História I Love you daddy - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Incesto, Pai Homofóbico, Romance Gay
Visualizações 64
Palavras 1.278
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem .

Fiz um treco meio bom (pra mim) pois sou péssima (péssima mesmo ) em fazer uma masturbação decente 😣😣

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

A
M
O
R
E
S

DESCULPA OS ERROS

Capítulo 13 - Masturbação


Fanfic / Fanfiction I Love you daddy - Capítulo 13 - Masturbação



Saiu do quarto super nervoso e infinitamente feliz. Nervoso porque ter o baby tão perto de mim e não poder toca-lo é muito sofrido . E feliz por que depois de 8 meses ele finalmente acorda , o ruim é que ele perdeu a memória . 

Chego em meu quarto e me jogo na cama pensando em como minha vida tava ótima. Resolvo pegar o diário do baby e ler novamente. Acho que eu me apeguei nesse diário por ser uma coisa dele , sei que errado mexer nas coisas pessoais das pessoas mais eu não resisto quando se trata de Daniel meu bebê. 

...

Paro de ler quando ouço batidas na porta de meu quarto , vou até a mesma e vejo o baby com uma blusa de frio azul fina colada ao corpo e um short preto - Como ele pode ser tão fofo ? - penso e percebi que ele ficou corado por eu estar olhando ele da cabeça aos pés. 


- O que foi baby ? - pergunto puxando o mesmo para dentro do quarto e sentando com ele na cama .


- Err ... bem ... p-promete não ri ? - pergunta olhando para nossas mãos entrelaçadas .


- Claro, o que foi ? - pergunto alisando sua mão. 


- Eu N-não consigo ... dormi s-sozinho - fala , solta minhas mãos e tampa o rosto com um travesseiro .


- Tão fofo rsrsrs ... pode dormi comigo - falo e tiro o travesseiro de seu rosto .


Ele olha pra mim corado e me abraça pela cintura , logo caímos na cama com ele por cima de mim.


- O-obrigado p-pai - fala envergonhado.


- Pai ? Não precisa me chamar assim se não estiver confortável ok ? - falo e vejo ele assenti em concordância. 


- Qual é o seu nome ? Eu esqueci o que a Claudia falou - pergunta olhando em meu olhos ainda me abraçando. 


- É Leonardo, mais pode me chamar de leo - falo 


- Tá bom ..* Leo.. Leo* - fala e sussurra meu nome parecendo querer gravar o mesmo.


Sorrio com isso . Nos coloco na cama direito e abraço ele, ficando de conchinha . Posso sentir seu coração, está acelerado , parece que ele estava correndo rsrs .

....


Acordo no meio da noite e vejo que o baby está virado pro meu lado . Nossas bocas estão a milímetros de distância - Como eu quero beijar essa boca - penso alisando de leve seu rosto. Aperto fraco suas bochechas e deslizo meus dedos por sua boca - que macia - penso me aproximando um pouco mais de seu rosto . 
Quando nossas respirações estão misturadas , sinto ele se remexer em meus braços e abrir lentamente os olhos . Nessa hora fecho os meus em uma velocidade que é quase impossível. 


Sinto ele fazer carinho em meu rosto e deslizar seus dedos até meu peito e o apertar fraquinho - Pode continuar - penso e até agora ele não se afastou nenhum pouco do meu rosto e continua a passear suas mãos em meu peitoral .


- * Tão confuso... por que sinto isso ?* - sussurra e beija meu queixo seguido de uma mordida no mesmo. Ele encosta sua cabeça em baixo da minha e me abraça mais forte . 


O que significa isso ? - penso e sem respostas acabo dormindo

                    <<<< dia seguinte >>>>

Acordo com um peso em cima de mim e sinto um "incomodo" em minhas calças. 
Abro os olhos lentamente e vejo o baby dormindo em cima de mim novamente e mexendo o quadril , fazendo meu membro pulsar e começar a doer por causa da ereção .


- hmm baby .. nhh .. - falo entre gemidos de prazer .

Não aguentando mais isso, empurro com um pouco de má vontade o baby pro lado da cama e saiu do quarto - Preciso de um banho - penso e vou direto para o banheiro . 

...

Depois do banho volto para meu quarto e me assusto quando vejo meu baby chorando . Ele está sentado com a pernas cruzadas e com as mãos no rosto tentando parar de chorar - até assim você é fofo - penso e logo para com esses pensamentos impuros e vou até ele .


- O que foi ? Por que está chorando? - pergunto preocupado .

- T-ta doendo - fala e me deixa confuso .

- O que ? Aonde está doendo ? - pergunto e faço carinho em seus cabelos tentando o acalmar .

- A-aqui .. faz parar .. - pede apontando para o meio de sua calça . 


Não creio que ele esqueceu até o que é isso . Meu baby é tão fofo . Por uns instantes fico preocupado com o fato dele ter se esquecido disso , vai que isso pode ser uma coisa ruim . Não que eu não goste dele assim inocente ,mais eu quero que ele melhore .


- Ok , seu daddy vai ajudar você - falo o deitando na cama , pego seu membro por cima do short e começo a massagear. Ele geme varia vezes meu nome e fala o quanto isso é bom .


- Quer que eu faça ficar melhor ? - pergunto com a voz rouca .


- Q-quero ..nhh .. l-leo - fala em meio aos gemidos .


Tiro seu membro de dentro do short , e faço movimentos lentos e circulares em volta da glande , tirando gemidos manhosos do baby . Beijo seu pescoço e mordo o mesmo , desço os beijos para seus mamilos e os chupo . 


- I-isso é bom l-leo Ahh ... - fala e sinto seu pré-gozo molhar minha mão. 


Abaixo até seu membro e coloco o mesmo em minha boca . Volto a fazer os movimentos de vai e vem , com a minha mão livre aperto sua coxa esquerda . -Ouvir ele gemer com certeza não é pra todos - penso me sentindo duro novamente. 


Apos mais uns minutos com os movimentos , ele goza em minha boca e faço o favor de engolir e sentir seu gosto. 


- Parou de doer agora ? - pergunto sorrindo de lado .

- S-sim parou - fala ofegante. 


Chupo seu pescoço e ele se arrepia . Levanto de cima dele e vejo que o mesmo está corado feito um pimentão .


- Qualquer coisa me chama - falo , e ouço ele responder com um " Chamo sim Leo" e saiu de seu quarto para resolver o meu "problema" .


.....


Após aquela sessão de tortura , pergunto para o dani com o que ele estava sonhado e ele fala que estava brincando com um bombole e tinha que rebolar para ele não cair. E pensar que esse sonho fez ele se mexer na vida real e me excitar e excitar ele rsrsrs.


- Você realmente esqueceu o que é masturbação? - pergunto meio incomodado .

- Não, não esqueci é só que eu não sabia o que fazer - responde com cara de confuso .

- Não entendi - falo também confuso .


- Tipo eu lembro o que é masturbação mais não lembro o que tem que fazer e nem como fazer pra parar com a dor , entendeu ? - explica .

- Ah agora sim rsrs ... agora já sabe como fazer certo ? - pergunto olhando para sua boca. 

- Sim .. agora eu sei - responde sorrindo tímido .

- Você é meu filho mais deixa eu te falar , Você é lindo e muito fofo - falo com uma voz sensual e vejo ele corar fortemente .

- O-obrigado... você T-tambem é... muito b-bonito Leo - fala gaguejoso e sai correndo da sala .







- Eu te amo , esqueci de falar - 




Notas Finais


DESCULPA OS ERROS !!!!!!

aparti de agora não vou da mais spoiler ok ? To com preciosa de escrever isso tbm . Tirando que é bom vcs ficarem curiosos 😁😁😁😁



ATÉ O PROX CAP !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...