História I Love... My Brother? ※ Jikook - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 88
Palavras 1.173
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Yaoi
Avisos: Incesto
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora.

Boa leitura.❤

Leiam as notas finais. ❤

Capítulo 8 - ※8※


Fanfic / Fanfiction I Love... My Brother? ※ Jikook - Capítulo 8 - ※8※

Jimin p.o.v

Eu estava nesse exato momento com Jungkook na sala esperando nosssos pais chegarem do trabalho.

- Aish, eles estão demorando muito. ─ Eu falei impaciente e cruzei meus braços em um ato tanto quanto infantil.

- Calma Hyung, logo eles vão chegar. Até lá podemos fazer alguma coisa. O que acha? ─ Jungkook falou naturalmente e isso fazia parecer que ele era o mais velho alí.

- Tudo bem, mas o que vamos fazer? ─ Dei de ombros suspirando e me afundando mais no sofá.

- Vamos brincar de "verdade ou consequência". ─ Ele disse animado e eu não me segurei e comecei a rir.

- Mas só tem nós dois aqui, assim não tem graça nenhuma. ─ Parei de rir vendo ele se levantar e voltar com uma garrafa.

- Aish deixa de ser chato, nós vamos brincar disso e fim. ─ Jungkook e seu jeito mandão.

Ambos se sentaram no meio da sala em cima de um tapete liso e marrom que de certa forma tinha espaço suficiente para os dois.

- Certo, eu começo. ─ Jungkook rodou a garrafa e parou em mim e nele.

Que coisa mais ridícula, chegava a ser engraçado.

- Oh por essa eu não esperava, parou em mim e em você. Isso é marmelada. ─ Falei debochando e ele me encarava com raiva.

- Vai jogar ou ficar debochando? ─ Ele disse cruzando os braços de forma infantil .

- Tudo bem, parei. Prossiga com o jogo. ─ Gesticulei com a mão indicando que ele podia continuar.

- Verdade ou consequência ? ─ Ele perguntou com uma cara de "escolhe consequência", mas eu não me arriscaria a esse ponto.

- Verdade. ─ Dei uma risada ao ver sua expressão insatisfeita.

- Que sem graça, mas ok. É verdade que... Você é apaixonado por alguém?─ Ele me encarou como se soubesse de alguma coisa.

Eu juro que se eu pudesse voltar no tempo eu teria escolhido consequência, ou voltaria mais atrás e me impediria de apaixonar por ele .

- S-sim, é verdade. ─ Dei de ombros tentando manter a calma e não surtar alí mesmo.

- Oh eu sabia. E quem é?

- Você já fez sua pergunta, agora é minha vez. ─ Rodei a garrafa e agora era minha vez de perguntar. ─ Verdade ou consequência? 

- Consequência . ─ Ele diz naturalmente e da de ombros.

Consequência. Oh céus, essa é uma ótima oportunidade. Devo? Ou não devo?  .... Devo.

- Muito bem. Sua consequência será me dar um beij... ─ Fui interrompido pelo barulho da porta se abrindo e revelando nossos pais.

Eu devia ter desconfiado que algo daria errado, estava bom demais pra ser verdade.

- CHEGUEI. ─ A Omma sempre escandalosa, mas eu amava seu jeito.

- Omma, Appa. ─ Jungkook se levantou e foi até eles.

E lá se foi minha chance de ouro.

- Não vai vir dar um abraço na omma ChimChim ? ─ Jungkook disse se separando do abraço com nossos pais e eu apenas assenti me levantando indo até eles.

Os abracei com um sorriso forçado no rosto e logo me separei.

- O que estavam fazendo? ─ Appa Namjoon perguntou se jogando no sofá.

- Estávamos jogando, nada de mais. ─ Dei de ombros indo até as escadas.

Subi para meu quarto e logo pude ouvir passos atrás de mim, certamente era Jungkook, revirei meus olhos e entrei no quarto.

- Ei Hyung, você não disse minha consequência.  ─ Ele entrou em meu quarto e se sentou na minha cama.

- Nada de mais. Agora vai pro seu quarto. ─ Afundei meu rosto no travesseiro para não ver Jungkook, era difícil vê-lo e não poder roubar nem um beijinho.

- Está me expulsando? ─ O moreno perguntou fazendo um bico com seus lábios, Jungkook era mesmo uma criança.

- Estou. Sai fora. ─ Fiz sinal para ele sair enquanto meu rosto ainda estava enterrado no travesseiro.

- Ah você fala isso mas eu sei que sempre me quer por perto. ─ Ele se levantou e veio até mim dando um beijo em minha bochecha.

Oh céus. Ele beijou minha bobochecha, podia ter sido na boca né.

Mas ele é meu irmão,  isso é errado.

Não, ele não é meu irmão. Mas é. Aaah dane-se.

As bochechas de Jimin poderiam ser comparadas a dois tomates de tão vermelhas que estavam, Jeon apenas riu baixinho e saiu do quarto deixando um Jimin explodindo de vergonha.

Era estranho o efeito que Jungkook tinha sobre Jimin, o ruivo que sempre fora determinado e firme vira uma manteiga derretida perto de Jeon, isso deixava Park frustrado mas ele não podia fazer nada.

- Aish Jungkook, eu ainda deixo de te amar. ─ Falei comigo mesmo não acreditando em nenhuma das palavras proferidas por mim, pois eu mais do que ninguém sabia que o amor que sinto é mais forte que minha vontade de esquecê-lo.

●•●•●•●•●•●


Jungkook p.o.v


Saí do quarto de Jimin e fui direto para o meu, peguei meu celular e vi que tinha três mensagens de Sun Hee.


Sun Hee ❤

Sun Hee ❤: Kookie, eu queria que você estivesse aqui. Me arrumei só pra você, mas lembrei que quem vinha era o Kim Chato Taehyung.

Sun Hee ❤: (mídia) 



Sun Hee ❤: O que achou?

Eu : Que linda.


Eu: Pena que não pude ir.


Sun Hee ❤: Podemos sair amanhã?


Eu : Claro, pra onde?


Sun Hee ❤: No parque, igual quando éramos crianças. Kkkk


Eu : Ótima ideia. Então, amanhã a tarde?


Sun Hee ❤: Pode ser.


Sun Hee ❤: Aish aquele chato chegou.


Sun Hee ❤: Vou ter que sair. Tchau Kookie. ♡


Eu : Tchau Sunnie ❤.


Eu : Até amanhã.


Sun Hee ❤ ficou offline


Joguei meu celular em um canto qualquer e comecei a pensar em vários nadas, até que me perguntei "Era pra eu estar na casa de Sunnie agora, mas porque eu não fui mesmo?"...


- Claro, porque o Jimin inventou aquela história de que tínhamos um compromisso, e agora eu fico aqui trancado no quarto sem fazer nada.


Bufei frustrado enquanto fitava o teto, não era justo que eu ficasse aqui enquanto podia sair pra algum lugar.


Me levantei e corri até o banheiro para tomar um banho, não demorou muito para eu já estar em frente ao guarda roupa escolhendo o que vestir.


Optei por uma calça jeans clara rasgada nos joelhos e nas coxas, uma camisa preta larga e um all star converse vermelho. Deixei meus cabelos bagunçados deixando-os com um ar mais despojado, mandei um beijo para meu reflexo no espelho e saí do quarto.


Caminhei até o quarto de Jimin e bati na porta várias vezes até o mesmo vir me atender, ao abrir a porta o mais velho me encarou dos pés a cabeça com um ponto de interrogação no rosto.


- O que você quer Jungkook? E porque esta vestido assim ? ─ O ruivo perguntou enquanto me analisava e por fim agora encarava meus olhos.


- Vamos sair.


Notas Finais


Oi oi oi
Qual dia da semana vocês preferem que eu poste?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...