História I Miss you - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Girls' Generation
Personagens Jessica, Taeyeon, Tiffany, Yoona, Yuri
Tags Girls' Generation, Hwang, Jessica, Kim, Snsd, Taeny, Taeyeon, Tiffany, Yoona, Yuri
Visualizações 65
Palavras 1.096
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Capítulo Final


 Dias e dias tinham se passado, mas eu ainda tinha alguma esperança, nem que fosse pouca. Em nenhum dia deixei de te visitar, em nenhum dia deixei de passar horas e horas ao seu lado, mesmo que você não estivesse acordada ou não estivesse sorrindo. Sua expressão estava a mesma coisa fazia dias: serena e sem nenhum indício de que você poderia acordar a qualquer instante. Mas eu ainda acreditava nisso até então, eu precisava acreditar nisso.

Faziam quatro dias desde a última vez que tive de visitar você naquele hospital. Eu odiava ir à lugares assim e agora eu tinha mais um motivo para isso, sempre foi por você, sempre seria se não tivesse acontecido.

E foi justo naquela vez, a última vez, que sua mãe veio até mim, com a aparência de quem não dormia fazia horas e horas, mas eu não poderia negar que também estava daquela forma. Nós sempre conversávamos nos dias que estávamos no hospital, mas naquele dia ela me deu a pior das notícias.

"Tiffany, querida, saiba que estou sofrendo tanto quanto você e faria qualquer coisa para poder mudar isso, mas infelizmente está fora de meu alcance... - ela disse em meio ás lágrimas e eu, como não estava em uma situação melhor, já podia sentir meus olhos se embargarem - Os médicos tentaram de tudo, mas ela não consegue reagir bem... - um soluço dela foi o bastante para que minhas lágrimas tivessem escorrido - Taeyeon está morrendo. Eu deveria saber, a saúde dela nunca foi uma das melhores, e ainda com o impacto de um acidente..."

Eu abaixei o olhar, certamente na hora não podia acreditar, eu não queria ter que aceitar aquilo. Como eu poderia viver só de imaginar que não veria mais seu sorriso e sua covinha ou seus olhos ao acordar?

"Veja bem, talvez tenha errado em não ter te dado antes, mas... encontraram isso no carro dela algumas horas depois do acidente. Certamente era para ser destinado a você." - Ela disse ao me estender uma carta e uma caixinha.

Minhas mãos trêmulas agarraram os objetos. Na carta estava escrito meu nome, e embaixo entre parênteses algo como "Leia quando estivermos sozinhas."

Assim que abri a carta e comecei a ler, quase parei de respirar.

Querida Fany,

Nesse exato momento em que estou escrevendo essa carta, mal consigo achar as palavras certas para descrever tudo o que eu queria, até porque esse sentimento tão grande que compartilho com você não poderia ser explicado em palavras.

Queria pedir perdão por escondermos isso por tanto tempo, mas quem diria, não é? Uma garota como você e uma garota como eu, totalmente o contrário uma da outra. Mas é como dizem por aí... os opostos se atraem. Tudo que não tenho em mim, posso encontrar em você, Tiffany. Por isso acho que nos entendemos tão bem.

A cada dia aprendo algo com você, e posso dizer sem hesitação que é assim que desejo passar o resto da minha vida. Talvez eu seja um pouco jovem para pensar dessa maneira, afinal com toda a certeza vamos ter alguns obstáculos, mas como já te disse várias vezes, eu estou disposta a ultrapassa-los por você e por nós.

Creio que enquanto você está lendo esta carta agora, estamos juntas em um lugar especial, que farei questão de trazer você quase sempre. Ultimamente tudo o que me dá disposição é você. Tudo o que faço é por você, confesso que até ter de me levantar da cama em um dia preguiçoso.

Como citado no começo, tudo o que eu gostaria de dizer não pode ser escrito, mas tudo que você precisa saber é que eu te amo, te amo como nunca amei alguém antes, e vou amar pelo resto da minha vida. Estamos terminando a faculdade, falta bem pouco, dá para acreditar? Estamos conseguindo. Mas enfim, o propósito dessa carta, além de te dizer algumas coisas que eu queria, é te perguntar algo bem importante.

A pergunta é...

Você aceitaria passar o resto de seus dias comigo, Tiffany Hwang?

Aquela carta fez meu coração se apertar. Eu não poderia responde-la, eu não poderia ver sua reação quando dissesse com todas as minhas forças um simples "Sim" que mudaria radicalmente nossas vidas. Infelizmente eu não poderia retribuir todas aquelas palavras, pois agora elas ficaram entaladas.

 Depois daquilo, eu abri a caixinha, e naquele exato segundo eu oficialmente me senti acabada, logo me vendo de joelhos no chão daquele lugar. Dentro da caixinha haviam duas alianças com nossos nomes. Nunca chorei tanto quanto naquele dia. Você simplesmente se foi.

< IMY >

Agora estou aqui, sentada sobre uma rocha de tamanho médio perto de seu túmulo, e confesso que me dá uma tristeza enorme te ter indiretamente diante de mim e saber que você não vai aparecer para mim como sempre fez. Me dói escrever cartas que você nunca vai ler, dizer palavras que você nunca vai ouvir.

Espero que esteja contente, pois dessa vez tratei de trazer uma flor da terceira cor do arco-íris, o amarelo, e continuarei trazendo até completar todas e repeti-las. Lembro de você me dizer o quanto gostava do arco-íris, pois as cores que o formavam era um conjunto de sentimentos que poderia significar tudo aquilo que alguém poderia sentir em um único arco. Eu sempre estranhei você pensar algo assim, mas agora até consigo entender um pouco.

Falta bem pouco para eu e as meninas terminarmos a faculdade, e quando eu terminar, pretendo fazer tudo aquilo que combinamos. Viajar o mundo, sempre experimentar coisas novas, superar obstáculos e seguir em frente.

Construirei um futuro saudável e feliz, pois sei que é assim que você gostaria que fosse. Mas não pense que isso quer dizer que esquecerei do meu passado, sempre me lembrarei de você.

Carta 03

2014.04.09


Levantei e toquei a flor com as pétalas amareladas sobre o túmulo. Ela tinha partido para nunca mais voltar, mas sei que em algum momento vamos nos encontrar novamente, sei que quando eu estiver feliz, ela estará feliz por mim também. Deslizei os dedos pela pedra e levantei, respirando profundamente o ar puro do dia. As árvores balançavam ao meu redor, o céu era preenchido por muitas nuvens e o vento bagunçava meus cabelos... foi assim que saí daquele cemitério; carregando cartas minhas e dela. Lembranças.

Você mentiu para mim, eu confiei naquelas palavras e tudo o que você fez foi exatamente ao contrário. Mas estou feliz porquê soube dos seus sentimentos.

Mas apesar de tudo, não esqueça, mesmo que se passe dias, meses, anos...

Eu sinto sua falta. 


Notas Finais


Obrigada por chegar até aqui, eu realmente não sei se foi algo legal de se ler, mas gostaria de ver suas opiniões.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...