História I love you, Nerd - Capítulo 49


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, SHINee
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Jonghyun Kim, Kai, KiBum "Key" Kim, Lu Han, Minho Choi, Personagens Originais, Sehun, Taemin Lee
Tags 2min, Abo, Chanbaek, Jongkey, Menção Kaisoo
Exibições 1.010
Palavras 1.303
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Ecchi, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 49 - Quarenta e nove


Um tempo depois.



— Jinki, desça daí — Gritou o alfa para o menino que queria subir na cama e pegar os desenhos que Kibum deixou ali — Vamos atrás do seu papai e do seu irmão, venha. 


— papai! — Jinki gritou e JongHyun riu. 


— Sim, papai e o Yijeong. 


— Jeong — Jinki correu sem jeito até o pai e pegou na mão do mesmo — banho? 


— Sim, depois um banho para ficar cheiroso e ir visitar os titios — JongHyun respondeu andando com o filho pela casa e procurando Key, o achando na cozinha com Yijeong no colo — Aconteceu alguma coisa? 


— Anh? — Key perguntou e depois se deu conta do porquê JongHyun perguntou aquilo, eles já estavam acostumando os meninos a andarem pela casa e não os pegarem mais no colo, eles já tinham um ano e alguns meses — Ele bateu a perna na quina do sofá. 


— Fazendo o quê heim? — JongHyun perguntou ao filho que riu balançando as perninhas para descer do colo de Key . O ômega o colocou no chão e ele correu até o irmão, Jinki soltou a mão do pai e os dois irmãos foram para a seea aonde estava os brinquedos. 


— Ele viu você ontem quando bateu o pé no sofá procurando seu tênis — Key disse rindo — achou engraçado e foi tentar fazer, mas machucou. 


— Sou uma péssima influência. — JongHyun disse indo abraçar Key e o ômega riu. 


— Oh meu amor, eles nem vão lembrar disso daqui a um tempo, você ainda vai ser o melhor pai. — Kibum disse rindo. 


Nesse tempo ambos tinham amadurecido, JongHyun passou de um simples ajudante para estagiário que ajudava nas publicações de colunas na revista enquanto fazia a faculdade de Letras. Kibum já tinha começado o curso de moda, depois de sempre combinar as roupas dos meninos e de JongHyun, o ômega pensou bem e quis ser estilista, o bom é que ele é um ótimo desenhista. Minho começou a cursar Música, Taemin psicologia depois de tanto tentar engravidar ele pensou em algo para ocupar a mente, começou a ler livros sobre a mente humana e quis fazer psicologia, até agora não engravidou, não é que ele seja estéril ou Minho tenha algum problema, eles só acham que não é a hora, quando for para ser ele vai engravidar. 


Sehun e Luhan voltaram para a cidade deles, depois de um bom tempo pensaram que seria melhor começar lá, eles sempre que podem vão visitar os gêmeos. 


Chanyeol e BaekHyun são o casal fofo, Chanyeol canta em barzinhos todo o final de semana e faz faculdade de música, BaekHyun prefere cuidar da Jinah e diz que por enquanto está bom ficar em casa, mas quer fazer faculdade de música também e só está esperando o vestibular. Jinah é o xodó dos gêmeos fazendo JongHyun sempre se estressar quando Chanyeol o zoa. 


— O que você acha de jantarmos no jardim hoje? — JongHyun perguntou. 


— Só se fizer a janta e eu arrumo as coisas — Kibum sorriu sugestivo e JongHyun riu assentindo — Vou dar banho nos meninos e vamos para a casa do Taemin, quando chegarmos eu arrumo. 


— Faz assim, vai com eles e eu faço o jantar e arrumo tudo, ok? 


— Ok — Key respondeu e deixou um selinho nos lábios do namorado. 


Key foi para a sala e pegou os filhos nos braços os fazendo rir, os levou para o banheiro e os banhou, enxugou os dois e sempre agradecia a Deus ou a qualquer santo o fato dos filhos serem quietos na hora de se arrumarem, eles puxaram a Kibum e sempre gostavam de se olhar no espelho, mesmo ainda com quase dois anos.


— Vão sentar lá no sofá que eu vou trocar de roupa, tudo bem? — Key falou para os filhos e beijou a testa de cada um. 


JongHyun colocava as coisas no balcão quando viu os filhos escalando o sofá para sentar, riu ao lembrar que eles não gostam de ajuda, se eles querem algo eles tentam pegar ou subir, só quando já estão sem forças que deixam os pais ajudarem. 




x-x-x-x- 




— Cadê os lindos do tio? — Minho perguntou aos gêmeos quando estes correram e abraçaram as pernas do alfa — Tudo isso é saudade? Oh, me sinto amado. 


— Oi Minho, viemos rápido porque JongHyun está fazendo o jantar, mas eles queriam ver você e o Taemin — Kibum disse e procurou Taemin pela casa — Cadê o Tae? 


— Está no quarto — Minho suspirou e colocou Jinki sentando em uma perna e Yijeong em outra — ele não está bem, mas não quer me dizer o motivo. 


— vou falar com ele, posso? 


— Fique a vontade, você sabe aonde é o quarto. — Minho e Taemin moravam juntos a um tempo, depois que voltaram da viagem precisamente. 


— Cuidado com meus ursinhos — Key disse e o alfa riu .


O ômega andou até o quarto principal da casa e abriu a porta vendo Taemin jogado na cama, suspirou e sentou ao lado do amigo, Taemin se assustou, mas logo se acalmou e abraçou Key fortemente. O ômega no começo estranhou, mas mesmo assim retribuiu o abraço, Taemin se afastou e colocou as mãos na barriga. 


— Você ... Meu deus Tae! — Kibum disse com os olhos arregalados — eu não... o meu deus, meu deus.


— Eu estou com medo — Taemin disse e foi aí que Key percebeu a cara pânico do amigo. 


— Por quê? 


— Eu esperei tanto tempo e agora aconteceu e eu não sei como agir, no começo pensei que era uma gravidez psicológica, mas fui fazer o exame hoje e deu positivo, eu... não sei o que fazer. 


— Sabe sim, vai conversar com o Minho e fazer ele chorar, vai ficar bem fofo e comer tudo que tem vontade — Key disse rindo e segurando as lágrimas, só ele e BaekHyun viram mesmo de perto da dor de Taemin ao sempre ver um 'negativo' no papel — Vai ficar gordinho, comprar varias roupas cor de rosa ou azul, pintar aquele quarto que tem aqui, comprar brinquedos e várias fraldas e depois vai chorar quando ver o rostinho do seu filhote, pronto, já sabe o que fazer. 


Taemin deixava as lágrimas caírem e abraçou novamente o amigo, mesmo Key sempre tendo um gênio difícil, ele nunca deixou os amigos na mão e Taemin se orgulhava de ter aquele ômega como melhor amigo. 




x-x-x-x- 




— Amor? — Key abriu a porta de casa com Jinki no colo dormindo e Yijeong ao seu lado andando, mas coçando os olhos, Minho irritou Key para que ele deixasse os meninos jantarem lá, Key achou estranho, mas deixou quando Minho disse que JongHyun que havia pedido. 


O ômega não teve resposta e andou com os filhos até o quarto dos dois, colocou Jinki no berço e tirou a calça e camisa do pequeno, colocou o pijama e o ajeitou na cama. Olhou para Yijeong que estava esperando perto do berço dele, com mais rapidez do que foi com Jinki, trocou a roupa do filho e o colocou no berço, beijo a testa do mesmo e lhe deu o ursinho dele e também pegou o ursinho de Jinki e o colocou perto do menino, beijou a testa dele e saiu do quarto, procurou JongHyun pela cozinha e viu as luzes do jardim ligadas, saiu e arregalou os olhos quando viu o local todo arrumado e flores pelo pátio que dá ao jardim, mas nada o fez ficar mais sem ar do que ver JongHyun de terno e ajoelhado com uma caixinha de veludo nas mãos e no chão feito com pétalas de rosa estava escrito : Quer Casa Comigo?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...