História I love you, Nerd - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, SHINee
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Jonghyun Kim, Kai, KiBum "Key" Kim, Lu Han, Minho Choi, Personagens Originais, Sehun, Taemin Lee
Tags 2min, Abo, Chanbaek, Jongkey, Menção Kaisoo
Exibições 1.826
Palavras 1.079
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Ecchi, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Booom dia, hoje eu vou postar 3 caps tá? Muito obrigada pelo carinho que já estão dando a fanfic ❤

Capítulo 2 - Dois


Passei os primeiros tempos observando JongHyun na primeira cadeira, eu não suporto sentar na frente então eu sento no fundão, o quê me da acesso a ver JongHyun sem ninguém perceber.

O sinal já havia batido e JongHyun é sempre o último a sair, eu passo por ele e tento ao máximo fazer ele me olhar, mas ele não tira os olhos do caderno.


Desiste lá lá lá desiste — Taemin disse pela sala de aula chamando a atenção de JongHyun que o olhou — Me desculpe, não queria atrapalhar sua leitura.

JongHyun bufou e se levantou levando seus cadernos e saindo da sala.


— Parabéns Tae, meus parabéns — eu disse com raiva e Taemin corou — Eu tinha a chance de fazer ele me ver.




— Amor, ele não é cego, ele só não quer te ver, entenda isso — Taemin disse — Ele te ignora desde o fundamental, nós estudamos desde aquele tempo e ele NUNCA olhou para você, ele nem disse um oi ou desculpas por esbarrar em você.



— Odeio quando você joga as coisas na minha cara.





— E eu odeio quando você não aprende — Taemin me puxou pelo braço — Vamos para o refeitório.



Andamos até o refeitório vendo alguns alfas sorrindo para nós, eu não sei ao certo o que eu fiz para ser considerado popular, eu apenas cheguei na escola com uma jaqueta de couro e óculos escuros, e depois daí virei o que sou hoje, Taemin diz que é porquê eu sou um ômega com atitude e isso chama atenção.

— Você viu o jeito que ele me olhou? — Taemin disse.



— Com raiva né, você atrapalhou a leitura dele.




— Não entendo o jeito dele.




— Você só conhece alfas idiotas, tipo aquele — Apontei discretamente para Jaeho que vinha em nossa direção — super hiper mega idiota.





— As vezes eu acho que os pais dele foderam com tanta força que o espermatozóide ficou tonto quando encontrou o lugar para entrar, isso explica o porquê ele é assim. — Taemin disse e eu gargalhei.



— Ei querido — Jaeho disse assim que chegou perto de mim e olhou para Taemin — Pode sair ômega, eu preciso falar com o MEU ômega.




— Seu ômega o cacete — Taemin disse — Daqui eu não saio, seu ogro.





— Olha o jeito que você fala comigo, ômega — Jaeho disse usando a voz de alfa fazendo Taemin se encolher e tremer.





— Sai tae, por favor — eu disse e Taemin me olhou ainda querendo ficar mas eu sussurrei um " tudo bem" e ele saiu.



Jaeho é o idiota da escola, sempre mandando e se achando o tal por ser o capitão do time de futebol, eu até me assusto por minha vida parecer um filme de adolescentes na escola e me sentir a menina do filme, Jaeho não larga do meu pé, segundo ele "nós seriamos o casal mais bonito da escola" o casal mais bonito seria eu e o JongHyun, ugh.




— Vamos conversar — Ele disse me puxando para fora do refeitório chamando atenção de algumas pessoas que só viraram a cara ou sorriram achando que vamos nos pegar em algum lugar, Jaeho adora espalhar mentiras dizendo que somos um casal.





— Você ta me machucando Jaeho, me solta — eu disse batendo em seu ombro enquanto ele ria — idiota, me solta.





— Olha o respeito comigo, querido.



— Não me chama de querido, Jaeho nós não somos nada e nunca vamos ser — eu disse e ele me jogou para dentro do banheiro — O que estamos fazendo aqui? Jaeho!




— Calado, eu to cansado daquele seu amigo ômega perto de você, ser estúpido — ele me empurrou contra a parede — Você vai andar comigo, como casais fazem.





— NÓS NÃO SOMOS UM CASAL, QUE MERDA ME SOLTA.




— NÃO GRITA, EU NÃO SOU UM ALFA QUALQUER, EU SOU O MELHOR ALFA DESSA CIDADE E TODOS OS ÔMEGAS DARIAM TUDO PARA QUE EU OS MARCASSE.







— Deixa eu te contar um segredo — eu ri chegando perto do seu rosto — EU NÃO SOU ESSES ÔMEGAS.




Jaeho começou a passar a mão pelo meu corpo enquanto eu tentava bater nele, ele começou a beijar meu rosto e eu fechei os olhos tentando fazer com que aquilo fosse fruto da minha imaginação louca e fosse um pesadelo, eu estava prestes a chorar quando sinto Jaeho se afastar e ouço um estrondo no chão, como algo sendo lançando, abro os olhos e vejo JongHyun com as mãos fechadas como se estivesse dado um soco em alguém, olhando para Jaeho no chão que estava com a mão no nariz sangrando. Oh, ele bateu no Jaeho, JONGHYUN BATEU NO JAEHO.


— Quando um ômega diz não, é NÃO — JongHyun disse usando a voz de alfa e eu quase desmaiei — Entenda que ninguém é obrigado a ser seu, Jaeho.




Jaeho se levantou e foi para cima de JongHyun e o mesmo nem se moveu, esperou ele chegar perto e deu um soco na barriga dele e um no rosto, fazendo Jaeho desmaiar.


JongHyun respirou fundo, ajeitou seu suéter e tirou seus óculos.


— Você está bem? — ele perguntou sem me olhar enquanto limpava os óculos com a ponta do suéter — Te dou um conselho para ficar longe do Jaeho, ele não é do tipo que desiste.


Eu não conseguia me mexer, porra! Kim JongHyun ESTAVA FALANDO COMIGO.


— Você está bem? — ele refez a pergunta agora me olhando e eu só consegui mexer a cabeça confirmando — Ótimo — ele pegou a bolsa dele e colocou nos ombros, ajeitando os óculos outra vez — Ninguém pode ler em paz nessa escola — Ele bufou e me olhou — tome cuidado, Kibum.




Ele virou de costas e saiu.



— O quê o-o quê? — eu piscava sem parar. — e-ele...



— KIBUM!



Olhei para frente e vi Taemin me olhando horrorizado.





— Você está bem? — eu o olhei e acenei — JongHyun me disse que você estava aqui.


— Ele falou? — foi a unica coisa até agora que eu não gaguejei.




— Ele disse " Aquele seu amigo popular ta no banheiro com o Jaeho, ajuda ele " — Taemin disse tentando imitar JongHyun. — O que houve aqui?


— E-ele falou comigo.



— Jaeho? Ele sempre fala com você.




— Não, JongHyun falou comigo, ele falou comigo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...