História I Love you but I don't know that | L3ddy - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti
Personagens Lucas "LubaTV", Lucas Olioti, Personagens Originais
Tags L3ddy, Luba, Orfanato, Romance, T3ddy
Visualizações 74
Palavras 553
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Pesadelo


Fanfic / Fanfiction I Love you but I don't know that | L3ddy - Capítulo 19 - Pesadelo

A casa estava vazia, tirando as caixas na entrada que iam sendo retiradas uma por uma

- 'Tá pronto para ir para a casa nova?- A mulher se agacha do meu lado

- Não... Eu gosto da nossa casa- Respondo

- Eu também, mas não podemos continuar aqui- Ela passa a mão em meu cabelo

- Porquê?

- Coisas de adultos, um dia você entende


O carro parou, logo a mulher que ia no banco da frente sai e abre a porta para que eu podesse sair.
Estavamos de frente para um predio rosa, era simples, a cor das paredes já estava desgastada, e em todos os andares havia uma pequena arcada.

O homem pega em mim e me coloca em seu colo logo se dirigindo á porta de entrada.
Ele coloca o código e a grande porta de metal e vidro de abre.

Apos o elevador parar, o mesmo se abre e paramos na frente de uma porta castanha, o homem pega uma chave e a coloca na fechadura, abrindo assim a porta.

- Bem vindo á nossa nova casa- A mulher sorri enquanto olha ao redor

Era uma casa bem pequena, a cozinha e a sala eram embutidas, andei até um pequeno corredor do lado da sala e abri a porta, era um quarto, pequeno também.

A casa ainda tava bem vazia, mas logo varias pessoas começaram a entrar com caixas.



Estava sentado no sofá brinquando com alguns brinquedos, já um pouco quebrados, até que ouço meu celular tocar, o que minha mãe me dera recentemente com seu ship antigo, me levanto e vou até ao mesmo, atendo e o coloco perto do meu ouvido


Lucas: LUBAAAAA- Sou acordado por seu grito

Me levanto assustado, saio da cama e subo até á sua

Ele se remexe enquanto murmura algo que eu não consigo entender, seu cabelo esta grudado na testa por conta do suor, todo seu corpo tremia.

Sem saber o que fazer apenas toco seu peito devagar, sinto seu coração extremamente acelarado, e ele começa a se mexer menos

Eu: Shhhh, estou aqui Lucas- Falo o mais calmo possivel- Estou aqui...


Depois de um tempo ele para e sua respiração volta ao normal.

Desço de sua cama e volto a me deitar na minha, adormecendo denovo.

           ~~~~~~~~~

Acordo com o barulho insurdesedor e repetitivo do alarme, estendo minha mão e o desligo desajeitadamente.

Esfrego meus olhos e me levanto, pego uma toalha e vou para o banheiro trancando a porta

Tiro minha roupa e entro no box, olho meu braço, as feridas estavam cicatrizando rápido, e agora eu sei que vou ficar com estas marcas sempre, eu vou ficar ficar com marcas de um tempo ruim... me arrependo de não ter parado mais cedo.

             ~~~~~~~~~~~

Saio do banho e me seco vestindo minha roupa em seguida. Saio já dando de caras com Lucas que eslerava a minha saida para poder tomar banho também

Eu: Como foi sua noite?

Lucas: Na verdade.. não foi das melhores...

Eu: Sei... eu tive que me levantar e ir até sua cama porque você estava se remexendo muito e tava bem assustado

Lucas: Desculpa ter te acordado, eu tive um pesadelo bem ruim

Eu: Acredito, e tudo bem, mas eu fiquei assustado, achei que tu 'tava passando mal, mas depois de um tempo se acalmou

Lucas: Haaa- Ele coça sua nuca- Desculpa...

Eu: Tudo bem- Sorrio- Se despacha que eu te espero pra tomar mos café juntos

Lucas: Tabom- Sorri, entrando de seguida no banheiro


Notas Finais


Hey❤
Me digam o que estão achando
1- Quem será que ligou para o Luba?!
2- O que podem ser esses sonhos?! porque não são só memórias não!
3- Com o que Lucas estava sonhando pra ficar assim?!
4- Porque ele chamou o nome do Luba?!

Várias preguntas kkkkkkk
Quero teorias, adoro ler teorias


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...