História I Need You - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tom Holland
Personagens Personagens Originais, Tom Holland
Tags Homem Aranha, Tom Holland
Visualizações 13
Palavras 1.585
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 3 - Eu esqueci de me trancar


Quando cheguei no apartamento fui direto tomar banho e depois desci para fazer um chá, tiro uma foto da caneca e posto no Twitter:

“Alguém aceita?” 

Eu tenho uma quantidade considerável de seguidores, graças a Victoria, minha antiga vizinha que virou minha melhor amiga nos meus primeiros dias aqui e ela já era meio famosa, aí a gente começou a zoar com umas coisas e postar foto de biquíni juntas, pronto, choveu seguidor. Mesmo a gente sendo da mesma sala, sinto muito falta dela quando não estamos na escola, então a gente tá sempre se falando, mandei uma mensagem falando do Tom quando a gente ainda tava no bar, falei que ia no apartamento dele hoje, mas não contei o que aconteceu, vou deixar pra amanhã. Logo começo a lembrar do Tom, mas resolvo não pensar muito nele e ir deitar pois já está tarde, mas parece que o universo não concordou muito com essa minha escolha, pois @TomHolland1996 me manda uma mensagem no Twitter, como ele me achou?

“Eu aceito” ele fala se referindo ao chá 

Pensei em responder ~já acabou, mas se você quiser vir aqui eu te faço o chá e o que mais você quiser~

Mas enviei apenas:

“ Já acabou Tom :/ “

Ele manda uma carinha triste e logo depois:

“Fazendo o que?” 

“Conversando com um tal de Thomas” 

“Sério? “ 

“Sim, acho que ele é o ator que fez o Homem-Aranha, aquele bonitinho sabe?”

“Bonitinho?”

“Ah, sim, até pegaria” 

“Bom saber” 

“Mas eu queria era ouvir a voz dele” 

 

Ele não me responde e eu acho melhor ir dormir de uma vez, e então, meu celular começa a tocar

-Alô

-Oi Isa

-Tom? Como você descobriu meu número?- falo baixinho, para as meninas não ouvirem 

-Tenho meus contatos, mas por que você tá sussurrando?

-Pra não acordar as meninas, a Ana no caso, porque nem um trator acorda a Sophie 

-Ah não precisa não - ele fala rindo e eu entendo 

-Ahh, então seus “contatos” é a Ana né? 

-Na verdade é o Haz mesmo - fala rindo - Pedi pra ele pedir seu número pra Ana, aí ela perguntou por que, e eu falei que ela tava me devendo essa

-Te devendo por que? 

-Sabia que você ainda tá sussurrando? Sério, para - ele fala rindo meio nervoso

-Mas por que? - falo rindo - e responde minha outra pergunta 

-É excitante - nessa hora eu fico vermelha 

-Meu Deus Thomas - falo normal 

-Obrigado e respondendo sua pergunta: ela que atrapalhou nosso quase beijo

-Sim, mas você contou pra ela?

-Não, só falei que ela atrapalhou um negócio quando gritou seu nome, mas provavelmente ela vai te perguntar o que aconteceu 

-Muito obrigada Thomas

-Por nada Isa 

-Idiota - falo rindo 

-Mas você gosta 

-Boa noite Tom - falo e ele ri

-Boa noite Isa - e desligo.

 

Rapidamente durmo, mentira, eu fiquei vendo o Instagram do Tom, e cara, ele no Brasil, adorei, ele postou um vídeo, que eu acho que o Harry que fez, só da experiência dele em São Paulo, no hospital com crianças especiais, isso é muito lindo, imagina como aquelas crianças ficaram felizes!

Percebo que são quase 2 da manhã e resolvo ir dormir 

 

6hrs meu despertador toca, e eu fico sem a mínima coragem de levantar, pego meu celular e posto no Twitter:

“Nunca mais fico até 2 da manhã stalkeando alguém” 

Levanto e vou me arrumar pra escola. Desço já pronta pra tomar café e Ana está aqui embaixo 

-Isa, o que aconteceu quando a gente tava indo embora ontem? - ela já pergunta 

-Nossa, bom dia pra você também - falo e ela me olha com a cara de “fala sério”

-Tá, eu e o Tom quase nos beijamos - falo encostando na pia e encarando ela

-Você não acha que tá muito cedo? - ela pergunta

- Sinceramente, não sei. Eu não sei nada do que eu tô sentindo, aliás, eu conheci ele no sábado e já tô sentindo alguma coisa - falo seria

-Mas você gosta do que você tá sentindo? - assinto com a cabeça 

-Mas eu não faço a mínima ideia do que é

-Você já se apaixonou Isa? 

-Não, nunca tive tempo pra isso, você acha que eu tô apaixonada? 

-Ainda não, mas vai ficar, você pretende ficar com ele? - pergunta 

-Olha, eu quero, só não sei o que vai acontecer depois 

-Só toma cuidado então 

-Por que? 

-Não quero que você se machuque, ele é o Tom e você chamou a atenção dele, então provavelmente ele não vai só transar com você e cair fora, mas ele é famoso, várias pessoas vão influenciar a vida de vocês, então, toma cuidado

Quando ela termina eu a abraço 

-Obrigada Ana - digo nos separando 

-De nada pequena, agora eu vou deitar de novo 

-Espera, você desceu 6h40 da manhã só pra conversar comigo? 

-Por incrível que pareça, eu desci, nem eu tô acreditando também - ela fala e a gente começa a rir. 

 

Quando chego na escola começo a procurar a Vic, logo a acho na sala

-Eu não acredito que você fez isso comigo! - Vic fala e eu já entendo

-O que eu fiz? - me faço de desentendida

-Para de graça Isabella! Você sabe o que você fez, ou melhor, deixou de fazer - ela fala e eu começo a rir

-Tá, a gente foi pro apartamento deles...

Conto tudo o que aconteceu até a ligação de ontem

-Espera, por que ele achava que você queria o irmão dele? - ela pergunta 

-Olha, a gente meio que conversou bastante e os assuntos desenvolviam, na primeira vez que a gente conversou eu simpatizei com ele, foi tipo eu e você, sabe?

-Entendi, mas ele tirou essa história da cabeça? 

-Acho que sim, eu dei um selinho nele, mesmo depois da Ana ter gritado meu nome nos separando e foi por livre e espontânea vontade - então o sinal toca e falo para continuarmos depois.

Quando bate o último sinal é um alívio, saio da escola e vou para o outro lado da avenida, onde tinha combinado de encontrar Sophie, já que íamos almoçar juntas, mas lá eu encontro um outro carro 

-O que você está fazendo aqui Holland? 

-Sophie teve um imprevisto, pediu para que eu te buscasse e te levasse pra almoçar, pra você não morrer de fome - fala Tom e eu começo a rir 

-Claro que ela disse isso - falo e cruzo os braços 

-Tá bom, talvez, só talvez, ela já estava aqui e eu falei que queria te levar para almoçar - ele fala contando a verdade 

-E como você descobriu onde eu estudo? 

-Pedi pra Ana 

-Claro

-Entra no carro

-Depende, pra onde você vai me levar? 

-Pra onde você quiser ir pequena 

-Até The Ivy? - pergunto zoando já que é bem caro lá 

-Até lá, por mais que seja bem caro, então eu acharia melhor que a gente fosse pra lá em um encontro oficial e a noite - menino inteligente nas respostas, começo a rir e entro no carro, ele olha pra mim, esperando uma resposta

-Vamos pro Burger King 

 

O caminho inteiro a gente foi discutindo 2 coisas: qual rádio ia deixar e quem é melhor: Batman ou Homem de Ferro

-Que super herói é o Homem de Ferro sem a armadura? - pergunto 

-Que super herói é o Batman sem...sem nada na verdade, nem alguma coisa que o deixe com poderes ele tem, do que adianta ser rico

-Tá, você ganhou - falo e ele me olha e sorri, e eu sorrio de volta balançando a cabeça. 

No BK a gente resolve passar no drive thru e comer no meu apartamento, já que não tinha ninguém.

Chegando lá vou pra cozinha pegar prato e ketchup, e percebo que Tom foi atrás de mim

-Quer refrigerante? 

-Quero - ele fala e depois parece ter lembrado de algo - eu esqueci de te perguntar uma coisa sobre ontem - ele fala 

-Pergunte - falo colocando o refrigerante nos copos 

-Quem você ficou stalkeando depois que a gente terminou de conversar ? - ele pergunta e eu dou um sorriso meio irônico 

-Ah, um cara aí que me chamou atenção - fui me aproximando - entrei no Instagram dele, gostei das fotos - nessa hora já não existia mais espaço entre a gente, Tom coloca as mãos na minha cintura e aperta de leve  - principalmente umas sem camisa - então coloco uma mão no seu abdômen, por baixo da camisa e arranho de leve - essas, eu adorei - falo olhando no fundo dos olhos dele e nesse momento ele me vira e me prensa na parede. Olho para a sua boca e meu desejo é rapidamente concebido. O beijo não começou rápido, mas sim necessitado, nós estávamos nos explorando, cada movimento era um novo sabor, eu puxava seu cabelo e arranhava sua nuca, ele pressionava seu corpo no meu e apertava minha cintura, percebi que ele queria descer a mão, mas estava incerto se fazia ou não, então eu peguei sua mão e coloquei na minha bunda e apertei. Depois de um bom tempo se pegando, paramos bem ofegantes e ficamos nos olhando, então ele coloca as mãos no meu rosto e me dá um selinho 

-Não quero quebrar o clima, mas... - ele começa e eu já sei 

-Você tá morrendo de fome? - pergunto e ele assente rindo -Vem vamos, daqui a pouco eu passo mal de fome também.

 


Notas Finais


Gente, o título é da música “Nós” da Anavitória


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...