História I met him - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias DaeSung, G-Dragon, T.O.P, Taeyang
Tags Bigbang, Romance, Top
Visualizações 15
Palavras 2.456
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii gente, desculpa por demorar a postar, mas por conta do miseravi do enem tive que deixar de fazer varias coisa :'(
Não gostei muito desse cap, mas não vi outra forma de continuar a história sem descrever a ultima noite do Seung na coreia né
Os proximos cap irão demorar também, infelizmente, só irei voltar a escrever cap depois dessa ultima prova, e antes de escrever irei reler toda a fanfic para saber o que vai acontecer nessa viagem e talvez até fazer um pov seung hyun, o que acham?

Capítulo 14 - Última noite


Fanfic / Fanfiction I met him - Capítulo 14 - Última noite

Os últimos dias de Seung Hyun na Coreia se passaram super rápido, nos falávamos por mensagens e raramente eu recebia uma ligação sua. As vezes eu tinha de esperar por horas por uma resposta sua através de mensagens no kakaotalk, mas apesar da demora eu sempre era respondida. Nesses três dias nós não nos vimos, nem de longe. Nos momentos em que eu não estava verificando meu celular eu procurava me focar nas aulas e em praticar mais meu Coreano, o qual melhorou muito nesses últimos dias.

- Tá pensando em que? – Me perguntou Stella, no momento estamos em um café estudando, ela está estudando porque eu estava olhando para o nada e pensando que irei ver Seung Hyun hoje, em seu ultimo dia na Coreia. E o medo que me assombra, medo que ele diga que não poderá ir na minha casa hoje pois não terá tempo.

- Em nada, só com preguiça. – Minto.

- Vamos pedir outro café então. Não esquece que amanhã nós vamos naquela entrevista viu?

- Nossa! Tinha me esquecido completamente.

- Sabia! Se você não aparecer eu te mato, temos que chegar la ás nove da manhã!

- Não vou mais esquecer, prometo! Você vai me esperar do lado de fora da loja né? Nem ouse entrar sem mim.

- Digo o mesmo, caso você chegue primeiro, nem acredito que vou ter que faltar aula.

- Pois é, e logo eu que já faltei bastante.

Passei o resto da tarde focada nos estudos e até esqueci que meu celular existia, tinha até colocado ele no silencioso para nada me atrapalhar. Assim que terminei de fazer meus exercícios e revisar as coisas que eu tinha dificuldades na língua coreana eu fui embora assim como Stella fez em seguida. Como o café era perto de onde moro e são poucos minutos caminhando eu decidir ir a pé e apreciar a vista, deixei Stella no ponto de ônibus e fui em minha caminhada para minha casa.

De inicio o plano era apreciar a vista, mas acabei ficando de cabeça baixa olhando para o visor do celular enquanto trocava mensagens com Seung Hyun e infelizmente fui informada de que ele chegaria tarde, uma noticia que para mim era considerada boa, já que eu tinha medo de que não pudesse velo antes de partir.

Subi as escadas vagarosamente enquanto ouvia “move” do Taemin e passava a coreografia em minha cabeça, ele ficou muito sexy cantando e dançando a musica. Suspiro ao chegar no topo, tudo o que eu queria agora era um banho e dormir, mas ao olhar melhor para a porta de minha casa percebo que há alguém ali segurando um buquê de flores e uma grande mala azul ao lado, sorrio assim que percebo quem é e vou ao seu encontro, abraçando-o.

- Você disse que chegaria tarde! – Digo ainda pendurada em seu pescoço.

- Não gostou da surpresa? Aqui, é para você.

- É claro que gostei. Obrigada pelas flores mas não deveria ser eu a te dar alguma coisa?

- Se você me der um beijo eu ficarei feliz.

Rio e o puxo para um beijo longo e molhado, sua língua explora minha boca e eu sinto o seu delicioso gosto, uma mistura de cigarro e canela, ah como eu amo esse leve gosto de cigarro que predomina sua boca. Com apenas um beijo esse homem me deixa exitada e sei muito bem o que iremos faze hoje a noite como despedida.

- Acho que deveriámos entrar para continuar.

- Concordo.

Abro a porta, deixamos nossos sapatos na entrada e entramos na sala. Largo minha bolsa no chão e olho para Seung Hyun, que observava cada detalhe do que eu fazia.

- Sabe, eu deveria fazer alguma coisa pra uma despedida.

- Eu sei muito bem o que você poderia me dar. – Disse chegando perto de mim e passando seus longos braços ao redor de minha cintura e descendo suas mãos até minha bunda, apertando forte.

- Não isso! – Digo rindo e dando um leve tapa em seu peito. – Uma comida bem gostosa. Sei de uma coisa que você vai gostar com toda certeza!

- Ah é? Então tá, eu vou querer essa comida gostosa.

- Você espera aqui? Eu vou no mercado mais próximo comprar as coisas e volto rápido, ah, é uma sobremesa ok?

- Sobremesa? Tudo bem, eu jantei e nem comi sobremesa então tudo certo.

- Certo!

Saio da minha casa animada e vou rápido em direção ao mercado, saltitando. Pego um pacote de chocolate em pó e uma caixa de leite condensado. Estou super animada por finalmente fazer brigadeiro aqui na Coreia, admito que estava morrendo de saudade de comer essa maravilha em forma de comida, e não só isso, sentia muita saudade da comida do meu país. Aposto que Seung Hyun nunca comeu nada parecido com essa maravilha.

Subo as escadas rapidamente e entro na minha casa como um raio de tão rápida que fui, até sinto algumas gostas de suor brotar na minha testa.

- Voltou rápido. – Diz Seung Hyun, que aparentava ter saído do banho, seus cabelos estavam molhados e despenteados, vestia apenas um calção.

- Sim... – Digo encarando as gotas de água que escorria sob sua pele bronzeada, aquilo era a visão dos deuses, poderia passar o dia inteiro o encarando que nunca me cansaria disso.

- Vai fazer a minha sobremesa ou vai continuar me encarando?

- Posso ficar assim para sempre.

- Cuidado que a baba vai cair. – Aponta o dedo para a própria boca e instintivamente como uma boba coloco a mão em minha boca para averiguar se há algum vestígio de baba e não encontro nada, apenas a pele úmida pela fina camada de suor.

- Na verdade eu não me importo se ela cair. – Digo sarcástica e vou para a cozinha, preparar o brigadeiro.

- O que você vai fazer? – Curioso pega a sacola que trouxe do mercado e começa a fuçar para ver o que tem dentro, na tentativa de descobrir o que irei preparar. – Diz logo to curioso, não sei o que se faz com isso.

- Brigadeiro o nome. É um chocolate.

- Se é chocolate então deve ser...

- Ai eu esqueci o granulado! Você não se importa em comer sem né? Iria dar muito trabalho para enrolar tudo, comer na colher é bem mais fácil.

- Não tem problema se você fizer de novo e comprar o granulado da próxima vez.

- Mas você nem comeu para saber se é bom. – Já com a panela em mãos levo para o fogo e começo a colocar os ingredientes, leite condensado e algumas colheres de chocolate e por um fim uma colher de manteiga e começo a misturar tudo.

- Mas deve ser né, você não faria para mim se isso não fosse bom.

- Será mesmo?

Seung Hyun aperta os olhos em minha direção e vai embora, me deixando sozinha na pequena cozinha que fica ao lado da sala, e daqui posso vê-lo ir ao sofá, liga a TV e assiste ao programa de variedade que passa. Mexo o brigadeiro durante alguns minutos e ele finamente chega ao ponto de desgrudar do fundo da panela, desligo o fogo e transfiro o brigadeiro para outro recipiente e coloco na geladeira para esfriar.

Ainda na cozinha me encosto no balcão e fico observando a beleza do meu namorado, Seung Hyun, o qual nunca imaginei que fosse ver de perto e hoje posso velo e tocar a hora que quiser, pelo menos até hoje. Depois de passar tanto tempo observando de longe eu me aproximo, porque ficar observando de longe se posso ficar observando de perto e toca-lo.

- Coloquei na geladeira para esfriar. – Sento ao seu lado e começo a fazer carinho em sua cabeça e tocando em seus suaves cabelos.

- Demora?

- Um pouco, é ruim comer ele quente. Pelo menos eu não gosto.

- Aham.

Eu queria conversar mais e perturba-lo, mas estava tão concentrado assistindo assistindo TV que acabei deixando-o em paz, estava bonitinho demais assim para desfazer essa visão fofa. Ele estava tão cheiroso que me lembrei que não havia tomado banho depois que cheguei em casa, lentamente me levantei e fui tomar meu banho. Saio do quarto vestindo um short curto moletom e uma blusa de manga longa moletom também, Seung Hyun ainda estava concentrado assistindo TV, e me pergunto se ele estava realmente concentrado assistindo ou pensando em alguma coisa que havia lhe perturbado. Sigo em frente para a cozinha e pego o brigadeiro que havia guardado da geladeira e duas colheres. Sento-me ao seu lado e ele parece não perceber.

- Esta tão concentrado assim?

- Hum? Ah, são só preocupações com a viagem.

- Quer conversar sobre? – Falo entregando uma colher para ele.

- Não, não são coisas que você precisa se preocupar. Agora vamos ver se isso aqui é bom ou não.

Pegando uma pequena quantidade na colher ele coloca na boca e faz cara de profissional quando o assunto é comida, me encarando e fazendo caras e bocas, tive que me controlar muito para não rir disso.

- Está se achando o chef de cozinha.

- É bem doce e macio, é viciante comer isso. Vamos experimentar novamente. – Disse enchendo a colher do doce e enfiando tudo na boca

- Vejo que você gostou não é? – Faço o mesmo e encho minha colher de brigadeiro e enfio na boca.

- Pegou tudo isso na colher?

- Faz tempo que não como isso e olha quem fala, sua colherada foi maior que a minha.

- Não foi não. – Resmunga baixinho e eu finjo não ouvir o que disse.

Nos empanturramos com o brigadeiro e em seguida fomos asssitir a algum filme agarradinho que passava na TV, mas na metade do filme estavámos nos beijando e deixamos o filme de lado e fomos para o quarto, fizemos amor a noite inteira como uma forma de despedida.

Acordo sentindo frio e procuro o lençol para me cobrir e percebo que ainda estou nua e que estou sozinha na cama, abro os olhos e Seung Hyun não está ali, droga. Procuro meu celular e são oito horas e meia da manhã, droga pela segunda vez, se eu me atrasar Stella vai me matar. Vejo que tem duas mensagem no celular e confiro antes de levantar, são de Stella e Seung Hyun.

Stella: Vou te enviar o endereço do local, se você não aparecer te mato :x

(endereço da loja de conveniência)

Bem a cara dela dizer isso, estava com a cabeça tão ocupara que acabei nem pedindo o endereço do lugar, se ela não tivesse mandado estaria bem ferrada.

Seung Hyun: Tentei te acordar, mas foi difícil e acabei desistindo. Espero que você acorde logo. Irei viajar bem.

Eu: Espero que tudo ocorra bem! Boa viagem! (acordei atrasada :x)

Pulei da cama e fui direto para banho e fiz minha higiene o mais rápido que pude, acho que pela primeira vez fiz algo em quatro minutos o que levo uns dez para fazer, revirei todo meu guarda roupa em procura de algo fácil e peguei uma calça jeans em conjuntos com uma blusa branca e uma jaqueta preta. Passei corretivo, rímel, blush, batom e corri para a porta, peguei minha bolsa e conferi se tudo o que precisava estava dentro, calcei meu all star que estava na porta e sai, praticamente correndo. Por sorte o ônibus que passa perto da loja chegou em menos de três minutos, passo meu t-money e procuro um lugar para sentar. Por sair tão apresada de casa acabei que não conferir que horas era, pego meu celular da bolsa e era exatamente nove horas e 10 minutos. Ansiosa levanto de onde estava sentada e fico em pé, esperando o lugar onde iria descer.

- Achei que não fosse vir, já estava pesando em mil maneiras de como iria te matar.

- Desculpa, o ônibus demorou. – Minto

- Vamos logo!

Entramos no lugar e logo um senhor veio conversar conosco e nos apresentamos, dizendo que somos conhecida de seu sobrinho, que nos recomendou.

- Ah sim, eu estava a espera de vocês. Não vou fazer nenhum tipo de entrevista, já que isso aqui não é um trabalho permanente, só irei avaliar o trabalho de vocês, certo?

- Certo, nós já sabíamos disso. Quando podemos começar? E qual horário seria?

- Como vocês estudam, o horário será depois que vocês saírem da escola. Tudo bem para vocês?

- Sim e o horário que nós saímos?

- Como estudantes eu liberarei vocês ás sete da noite, é o horário que outras funcionárias irão assumir pela madrugada.

- A loja fica aberta até de madrugada?

- Ah sim, raramente iremos fechar ela. Por isso temos vários empregados para cobrir os horários.

- Quando começamos?

- Hoje mesmo, vou lhes explicar como tudo funciona, tudo bem para vocês? E o pagamento será feito em base de quantas horas vocês trabalham. Pagaremos três dlares por hora, é bem pouco né?

- Tudo bem, nós sabemos que loja de conveniência tem um salario baixo.

- Ok, vamos lá!

O senhor nos explicou tudo, como passar a compra no caixa e como organizar todos os produtos e como deve ser feita a limpeza do local. Depois de tudo explicados ficamos trabalhando lá até ás sete da noite, e o senhor ficou nos observando trabalhar todo esse momento. Não era um trabalho fácil, tivemos que repor muitas coisas e limpar, para as outras pessoas que viriam no horário seguinte.

- Vocês duas podem vir amanhã! Gostei do trabalho, espero que continuem assim!

- Obrigada! – Falamos em coro.

Após uma despedida formal fomos embora, cada uma para o seu lado. Desci perto de um café pois estava afim de beber algo gelado, e pedi um café gelado acompanhado de um cookie, o qual comi enquanto andava no caminho de volta para casa mesmo. Me sentia cansada, nunca havia trabalhado desse jeito. E só quando chego em casa percebo que não havia falado com Seung Hyun, pego meu celular e há algumas mensagens suas aguardando por respostas.

Seung Hyun: Obrigado! Acho que eu deveria ter me esforçado mais para te mais para te acordar! Cheguei bem e estou em segurança, chefe!

Eu: Tudo bem! Deu tudo certo de qualquer forma, está ocupado? Fico feliz que tenha chegado em segurança hahaha.

Espero por cinco minutos sua resposta, mas ela não vem, provavelmente está ocupado. Levanto e tiro a roupa e vou direto para um banho, que mais uma vez é mais rápido do que o previsto, estava tão cansada que não tinha vontade de mais nada. Como jantar peguei uma banana e comi, e em seguida fui dormir, sem nem mesmo conferir meu celular novamente.


Notas Finais


Não está todo revisado, então me desculpem se houver alguma coisa errado! :x


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...