História I Need You - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Exibições 3
Palavras 1.624
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoinhas! talvez tenha sido um pequeno exagero da minha parte já fazer tudo isso que aconteceu no segundo capitulo, mas eu não me aguentei.



BOA LEITURAAAA <3

Capítulo 2 - Two


Fanfic / Fanfiction I Need You - Capítulo 2 - Two

Era Namjoon! Filho de uma amiga coreana da minha mãe, oque fez com que virassemos amigos, ele ia sempre passava na minha casa, e eu sempre passava na dele... 

-Nam! Namjoon! - gritei subindo as escadas rapidamente

- uh? Esther! Não sabia que estudava aqui - Ele me abraçou e depois de um tempo separei o abraço voltando a falar

- Cheguei hoje seu bobo! - bati de leve em seu braço e nós rimos como idiotas, perguntei se ele avia visto Amanda e a descrevi. Ele me disse que viu uma garota que aparentava ser ela falando com dois garotos mais cedo, me despedi dele e entrei pra procura-la.

Passei um tempo procurando quando esbarrei em alguem e ambos caimos no chão 

- Me desculpe! Sou tão desastrada eu... - Foi assim que olhei o rosto de quem eu  avia derrubado no chão, era um garoto pouco mais alto que eu, tinha cabelos escuros e usava uma touca preta uma blusa de mangas curtas e uma calça meio folgada e rasgada nos joelhos... Não vou mentir, ele era lindinho e eu AMODORO depois disso eu sai do meu transe imaginando uma vida perfeita ao lado dele com 3 filhos e dois cachorros em uma mansão em Paris, me iludo facílmente pelo visto. 

- Ei... Garota - ele balançava a mão repetidamente proximo ao meu rosto

- Oque? Ah desculpe... - concerteza fiquei vermelha, ele me olhava sorrindo sem mostrar os dentes quando o sinal tocou me assustando, ele riu baixo más ainda assim consegui ouvir

- Ei! Não ria! - fingi irritação más logo ri com ele, olhei ao redor e percebi Amanda sentada com seus fones de ouvido aparentemente mandando mensagens pra alguem pelo seu celular "novo" eu queria muito falar com ela hoje - Tenho que ir! Depois a gente... Se vê? - Ascenei sorrindo e ele sorriu de volta, então fui correndo em direção a Amanda que já estava subindo pra sua sala, quando me lembrei : eu nem sabia qual séria o meu bloco de aulas! Caramba, eu consigo me fuder até sozinha!
 Desisti de falar com a Amanda e fui atrás de um lugar onde eu provavelmente conseguiria meu bloco de aulas, avia uma Mulher sentada em uma pequena mesa cheia de papeis e canetas de varias cores, a observei por um tempo quando consegui falar 

- Ah... Olá! sou a nova aluna estrangeira - Dei o meu melhor sorriso, e olha que não sou boa de sorrir.

-Oi! Você trousse sua ficha escolar? - ela parecia uma pessoa amigavel e contente

- Sim! - Tirei-a da mochila e a entreguei

- Vejamos... Esther Ozawa? Prazer me chamo Sun hee, Más pode me chamar de Suny - Olhando em meus olhos Sun hee estendeu sua mão direita com um sorriso no rosto e eu a apertei 

- O prazer é meu! É melhor eu ir... Não posso ficar mais atrasada do que já estou - fiz uma rápida referência e sai da sala rapidamente, Minha primeira aula era de Quimica, Perfeito! Não tem como o dia ficar pior. Bufei em meus pansementos e continuei a procura da bendita sala... 17? Deve ser, Depois de uns 5 minutos dando voltas pela escola que por sinal era enorme achei a sala e tomei coragem pra bater na porta, Porque coragem? Nunca se sabe se poder ser um professor daqueles que falta te jogar pela janela por um simples atraso... Pois bem, eu INFELIZMENTE estava certa! o maldito professor o qual eu não me recordo o nome quase me mata por um simples atraso... Tá eu cheguei 40 minutos depois do horario que deveria e me encheu de perguntas como " Oque estáva fazendo? " "Por que o atraso?" ele mal me deixou me esplicar! Quando ele se acalmou pediu pra que eu me apresentasse para a turma, é serio? PORQUE DEUS?

- Me chamo Esther Ozawa e vim do Brasil, espero que possamos Nôs dar bem - Sorri, mais no fundo eu só queria estár em casa dormindo e evitando esse MALDITO dia :) foi ai que eu percebi que a aula era em dupla... Eu concerteza sentaria sozinha e séria mais chato que uma aula de Quimica normal, ele então pediu pra que eu me sentasse com um menino que estáva no fundo da sala eu não tinha opção mesmo, vai que ele realmente me jogava pela janela, certo? Então apenas obedeci e passei por todos de cabeça baixa até meu lugar, quando virei meu rosto vi Amanda sentando em dupla com um outro garoto o qual eu não conhecia, Pelo menos uma coisa boa nesse dia! DEUS OUVIU AS MINHAS PRESSES AMÉM. Me sentei e antes de chamar a atenção de Amanda virei pro garoto e o mesmo me encarava, então desviei o olhar e ele continuou encarando como se ''esperasce'' que eu fizesse alguma coisa.

- Prazer, Esther e você é...? - ele ignorou minha mão estendida e depois de revirar os olhos disse:
- Yoongi, Min Yoongi - depois disso não dirigimos nenhuma palavra, eu não podia negar que ele era bonito... Oi? quem disse isso? acho que as coisas estão saindo da minha boca por vontade propia viu? melhor eu ficar calada. Eu tive que acertar um lapís na cara daquela vagabunda da Amanda pra ela me escutar, até minha vó tem uma audição melhor do que aquela desgraça

- Ei! Esther...? oque cê ta fazendo aqui? 
- Meu Deus além de surda é cega, já pensou em ir ao médico minha cara amiga? - ela me olhou sem entender - Aquele professor quase me engole de tanto gritar em cima de mim e você não ouviu? 
- Ah isso, eu até ouvi más imaginei que se tratava de um daqueles chiliques que ele da todos os dias, esse é o Jimin - Falou apontando para o garoto que se encontrava ao seu lado
- Meu deus meu sonho de consumo, se deu bem amiga. - falei fazendo a maior expressão de tiazona que eu tinha dentro do meu corpinho maravilhoso, Amanda quase jogou a mesa dela em cima de mim e Jimin apenas ria da situação, ela disse varias vezes que eles eram apenas ''amigos'' e essas porra, meio dificil de acreditar nessa desculpa até porque todo mundo sabe que se forem amigos são daqueles que se pegam de vez em quando, ou uma amizade colorida! Que gay, gostei. Ah sobre o senhor Min Yoongi, ele dormia tranquilamente, tão fofo enquanto dorme e tão rabugento acordado, eu estava até pensando em chama-lo apenas de senhor rabugento combina bastante, todos ali já tinham terminados suas tarefas e juntados seus materias escolares pedi pra ir ao banheiro más eu só queria dar uns rolê pra conhecer melhor a escola... foi aí que eu vi sr. Kim Namjoon sentado em um banco junto a um outro garoto de cabelos rosa quantos shipps em um só dia não é mesmo? 

- Que Bonito! Será que eu estou atrapalhando o casalzinho aí? - sentei ao lado de ambos

 

- Está sim pra falar a verdade - Falou Namjoon tentando parecer sério me fazendo rir 


- Quem é o macho? - perguntei olhando ficsamente o de cabelos rosados com um sorriso no rosto 


- Kim Seokjin, pode me chamar de Jin - Jin sorriu sem mostrar os dentes


- Tira os zói, já tem dono - Namjoon afastou Jin de mim ficando em sua frente


- Seu ciumento! eu nem disse que ele era bonito... escapou - Rimos muito, Namjoon quase me matou.

~ quebra de tempo 
                         Eu tinha acabado de sair da cantina com uma bandeja com umas porcarias que tinha lá, quando um desgraçado veio correndo e bateu na minha pessoa deixando tudo que eu tinha cair no chão

      - Puta que pariu de quatro na banheira! - agachei pra tentar salvar alguma coisa e o garoto fez o mesmo ainda rindo do que eu tinha acabado de falar - Tá querendo morre? se vai pagar outro bolo pra mim viado

     - Credo amiga deixa de ódio no coração - ele me entregou a bandeja praticamente vazia 

     -   Qual seu nome mesmo? - questionei pegando a porcaria da bandeja das mãos da criança desastrada 

     - Jung Hoseok, e você é a estrangeira nervosinha! - Hoseok bagunçou meus cabelos
    
     - É Esther idiota, e você agora vou te chamar de... Hoseokão! - rimos e seguimos novamente pra cantina, ele comprou um bolo e dividimos ele me apresentou alguns amigos dele, Kim Taehyung, ou Taetae, Jeon Jungkook o mesmo que eu esbarrei hoje cedo que conhecidência não é mesmo? o Jinzão, Sr. Namjoon, Jiminnie ( ou ficante da Amanda, como quiser ) e... Sr. Rabungento? esse sim me pegou de surpresa, a Amanda tambem andava com eles. Acabou o intervalo ou horario do almoço, sei la como eu devo chamar isso... Eu estvá subindo as escadas pra aula de musica quando esbarrei em alguem no meio da escada, MEU DEUS EM QUEM MAIS QUE EU VOU ESBARRAR HOJE 

    - Desculpa... - olhei pra cima e era Yoongi, ou tambem mundialmente conhecido como Sr. Rabugento 

   - sem problema... Ah oi Esther - ele abriu um sorriso, más parecia triste 

   - Algum problema Sr. Rabugento? quer dizer... Yoongi  - Ri de nervoso, e ele tambem - que milagre aconteceu pra você não estár de cara fechada?

   - Ah isso... nada - ele parecia meio... tonto? foi quando ele caiu em cima sobre mim desacordado

  - Sangue de Jesus tem poder, Acorda Viado! - chaqualhei-o na esperança de que o mesmo acordasce, más nada dele se mecher. Coloquei minha mão sobre sua testa e estava fervendo, mas ele suava frio... Não avia nenhuma alma viva naquele lugar e eu não sabia oque fazer...

 


Notas Finais


Oque acharam? Beijos de Luz no coraçãozinho de vocês <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...