História I like you (Imagine Kim Namjoon) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, Rap Monster
Exibições 86
Palavras 2.479
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Dois capítulos seguidos, acabei de escrever.
Até as notas finais

Boa leitura ^^

Capítulo 3 - Bônus Part. 2 Park Jinyoung


Fanfic / Fanfiction I like you (Imagine Kim Namjoon) - Capítulo 3 - Bônus Part. 2 Park Jinyoung


Ta legal, só pode ser brincadeira né? O que essa mulher ta falando? Ela quer que eu abandone o Namjoon depois de tanto tempo com ele?

- Ora não se surpreenda, você sabia que um dia isso iria acontecer, não acha que eu deixaria meu filho... Se casar com você não é? - Indagou rindo, essa mulher não tem coração.

- É claro que ela pensou omoni, não se preocupe _________, existem muitos garotos como Namjoon, com certeza você irá encontrar algum. - Aquela garota ainda tem coragem de falar isso? Quem disse que eu vou terminar com o Namjoon?

- Claro que existem, mas ninguém garante que algum iria gostar dela, olhe bem Miho, ela não tem o mínimo senso de estilo. - Hyejung é uma grande estilista da Coréia dona da empresa Hye's Style e sempre que me vê me olha dos pés a cabeça. Por isso a implicância com o que eu visto

- Não vou mais suportar essa afronta. Senhora Kim, eu sei que você quer que seu filho se case com uma mulher bonita, de família rica e que a senhora aprove, mas me pedir pra deixa-lo é algo inaceitável, se nós terminamos vai seu uma decisão nossa, não sua. - Levantei-me e fiu andando em direção a porta.
Quem aquela mulher pensa que eu sou? Acha que pode mandar na minha vida só porque tem dinheiro? A não, não mesmo.
Chamei um táxi e fui direto pro resort, não sei, mas trabalhar me deixa relaxada, o ar puro me faz manter meu corpo e minha mente focado apenas naquilo, esquecendo por completo o resto das coisas.
O começo do dia foi normal, apesar de chegar mais cedo do que esperado eu não fiz muita coisa, apenas ensinei a mesma turma de estagiários do dia anterior a arejar o solo que plantariam sementes de gira-sol, a mãe de Sunho adora gira-sois então pediu que nós fizéssemos um jardim só da flor. -sim ela é a dona do resort-
No almoço eu e Sunho decidimos almoçar ao ar livre, então fomos até uma macieira e sentamos a baixo dela.

- Sei que não é da minha conta, mas posso saber o por quê você precisou sair hoje cedo? - Indagou após engolir o arroz que estava em sua boca.

- A mãe do meu namorado me chamou pra conversar. - Respondi olhando pro mesmo.

- E como foi?

- Sabe ela... É rígida, mas é minha sogra então... É, eu tenho que aguentar. - Dei de ombros.

- Sabe... Hoje minha irmã também saiu cedo, disse que ia na casa de uma estilista, você deve conhecer é.... Jung... Kim-

- Hyejung, estilista Kim Hyejung. - O interrompi.

- Oh! É ela, como sabia? - Indagou surpreso.

- Só palpite. - Sorri e voltei a comer.
Bem que eu me lembrava daquele rosto em algum lugar. Lee Miho, irmã mais nova de Sunho, a garota era modelo e foi para os Estados Unidos há um tempo, Sunho até tinha me mostrado uma foto dela e tudo mais. Pelo visto ela voltou pra ser a noiva de Kim Namjoon, meu namorado...

                              [...]

Hoje os estagiários foram liberados mais cedo por causa de uma reunião. Pra começo de conversa eu não gosto dessas reuniões, os diretores sempre nos mandam destruir um jardim e fazer outro por cima, isso é muito difícil de se fazer, principalmente para estagiários que precisa de aprendizado não de trabalho pesado, então eu sempre fui contra esse tipo de coisa e sempre apoiada pelo sunbae que tinha bastante autoridade naquele lugar. Mas desta vez a reunião era para apresentar um novo sócio do resort e possível contribuidor monetário, que vai investir money no resort pra ser mais específica.

- Quem será o novo investidor? - Sunho indagou enquanto andávamos em direção ao salão.

- Mais algum rico interessado em gastar dinheiro. - Fala sério, a cada semana aparece um novo investidor, o povo num tem com que gastar dinheiro mais não?

Ele riu. - Você e seu humor. - Entramos no salão e sentamos numas das últimas fileiras.
Fazia isso porque não gostaria de ser vista por ninguém que não me convenha e Sunho porque ele provavelmente dormiria enquanto a sua própria mãe falava. Fazer o que né?
A reunião mal começou e Sunho já estava dormindo, era fofo vê-lo assim, todo encolhidinho parecendo um gatinho numa caixa pequena, então continuei escutando o que a senhora Lee e admirando o que estava ao meu lado.

- Se você não parar de me olhar assim eu vou contar pro seu namorado. - Falou de olhos fechados.

- Idaí? Eu só estou olhando para você e esperando até você perceber que sua boca da melada desde a tarde. - Ri.

- Limpa, por favor. - Pediu levantando a cabeça, peguei um lenço que estava no meu bolso e limpei o molho que estava no canto de sua boca. - Sabe... Se você não tivesse namorado, eu bem que poderia te beijar agora. - Falou olhando em meus olhos me fazendo corar, rapidamente voltei a minha posição inicial e voltei a ouvir a senhora Lee quando ela finalmente anunciou o novo investidor.

- É com muita honra que eu vos apresento Park Jinyoung, o novo investidor do resort. - Park Jinyoung... Park Jinyoung... Pera aê!

- Jinyoung?!?! - Pensei alto demais e acabei atraindo os olhares presentes para mim.
Obviamente fiquei igual a um tomate.

- É um prazer tê-lo como investidor, seja bem-vindo. - O sunbae disse tentando amenizar a situação.

- Que vergonha.... - Falei escondendo o rosto com as mãos.

- Não se preocupe, eles nem notaram. - Ele disse no meu ouvido e logo após riu.

- Obrigada... - A reunião continuou e depois de uns vinte minutos todos foram dispensados.
O sunbae foi falar com a mãe dele e aproveitou para se despedir já que os dois iam para casa juntos, saí do salão e fui andando em direção a saída porém antes senti meu braço sendo puxado.

- _________? É você mesmo? - Jinyoung... Virei para ele e enfim pude afirmar minhas expectativas.
Ele usava um terno cinza com uma blusa aparentemente normal por dentro, cabelos para traz e sobrancelhas marcantes, realmente estava com um ar sexy, e não babaca como antigamente.

- Jinyoung, que surpresa, então você que é o novo investidor do resort? - Indaguei e ele soltou meu braço.

- Sim. - Sorriu. - Eu vi o quanto você ficou espantada, te dei um susto não? - Sorriu novamente só que desta vez se inclinando.

- É realmente uma surpresa vê-lo... Assim. - O olhei dos pés a cabeça. - O que foi que aconteceu com você de um anos pra cá? Parece mais velho e mais...

- Sexy? Eu sei, eu sei, as garotas falam isso o tempo todo. - Disse se gabando.

- Eu ia dizer maduro, mas vejo que continua do mesmo jeito. - Revirei os olhos. - Foi bom vê-lo, espero encontra-lo novamente. - Me curvei e virei novamente saindo do lugar.

- Espera! - Ouvi ele gritando. - Podemos beber alguma coisa? O sol ainda nem se pôs. - Indagou se aproximando. Não tinha nada pra fazer e também estava muito curiosa para saber o porque um babaca com o Jinyoung conseguiria tanto dinheiro.

- Sim, vamos pro centro, eu ia pra lá de todo jeito. - Não que eu ouvisse a senhora Hyejung, mas eu precisava comprar algumas roupas, o estoque já estava acabando e desta vez eu queria mudar meu guarda-roupa pouco a pouco com roupas fofas que daria ar de boa moça para mim.

- Ótimo. - Ele abriu um sorriso. Se não fosse tão babaca eu teria até namorado com ele no segundo ano do ensino médio, mas não posso negar que ele é realmente bonito. - Vamos. - Ele pegou minha mão e andou até sei carro de luxo, não entendo de carros então não sei o nome, mas que era bonito e aparentava ser caro era.
No caminho fui trocando algumas mensagens com Namjoon já que fazia um tempinho que não nos víamos.

[Oppa ♡♡] Onde está?

[Eu] Indo para o centro da cidade.

[Oppa ♡♡] Pode passar aqui no escritório?

[Eu] Creio que não :(
Sinto saudades de você oppa, quando vem me ver?

[Oppa ♡♡]  Não se preocupe, eu vou, mas agora tenho que ir, tenho uma reunião com um cliente. Não se preocupe comigo, logo logo estarei com você. Tchau, te amo.

[Eu] Bogosipo... (Sinto saudades)


- Trocando mensagens com seu namorado? - Jinyoung indagou enquanto dirigia.

- Que? Eu não...

- Eu sei que você e o Namjoon namoram. Aish, se soubesse que você namoraria com ele tinha te pedido mais vezes. - Reclamou emburrado.

- Você sabia que eu não ia aceitar. - Guardei o celular na bolsa.

- E então por que aceitou namorar com ele? A mãe dele nunca aceitaria você. - O mesmo olhou pra mim por um tempo e depois focou sua visão para a frente.

- E como sabe disso? - Vai me dizer que ele me estalkea, eu sei que ele era apaixonado por mim, mas cara, perseguição é crime.

- Meu pai é amigo do senhor Kim Seungjo, e minha mãe da grande estilista Kim Hyejung. Eu sei que aquela família quer que pelo menos o filho mais novo se case com uma mulher que eles escolham, por que acha que Kyunjoon saiu de casa tão cedo? - Como ele poderia saber tanto da vida dos Kim?

- Por causa dos apelidos que ele dava a mãe dele?

Ele sorriu sarcasticamente. - Foram tantas pretendentes para Kyunjoon que nesse meio tempo em que ele arrumava desculpas para dispensas as garotas, ele guardou bastante dinheiro e comprou um apartamento. O senhor Kim foi bem claro, "Enquanto morar na minha casa deve fazer o que eu mando"

- Então ele morando sob o teto que ele mesmo comprou...

- Não teria que fazer o que o pai dele mandasse. - Falamos ao mesmo tempo.

- Uau, temos uma sincronia e tanto. - Ele riu.

- Como você sabe de tudo isso Jinyoung? - Indaguei.

- Acha mesmo que o Namjoon me odeia tanto assim? - Assenti. - Como ele poderia odiar o melhor amigo de seu irmão? - Indagou rindo.

- Agora tudo faz sentido... - Ele riu novamente e estacionou o carro em algum lugar.

- Vamos, não é permitido estacionar carros na rua então temos que andar até o shopping. - Disse saindo do carro e eu fiz o mesmo.

- Vamos ao shopping? O que vai fazer lá? - Indaguei enquanto ele travava o carro.

- Preciso comprar uma coisa pra alguém especial e... Parar em algum restaurante pra comer e beber soju, sinto falta de soju. - Falou olhando pro céu.

- Ok, vamos logo Jinyoung. - O virei e saí o empurrando pela rua, após uns dez minutos chegamos ao shopping que era um tanto quanto grande, ta legal era muito grande, bem muito mesmo.
Jinyoung insistiu em entrar em um joalheria bem cara daquele tipo que nem você vendendo sua vida daria ao menos pra comprar um par de um brinco pequeno. Ele me fez escolher entre vários colares de prata, e eu acabei escolhendo um colar chamado Bali Rosa. O pingente era obviamente uma rosa de prata, apesar do preço eu o achei mais simples do que os outros extremamente extravagantes.

- Vamos, sou padrinho de um amigo meu, fiquei responsável por comprar as alianças. - Disse me puxando ao balcão de alianças também de prata.

- Alianças de casamento não devem ser de ouro? - Indaguei ao mirar o balcão e não mirar nem uma peça do minério.

- Eles querem de prata, vou fazer o quê? Quanto mais barato melhor. - Sorriu e mirou o balcão procurando uma aliança, a luz que refletia em sua pele deixava ele mais bonito ainda, aish, porque tinha que ser um babaca antigamente?
Não! ___________ não!! Você tem namorado e ama muito ele, muito mesmo.

- Olha, você gosta dessa? - Ele apontou para duas alianças que tinham duas faixas que as rodeavam, pareciam que quem fez as alianças havia transformado diamante em pó e jogado nas duas faixas dando mais luminosidade a peça e também um preço gigante a ela.

- Certo, obrigada por me ajudar a escolher, agora vamos pra alguma outra loja que você queira ou para algum restaurante? - Falou após pegar seu cartão de volta da vendedora.

- Preciso ir numa loja comprar roupas. - Respondi um pouco aérea.

- Ótimo, eu ajudo a escolher então, vamos. - Ele segurou meu pulso e saiu da loja me levando.
Paramos em uma loja de roupas caras, eu sentia que até respirar o dentro daquela loja estaria incluso nos juros pagos.

- Eu não posso pagar nem um calcinha dessa loja, vamos em outra. - Falei tentando soltar meu pulso da mão dele.

- Não, eu gostei desta loja, vamos entrar. - Ele me puxou novamente e pediu para que uma atendente escolhesse algumas roupas do estilo que eu queria.
Expliquei tudo a ela e por uns minutos a mesma sumiu e depois voltou com um monte de roupas. Jinyoung me fez experimentar tudo, porém o que eu mais gostei foram um vestido pouco florido e um blazer vermelho por cima com um cinto com a fivela de coração. Um macacão short preto com um casaco branco que ia até metade da minha coxa assim com o macacão e uma bolsa preta como assessório, e por último uma saia florida com uma blusa branca sem manga e um cinto fino da cor marrom, e um blazer por cima e uma bolsa azul acinzentada como acessório.

- Veja as que ela mais gostou e empacote para mim, aqui o cartão. - Ouvi Jinyoung comunicar a vendedora e que logo pegou o cartão do mesmo e veio pegar as peças de roupa que eu mais gostei.

- Você virou loteria agora? - Indaguei me aproximando dele.

- Considere um presente por todos os anos que eu te perturbei. - Ele sorriu e colocou as mãos no bolso.

- Não precisava ter feito isso.

- Não precisava, mas eu fiz então... Pelo menos um abrigado seria bom. - Sorriu novamente.

- Obrigada. - Sorri também e logo a atendente veio entregando as sacolas e o cartão do Jinyoung.

- Obrigada por escolher nossa loja senhor Park, você e sua esposa estão convidados a voltarem sempre. - A mesma curvou-se e seguiu para atender outra pessoa.

- Esposa? Gostei disso. - Sorriu e veio até mim pegando duas sacolas me deixando com duas também.

- Vamos, agora eu quero comer. - O mesmo falou e eu concordei.
Também estava com fome e depois daquele dia eu necessitava de um bom e velho soju.


Notas Finais


Quando mais dois capítulos estiverem prontos eu irei postar, e não se preocupem, com a expiração que eu to aqui acho que terça já tem dois caps, pq amanhã eu tenho curso cedo tipo cinco da manhã e do curso eu vou pra escola e quando chego me jogo na cama e nem que a casa caia eu acordo.

PS: Já aconteceu da casa da minha tia literalmente cair e ela mora do meu lado e tipo, tudo mundo veio pra minha casa e não, eu não acordei, sou uma mistura de Suga com Namjoon que só Jesus na causa.

Bali rosa (colar): http://d1fzrfeqgmqjkr.cloudfront.net/assets/39052/produtos/2151/colardeprata-jaias004.jpg
Aliança: http://images3.tcdn.com.br/img/img_prod/402924/aliancas_de_prata_compromisso_909p_84_2_20141212141559.jpg
Look 1: http://2.bp.blogspot.com/-_IsD7zeylO4/T9Dg18W_ZZI/AAAAAAAAAcM/XcKRuknHSQk/s1600/tumblr_lniao25PKm1qektslo1_500_large.png
Look 2: http://1.bp.blogspot.com/-kLnYbl0jhkI/UcHoIvwvdJI/AAAAAAAACOU/0EZSzvTCGr0/s1600/2987492_Sem_título88-001.jpg
Look 3: http://2.bp.blogspot.com/-Bj-8IXzhMiA/T9F5lCiYUDI/AAAAAAAAA4g/3wNFpOIAdw8/s1600/tumblr_lka7r9w7px1qfateqo1_500.jpg

Espero que tenham gostado, até o próximo ^3^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...