegou Ariel no colo.

- Eu não vou sem você – Jack disse agarrando meu braço.

- Eu vou ficar bem – sorri levemente e soltei meu braço – Levem ele – disse pra Milton e Jerry, que logo agarraram os braços de Jack e começaram a puxar ele pra fora.

- NÃO! ME SOLTEM! – ouvi a voz de Jack e suspirei.

- Vamos! – mandei e nós quatro corremos para o lado em que as criaturas estavam.

- O que são eles? – Adam perguntou.

- Não sei, mas eu ainda vou descobrir – eu disse enquanto as criaturas avançavam contra nós.

Tirei meu machado da bainha e avancei. Cortei a cabeça de dois, mas um terceiro me deu uma chave-de-braço. Bati com força o cotovelo na sua barriga e ele me soltou grunhindo de dor.

Logo todos estavam mortos, mas agora, quatro mutantes apareceram.

- Pelo menos é um numero justo – Chase disse e cada um avançou contra um.

- Aprenda a controlar seus sentimentos – eu disse sentindo que ela estava morrendo de medo de mim. Ela me olhou desafiadora e desapareceu. Ri, revelando minha presas e minhas garras e transformando meus olhos em olhos de gatos – Eu ainda te vejo, garota – rosnei e vi o rosto dela se contorcer de medo.

Avancei e tentei arranhar seu rosto, mas ela abaixou. Rugi de raiva e a agarrei pelo pescoço, a sufocando. Ela levou suas mão até as minhas e apareceu novamente.

- Escute bem, suma da minha frente e peça a pessoa que te mandou aqui que mande algum mutante decente, entendeu? – ela assentiu e eu a soltei no chão.

Ela se levantou correndo e foi embora junto com os outros. Bree, Adam e Chase se aproximaram de mim.

- Foi até fácil – Adam disse.

- Eles são muito novos, não sabem usar os poderes ainda – eu expliquei.

- Vou mandar o pessoal voltar – Bree disse e foi em direção à saída do cais.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...