História I Love You - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Ashley Benson, Ashley Greene, Avril Lavigne, Camilla Belle, Charlie Puth, Crystal Reed, David Henrie, Demi Lovato, Dylan O'Brien, Fifth Harmony, Gigi Hadid, Hailee Steinfeld, Ian Somerhalder, Joe Jonas, Justin Bieber, Kendall Jenner, Kevin Jonas, Kylie Jenner, Lily Collins, Mia Talerico, Miley Cyrus, Nat Wolff, Nina Dobrev, One Direction, Ryan Guzman, Sabrina Carpenter, Selena Gomez, Shawn Mendes, Shay Mitchell, Sofia Carson, Tyler Posey, Vanessa Hudgens, Victoria Justice, Zac Efron, Zendaya
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Ashley Benson, Ashley Greene, Avril Lavigne, Camila Cabello, Camilla Belle, Charlie Puth, Crystal Reed, David Henrie, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Dylan O'Brien, Gigi Hadid, Hailee Steinfeld, Harry Styles, Ian Somerhalder, Joe Jonas, Justin Bieber, Kendall Jenner, Kevin Jonas, Kylie Jenner, Lauren Jauregui, Liam Payne, Lily Collins, Louis Tomlinson, Mia Talerico, Miley Cyrus, Nat Wolff, Niall Horan, Nina Dobrev, Normani Hamilton, Ryan Guzman, Sabrina Carpenter, Selena Gomez, Shawn Mendes, Shay Mitchell, Sofia Carson, Tyler Posey, Vanessa Hudgens, Victória Justice, Zac Efron, Zayn Malik, Zendaya
Tags Camren, Diall, Diley, Jelena, Jemi, Larry, Nelena, Nemi, Niley, Semi, Zanessa, Zouis
Exibições 27
Palavras 1.144
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa Leitura!

Capítulo 7 - Os segredos escondidos no sótão


-você não vai a lado nenhum! – Disse Joe

-Vou sim! – Exclamou Demi

Justin começou a rir. Nunca ninguém tinha tido tanta coragem para o tratar com Demi o estava tratando. Ele avançou um pouco e olhou Demi nos olhos.

-Ás 12 baladas você vai no sótão, novata! – Disse Justin, saindo de seguida.

Mal Justin saiu tudo voltou como estava. As garotas voltaram para os quartos e os garotos voltaram a jogar.

-Você ficou louca? – Perguntou Joe a Demi

-Não! Apenas não ia deixar o garoto ser tratado como lixo! – Respondeu-lhe ela.

Dito isto, Demi saiu do salão de jogos e foi para o seu quarto.

Quando chegou no dormitório, todas as garotas estavam falando de Demi e como ela foi corajosa em enfrentar Justin.

-Você foi muito corajosa! – Exclamou uma garota

-Obrigada! – Respondeu Demi

-Você vai mesmo no sótão? – Perguntou outra garota

-Vou! – Disse Demi

À noite

O dia passou muito depressa e rapidamente chegou a noite. Eram 20 horas quando todos foram jantar. Um silêncio frustrante estava presente na sala de jantar, todos estavam calados, olhando atentamente Demi. Demi sentia-se observada e pressionada por todos.

-Podem parar de me olhar? – Perguntou ela

Nesse instante todos voltaram a atenção para o prato de cada um.

Demi terminou de comer mais cedo que os outros, por isso foram para o quarto. Estava prestes a abrira porta quando sente alguém a segurar o seu braço.

-Não vou deixar você ir no sótão! – Exclamou Joe

-É só um sótão! O que vai ter lá, para além de aranhas? – Perguntou ela

-Demi, por favor, não vá lá em cima! – Pediu Joe

-Eu já disse a todos que ia, agora não vou quebrar o que disse! – Afirmou Demi

-Demi…

-Eu vou, mesmo que você não queira! – Disse ela

Dito isto, Demi entrou no quarto e trancou a porta. Joe ainda a tentou abrir mas sempre sem conseguir. Como viu que não estava conseguindo voltou para junto dos outros garotos, que estavam no salão de jogos. Quando lá chegou, chamou Justin e falou para ele.

-Você vai mesmo obrigar a garota a ir la em cima? – Perguntou Joe

-Vou! Não percebo é a sua preocupação! Já foi tanta gente la em cima e você nunca se importou! – Exclamou Justin

-O que esta querendo dizer com isso? – Perguntou-lhe Joe

-Nada, apenas estou fazendo uma observação! – Exclamou Justin

Joe o olhou confuso e Justin sorriu.

Joe ficou pensando no que Justin queria dizer com aquilo, mas mesmo pensando muito ele não estava percebendo a razão.

Rapidamente chegou a hora de Demi ir no sótão.

No corredor, que dava acesso ao sótão, havia duas filas de pessoas encostadas à parede com capas pretas. De um lado havia os garotos e do outro as garotas. Na frente da porta estava Joe e Justin e mais dois garotos segurando Louis. Demi chegou lá e os olhou.

-Demetria, você está disposta a entrar no sótão assombrado? – Perguntou Justin

-Estou! – Disse Demi tentando segurar o riso

Para ela isto tudo estava sendo uma brincadeira, mas para os antigos alunos tudo isto estava sendo levado a sério.

Uma garota saiu da fila e foi entregar a chave a Justin, para este abrir a porta. Justin abriu a porta e chamou Demi.

-Pode entrar! Tem no mínimo 30 minutos para entrar e procurar alguma coisa e a trazer até nós! – Exclamou Justin empurrando violentamente Demi para dentro do sótão e trancando a porta logo de seguida.

Demi entrou bruscamente para dentro do sótão.

Olhou para todos os lados e procurou um botão para conseguir acender uma luz, mas infelizmente não havia la nenhum botão, e muito menos uma lâmpada. Ela andou devagar, tentando não quebrar nada nem se machucar.

Andou durante alguns minutos até encontrar uma porta entreaberta. Devido à sua curiosidade, Demi espreitou para além da porta.

Do outro lado havia varias pessoas, entre elas estava a directora Winsley, a senhora Lively, o professor de Filosofia e alguém deitado numa mesa enorme.

Todos se encontravam em pé próximos da mesa.

-Não me façam mal. – Implorava a garota que estava amarrada á mesa

-Não se mexa, isto não dói nada! – Exclamou a Professora Dobrev

Mal terminou de falar, a Senhora Lively espetou uma agulha no pescoço da garota, que começou a gritar com dores.

Aos poucos a garota foi perdendo os sentidos, acabando por morrer em poucos minutos.

Ao ver isto, Demi soltou um pequeno grito que se fez ouvir na sala ao lado. Todos olharam para a porta para ver ser havia alguém la, mas apenas viram o vulto preto de Demi a desaparecer. Dois dos professores saíram da sala e foram procurar que estava la.

Demi correu até à porta de saída do sótão, mas antes de sair pegou num relógio de bolso que estava no chão. Ela saiu do sótão a correr e voltou para junto dos outros.

-Aqui está! – Demi entregou o relógio a Justin e saiu apressadamente para o quarto

Justin e os outros olhavam espantados para o relógio, ela havia conseguido fazer o que muitos não foram capazes.

 

Demi correu apressada para o quarto e se deitou na cama. Pela sua cabeça só havia a imagem de uma pessoa ter morto uma garota… uma garota talvez inocente. Os pensamentos dela vaguearam pela sua cabeça. Demi fechou os olhos na esperança de esquecer tudo o que se tinha passado no sótão.

 

No Sótão

Os dois professores procuraram por todo o lado mas não encontraram ninguém, por isso voltaram para junto dos outros.

-Encontraram alguém? – Perguntou a Directora Winsley

-Não. Deve ter sido um mero rato! – Exclamou o Professor Guzman

-Um rato enorme! – Falou a Senhora Lively ironicamente

Nesse instante começaram todos a discutir agressivamente até a Directora interferir.

-Parem! Vocês são piores que os alunos nojentos! – Exclamou ela

Todos pararam com a discussão e olharam a directora

-Mais uma aluna morreu e nós continuamos sem encontrar a escolhida. Vocês sabem que estamos com um grave problema! O tempo está a acabar!

Os professores se entre-olharam, eles sabiam muito bem o que aconteceria se não encontrassem a escolhida. A vida deles estava em jogo, num jogo onde se mata alguém ou se morre por não matar ninguém.

Após a conversa, os professores levaram o corpo da garota e o jogaram num rio próximo. Voltaram para o Internato e se reuniram no escritório da directora Winsley

-Jenn, a garota já está no rio. – Disse a Professora Drobev

-Bom trabalho. Só mais uma coisa! – Exclamou a diretora

-Sim… - Disse o professor Somerhalder

-Fiquem de olho no meu filho, ele não é de confiança! – Exclamou a Directora

Dito isto todos saíram do seu escritório, a deixando sozinha.

Uma vez sozinha, a Diretora Winsley começou a falar

-Kevin, Kevin, Kevin, os teus dias vão chegar ao fim… assim como os do teu pai! – Após terminar de falar a Directora riu, um riso sinistro, capaz de assustar qualquer um.


Notas Finais


Gostaram??
Beijinhos para todas/os


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...