História I NeeD YoU❤ - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Taekook
Exibições 5
Palavras 1.172
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá gente tá aqui mais um capítulo da fanfic então vamu lê.
Gente e obg pelos 11 favoritos! Amo vcs❤🐰

Capítulo 5 - *Amiga nova*


Fanfic / Fanfiction I NeeD YoU❤ - Capítulo 5 - *Amiga nova*

Quando acordei, eu acordei feliz. Super feliz, era o beijo que tinha me tocado. Mas às vezes penso, por quê ele fez isso? , porque aconteceu de repente. Mas vamos andar com a vida. Hoje lembrei que tenho um "encontro" com a menina que me esbarrou ontem, ainda não entendi esse papo dela de me proteger... Mas vamos seguir com a vida. Me levanto da cama e vou ao banheiro e vejo novamente o Tae escovando os dentes lá, mas só que hoje ele não me dirigiu uma palavra, nem acenou, nem nada. Não entendi o porquê disso, afinal ele me beijou ontem, e eu deixei. Muito estranho, mas vou fingir que não me importo. Quando terminei e desco para a cozinha vejo o inesperado. O Jimin beijando o Tae, eu sinceramente fiquei muito confuso naquele momento, ele me beijou ontem, e ai eu percebi que ele me usou, ele me usou, e não tem volta. Fui andando pra geladeira pegar um sorvete, e o Tae foi chegando perto e disse: 
-Eu sinto muito por ter feito aquilo, mas não pode acontecer nada entre nós.-Ele disse sussurrando.
-Ah sério?e você vem falar isso agora?- Eu disse quase gritando e todo mundo olha para nós, principalmente o Jimin.-ENTÃO VAI TOMAR NO SEU CÚ!-Gritei logo para todos ouvirem que eu estava com raiva e saí correndo em direção à porta e saí e comecei a andar um pouco por aí. Vejo que aquela menina de ontem apareceu em minha frente e diz:
-Então você resolveu de última hora que não ia mais me encontrar? Porque eu fiquei te esperando plantada lá na mesa há horas e você está perambulando por ai e ainda não tem coragem de mandar pelo menos uma mensagem dizendo que não vinha mais?! OK, se você pretende dar alguma desculpa esfarrapada, é melhor nem perder seu tempo.-Ela disse com lágrimas nos olhos e saiu correndo esbarrando em mim. Eu estava sem reação, não entendi o porquê de ela ter ficado tão chateada... Resolvi ir atrás dela e contar tudo o que aconteceu, até que ela decidiu me desculpar. E eu perguntei o porquê de ela ter feito aquilo comigo ontem e ela falou:
-Sobre isso... O que eu vou te contar aqui é uma coisa que não pode sair da sua boca nem por decisão de vida ou morte! Eu fui clara?-Perguntou ela com uma voz calma e fina. Ate hoje não sei seu nome.
-Você foi clara. Mas, qual seu nome?
-Meu nome é Sun Hee. O seu eu já sei então não precisa nem falar... Tá, agora vou falar o confidencial. Há pessoas nessa cidade que são contra a qualquer tipo de diferença. Gays, Lésbicas, Transexuais, Bissexuais e tals. Então há uma pessoa nessa cidade que juntou um grupo que são do mesmo jeito dele. Ele se chama Kwan, então vou dizer o que eu tô fazendo nessa história. Eu sou de outro grupo que protege vocês. Ontem  que eu te empurrei, eu estava te protegendo, porque tinha um homem ali, bem escondido, mas tinha, com uma arma apontada pra você e que ia fazer você sabe o que. Então é isso. Eu arriscou muito minha vida por vocês, porque por mais que vocês sejam assim, vocês ainda são pessoas, humanos...-Ela disse e eu fiquei totalmente sem palavras triste e raiva ao mesmo tempo, mas fascinado que existem pessoas que nos protegem como a Sun Hee e depois que ela falou tudo isso eu lhe dei um abraço, um abraço bem forte e disse:
-Muito obrigado mesmo, por fazer isso por mim, por todos nós na verdade, eu não consigo acreditar que existem pessoas que fazem isso, tanta maldade, mas muito obrigado mesmo, isso vai me ajudar a ter mais cuidado.
-Bom... Disponha! Ah e aliás, o nome do grupo deles se chama "NOLGBT" que significa "Nós odiamos Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais. Então tome cuidado! Ele sabe cada um que é gay nessa cidade, então não fique andando por aí como um idiota.-Ela disse colocando a mão em meu ombro. Depois disso tudo fomos andar mais um pouco e fomos em uma lanchonete e conheci um pouco mais dela, bom ter ela como amiga, ela realmente sabe entender seu lado e tem senso de humor. Terminamos e ela me levou à minha casa e veja só quem abre, Tae, isso mesmo. Ele me vê e olha a Sun Hee de cima a baixo, como se tivesse com ciúmes, mas nem liguei e deu um beijo na bochecha dela e me despedi e entrei em casa e Tae me olha e diz:
-Quem é aquela menina?
-Por que você se importa? Cara, realmente eu não te entendo. Primeiro você me beija, depois diz que não pode ficar comigo e agora pergunta quem é ela como se tivesse com ciúmes com a maior cara de cú! Eu não te devo satisfações querido! Se toca!-Disse e sobi pro meu quarto e sinto o Tae segurando o meu pulso e me viro e ele me dá um beijo, mas eu não o acompanho, porque eu não queria aquilo, eu não queria que ele me usasse assim. Dei um empurrão nele e dei um soco na cara dele, minha mão doeu muito com certeza e fui pro meu quarto, depois coloco um gelo na minha mão. Deitei em minha cama e comecei a pensar em se eu realmente deveria gostar do Tae e comecei a pensar na Sun Hee, ela é diferente, ela é engraçada, entende você e sabe falar com você de uma forma doce, isso que eu queria que o Tae fizesse comigo, mas não, ele não faz isso, tudo o que ele faz é me decepcionar. Parei de pensar um pouco nisso e comecei a dormir, já era de noite então dormi até o outro dia. amanhã é outro dia.  Hoje acordei com a mão inchada e dolorida do soco de ontem, que burro! Quem mandou não colocar gelo, agora não consigo nem fechar minha mão direito de tão dolorida. Fui escovar meus dentes e hoje não vejo o Tae, mas também não me importo. Desci as escadas e fui pegar gelo pra colocar em minha mão até que ela melhore um pouco. Jimin veio falar comigo:
-Garoto! Quem você pensa que é pra bater em meu namorado, Hein? Para de ser idiota e não se intromete mais na vida dele. Ok? 
-Meu filho, o primeiro de tudo, eu não me meti em nada, até porque foi ele que veio me beijar e duas vezes e segundo que eu não quero machucar a minha outra mão dando um soco nessa tua cara!-Disse e ele ficou ali parado sem falar nada e depois se virou e subiu as escadas. Só queria saber se esse menino é retardado. Beleza, minha mão já melhorou um pouco mais. E saio de casa pra comer alguma coisa e esbarro em alguém.
-Desculpa!-E vejo que era o Tae com um ponto no nariz e um pouco de algodão dentro do nariz com um pouco de sangue.-Na verdade, eu retiro minhas desculpas.-E vou embora para uma lanchonete.

Notas Finais


Hello coelhos🐰 oq acharam desse capitulo? Digam ai nos comentários. GENTE DÊEM FAVORITOS SE VC ESTVER GOSTANDO E COMENTE TBM PQ ISSO ME MOTIVA A ESCREVER MAIS CAPITULO E TER MAIS INSPIRAÇÃO, OKAY GALERA? POIS UM BEIJO E UM QUEIJO E ATÉ OUTRO CAP❤🐰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...