História I LOVE YOU --- (Paulicia) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Adriano Ramos, Alícia Gusman, Bibi Smith, Carmen Carrilho, Cirilo Rivera, Daniel Zapata, Davi Rabinovich, Firmino Gonçalves, Jaime Palillo, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Laura Gianolli, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Paulo Guerra, Rabito, Valéria Ferreira
Visualizações 101
Palavras 2.562
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capa: Casa da Ally (Eu mudei o quarto dela)

Capítulo 13 - Viagem


Fanfic / Fanfiction I LOVE YOU --- (Paulicia) - Capítulo 13 - Viagem

Valéria ON 

Val: ACORDEM, CAMBADA! 

Majô: Ah, cala a boca, sua energúmene. 

 Bibi: Silêncio, Valéria. 

Alicia: EU QUERO DORMIR, PÔÔ! -Tacou uma almofada em mim 

É incrível como ela é diferente das outras ... 

Val: Então, acho que na viagem só vai eu, meu Davizinho e os meninos. Nem a que nos chamou vai. 

Olha minha ironia... 

Marga: AAAAA A VIAGEM! -Se levantou rápido 

Marce: Meu Deus!! Já era pra eu ter ido pra casa! 

Majô: Senhor, preciso arrumar minhas malas! 

Ally: Deixa eu dormir! 

Meninas: ACORDA, ALICIA! 

Ela bufou e se levantou igual uma bêbada 

(...) 

Marce: Vamos, Alicia! 

Ally: Eu tô comendo, caramba! 

Val: Todas já foram e você está aí atrasando a Marce e não para de comer... Eu preciso me arrumar. 

Ally: Ninguém tá te impedindo... -Disse com um pão na boca 

Marce: Vem! -Puxou ela da cadeira 

Ally: Me dá a Nutella? 

Neguei  (^^)

Marce: Tchau! -Falou puxando ela e fechando a porta 

Bati a mãozinha e subi correndo pro meu quarto. Coloquei um short jeans escuro, uma blusa tomara que caia com mangas da cor salmão e uma sandalinha fofa. Penteei meu cabelo e coloquei a franja pra trás presa. Peguei meu óculos de sol e fui rapidamente arrumar minha bolsinha. 

Ainda tenho que agradecer a Marga, agora era pra eu estar indo para a escola  rsrs 

Alicia ON 

Quando entrei na minha casa, me joguei no sofá. Que chato ter que sair... mas é melhor eu viajar do que estudar B-) 

Subi e dei de cara com minha irmã. Fiz cara de tédio, o quê que ela tá fazendo acordada essa hora? É acostumada a acordar umas 13:59 mesmo... 

Eduarda: Vai ficar aí parada? 

Alicia: Por que acordou agora? 

Eduarda: E te interessa? 

Ally: Se não interessasse eu não estaria perguntando! 

Eduarda: Me poupe, garota! -Saiu batendo no meu ombro 

Estranho... muito estranho... 

Arrumei minha mochila direitinho e olhei pra fora. Caramba, todo mundo tá acordando cedo hoje... enfim, aquele ser estava me encarando. 

Ally: Que é? 

Paulo: Não posso encarar a paisagem não? 

Foi aí que percebi que ele estava molhado... 

Ally: Por que tá molhado? 

Paulo: Você repara cada detalhe em mim, né Gusman?! 

Ally: Cala a boca e só responde!  

Paulo: Marcelina jogou um balde de água em mim pra eu acordar. -Revirou os olhos 

Ally: Meu Deus! Eu deveria ter presenciado essa cena !!! -Comecei a gargalhar 

Paulo: Idiota! -Fechou sua sacada 

Fui tomar um banho e depois troquei de roupa. Coloquei um short jeans claro, uma blusa estampada e um tênis branco alto. Peguei um boné de minha coleção. Dei tchau para meus filhos (skates) e desci as escadas com minhas coisas. 

Autora ON 

Toda a turminha já se encontrava na porta da Mundial. Algumas pessoas que chegavam atrasadas estavam olhando para eles com a cara: "Vamo trocar de lugar?". Olívia colocou sua irmã no lugar dela, a quem confia bastante em ter um porto seguro no cargo. Helena e Renê chegaram com suas filhas Vitória e Melissa. Eles também iriam para o Acampamento. E finalmente, Olívia pôde organizar tudo. 

Olívia: Bom, não quero vocês bagunçando no ônibus e muito menos no acampamento. Quero ordem e disciplina, estão entendendo? 

Os menores afirmaram, enquanto o casal de professores e Graça desengonçada iria para perto dela. 

Olívia: Vou fazer a chamada e vocês vão poder ir entrando. Adriano. 

Adri: Presente! 

O mesmo adentrou o ônibus. 

Olívia: Alicia. 

Ally: Presente! 

A menina também adentrou e guardou um lugar para a menor da turma do seu lado. 

E assim, todos foram entrando. Por fim ficou: 

Cirilo e Graça 

Olívia e Helena 

Renê e filhas 

Marga e Bibi

Jaime e Daniel

Majô e Carmen 

Jorge e Mário

Alicia e Marcelina 

Koki e Paulo 

Valéria e Davi 

Laura e Adriano 

O motorista seria Jurandir, o ajudante do pai de Jaime no trabalho. Como vocês já estavam prevendo, eles desobedeceram por completo a diretora e fizeram uma algazarra dentro do ônibus. Ela já estava ficando louca e chatiada por ninguém ter lhe obedecido. Cantaram, fizeram gracinhas, contaram piadas e... 

Alicia: DEVOLVE MEU CELULAR! 

Paulo: Não! -Gargalhou

Alicia saiu correndo atrás  dele e como o ônibus era grande, lá no fundo estava vazio. Eles foram pra lá e Alicia pulou em cima do menino. 

Paulo: Ai, caramba! 

Alicia: Me dá agora! 

Eles ficavam um em cima do outro alternando direto a posição. Até que em um movimento brusco Ally conseguiu tirar o querido dela da mão dele. Logo a mesma se levantou e deixou ele lá e se sentou em seu lugar. 

Marce: Conseguiu recuperar? 

Ally: Óbvio! :) 

A menor gargalhou. 

Renê: Pessoal, ainda temos muita hora de viagem, então vamos parar alí naquela lanchonete para comer um pouco. 

E assim, gritos e gritos foram ouvidos. Já tinha se passado mais ou menos 3 horas de viagem e ainda tinha mais 3 para realizar. 

Eles desceram esbarrando um no outro e Marcelina e Mário ficaram por último. 

Mário: Baixinha, eu posso te falar uma coisa? 

Marce: Claro, diz. 

Mário: ÉÉ... na verdade...eu posso fazer? 

Marce: Como assim...? 

Ele não esperou nenhum minuto e selou os lábios dos mesmos. Começaram com um selinho e depois se transformou em um beijo apaixonante. Eles não andavam muito e sabiam dos sentimentos fortes um do outro. Só esperavam o momento certo! O beijo acabou e Mário de um selinho nela para finalizar.


Mário: Desculpa! -Coçou a nuca 

Ela sempre achou ele lindo envergonhado. 

Marce: Não tem problema. -Sorriu angelicalmente

Ele sempre achou o sorriso dela lindo. 

Marce: Vamos? 

Ele assentiu e foram ao encontro da turminha que estava acabando com o dinheiro do professor. Eles pensavam: "Ele que teve a ideia..." 

Mas...outro casal não assumido estava separado da turma num cantinho afastado da lanchonete. 

Carmen: Bom, eu queria saber por quê aquele dia você me beijou e nunca mais me procurou... 

O garoto suspirou derrotado

Daniel: Olha...eu não queria falar agora... 

Carmen: Como assim não quer falar agora? -Se revoltou- Pelo amor de Deus! Eu não sabia que você era desses que pega... 

Continuaria falando de não fosse interrompida por um beijo. Ela sabia que seria outro dos vários beijos que ele dava em meninas. Pensou em sair correndo, mas aqueles lábios eram como se fosse um ímã e a boca dela um metal. 

Daniel: Você é nervosa, hein... 

Carmen: SEU DESCARADO! EU NÃO VOU SER MAIS UMA DA SU...

Daniel: Quer namorar comigo? -Ela ficou paralisada - Eu te beijei aquele dia porque eu sou louco por você, porque eu não vivo sem você, sem seus beijos, sem seu amor! Eu tava planejando um pedido melhor e quando veio esse acampamento, melhorou ainda mais, só que você é nervosinha e não deixou eu fazer do jeito que eu queria. -Sorriu- E então, quer ser minha dama pro resto da vida? Me acompanhar no altar no futuro, me encher de carinho, ser minha namorada? 

Carmen parou de respirar por um minuto e prestou atenção em cada palavra dita pelo seu futuro esposo. Ela estava em choque, não acreditando no que acabara de ouvir. 

Cah: É sério isso? -Deu sorriso  que virou o do coringa 

Daniel: A pergunta mais séria que eu já fiz em minha vida! 

Cah: É claro que eu aceito! 

Pulou em cima dele e o encheu de beijos. 

Cah: Desculpa ter atrapalhado o pedido, mas amei do mesmo jeito! 

Daniel: Que bom, amor! Te amo! 

Carmen: Te amo!

Eles se beijaram apaixonadamente. Agora o mais novo casal da turma, o casal de Nerds que nunca pensavam em namorar, mas não aguentaram mais e se apaixonaram. Um pelo outro. Assim, do nada. Mas tão fofo, que todos que viam sabiam que iria dar em namoro. E o que aconteceu? O previsto por tudo e todos. Agora, poderiam mostrar a felicidade para o mundo e dizerem  felizes que um era do outro, que eram felizes e apaixonados um pelo outro. Que eram namorados! 

Na mesa 

Helena: Cadê a Carmen e o Daniel? 

Val: Devem estar se pegando por aí. -Disse com a boca cheia 

Dan: E estávamos. -Chegou e falou assustando todos 

Bibi: Como assim? 

Carmen: Bom, precisamos avisar uma coisa para vocês. 

Marga: É o que eu tô pensando? 

Carmiel: Estamos namorando!

A algazarra se formou pela décima vez naquele dia. Todos pularam em cima deles e parabenizaram. 

(...) 

Ally: Bora, cambada! -Gritou para Val, Marce, Majô e Marga em cima da Carmen enchendo a coitada de perguntas sobre o namoro. 

Enfim, se passaram mais 3 horas. A sala já estava cansada. Partes dormiam, como: Maria Medsen, Davi Rabinovich, Marcelina Guerra... Outros ou outro, dormia enquanto roncava, como o Jaime Palilo. Valéria F., Japonês Mishima, Bianca Smith, Daniel Zapata estavam ouvindo músicas. Moleca Gusman, Moleque Guerra, Chocolate Rivera, Laura Gianolli, Adri Ramos, Futuro Veterinário Ayala, Nova Namorada Carrilho e Mimado Cavaliere, estavam apenas olhando a estrada e pensando na viagem. Margarida Garcia roía as unhas de ansiedade para ver logo o avô e o primo. O casal de Professores cuidava das filhas e Olívia se abanava com o leque. Graça se remexia no assento enquanto Cirilo ria dela. 

Jurandir: CHEGAMOS! 

Eles gritaram felizes e correram para acordar os dorminhocos. Margarida saiu correndo e abraçou seus familiares fortemente. 

Marga: Vô!! -Abraçou ele 

Sr. Campos: Minha netinha!! 

Alan: Margarida, minha flor!!! -Abraçou ela 

Marga: Oii priminho! Gente, esses são meu avô Senhor Campos e meu primo Alan. 

Alan: Olá! -Jogou seu cabelo o que fez algumas meninas suspirarem apaixonadas, tirando Carmen, Valéria e Alicia 

Senhor Campos: Bom, vocês podem ir entrando que Margarida e Alan mostram tudo para vocês. Meninas o quarto de vocês é junto e fica no corredor C. Meninos, a mesma coisa, o de vocês fica na frente do das meninas. Agora, eu cuido dos adultos. 

A turminha foi afundando e conhecendo o acampamento. Os meninos não foram muito com a cara de Alan, mas era mesmo por causa das meninas. Jaime não gostou mesmo do jeito dele. 

Alicia ON 

Marga: E por fim, aqui é o nosso quarto meninas. 

Ela falou enquanto os meninos adentravam o deles . 

Entramos e eu achei ótimo. Coloquei minha mochila na cama de cima e Marcelina na de baixo. Tinham várias beliches de 2 camas no quarto, então tava de boas. O banheiro era de bom tamanho também e tinha uns 4 quarda-roupas. 

Marga: E aí, gostaram?? 

Meninas: Amamos!

Majô: Aqui não tem muito inseto não, né? -Se direcionou a Margarida e eu revirei os olhos 

Marga: Majô, aqui é um acampamento, não posso prometer nada! 

 A patricinha fez careta. 

Ally: O Sr. Campos falou pra gente descer e encontrar ele. 

Marce: Então vamos. 

Nós descemos e encontramos todos lá, menos Vitória e Melissa que provavelmente estavam dormindo. Esqueci de falar que elas são gêmeas e têm exatamente 9 meses. 

Sr. Campos: Bom, eu vou explicar pra vocês os horários. Acordar SEMPRE as 7 horas da manhã e o café é 7:30. Hoje e amanhã vocês podem curtir, mas depois começam as provas. O almoço sai às 12:10 e a janta é 9:45. 

Caramba, quem janta a essa hora????? 

Sr. Campos: No horário de dormir, vocês não podem passar de 00:00 e meninas proibido ficar no dormitório de meninos e vice versa. 

(...) 

Eu saí do banheiro com uma blusa do Paulo, eu tinha roubado dele. Marcelina olhou pra mim com uma cara maliciosa, provavelmente se lembrou do dia e eu revirei os olhos e dei boa noite para as meninas. 


No meio da noite

Majô: Meninas 

Val: Oi? 

Majô: Vocês estão conseguindo dormir? 

Marce: Pra falar a verdade não... 

Marga: Nem eu. 

E assim, todas fomos falando que estávamos sem sono. Já eram 00:17  e nenhuma de nós dormimos. 

Val: Quer saber, eu vou é dormir com meu Davizinho. -Se levantou 

Laura: Valéria, não escutou o que o avô da Marga falou não? 

Val: Ah, quem disse que ele vai nos visitar no meio da noite? Eu vou pra lá, aposto que eles estão todos acordados. Quem vem comigo? 

Carmen: Eu. 

Majô: Também. 

Marga: Bora, né?! 

Eu abri a porta e olhei para os lados e não tinha ninguém. Fiz sinal para as meninas andarem e depois fechei a porta do quarto e entrei no dos meninos também. 

Paulo ON 

A gente tava conversando quando do nada a Valéria entra no quarto nem aí pra ninguém. Só que depois, Marcelina entra, Bianca entra, Margarida entra, todas entram. 

Mário: Quê isso??? 

Koki: Invasão de meninas! Atacaaaaaaaaarrrrrrrr!!!! 

O japonês jogou um  travesseiro na Maria Medsen e ela revidou. Depois disso todos começamos uma guerra de travesseiros, meninos contra meninas. 

Valéria: Já deu!!! 

Quando ela falou isso nós paramos. Só aí que eu reparei na Gusman. Ela estava com minha blusa e um pequeno short por baixo que nem dava pra ver direito. Ela ficou super sexy com aquela roupa, eu fiquei encarando ela quando ouvi o que a chatonilda falou. 

Majô: Vamos dormir aqui.  ^_^

Cirilo: Quê? 

Jorge: Vocês são surdas? Não pode, dãã 

Val: Mas queremos dormir, então vamos. -Cruzou os braços 

Eu: Eu que não durmo  com meninas... 

Marce: Fica sozinho então! 

Ela falou se deitando do lado de Mário. Como é que é? O Mário e minha irmã??? 

Percebi que as meninas estavam deitando do lado dos meninos e só sobrou a Alicia, o Jaime e eu. 

Paulo: Você dorme com ele! -Apontei para o Jaime 

Alicia: Tudo bem. 

Ela foi andando para a cama dele mas foi impedida pelas meninas. 

Ally: Que é? 

Carmen: A senhorita vai dormir com o Paulo... 

Ally: Não sou obrigada a nada. 

Val: Mas a isso é!! 

Ally: Como assim??? 

Marce: Vai lá, Alicia! 

Marga: É , você não vai aguentar os podres do Jaime.

Jaime: Eu tô aqui , tá legal? 

Ela revirou os olhos e deitou do meu lado e as meninas também foram deitando. Foi aí que eu lembrei do dia em que ela roubou minha blusa. 

Flashback ON

Eu estava deitado em minha cama quando vi alguém lá fora. Olhei direito e vi Alicia entrando em meu quarto. 

Paulo: Me ama, não é Gusman? 

Alicia: Cala a boca, eu tava no tédio e vim te pirraçar. 

Paulo: Bom saber que eu sirvo pra isso... 

Alicia: SÓ pra isso! 

Revirei os olhos. 

Alicia: Eu vou ver suas roupas, isso sim! 

Ela se direcionou até meu closet e eu a segui. 

Paulo: Êpa, você não vai mexer em meus bonés e meus skates não. 

Alicia: Meu filho, eu já tenho minha coleção! 

Ela ficou olhando minhas blusas e eu ela. 

Ally: O que tá olhando? 

Paulo: Nada, agora para de mexer em minhas roupas. 

Ally: Não tô com vontade... Uuuhh eu quero essa blusa pra mim! -Eu nem vi qual ela falou  e já foi vestindo a mesma 

Aí eu vi que era minha blusa preferida. Ah, não! 

Paulo: Nem vem que essa blusa é minha preferida! Pode tirar. 

Ally: Tô sem vontade. E aliás, agora ela é minha -Sorriu 

Marce: Paulo, onde voc... Alicia? 

Ally: Oi! 

Marce: O que tá fazendo aqui? 

Ally: Vim roubar a blusa do seu irmão. 

Marce: Paulo, você deixou ela pegar sua blusa preferida? Não tô acreditando nisso... 

Paulo: E quem disse que eu deixei, pode tirar Gusman! 

Alicia: Não. 

Revirei os olhos e Marcelina riu.

Flashback OFF

 E foi assim que ela conseguiu ficar com minha blusa preferida. Pensando nisso eu lembrei que era pra gente estar limpando a escola, mas estamos aqui. E isso é melhor. 

Encarei Alicia que já dormia e dei um sorrisinho olhando para os casais também. Adormeci. 










Notas Finais


Tchauuuuu
😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...