História I Know There's a Monster In Me - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lab Rats, Os Guerreiros Wasabi
Personagens Adam Davenport, Bree Davenport, Chase Davenport, Jack Brewer, Jerry Martínez, Kim Crawford, Milton David Krupnick, Personagens Originais, Sensei Rudy Gillespie
Tags Guerreiros Wasabi, Kick
Exibições 13
Palavras 823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Continuando!

Capítulo 5 - Capítulo V


Capítulo V

 

Kim

 

Quando estávamos saindo do local, nossa treinadora apareceu, alegando que iria junto com a gente para o cais. Chegando lá, paramos na porta e olhamos uns para o outros.

- Estão prontos? – Alexandra(nossa treinadora) perguntou.

- Não cem por cento, mas vamos logo – eu disse e entramos.

Todas as cabeças se viraram para nós. Algumas pessoas sorriam e as crianças ficaram radiantes quando nos viram. Uma senhora se aproximou e segurou minha mão.

- Vocês não precisam ter vergonha da condição de vocês, e será ótimo ter soldados decentes para nos proteger – sorri.

- Muito obrigada – eu disse e ela foi embora.

- Foi melhor do que eu esperava – Chase disse.

- Vamos logo para à academia que a Kim treinou, quero conhecer o sensei dela – Ale disse nos empurrando.

Chegamos na academia e eu abri a porta. Rudy, Jack, Jerry e Milton se viraram imediatamente para a porta.

- Oi pessoal – eu disse.

- Por que não contou nada? – Jack perguntou e Ale tomou a frente.

- Porque não podia, fofinho – ela sorriu – Só estavam autorizados a contar depois do vídeo que vocês acabaram de ver – ela disse e foi até Rudy – E você deve ser o sensei Rudy – ela disse e Rudy sorriu feito um idiota.

- Sou eu mesmo.

- Você fez um ótimo trabalho com a Kim, os irmãos Davenport eu tive que começar pela parte básica.

- Hei, estamos aqui – Adam, Bree e Chase disseram juntos.

- Calados – Ale disse e começou a andar – Vocês tem um bom espaço aqui... – ela começou a falar enquanto Jack se aproximava de mim.

- Ela é maluca? – sussurrou.

- Você ainda não viu ainda – eu disse e Ale se virou irritada.

- Eu ouvi isso, Kim.

- Como conseguiu ouvir? – Milton perguntou.

- Tenho um ouvido biônico – ela sorriu – Eu recomendo que não fiquem muito perto da Kim quando ela rugir, isso estourou o meu tímpano.

- Rugir? – os quatro perguntaram juntos.

- Aé, eu ainda não falei dos poderes dela – começou a mexer na bolsa e logo tirou um papel – Como a Kim é uma mutante pura, tem muito mais poderes do que os outro. Querem ouvir? – os quatro assentiram.

- Eu vou sentar que isso vai demorar – Bree disse e nós quatro nos sentamos no tatame, enquanto Ale começava a ler.

- Pericia com armas a distancia, resistência ao frio cinco vezes maior que de um humano normal, invisibilidade, visão sombria que a permite enxergar mesmo se a mínima luz, passos silenciosos, presença invernal que a ajuda a resfriar qualquer ambiente, climatologia, localiza gelo em qualquer lugar, quando exposta a neve se cura automaticamente, causa arrepios as pessoas ao seu redor... – foi interrompida por Adam.

- Por isso que eu sinto frio toda vez que você chega perto? – perguntou e eu assenti.

- Mas isso é intencional, adoro ver você passando vergonha todo encasacado enquanto faz 30 graus do lado de fora – sorri e ele me olhou irritado.

- Isso não é legal, Kim – Chase disse.

- Eu sei disso, mas é divertido.

- Posso continuar? – Ale perguntou e nós assentimos – Consegue conversar com animais pertencentes á lugares gelados, sua força aumenta quando está em ambientes gelados, controle dos seus e dos sentimentos das outras pessoas, escalada, visão perfeita mesmo em tempestades ou nevascas, não tem sua velocidade reduzida na neve, consegue viver normalmente em zonas de baixa pressão, análise de substancias, leitura de mentes, consegue desligar seu corpo sem precisar de água ou comida para sobreviver, consegue criar uma fina camada de gelo ao redor das armas causando assim queimaduras quando atingir o oponente, ver o invisível, possui um controle mental invejável, consumo energético controlado, a temperatura do ambiente muda de acordo com seus sentimentos, avalanche e muros de gelo – terminou – Ufa, acho que acabou! – exclamou.

- Ainda não, tem aquele lance de hipnose que ela usa quando precisa de uma coisa – Bree disse.

- Além daquele tigre siberiano albino de 1,5 m de altura que ela se transforma – Chase disse – E também quando ela revela quatro presas, suas pupilas virando fendas verticais e suas unhas crescem virando garras.

- Espere um pouco que eu parei na parte da hipnose – Adam me olhou – Aquele dia que você me mandou pegar suas malas no 45º andar subindo de escadas você me hipnotizou?

- Claro – sorri – A neve é uma coisa traiçoeira, Adam. Ao mesmo tempo em que você está fazendo um boneco, uma avalanche pode cair na sua cabeça.

- Você me dá medo – Chase disse.

- Realmente são muitos em poderes – Jack disse.

- Eu avisei para vocês sentarem – Bree disse se levantando.

- Agora – Ale se levantou – Temos que achar um lugar para vocês treinarem.

- Podem usar aqui – Rudy disse – Estamos sem nenhum aluno no momento – Ale sorriu.

- Ótimo – pegou o celular – Vou mandar os garotos trazerem os aparelhos e as armas – disse digitando – Vocês quatro conheceram como funciona um treinamento mutante.


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...