História I Need You - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Lobos, Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 279
Palavras 2.969
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Realidade


 

I Need You


        Sakura corria cada vez mais rápido pela floresta, aquilo era surreal demais para ela. Sabia que não tinha chances correr  mais  havia agido por impulso e agora não tinha mais volta.

Pulou um galho de árvore tropeçando nos próprios pés caindo no chão e rolando, soltou um resmungo frustrado e deu um pequeno soco no chão.

Sasuke já cansado daquilo tudo voltou a ser Humano e pulou em cima da garota  ficando sentado em cima dela. Ela se debateu e ele prendeu os braços da mesma em cima da cabeça com uma mão e a outra segurou o pequeno rosto firmemente a fazendo olhar para ele.

— Fica quieta. — Ele rugiu e a mesma parou de se debater o olhando nos olhos.

— Isso é loucura. — Ela disse com a voz entrecortada com  respiração descompassada.

— Não fuja de mim pequena isso me deixa louco. — Ele exclamou entredentes.

— Eu não vou te machucar, será que você não entende Sakura? eu sempre estive por perto te protegendo de tudo. Fui eu que te salvei daquele homem que iria fazer algo tão sujo com você. — Ele disse sério e ela respirou fundo.

— Você matou ele. — Ela respondeu controlando a respiração.

— Sim eu matei por você minha pequena, por que eu nunca vou deixar ninguém lhe machucar esta me entendendo? ninguém ira lhe machucar, eu daria minha vida por você. — Ele disse a olhando profundamente e ela se acalmou o olhando surpresa.

— Por que? — A voz dela saiu em um sussurro e a mesma tentava entender o por que de tudo aquilo.

Ele suspirou e soltou os braços dela pegando a pequena mão que estava gélida e a levou até seu peito duro e quente.

— Esta sentindo? meu coração acelera dessa maneira só por você, eu vivi tantos anos e só agora encontrei um real motivo para viver. e esse motivo é você. — Ele sussurrou a olhando profundamente ela ofegou levando lentamente uma mão ao rosto do homem mais lindo que já a via visto.

— Por que eu me sinto assim perto de você? — Ela sussurrou e ele deu um suspiro aliviado.

— Por que você esta ligada a mim desde que nasceu. — Ele disse e se aproximou dela sentindo a respiração descompassada da garota.

— Loucura — Ela sussurrou o sentindo cada vez mais perto.

— Você é minha. — Grunhiu e tomou os pequenos lábios da garota a fazendo soltar um pequeno gemido.

Deitou por cima do corpo pequeno a fazendo se encostar na macia camada de neve, ela estaria congelando se não fosse toda aquela chama que voltara com tudo a fazendo ficar alucinada.

Ela se amaldiçoava por estar gostando daquele beijo, se amaldiçoava por se sentir atraída por ele, se achava uma louca por o querer perto dela. Em um momento de insanidade levou os finos braços ao pescoço do homem o puxando mais para si, e ele levou as mãos a cintura da rosada a apertando com força.

— Você não sabe o quanto eu te desejo. — Ele grunhiu mordendo os pequenos lábios que estavam vermelhos.

Sakura arfou e ele voltou a beija-la ferozmente passando a mão por todo o pequeno corpo. Ela sentia todo seu corpo pegando fogo, e seu coração poderia sair pela boca a qualquer momento. E foi quando ela soltou um pequeno gemido que ele voltou a realidade a soltando e se afastando com dificuldades.

— Preciso me controlar — Ele murmurou fechando os olhos e a rosada respirou fundo se levantando.

— O que foi isso? — A pergunta saiu da sua boca sem ao menos perceber.

— Isso é a nossa atração que esta cada vez mais forte, eu estou me controlando a 17 anos. — Ele respondeu tentando manter o controle.

— 17 anos? — A voz dela saiu confusa e ela o fitou aproximando os passos. — Você tem quantos anos? — Perguntou a alguns centímetros de distancia do moreno. Não sabia o que era aquilo mais alguma coisa a puxava para ele.

— Muitos — Respondeu abrindo os olhos fazendo os negros se encontrarem com os esverdeados e eles se encarem profundamente.

— Estou de frente a algo sobrenatural que eu nunca imaginei existir. — Ela disse balançando a cabeça soltando um sorriso irônico.

— Não esta mais com medo pequena? — O moreno perguntou levando a mão ao rosto da garota.

— Eu não sei, fui pega de surpresa...sabe não é todo dia que uma pessoa vira lobisomem na minha frente, e..eu não sei, tem algo que me puxa pra você e me faz sentir coisas que eu já mais senti. — Ela disse balançando a cabeça confusa.

— São tantas coisas que você precisa saber, mais eu não quero lhe preocupar com isso, só quero que saiba que você pertence a mim. — Ele disse acariciando as bochechas vermelhas.

— Pertenço a você...como assim? — Ela perguntou dando um passo para trás.

— Nós lobos somos diferentes de todos os outros seres, nós nascemos ligados a uma pessoa. Chamamos de marcada ou marcado. Cada lobo tem sua marcada a pessoa a quem você senti um sentimento que supera até a morte é um laço que não se rompe, e você quer estar ao lado da pessoa para todo o sempre. Você é minha marcada Sakura — Ele disse e ela o olhou surpresa abrindo a boca. Aquilo era demais para ela.

— Eu..eu não imaginava isso. — Respondeu colocando a mão na cabeça sentindo uma leve tontura.

— Sakura — Sasuke correu até a garota e a pegou antes que ela caísse no chão, ela a via desmaiado.

— Droga — Ele resmungou começando a andar a passos rápidos até a casa de chiyo. Se amaldiçoava por ter deixado isso acontecer, se sentiria culpado se algo acontecesse a ela pois sem ela ele não era nada.

Pela sua velocidade sobre humana em poucos segundos estava em frente a porta da pequena casa. Não fora preciso bater na porta pois Chiyo a abriu olhando irritada para o moreno.

— O que você fez com minha menina? — A mulher rangeu os dentes e o moreno passou por ela indo em direção ao quarto da garota.

— Ela desmaiou. — Ele respondeu nervoso a colocando cuidadosamente na cama.
 
             — Claro que desmaiou. — Ela respondeu se sentando na cama começando a passar as mãos por todo o corpo da garota.

— A culpa foi minha, eu não devia ter contado a ela. — Ele grunhiu passando as mãos nos cabelos nervoso.

— Você contou a ela? — A mulher perguntou incrédula se levantando.

— Sim — Respondeu e Chiyo lhe deu um tapa na cara o fazendo virar o rosto.

— Ficou maluco? você disse que iria com calma. — Ela rosnou furiosa.

— Isso iria acontecer uma hora ou outra, estou cansado disso tudo. Eu me transformei na frente dela mais não imaginei que ela fosse desmaiar. — O homem respondeu tentando manter a calma, pois não podia violentar uma Senhora. Uma senhora que sabia se defender muito bem.

— Ela não dormiu direito na noite passada, não fez seu desjejum, já passou da hora dela almoçar e você vira lobo na frente dela. O QUE VOCÊ QUERIA SEU IDIOTA? É CLARO QUE ELA IRIA DESMAIAR. — Chiyo gritou apontando o dedo na cara do Uchiha.

— Por que ela não dormiu bem? e por que não fez seu desjejum? — Ele perguntou irritado.

— Ela esta com olheiras enormes e com os últimos acontecimentos não é difícil imaginar o por que de não ter dormido, e pelo mesmo motivo não fez seu dejejum, ela queria respostas e eu não poderia as dalas. — A mulher disse séria.

— Tudo vai ser esclarecido agora e eu vou leva-la comigo. — Ele respondeu sério olhando a garota dormir serenamente.

— Não, não a tire de mim. — A Senhora respondeu tentando ocultar o desespero.

— Já falamos sobre isso Chiyo, você sempre soube que um dia eu iria busca-la. — Ele respondeu frio.

— Você disse com 18 anos e ela não tem essa idade ainda. — Ela indagou irritada.

— Não importa ela completara 18 em breve, ela é minha e seu lugar é ao meu lado. — Ele rosnou e Chiyo revirou os olhos.

— E você acha que irá aceitar isso? você ainda é um desconhecido para ela. — Chiyo disse cruzando os braços.

— Ela tem que aceitar — Respondeu, mais no fundo tinha medo dela complicar as coisas pois não a queria a força.

— Isso é demais para ela. — A mulher respondeu balançando a cabeça.

— Ela entendera. — Disse olhando para a garota que estava despertando.

— Esta acordando, vou pegar algo para ela comer. — Chiyo disse passando por ele e saindo quarto.

Ele respirou fundo e se escorou na pequena janela cruzando os braços, olhou para  a garota e ela se sentou na cama com uma expressão confusa. Ela analisou todo o quarto e parou o olhar no moreno.

— Por que não se alimentou hoje? — Ele perguntou com um olhar sério.

Ela não respondeu e nem desviou o olhar, queria entende-lo e entender o sentimento que crescia em seu peito das as vezes que o olhava.

— Você não pode ficar sem se alimentar ficará fraca. — Ele disse se desencostando da janela e indo em direção a garota.

— Eu estou bem. — Ela respondeu abaixando o olhar.

— Se lembra do que aconteceu? — O moreno perguntou se sentando na cama em frente a rosada.

— Sim. — Ela respondeu mordendo os lábios.

Nesse momento a porta do quarto é aberta e Chiyo entra com uma bandeja cheia de comida.

— Sakura querida, esta se sentindo melhor? — A mulher perguntou empurrando o Uchiha e se sentando ao lado da garota.

— Sim — A garota respondeu olhando para as duas pessoas em seu quarto.

— Eu trouce para você, coma tudo. — A mulher entregou a bandeja e a garota recusou.

— Você sabia? — Ela perguntou com um olhar sério e Chiyo olhou para Sasuke que assentiu.

— Sim — Ela respondeu suspirando.

— Por que não me contou? — A garota perguntou decepcionada.

— Não era a hora certa. — A mulher respondeu.

— Então essa era a hora certa que você vivia me falando? essa era a verdade? existem lobisomens e....eu sou a marcada de um. — A garota disse chocada com as próprias palavras.

— Sim e mais uma coisa, não existem só lobisomens mais também vampiros e bruxas. — A mulher respondeu e a garota abriu a boca incrédula.

— Estão de brincadeira com a minha cara? esta me dizendo que existem vampiros? — A garota disse irônica.

— São só um bando de sangue sugas patéticos. — O moreno respondeu revirando os olhos.

— É tudo verdade Sakura, todas as lendas que vocês humanos inventaram são verdadeiras, e mais uma coisa...eu sou uma bruxa. — A mulher disse séria e Sakura colocou a mão na boca tentando manter a calma e não enlouquecer de vez.


oOo

 

A respiração do loiro estava descompassada, o sentimento que estava sentindo era mais forte do que si. Não estava entendendo o que estava acontecendo, olhava esbabacado para a garota a alguns metros a sua frente. Ela o chamava como um imã, o seu lobo gritava em seu interior e seu corpo queimava.

Ela o olhava com os olhos arregalados e com o coração acelerado, colocou a mão no peito e engoliu em seco quando ele se levantou e em passos rápidos começou a ir em sua direção. Queria se virar e correr mais seu corpo não se movia e algo dentro de si a puxava para aquele loiro que só pelo cheiro pode constatar ser um lobo.

A medida que ele se aproximava ela apertava os dedos com força olhando no fundo daqueles olhos azuis encantadores. Quando ele parou em sua frente ela deixou as sacolas da mão caírem em baque surdo na neve. Os corpos estavam queimando em desejo e as respirações estavam descompassadas, o loiro deu passo a frente ficando a centímetros do rosto da morena e olhou admirado para sua beleza.

— Quem é você? — A voz do loiro saiu em um sussurro. 

A garota ficou o encarando e abriu a boca inúmeras vezes tentando achar a voz mais nada saia. Não sabia o que pensar, estava tão alucinada que não entendia o que estava acontecendo. 

O loiro levou a mão exitante até o rosto da garota e tocou na pele macia a fazendo fechar os olhos. Aquele simples toque fez algo forte dentro de si enlouquecer, ele queria mais, muito mais. E em um ato de loucura segurou o rosto da garota firmemente e aproximou os rostos fazendo as respirações se mesclarem.

Hinata estava Hipnotizada o olhando profundamente e foi naquela troca de olhar eles entenderam o que estava acontecendo. Hinata abriu a boca incrédula e balançou a cabeça com força se negando a aceitar aquilo.

— Não — Ela rosnou empurrando o loiro com força o fazendo cambalear.

— O que? — Ele murmurou atordoado.

— O QUE VOCÊ PENSA QUE ESTA FAZENDO? — A morena gritou irritada.

— Eu..não sei...eu. — Ele tentou falar algo mais estava muito surpreso.

— COMO OUSA SE APROXIMAR DE MIM DESSA MANEIRA? — Gritou ofegante fazendo o loiro estreitar os olhos. 

— Você não sentiu? não esta sentindo isso? — Ele disse sério se aproximando outra vez.

— Não sei do que esta falando. — A morena respondeu se afastando e se abaixou pegando as sacolas que a via deixado cair.

— Como não sabe?...você é uma bruxa. — O loiro disse a analisando e ela o encarou firmemente.

— Sim sou uma bruxa e você é um lobo, se afaste de mim. — Ela respondeu e conseguiu forças para se virar. Porem quando iria dar um passo ele a parou segurando seu braço.

— Você não é daqui, de onde veio? — Ele perguntou curioso e ao mesmo tempo satisfeito por poder toca-la de novo.

— Me solta, minha vida não lhe interessa. — Ela grunhiu puxando o braço com força.

— Agora interessa..eu..você não sente? — Ele perguntou atordoado segurando a mão da garota.

— Nã..o eu não sinto nada. — Mentiu engolindo em seco.

— É você, eu finalmente te encontrei. — Ele sussurrou dando um pequeno sorriso.

— Não, não sou eu coisa nenhuma. — Ela respondeu puxando a mão rapidamente.

— Qual o problema? o que há com você? — O loiro confuso não entendendo a reação da garota.

— Eu vou embora e se você me impedir outra vez, eu irei fazer pior do que o joga-lo em uma árvore. — Ela ameaçou e ele abriu a boca surpreso.

— Por que? — Ele sussurrou olhando a garota dar as costas e se afastar para longe de si.

Queria segui-la e arrasta-la com sigo mais não seria simples, pois a mesma tinha uma personalidade muito forte e era uma bruxa, mais não uma bruxa qualquer e sim uma Hyuuga. Iria encontra-la outra vez pelo seu cheiro, pensaria um pouco antes de procura-la outra vez.

— Estou completamente fodido — O loiro murmurou com a mãos na cabeça e se virou atordoado

Hinata apressou os passos e se segurava para não correr, os olhos dela estavam arregalados e ela mordia os lábios com força com a respiração ofegante. Não, aquilo não poderia estar acontecendo, aquilo estava fora de seus planos e era uma total loucura. 

— Eu me recuso a aceitar uma barbaridade dessas. — A garota disse entre dentes apertando os olhos com força, não via mais nada em sua frente e o frio avia desaparecido. Só sentia seu corpo queimando e seu coração querendo sair para fora.


oOo


               O ruivo estava entediado batucando os dedos em seu trono. Sasori era um homem que odiava atrasos, sabia que provavelmente a bruxa demoraria para cumprir sua missão e isso estava o deixando frustrado. O que ele mais queria era se vingar de Sasuke Uchiha.

— Sasori, acho que esta se precipitando com esse plano. — Konan disse com a voz calma ao seu lado.

— Esse foi o melhor plano que bolei em toda minha vida. — O ruivo respondeu com um sorriso sádico.

— Nós deveríamos matar essa garota. — A mulher respondeu séria.

— Não, agora não. — O ruivo respondeu pensativo.

— Isso é loucura, se os outros seres ficarem sabendo dessa barbaridade eles não exitaram em mata-la. — A mulher disse friamente.

— Ninguém vai mata-la esta me ouvindo? eu quero vê-la com meus próprios olhos e toca-la com minhas próprias mãos e talvez sentir o gosto do seu sangue. — O ruivo disse com um sorriso sádico e a mulher não gostou nada.

— É só uma humana inútil não é especial. — A mulher disse com reprovação.

— Esta enganada, ela esta ligada a Sasuke Uchiha e pra mim ela é muito mais que especial. —  O ruivo disse deixando a namorada irritada.

— E se a bruxa não conseguir cumprir com o plano? — Konan perguntou interessada.

— Ela vai conseguir. — Sasori respondeu pensativo.

— E se não conseguir? — A mulher retrucou.

— Ai terei que partir para o plano B. — O ruivo respondeu e a mulher estreitou os olhos.

— Plano B? — A voz dela saiu confusa.

— Talvez uma guerra se aproxima. — O ruivo respondeu deixando a mulher surpresa. Ela o olhou nos olhos e viu que o ruivo estava disposto a fazer qualquer coisa para acabar com Sasuke Uchiha. Até mesmo sacrificar a todos em uma batalha.

Continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...