História I Love A Werewolf - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Aiden, Allison Argent, Derek Hale, Isaac Lahey, Kira Yukimura, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Peter Hale, Scott McCall, Stiles Stilinski
Tags Drama, Revelaçoes, Romance, Sobrenatural, Sterek, Teen Wolf
Exibições 297
Palavras 838
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Estou aqui agora.


Fanfic / Fanfiction I Love A Werewolf - Capítulo 4 - Estou aqui agora.

P.O.V Stiles

1 semana se passou desde daquele acontecido na minha casa, não sei o que deu no Derek ou em mim, mas ele nunca mais apareceu do nada me dando sustos ou falou comigo, andou até me evitando eu acho, e eu fiquei triste por isso, triste e muito confuso. 

- Você está bem? - Scott perguntou enquanto estávamos jogando na casa dele, eu não falava nada desde que cheguei lá 

- Sim - falei e me concentrei no jogo 

Scott deu pausa no jogo o que me fez xingar ele 

- Temos que conversar. - ele falou se virando para mim 

- Podemos jogar conversando, graças a deus eu jogo com as mãos e não com os ouvidos 

Ele revirou os olhos

- Você tem falado com o Derek? Ou conversado?

- Não, por que? 

- Ele anda meio estranho, parece estar fugindo de você, e cancelou os 3 últimos treinamentos 

- Ah, o jogo virou não é mesmo? - eu ri largando o controle 

- Peter disse que ele está em um período "frágil" dos lobisomens.

- E o que significa isso? 

- Perguntei ao Deaton, É um tempo quando o Lobisomem fica vulnerável a tudo, seus sentimentos e vontades fica a flor da pele. Ele fica mais fraco e chega a ficar doente

- O Derek está doente ? - senti meu estômago se revirar.

- Não, apenas fraco, cansado... 

- Ele está bem?

- Sim, não precisa se preocupar Stiles.

- Não estou me preocupando com ele - cruzei meus braços, eu estava mentindo e ele sabia, malditos poderes sobrenaturais

- Ele fica estranho quando está ao seu lado, seus batimentos aumentam. 

- E isso significa que...?

- Ele está sentindo alguma coisa por você, e seu cheiro exala forte em seu corpo. Tem certeza que não tem andando perto dele? 

- Não, já faz 1 semana que não lhe vejo.

Acabei lembrando do dia que cheguei em casa e meu quarto estava de ponta cabeça, todas as minhas roupas espalhadas pelo chão e me dei falta de algumas.

- Ok - ele voltou a dar o play no jogo e não tocamos mais no assunto. 

P.O.V Derek 

Acordei soado e inquieto, mais um sonho com o Stiles.

- Puta merda Stiles - falei ao olhar de baixo da minha coberta 

Meu corpo anda reagindo estranhamente esses dias, desde da noite que "dormi" com Stiles eu não consigo ficar longe dele, sempre me pego lhe observando dormir no meio da noite, cheirando suas roupas querendo ter a sensação dele estar perto se mim, isso está fora do controle, eu estou sentindo atração pelo Stiles, me sinto como se estivesse no cio, querendo ter ele ao meu lado a toda hora, mas isso vai passar, só não sei se aguentará até lá.

- Droga - murmurei ao ver que eu tinha acabado de chegar na casa do Stiles 

Vesti a calça que eu trouxe na minha boca enquanto corria em forma de lobo e caminhei até a janela que dava acesso a seu quarto, a luz estava ligada, olhei em meu celular e era 3 da manhã, caminhei até seu quarto e vi Stiles sentado na cama de costas para a janela, tentei entrar em silêncio mas acabei alarmando o alarme ao tentar abrir a janela 

- Oh céus - Stiles  falou se assustando e desligou o alarme 

- Desculpe. - falei entrando

- O que faz aqui Derek? São 3 da manhã - ele coçou seus olhos olhando o relógio na parede

Ele parecia estar chorando, senti um leve aperto no coração.

- Eu...estava...Eu estava....- me enrolei nas palavras - Eu também não sei.

- Pode sair agora? Preciso dormir, amanhã cedo tenho treino de lacrosse

Não falei nada, apenas caminhei ate a janela. 

- Por que esta acordado a essas horas? - perguntei me virando para ele novamente 

- Estava com sede.

- Não minta Stiles.

Ele respirou fundo se cobrindo 

- Tive um pesadelo - ele falou baixo, quase não consegui ouvir

Caminhei devagar até a cama 

- E como era esse pesadelo?

- Mi-minha mãe estava aqui - ele já estava um pouco tenso e parecia desconfortável, isso me incomodou 

- E por que foi um pesadelo? Não gostou de ver sua mãe? 

Eu já estava sentando na sua cama lhe observando.

- Ela estava me pondo pra dormir... Mas algo aconteceu...... A porta abriu sozinha e uma escuridão levou ela.... Arrastou ela, eu gritava por socorro mas ela não estava aqui, ninguém estava aqui, eu não conseguia acordar, eu estava desesperado.

As lágrimas já descia pelo seu rosto, não consegui fazer nada além de selar nossos lábios, queria acalma-lo, queria tirar aquela sensação de angustia, e de alguma forma isso funcionou 

Separei nossos lábios e ambos nos olhamos sem jeito 

- Estou aqui agora Stiles - falei com nossos rosto próximo ainda

Stiles apenas me abraçou, sua cabeça estava em meu peito quente, aquilo era bom, muito bom.

- Estou aqui - repeti acariciando seus fios de cabelo curtos



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...