História I' m yours - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Originais
Visualizações 8
Palavras 1.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - A caixa


Conto tudo o que aconteceu a Sabrina, ela começa a resmungar.

- MALDITA BUZINA!!!!! - ela grita levantando a mao aos céus

- Cala boca - digo rindo.

- Mas eh verdade. Se aquela buzina não tivesse tocado, vcs teriam acasalado.

- Não se preocupe, eu não sou você. - ela faz uma cara de não tem graça, e começa a me bater com o traviseiro.

*DING DONG*

Levanto e vou ateh a porta, abro a mesma, mas  não a ninguem, so tem uma caixa no chão escrito "Não abra ateh o por do sol". 

- Sabrina?

- Ta esperando uma entrega?

- Não, por que? - Quando percebo, na caixa tem o mesmo simbolo que tem na minha mão.

- Nada não...

1 hora depois...

Já eh por do sol, e estou olhando para a caixa, tentando achar a fechadura, mas não vejo nada. Agora eh por do sol, mas nada muda na caixa. Então percebo que tentei apenas 1 diamante de que brilha, um botão. Preciono o mesmo e debaixo da caixa esta uma carta dizendo "A cahve eh o meu reflexo". Penso em pefar num espelho, mas isdo seria facil de mais, então então penso bastante, e lembro do simbolo em milha mão, então ponho as costas da mãp en cima da caixa, e a mesma se abre. Vejo um colar e uma pulseira, os dois com um pingente vermelho e laranja, mas soh o colar tem o simbolo da lua, enquanto a pulseira tem um simbolo do infinito e de uma arvore. Eu colo os dois, mas ao fechar o fecho do colar, algo se explodi dentro de mim, algo grande, forte, e poderoso, como se o que eu sentisse que faltava em mim não faltasse mais. O peso foi tempo que minha visão ficou turva, e a ultima coisa que me lembro, eh de olhar para minha mão, e o olho tatuado se fechar.

Ao acordar, percebo quesão 18:30, senti cheiro de comida, mas eu não lembro de quase nada. A caixa estava caida do lado da minha cama, mas o olho nela estava fechado, igual a minha mão, algo estranho aconteceu. Sinto um calor enorme o tempo todo, eh como se o fogo estivesse preenchendo a minha alma. Vejo meh celular vibrar. Abro o app e vejo a mensagem.

- Oi, Angl. Eh o Jack.

- Como consegui meu numero.

- A Sabrina.. 

- Atah. Nem precisa explicar. Ja entendi tudo.

- Kkkkkkk

- Kkkk. Eu tenho ir...

- Eu tbm.

- Ok. Tchau

- Tchau.

Desso e vejo a Sabrina na cozinha, fazendo a comida como sempre. E eu puis a mesa do jantar, e tenho a sensação de que ela esta estranha, estava desconfortavel quieta, e soh abria a boca pra comer. 

- Esta tudo bem?...

- Sim, claro... - ela diz imediatamente.

- Ta então me conta de você e o Leonard. Como você conseguiu transar com ele?

- Ok, ahn - ela diz largando as talheres - Nós estavamos tomando champanhe. A mãe dele eh muito legal, e o irmão tambem, mas o pais eh um pouco serio, quer dizer, não eh que ele não gosto de mim, ele não ri muito dos ou com os filhos. E ele tambem perguntou de você.

- Maa, ueh...

- Eu sei, tambem pensei nisso, mas ele pergunto se eu morava sozinha, e eu disse que morava com você e o Edward. Mas quando eu falei de você, o tal do Jack fico muito interessado.

- Ah, vai cagar, Sabrina...

- Eu juro que eu não to zuando. - ela toma uma culher de sopa - ele parece gostar mesmo de você.

Essas palavras me fazem queimar por dentro, mas de um jeito bom e reconfortante. Sabrina repara, e não deixa de comentar.

- Vai ligar pra ele.

- Ah não

- Anão eh um homem pequeno.

- Sabrina... - ela me interrompe

- Angeyl, me escuta, - ele pega nos meus dois braços, o que me faz me sentir menos quente, mas ela parece quase gelada, como as profundezas do mar. - Você eh uma mulher forte, literalmente - ela diz apertando meus braços - e independente, você pide fazer o que quiser. Chamar um garoto pra sair vai ser molesa. Agora vai falar com ele antes que a forte aqui seja eu - ela diz me ameaçando. Nós sabemos que em uma briga, eu ganho da Sabrina, mas quando ela quer, ela pide me dominar de uma hora pra outra.

Pego meu celular e começo a conversa.

- Jack...

- Oi?

- Sabe, vai estrear o velozes e furiosos 8, e eu queria saber se vocês não toparia ir comigo?

- Ah, claro. Por que não?

- Pode ser amanhã depois da aula.

- Claro.

- Ta ok. Tchau ^-^

- Tchau.

Desligo meu celular, começo a pulos de alegria e a gritar vem fino. Hahaha, eu não acredito que eu convidei ele pra sair, e o melhor, ele aceito. Recebo uma ligação do Edward, a atendo a mesma.

- Oi Edw.

- Angl. Parece animada.

- Khe nada. - digo rindo - Quando vc vem?

- Daqui a 1 mês eu acho.

- Você acha.

- Sim, Angl. Eu acha. Cade a Sabrina? - na mesma hora que ela entro no meu quarto. 

- Falo com o garoto.

- ... - to perplexa

- Que garoto Angl? - bato a mão na minha cabeça. Tava no viva voz.

- Sabrina, o Edw qr falar com tu.

- Angl? Que. Garoto?

- Vo come beijos... - Deixo meu celular nas mão da Sabrina, e desso para comer.

1 hora depois...

Estou sentada no meu sofá, vendo GOT, ateh que a Sabrina desce.

- O que você falo pra ele Angl.

- Eu não disse nada, você que grito.

- Não o Edward, o Jack.

- Ah eu... - ele me olha curiosa - o convidei pro cinema.

- E ele... - ele fala impaciente

- Aceitou... - Ela da um enorme sorriso, e pula em cima de mim.

- Eu sabia que você consiguiria... - ele sai de cima de mim e me olha nos olhos. - Não tenha medo de ser feliz. Sei que você se fechou quando a mãmãe morreu, mas nem todo mundo eh igual a ela, e você vai saber quem são seus verdadeiros amigos, e os que não são. E qualquer coisa, eu sempre estarei do seu lado.

- Por que... você ta ma dizendo isso, agora?

- Angl, eu sou sua irmã, e você querendo ou não sei que você sofre, sei que você sempre querendo estat comigo, e sei que não toma iniciativa por que sei o que você tem medo. Mas isso tem que parar. Isso tem que acabar. Uma nova você esta chegando e vai chegar com estilo. E a nova Angl vI começar com aquele garoto. Você entendeu?

- Sim - digo com um meio sorriso - Eu te amo.

- Eu tambem te amo, maninha. Agora vamo dormir, que amanhã você tem um longo dia pela frente.

- Ok.

A gente desligo a TV, e foi cada uma pra sua cama. Eu não conseguia dormir com o hedredon, eu ainda sentia aquele calor, então coloquei um lensol, e tentei dormir, mas não foi facil. Minha cabeça 1001 imagens diferentes, mas não eram qualquer imagens, eram sonhos. Para que eles paracem, tive que me concentrar do que eu acharia que iria acontecer amanhã, com o Jack.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...