História I Love Her Anyway - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Tags Adrienette, Ladrien, Ladynoir, Marichat
Exibições 161
Palavras 1.024
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


VOLTEI!!! Vocês sentiram a minha falta ? Se não, eu digo que senti a de vocês e muito. Sei que o Spirit é um site/app criado para que escritores com diferentes idéias postem aqui e sejam reconhecidos por seus leitores e tals, mais eu acabei por fazer amigos não só nessa Fanfic mais também em outras fics minhas.

Eu sei que demorei muito para postar (DE NOVO) mais eu prometo compensar.

Aproveitem o capítulo e preparem-se para a próxima fic.

Capítulo 8 - Apaixonado


Adrien não conseguia acreditar que a garota que amava, estava tão perto de si desde o começo. Sentia-se um completo idiota, por não ter percebido cada detalhe facial que Ladybug tinha em comum com Marinette e vice-versa.

Os olhos. Os cabelos. A voz. A mesma voz que conseguia passar segurança e ser falha nos momentos em que se envergonhava.

Sentia raiva de si mesmo por ter sido tão desligado, com detalhes que poderiam ter o levado a descobrir a identidade de Ladybug por trás da máscara sozinho. Muitas perguntas rondaram a cabeça do loiro.

Devo contar a ela ? Será que ela vai me odiar ? Ela ficará tão surpresa quanto eu quando descobrir que eu sou o "Gato Idiota" ?

Ele não tinha tempo para se perguntar tais coisas, sua cabeça estava a mil e ele precisava de um tempo. E num reflexo de quem acabara de descobrir um enorme segredo. O que era o caso, ele pergunta :

– Ladybug ?

– Na verdade, nesse exato momento, eu sou apenas a Marinette – a mestiça sorri como quem acabara de contar uma mera piada.

–  É muita informação para eu processar – o sorriso de Marinette vai sumindo aos poucos tão rápido quanto apareceu, dando lugar a uma expressão de medo.

*

Alya estava a trinta minutos conversando com Nino, sobre a forma como iam dar um "Empurrãozinho" na quase relação amorosa de Adrien com Marinette.

– Prender eles no mesmo lugar pode adiantar – sugeriu Nino, um tanto relutante com a própria idéia.

– Ou não... – rebateu Alya irônica.
– Se eles tivessem feito isso com a gente, eu teria adorado. – o moreno aproxima o rosto do de Alya e a mesma vira o rosto apenas de provocação. – Alya Césaire.

A morena levanta da cama e anda em direção a porta.

– Vai embora ? – pergunta Nino em um tom triste.

– Eu não disse nada – Alya sorri maliciosa e fecha a porta na chave. – E seu desejo foi realizado estamos trancados no mesmo lugar, sozinhos.

Alya senta no abdômen de Nino, e deposita beijos na extensão do pescoço ao canto dos lábios do moreno.

– Que ousada! – Nino coloca a mão por dentro da blusa de Alya e seus dedos entram em contato com a pele quente e macia das costas da morena.

– Você não viu nada, Nino – a morena levanta a blusa e a retira.

*

– Entendo, que seja difícil para você compreender algo dessa magnitude – a azulada pontua, relaxando os ombros.

– Eu...– a mestiça olha no fundo dos olhos verdes de Adrien e espera que ele continue a frase; o loiro porém olha para o relógio e vê que faltava menos de dez minutos para que ambos tivessem que retornar a escola. – Ou melhor nós estamos sem tempo para pegar nossas coisas, para ir-mos para o Colégio – o Agreste desvia o assunto e Marinette parece convencida de que isso era o que ele falaria.

– Bem Adrien, eu preciso ir na minha casa pegar minha mochila então nos vemos depois.

– Tudo bem...– o loiro acena e prepara-se para transforma-se em herói – Bem, Plagg mostrar as garras.

O sino da porta de entrada da padaria soa; Marinette entra pela porta da frente calmamente.

– Oi mãe ; Oi pai. Só vim pegar minha mochila e já saio novamente – a Dupain-Cheng beija o rosto de seus pais e segue para seu quarto. Após apanhar seu material Marinette desce as escadas e volta para o Colégio. – Oi Alya... – o tom de desânimo era notável na voz de Marinette.

– O que houve, Marinette ? – pergunta Alya preocupada.

– Nada. Eu só estou cansada.

O sinal soa e todos vão entrando aos poucos. No caminho da sala Alya abraça Marinette e a mestiça sorri feliz por ter uma amiga tão boa.

– Vamos! Vamos, entrem temos pouco tempo para que vocês apresentem seus trabalhos – a professora ruiva se pronunciou e todos apressaram o passo para entrarem rapidamente.

Marinette estava nervosa, e um pouco abalada com a reação nada esperada de Adrien. Mais apenas pensar nas coisas boas que ele disse sobre o fato dela ser a Ladybug dava um certo ânimo, porém microscópico.

Eu sei que estou surpreso e tal, mais não poderia esperar menos da garota por trás da máscara de Ladybug.

Você é a pessoa perfeita para ser ela.

E depois de palavras doces Adrien voltou a expressão de profundo pensamento, o que deixou Marinette intrigada e triste.

– Pensando em mim, My Lady – o loiro surge ao lado da mesma que toma um susto.

– Acho bom você se sentar, logo a professora vai chamar a gente – a frieza das palavras de Marinette foram visíveis e surpreenderam não só o loiro como os dois morenos.

– Adrien e Marinette. Por favor venham à frente e apresentem seu trabalho.

– Bem, primeiramente, boa tarde a todos – o loiro toma a frente e Marinette deixa que ele continue – Como o trabalho é para falar sobre o que aprendemos um sobre o outro eu resolvi começar, pois tenho muita coisa a dizer.– ele respira fundo, pega nas mãos de Marinette e olha em seus olhos como se buscasse confiança e começa a falar – Bem, a Marinette como todos sabem é gentil com todos, doce e as vezes gagueja sem motivo. Ela é o único tipo de pessoa que eu conheço que não magoaria ninguém por motivos bobos, porém, tem coisas que vocês desconhecem. Ela é cabeça-dura, determinada, sabe ser imponente quando quer e faz piadas horríveis, é teimosa, mais tem um coração grande. Opa...grande não enorme. E foi por isso que eu acabei me apaixonando por essa garota cheia de qualidades e também cheia de defeitos como todos nós. Então Marinette Dupain-Cheng é uma caixa de surpresas e basta ser digno dela para descobrir seus sentimentos por cada um de nós – Todos na sala estavam impressionados com a forma que Adrien falou de Marinette e principalmente pela parte que ele admitiu estar apaixonado por ela.


Notas Finais


Gente como eu disse nas notas inicias, assim que eu acabar essa fic vou postar uma nova. E eu gostaria de saber se vocês leriam mesmo se fosse um AU de ML.

Então qual a resposta ?

Se quiserem saber mais entrem no meu Twitter (@looh_morrison)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...