História I Love The Sister Of My Friend - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 24
Palavras 1.141
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Lemon, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um cap \(^u^)/
Boa leitura 💙

Capítulo 3 - Novo Morador


Fanfic / Fanfiction I Love The Sister Of My Friend - Capítulo 3 - Novo Morador


                    ~ Arthur on ~

Alguns dias depois...

10:00

Acordo e vou pra cozinha. Deixo a cafeteria fazendo o café, e vou pro banho. Saio, me visto e me penteio. Vou pra cozinha e tomo café.
Finalmente é sábado, dia em que eu vou poder conversar com Eduardo.
Você deve estar se perguntando, por quê você quer falar com o Eduardo pessoalmente? Bom, eu irei pedir um emprego na empresa dele, não posso ficar sem trabalhar.
Depois de tomar café, saio e vou em direção à casa do Eduardo.
Chego e bato na porta. Quem atende é ele

- Oi cara, entra - disse ele sorrindo e eu retribuo
- Oi - entro e sentamos no sofá
- Então... - começa ele - o que você quer me falar? Eu tô curioso
- Bom, eu moro de aluguel, mas eu não tô conseguindo manter as despesas porquê eu não tô trabalhando. Eu já fui despedido cinco vezes, então vim pedir um emprego - digo dando um suspiro no final
- Entendo. No momento, eu não tenho um setor com vagas. Se eu tiver alguma, eu te aviso - diz por fim com uma expressão triste
- Tudo bem... - digo desanimado
- Eu quero muito te ajudar cara, mas eu não tenho vagas...- ele abaixa a cabeça
- Eu entendo cara, não é sua culpa
- Eu vou pensar num jeito de te ajudar - ele começa a pensar
- OK - também penso um pouco

Ele pega um papel na mesa de centro e começa a ler. Ele balança a cabeça em reprovação e solta um longo e pesado suspiro

- O que foi? - pergunto preocupado
- As notas da Elisa - ele me entrega boletim

Começo à ver as notas e logo entendo o porquê da reação dele.

- Quatro em artes? - pergunto surpreso e ele suspira
- É, mas eu não a culpo... Sabe, desde a morte dos meus pais, as notas dela vêm diminuindo... Muito - ele passa a mão pela nuca
- Entendo... - digo tentando confortá-lo

De certa forma, eu também a entendo, ela não tem culpa.
Ficamos um pouco em silêncio, mas Eduardo o quebra

- Tive uma idéia! - diz animado
- Então diz! - respondo também animado
- Bom é o seguinte - começa - eu pago suas dívidas e deixo você morar aqui em casa, pelo menos até você se estabilizar, e em troca, você dá aulas pra minha irmã. O que você acha - ele me fita com expectativa

Eu não posso recusar essa chance, afinal é só dar aulas pra Elisa, não deve ser difícil.

- Eu acho uma ótima idéia! - respondo
- Ótimo, então você pode vir pra cá quando quiser
- Sinceramente, por mim eu viria amanhã mesmo - digo rindo
- Então vem - diz ele e eu arregalo os olhos
- Sério? - digo e ele assente - Nossa valeu mesmo, você não sabe o quanto você tá me ajudando! - sorrio e ele retribui
- Então, amanhã eu passo na sua casa e a gente traz suas roupas primeiro, depois a gente traz os móveis e deixa eles guardados no porão. Tudo bem?
- Tudo
- Bom eu vou chamar a Elisa pra contar pra ela -

Ele grita o nome da garota, que desce as escadas correndo

- Fala - diz ela
- Elisa, esse é o Arthur, um amigo meu - diz ele apontando pra mim - foi ele que veio aqui aquele dia
- Ah - diz ela sem interesse
- Oi - digo sorrindo
- Oi - diz ela seca
- Bom - diz Eduardo - ele vai morar com a gente por um tempo. Ela arregala os olhos - Ah, e ele vai te dar aulas, tudo bem? - ela cruza os braços
- Sério? - Eduardo assente e ela suspira - Tá, tanto faz - ela revira os olhos - posso ir? - ela parece impaciente
- Pode - ela sobe as escadas correndo - Desculpa, ela tá meio fria depois do que aconteceu, mas quando a conhecer de verdade, vai ver que ela é legal - ele sorri de canto
- Eu entendo, é difícil... - abaixo a cabeça e fito o chão - bom eu tenho que ir, vou arrumar as malas
- Tá bom - ele me acompanha até a porta e eu vou embora

Durante o caminho, fico pensando na Elisa.
Será que ela ficou brava com o Eduardo por minha culpa? Eu serei bem legal com ela, quem sabe ela crie afinidade comigo?
Chego em casa animado e começo a fazer as malas.
Depois de mais ou menos uma hora, termino e vou comer algo. Como um macarrão e vou pra sala ver TV.

                   ~ Arthur off ~
                  
                    ~ Elisa on ~

Eu não acredito que vou ter que conviver com outra pessoa nessa casa! O pior é que ele vai passar as tardes aqui, me dando aula. Não que isso seja ruim, eu tô precisando de uma ajuda com as minhas notas mesmo, mas mesmo assim eu tenho que falar com ele e e ainda tenho que ser legal, coisa que eu não sou.
Resolvo descer e perguntar pro meu irmão que dia àquele garoto iria vir.

- Eduardo, que dia o garoto vai vir? - pergunto de braços cruzados
- Amanhã - arregalo os olhos
- Mas já?! - ele assente e eu suspiro
- Seja legal com ele - reviro os olhos - ele é legal, eu prometo
- Com tanto que ele não me atrapalhe, tudo bem - abaixo a cabeça
- Veja pelo lado bom, pelo menos você não vai mais ficar sozinha de tarde - ele me abraça e eu retribuo
- Você sabe que eu não gosto de companhia - ele ri soprado
- Vai ser bom pra você voltar a socializar, além do mais, ele vai te ajudar à estudar - diz ele gesticulando
- Tá bom, já entendi - digo indo em direção à escada - eu vou tentar ser legal, mas não garanto nada - ele sorri e eu retribuo

Subo, deito na cama e começo a pensar

"Só o que me faltava, ficar sendo simpática com alguém que eu nem conheço..."

Se for pra deixar meu irmão feliz, eu vou tentar suportar a companhia de alguém, mesmo que eu não queira...
Depois de algum tempo jogada na cama pensando, meu irmão me chama pra jantar.
Depois de comer, tomo um banho e fico assistindo TV com o Edu.
Assisto dois filmes e subo pra dormir. Amanhã eu vou ter que acordar um pouco mais cedo que o de costume (por ser domingo) por culpa daquele garoto.

"Além de vir me perturbar, ainda me faz acordar cedo!" - penso

Depois de uns quinze minutos, pego no sono.


Notas Finais


Espero que tenham gostado 💙
Eu postei duas vezes o msm cap KKKKK ;-; (eu n prestei atenção)
Saiu o novo cap da minha outra fic I Need You \(^u^)/
Aqui o link:
https://spiritfanfics.com/historia/i-need-you-6632174
Até o próximo cap :V


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...