História I love loving you - Capítulo 67


Escrita por: ~

Postado
Categorias Christian Figueiredo, Felipe Castanhari, Gustavo Stockler (Nomegusta), Júlio Cocielo, Kéfera Buchmann, Lucas "T3ddy" Olioti, Lucas Lira (Invento na Hora), Lukas Marques & Daniel Mologni (Você Sabia?), Natalia "Nah" Cardoso, Patricia "Pathy" dos Reis, Rafael "CellBit" Lange
Personagens Christian Figueiredo, Daniel Mologni, Felipe Castanhari, Gustavo Stockler, Júlio Cocielo, Kéfera Buchmann, Lucas Lira, Lucas Olioti, Lukas Marques, Nah Cardoso, Patricia "Pathy" dos Reis, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Julio Cocielo
Exibições 444
Palavras 1.606
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oooie :) Boa leitura <3

Capítulo 67 - Você não era ciumenta


— Laura levanta do meu colo - Ela se levantou e sentou na cadeira ao lado

— Oque foi docinho ?

— Oque tivemos na última viajem passou, acabou Laura, eu estou namorando agora e não quero nada com você - Gustavo arregalou os olhos

— Tudo bem então Júlio! Veremos se esse namoro dura ate o final dessa viajem

— Não inventa - Ela saiu puta pisando duro

— Caralho que situação mano, a vitória ta puta certeza

— Também acho, mas eu nao fiz nada

— Vai lá falar com a meu

— Nem precisa olha ela vindo - Falei quando Vitória estava vindo em nossa direção

— Uê, cadê a menina ? - Fernanda perguntou

— UAI não estava puta agora ? - Perguntei

— Passou - Ela deu um sorriso provocador e eu sorri, vitória estava com algo em mente e pelo visto não era coisa boa, porém vou deixar rolar

— Fer vamos dançar ? - Ela falou e Fernanda balançou a cabeça positamente Vitória virou seu copo e colocou na mesa

— Vai devagar - Falei

— Relaxa, será uma noite maravilhosa amor - Ela falou bem próximo a minha boca e depois deu uma mordida na mesma e saiu indo para onde várias pessoas dançavam, ela e Fernanda dançavam, Fernanda meio com vergonha quase não rebolava, já Vitória requebrava, descia ela provocava.... Dei um gole na minha bebida e sorri pra ela, ela pisocu e continuou dançavando , Laura também estava dançando ao contrario de Vitória Laura tentava seduzir, já Vitoria fazia isso sem esforço algum, Laura dançava especialmente para mim, Sorri para Laura e ela foi erguendo sua Blusa devagar tentando fazer com que eu notasse o seu sutiã.

— Você ta dando moral, e depois quando acontece algo com a Vitória você fica todo mal chorando pelos cantos

— Eu não posso evitar, ela ta provocando - Falei

— Porra Júlio

— Porra Gustavo

— Ta dizendo que esta sentindo algo pela Laura ?

— Nunca, só falei que ela ta me provocando, assim como a Vitória também

— Júlio.... Júlio - RI

— Fica de boa Irmãozinho

Me levantei e coloquei mais bebida no meu copo e fui para a  Rodinha onde várias pessoas estavam dançando, e me juntei a elas, as meninas olhavam e se aproximavam de mim tentando algo e eu só ignorava dançando no meu canto, quando Laura veio ate mim e me puxou colando nossos corpos, minhas mãos rapidamente foram para sua cintura e eu dançava conforme ela ia rebolando, por alguns segundos fiquei num transe com ela e só acordei quando alguem me puxou para trás pela camisa soltei Laura e me virei rapidamente olhando a menina toda raivosa mordi os lábios

— Qual seu problema ??

— Oque foi boneca ?

— Como você e sinico.

— Oque eu fiz ?

— Ah Júlio vai se fuder, foi só essa menina Loira de famarcia chegar que tu ficou todo diferentinho

— Não quero discuti com você agora Vitória

— Não acredito que você concordou comigo

— Vitória eu não concordei nada - Ela passou por mim e saiu, af que infantilidade a Laura foi só uma menina que eu peguei na última viajem para cá, só isso ! Mesmo que a gente parecesse um casal nunca senti nada pela Laura e nem sinto, ela e só mais uma... Mas esses showzinhos da Vitória estão demais, primeiro ela sai da onde a gente esta e agora isso, quer saber ? Estou nem ai... Fernanda se aproximou

— Cadê a Vitória ? - Balançei a cabeça negando e ela deu de ombro e virou as costas saindo e eu voltei a dançar e logo uma outra menina se aproximou

— Oi

— Opa - Falei sorrindo

— Lembra de mim ? - Coloquei a mão no queixo olhando a menina de cima em baixo

— Brenda, a menina que voce falou que tinha uma foda sensacional - Gargalhei e ela riu tímida

— Como me esquecer de você ? - Menti não fazia ideia de quem era a menina mais era um morena gostosa entrei na onda

— Então que tal repetimos ? - Neguei com a cabeça

— Estou namorando benzinho

— Ela nem vai saber - Cochichou e eu RI

— Eu não trairia ela nunca - Falei e ela sorriu

— além de transar bem e fiel - Eu ri — Já que não vai rolar vou ali com as amigas, mudar se ideia estou aqui - Só pisquei e ela saiu, não tinha jeito as meninas sempre me queriam, e se a Vitória continuasse nesse ciúmes vamos acabar terminando, mas ela ta muuuito mais ciumenta do que antes, e depois falava em mim, alá ela voltou, puta que pariu ela trocou de roupa, estava num vestido super curto e sexy, ah ela queria provocar!

Por Vitória

— Nossa moça desculpa - O menino moreno estava todo sem graça na minha frente

— Isso acontece relaxa - Sorri

— Juro que não te molhei porque quis - Ele falava

— Vou trocar de roupa e fica tudo certo, relaxa - Falei e ele suspirou e eu RI logo em seguida — Qual o seu nome ?

— Vitor - Ele falou

— Prazer Vitória - RI ele sorriu — E Vitor ficar tranquilo que essas coisas acontecem

— Tudo bem

Sorri e sai para o quarto, tinha ate esquecido da raiva que eu estava do Júlio, com o Vitor estava vindo e ele molhou meu macacão, na hora subiu uma raiva mais ao ver o arrempedimento dele eu fiquei de boa

Coloquei um vestido qualquer mesmo e coloquei a roupa molhada para lavar e desci, Júlio olhava para mim eu ignorei indo ate Pathy mais Vitor me parou

— Então tudo na paz entre a gente ? Sem raiva por ter molhado sua roupa ? - Eu RI

— Fica tranquilo - Ele estendeu a mao

— Amigos então ? - Estendi a minha e apertei a mao dele

— Amigos - Sorri e continuei meu caminho mais deviei ao ver Júlio vindo em minha direção e fui para o Freezer peguei uma vodka e vi ele vindo para mim rolei os olhos e peguei um copo e coloquei

— Quem e o arrombado ? - Rolei os olhos novamente e guardei a vodka e peguei um suco e coloquei no copo e tomei um gole

— Não interessa - Falei e fui saindo quando ele me puxou pelo braço

— Para de graça que eu não fiz nada para você ficar assim

— Júlio devia ter pensando nisso na hora de ficar dançando com não sem quem agarradinho, eu tentei relevar ela sentanda no seu colo pois sabia que naquela viajem você tinha ficado com algumas - Fiz aspas com a mão — E ela não sabia que você estava comigo ou algo assim, mas vocês dançando foi a gota da água você fez isso por livre e espontânea vontade - Falei e ele gargalhou irônico

— Isso tudo e ciúmes ? Ah vitória você não era tão infantil assim em relação a ciúmes

— Então me solta para que eu e minha infantilidade possemos sair daqui

— Vitória para com isso

— Oque eu estou fazendo ? Se fosse você já estaria fervendo de ciumes ou mais, ate porque só de eu conversar com o Vitor já veio chamar o menino que você nem conhece de arrombado

— Você chamou a Laura de Loira de farmácia - Ele falou e eu gargalhei

— Me poupe Cocielo, tenha uma boa Noite - Falei me soltando e sai

— Pode ter certeza que ela vai ser Boa - Ele gritou Provocando e só pelo que falou sabia que ele tomou um gole de sua bebida

Segui ate Pathy que estava numa Rodinha com Igor e Christian

— Olha quem apareceu - Christian falou

— Não enche o saco Christian, estou com pouca paciência

— UI nervosinha, você não era tão estressada quando a gente namorava - Rolei os olhos... Ia falar coisas para ele mais lembrei que não havia contando sobre o plano e sim só meio que terminei com ele em público

— Calaboca cara, tu foi trocado pelo Júlio - Igor falou e eu RI

— Viram a Fernanda ? - Falei e Pathy apontou uma mesa distante só com ela sentanda assenti e fui ate lá

— Ai Fer me desculpa ter deixado tu sozinha - Me sentei na cadeira ao lado dela — E que o Cocielo esta me deixando maluca com essa história dele com as meninas que ele já ficou

— Fica tranquila

— Me desculpa mesmo, não faço mas juro - Cruzei os dedos e beijei e ela riu

— Vih - Ela falou mais eu não respondi estava olhando uma coisa que me doeu muito ver, o Julio dançava agarradinha com a Tal Laura eles praticamente estavam se comendo no meio de todo mundo, ele esta passando dos limites, não acredito que ele está fazendo isso, eu não sabia se chorava ou se ia lá e matava ele, ele fez questão de olhar para mim para ver se eu estava olhando, assim que nossos olhares se cruzaram ele piscou e apertou a cintura dela.... CANALHA!!! O Júlio e um Canalha! Que vontade de mata ló meu Deus !

— Chega Fer ! Já chega ! - Me levantei e estava indo ate lá quando Vitor para na minha frente

— Então Vitória estava pensando da gente.... - Alguem o interrompeu

— Ei moleque, sai de perto da minha namorada agora !


Notas Finais


Sumi ? Sumi heuheuhe desculpem meus amores aproveitei o feriado para viajar
Mas amanha volto a postar 1 capítulo por dia igual antes ❤
Espero que tenham gostado do capitulo um beijo <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...