História I Need U - Imagine Park Jimin - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Adultério, Jimin, Namjin
Visualizações 221
Palavras 559
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus bebês! Voltei com mais um capítulo. Boa leitura.

Capítulo 5 - V - Ela dominou o meu coração


Fanfic / Fanfiction I Need U - Imagine Park Jimin - Capítulo 5 - V - Ela dominou o meu coração

"Eu fico nervoso mesmo que feche meus olhos por um segundo

Quando olho você, sinto que vou ficar sem fôlego

Como você pode ser tão assustadoramente bonita?"

Stuck, Monsta X

Seoul, 16 de março de 2010

A aula passou assombrosamente rápida, durante este tempo eu ficava observando S/N. A observação sempre foi o meu meio de estudá-la, eu podia descrever seu humor só com um simples gesto que a mesma fizesse, isso soa um pouco doentio, mas, a melhor aprendizagem, era a de entende-la.

Eu tentava descrever sua aflição, incrivelmente, eu não consegui mais ler suas emoções, a S/N estava apagada, sem expressão, como um robô, o que havia acontecido? Será que foi Namjoon que fez isso?

- Jimin-ssi. - Tae estrala os dedos em frente a minha face.

- Hum? - me desperto do transe.

- Você estava fitando a S/N com a boca aberta. - ele ri.

- Estava? - digo bobamente.

- Estava sim, agora vamos pro refeitório. - ele me puxa.

- O sinal já tocou? - pergunto assustado.

- Nossa, a S/N está mesmo fazendo sua cabeça. - ele revira os olhos

- Seu babaca - dou um peteleco em sua nuca.

Nos dirigimos a cantina, estava lotada de alunos.

- Você compra os lanches e eu guardo o lugar na mesa. - digo à Tae.

- Que folgado, eu deveria fazer você comprar os lanches, por causa da sua demência. - ele diz.

- Mas, como você não vai fazer isso, eu guardo o lugar na mesa. - pisco e vou para a mesa.

Me assento em um dos lugares, meu olhar se expande por toda a cantina, a procura de S/N, mas ela não estava lá.

Logo sinto alguém se aproximar

- Olá Park Jimin. - era Namjoon, Namjoon e sua turma.

- Olá Kim Namjoon. - sorrio minimamente.

- Está tudo bem? - ele se senta, e seus amigos também.

- Estou perfeitamente bem, e você? - o encaro.

- Bem também. - ele diz e me analisa. - Bom... Um passarinho me contou que você e a S/N saíram ontem.

- Me diga o que isso vai mudar na sua vida. - rebato.

- Só estou lhe abrindo os olhos. - ele ri e sai com seus amigos.

Logo Tae chega com os lanches

- O que foi isso? - ele me analisa.

Mais tarde, descobrimos que Namjoon era gay, mas, talvez você queira saber essa parte da história, estou certo? Vocês devem querer saber qual a parte em que a S/N vem falar comigo de novo, bom, irei contar.

Tudo foi um mês depois de tudo isso.

Seoul, 15 de abril de 2010

Eu estava em minha cadeira, perdido em meus próprios pensamentos, até meus dedos batendo no livro era mais interessante que a aula de Filosofia.

Sinto uma mão tocar na minha calmamente, me fazendo parar de batucar, olho minimamente para encarar a pessoa, e me surpreendi, era S/N.

- S/N? - pergunto assustado.

- Olá Jimin, não fique assustado. - ela ri. - Só vim me desculpar.

- Desculpar? - arqueio as sobrancelhas.

- Sim, por ter te ignorado esse tempo todo. - ela balança a cabeça.

- Tudo bem, já me acostumei. - dou de ombros.

- Não quero que pense assim, eu tenho o dom de estragar as coisas, então me desculpe por ser estúpida assim. - ela diz tristemente.

- Só com uma condição. - digo animado.

- Qualquer uma. - ela diz sorridente.

- Depois da aula vamos tomar sorvete. - abro um largo sorriso.

- Okay. - ela ri.

Talvez ela não seja tão durona como dizem.


Notas Finais


Até mais 🍉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...