História I Need you... - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz"
Tags Diabolik Lovers, Reiji, Romance, Shoujo
Exibições 75
Palavras 2.731
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieee

Capítulo 25 - É agora...


                             Death on 

   Eu estava deitada na cama com Reiji que dormia calmamente, do lado de fora da janela o céu chorava assim como minha alma, apenas algumas horas e eu posso nunca mais pisar nessa terra, nunca mais explodir de raiva com todos, nem rir de todas as graças que as meninas fazem, posso nunca mais sorrir ou até mesmo chorar, posso perder os melhores momentos da minha vida, amanhã eu coloco um ponto final na minha vida ou apenas mais uma vírgula, trovões e raios eram lançados do céu mas apesar disso se via a lua perfeitamente com todo seu esplendor, ele brilhava como nunca nessa noite... levantei da cama, vesti uma roupa básica, amarrei os cabelos e sai, sem ninguém me ver, em alguns minutos ja estava encharcada mas simplesmente não me importei, e por incrível que parece pela primeira vez eu queria estar ali, no meio da tempestade sozinha no meio da escuridão, caminhei mais um pouco até dar de frente com o portal para voltar ao mundo superior, e assim fiz, dando bem no centro de Tóquio que também chovia de forma violenta, pessoas corriam na rua embaixo de pastas e blusas, buscando desesperadamente por um lugar onde poderiam fugir da chuva e eu só andava, um passo de cada vez, sentindo cada gota cair sobre meu rosto e se misturar as minhas lágrimas que passavam despercebidas por todos, mais alguns quarteirões e cheguei ao famoso cemitério da cidade que infelizmente estava fechado, quebrei o cadeado e entrei, fui até o túmulo do meu "pai" e de Lucy, quando cheguei lá fiquei prestes a explodir de raiva, os túmulos estavam qubrados e abertos e sem os caixões dentro, olhei dentro do túmulo do meu pai e havia um papel todo cheio de lama, molhado e com as letras borradas pela água, estava escrito peguei eles por garantia e troféu caso você fuja... beijos ! Angel... FILHA DA PUTA ! VADIA DESGRAÇADA, QUEM ELA PENSA QUE É ?! EU JURO QUE EU VOU MATAR ELA NEM QUE SEJA NO MEU ÚLTIMO SUSPIRO DE VIDA !!!! 

   Sai do cemitério desnorteada, sem saber meu caminho, se eu voltasse pra casa agora iria cometer uma loucura, a minha vontade de cruzar com a Angel agora é maior do que nunca essa garota passou dos limites, mensagem com sangue ?! Clichê, ameaças?! Comum ! Beijar meu namorado ?! Vadia ! Agora mexer no túmulo dos meus pais ?! Eu acho bom que o testamento dessa puta esteja pronto, porque ela vai precisar.... sem nem perceber apareci na frente do portal, entrei e la estava na porra do submundo denovo, eu poderia ir pra casa da sayuri mas ela e a misaki iriam ficar me dando sermão e tudo que eu não tenho no momento é paciência, andei mais umas meia hora e cheguei na casa da kassandra, pelo menos essa eu posso xingar a vontade, bati na porta e nada, bati de novo e nada, gritei e nada, me irritei e chutei a porta e olha só abriu !! 

    - Death ?! PORRA É A QUINTA PORTA ESSA ANO CACETE !!! 

    - EU COLOCO OUTRA PORRA, AI QUE ÓDIO!!! 

    - Você tava aonde ?! Meu santo Hades... - pera quem?! - Death vai pro chuveiro agora, você não pode ficar assim.... - ela saiu me empurrando pro banheiro, dizendo que eu era louca e que não podia estar toda molhada desse jeito, não na minha situação, ótimo fuji das tias chatas pra casa da mãe... tomei um banho quente bem demorado, basicamente fiquei sentada no chão deixando toda aquela água levar parte da minha raiva, ou kassandra ia morrer hoje e ela não é obrigada a me aturar, coloquei uma roupa dela e fomos pra sala, ja que ela tem alguma coisa pra me dizer... 

    - Ótimo qual a revelação bombástica do ano ?! Mas antes tem.... 

    - Doce de limão ?! Tem sim. - ela levantou e foi pegar minha maravilhosa torta de limão que só ela sabe fazer... - aqui ! Voltando ao assunto, Death seu pai falou comigo ! 

    - Oi ?! Que ?! Não pêra, o todo poderoso ou o espírito perdido ?! 

    - O rei do inferno, mas enfim lembra quando eu te disse que tinha alguma coisa de bloqueando ? 

    - Pronto eu vou morrer né?! Ai meu santo Hades, mas antes eu mato aquela vadia !! Como é que eu fiquei doente pelo amor de Hades, eu to a vinte anos sem ficar doente p..  

    - Death!! Cala a boca porra, você não vai morrer, eu espero, é um pouquinho mais complicado que isso - eu estava quase me matando ali mesmo pra poupar tempo - Death você está grávida!! 

   Grávida?! Não, Não não e não !! Eu simplesmente não posso estar grávida, pelo menos não agora, eu estou indo pra linha de frente de uma guerra amanhã, simplesmente não dá.... meu mundo parou, não ouvia e não sentia mais nada, grávida, era uma mistura de sentimentos ali naquela momento, eu era a mulher mais feliz do mundo, o sonho da minha vida foi ter um filho, mais também era a mais triste, saber que meu filho pode morrer antes mesmo de nascer, que eu posso não olhar pra ele uma só vez, não ver ele dando seus primeiros passos ou dizendo suas primeiras palavras... eu sentia algo inexplicável, algo incrível, algo bom mas ruim... não isso não é ruim, é só mais um motivo para vencer, eu vou lutar e vou ganhar, e quando isso acabar vou criar meu filho longe daqui, por um momento voltei a realidade e vi kassandra olhando pra mim estática, e me permeti chorar ali mesmo, todas as minhas mágoas e alegrias, por uma vez eu chorei feito uma criança e ka me olhava perplexa... 

    - Não gostou da notícia?! Amiga você está chorando !! 

    - Eu não podia estar mais feliz... - ela me abraçou e ficamos ali conversando. 

    - Amiga e se o Reiji não aceitar ?! 

    - Eu criei oito sete garotas sozinha, você aibda acha eu preciso de alguém pra cuidar da minha filha ?! 

    - Como sabe que é menina ?! ja tem mulher demais nessa familia ! 

    - Só um palpite... 

                               Reiji on 

   Acordei pela manhã, e Death não estava do meu lado, olhei em volta do quarto mas nada, suspirei e levantei ela provalvemente nem dormiu essa noite, olhei pela janela e o tempo não poderia estar pior, as nuvens de chuva cobriam todo o céu, rastros da chuva que acontecera na noite passada foi deixado na terra, o cheiro de grama molhada exalava por todo canto, algumas árvores caidas e o rio um tanto mais cheio... fechei as cortinas e fui para o banheiro, nunca estive tão nervoso na minha vida, a minha primeira guerra e provavelmente a última, onde não só posso perder meus irmãos e amigos, como posso perder minha mulher, Death não anda bem tanto fisicamente coml emocionalmente, ela muda de humor toda hora vive chorando sozinha e passando mal e acha que nós não vemos, eu simplesmente não posso deixar ela morrer nem que isso custe a minha vida, ela se tornou tudo que eu tenho em tão pouco tempo, nunca amei ninguém so jeito que amo a Death e pensar que isso pode acabar em algumas horas é  a pior coisa que eu poderia sentir... vesti uma roupa e bateram na porta do quarto. 

    - Reiji ?! Cadê a Death?! - faloh rebekah e Alex na porta desesperados ! 

    - Bom dia pra vocês também... 

    - Essa dia pode ser tudo menos bom, os líderes estão ai, os exércitos estão todos ai, está todo mundo desesperado, sabe quanto homens tem aqui ?! Milhares e a única pessoa que sabe administrar isso não está na porra do castelo !! Me diz oque isso tem de bom ?! - falou rebekah 

    - Como assim não está no castelo ?! Quando eu acordei ela ja não estava mais no quarto, ja tentaram ligar pra ela ?! 

    - Pra ela e pra metade do mundo, mas ela não atende e nem passou por nenhum desses lugares - falou Alex, me mostrando as chamadas... droga Death!! Sumir logo agora !! 

    - Da pra alguém me dizer onde aquela pessoa se meteu ?! - falou Sebastian aparecendo no corredor - ta todo mundo louca la embaixo, minha mulher ta grávida !! Eu vou matar a Death ! 

    - Você não vai fazer porra nenhuma! Ela ja vai aparecer !! 

 

    - Ela quem ?! - falou Death... Death!! 

    - Onde você tava e porque não atende? - falou rebekah quase pulando nela.. 

    - Eu sai e estava chovendo, meu celular não é aprova d'água então ele pifou.. - ela está calma ?! É sério isso ?! A Death ta calma !! Eu devo estar sonhando só pode  

    - Ta todo mundo ai e você sai ?! Perdeu a noção do juízo não tem nada pronto ainda !! - falou Alex...três... dois ... um, e..... 

    - NADA PRONTO ?! VOCÊS TEM PROBLEMA PORRA ?! VOCÊS TEM NOÇÃO QUE SÃO MAIS DE MIL HOMENS LA EMBAIXO ?! NÓS TEMOS ATÉ A PORRA DO POR DO SOL E JA É MEIO DIA, VOCÊS DEPENDEM DE MIM PRA TUDO É ?! PUTA QUE ME PARIU VIU, EU QUERO TODO MUNDO LA EM BAIXO EM CINCO MINUTOS SEM EXCEÇÃO !! ESTÃO OUVINDO ?! - eles assentiram e sairam correndo, pronto agora está tudo normal... - Bom dia amor, desculpa não ter avisado eu simplesmente não consegui dormir e tive que sair - disse e me beijou, é definitivamente hoje o dia está louco

   - Vamos ?! - falei e ela assentiu, Death estava mais feliz que o comum mesmo sendo o pior dia pra isso, aonde será que ela foi pra voltar assim, descemos pro pátio atrás do castelo e meu santo Deus, eu nunca vi tanto homem reunido em um lugar só, estavam divididos e a postos eram seis grupos de homens, primeiro vinha a linha de arqueiros com a mari no meio, mas de dez linhas só de arqueiros, logo atrás vinham os minotauros, centauros e sátiros, e por último os soldados que vão a cavalo. 

    - Estão prontos - Death gritou e todos se calaram e olharam pro chão-  É eu também não, mas não vamos voltar atrás não é?! E se vocês pensarem em desistir, lembrem-se de suas esposas, seus pais e filhos.... enfim, não pensem nessa guerra como a pior, mas como a maior conquista, vocês não vão só salvar a família de vocês, mas te todas as nações que estão conosco, conheço meus soldados e sei que seus corações anseiam por Vitória, e é isso que vocês vão ter.... infelizmente não posso garantir a vida a todos, mas prometo que para os que partirem que cuidaremos daqueles que vocês deixaram, agora vistam essa droga de armadura e se preparem, porquê vamos superlotar o céu hoje !! - ta ai, mais uma meta: discursar igual ela. 

    - Como você faz isso ?! Você nem ensaia ou escreve alguma coisa ! 

    - Simples, meu pai me dizia que se você insentivar um homem a fazer qualquer coisa coloque em risco oque ele ama, não fisicamente mas em palavras, misture alguns misture alguns sentimentos, uma frase de efeito e pah, você lidera um exército! 

    - Pensei que seu pai fosse um psicopata... 

    - Um psicopata que tinha ações demais, ele sabia como controlar as pessoas, as vezes eu até apanhava por não cair nos joguinhos mentais dele.. 

    - E porque não, se todos caiam ? 

    - Porquê eu soi filha dele ! Faço isso tão bem quanto ele... 

    - DEATH!!!! Os minotauros se recusam a vestir qualquet tipo de armadura oque eu faço- e essa é a rebekah pré guerra. 

    - Nada ué - oi ?! - eles são minotauros meu bem, eles são sua própria armadura ! 

                            Autora on 

   E o dia foi seguindo as horas passando e a tensão aumentando, no coração de cada soldado, esperança e medo eram alimentados na mesma proporção, e em alguns minutos o destino de todo o submundo iria ser escrito, em algumas horas uma nova princesa iria nascer, um novo demônio iria surgir mas para isso um anjo iria ter que cair, nos céus trovões se alastravam anunciando um desastre, todos trancados em sua casa implorando cada um para seu deus que trouxessem seus familiares de volta para casa... Death estava no banheiro de seu quarto, se arrumando para batalha, quando sentiu  uma leve tontura.

    - Filha ajuda a mamãe, prometo que quando isso acabar vou te dar atenção okay ?! - falou Death passando a mão na barriga em frente ao espelho e sorrindo. 

    - Death?! Está falando comigo ?! - Não, Reiji ainda não sabe que é pai. 

    - Não docinho, apenas pensando alto! - saiu do banheiro com apenas um macacão e um bota de salto preta. 

    - É só isso ?! Você vai lutar de macacão?! - ela riu da cara dele e saiu do quarto - É realmente isso ! - disse e foi atrás dela, sairam andando pelos corredores vazios do castelo até chegarem na porta de entrada onde os sakamaki e Nakamuras esperavam por eles e todas usavam uma roupa comun do dia a dia - É sério vocês ja lutaram alguma vez ?! 

    - Prontas garotas ?! - perguntou Alice e tpdas assentiram indo pra junto dela, como um impulso os garotos se afastaram ja que sempre da merda... elas deram as mãos e Alice começou a recitar um encanto, no chão apareceu uma neblina escura que aos poucos foi tomando conta da sala, uma luz azul se formou em volta de cada uma e agora os garotos forçavam a visão para ve-las, Alice parou de receitar e uma luz tomou conta do local seguido por um strondo enorme e um vento que sumiu com toda a neblina - e então oque acharam ?! 

    - Preferia o macacão-  disse Reiji olhando pra elas, Alice estava usando um maiô de magra comprida prata, uma capa branca e uma bota branca até o joelho de salto, junto de cinto preto, Mari estava com um vestido até os pés com um decote em coração e aberto no meio todo em preto e roxo , saltos pretos e duas luvas até o cotovelo, com um cinto de caveira de couro, rebekah com um shorts preto e uma blusinha vermelha justa com uma jaquetinha de couro e uma bota preta cano alto, sakura estava com um vestido de alças brancas que ia até um pouco abaixo da cintura com uma cauda de ceda transparente até o chão, coberta de ouro e um salto de cristal nos pés, marrie estava com um macacão de shorts e manga comprida azul escuro e dourado, uma meia calça de um azul mais claro, um saltl azul escuro e dourado, e uma capa com da mesma tonalidade que a meia calça, e por fim Death... ela usava um vestido justo até a cintura que depos descia soltos com duas fendas preto com predras de rubi, um decote em coração que destacava seus seios luvas até o cotovelo pretas com tiras vermelhas, e um salto vermelho, todas com uma maquiagem forte. 

    - Vocês não vão escapar não !! -disse Death e Alice estralou os dedos, deixando todos com uma roupa no mesmo modelo mas combinando com as cores de cada uma.. - Que lindos !!! 

    - Vamos pra guerra ou pra um desfile ? - falou ayato olhando a roupa deles. 

    - Vocês tem mesmo que estragar tudo não é?! Puta que me pariu !! - falou Death e abriu aporta saindo na frente, e ficando na frente do exército que olhava abismado com o figurino de todos, se chamava atenção ?! Sim e muito !! Mas era essa a intenção, as cornetas soaram e a marcha em direção ao campo de tulipas iniciou-se - É agora... 

   


Notas Finais


Então gente, meu celular vai para o concerto então o próximo cap não tem previsão pra postagem okay ?!

Kissus 😘😘😘 #estamosnofinal


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...