História I Need You - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Lobos, Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 599
Palavras 3.707
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 13 - Início de uma noite conturbada


 

I Need You


      O moreno estava em seu escritório tentando resolver alguns problemas da alcateia. No entanto, algo estava o incomodando. Seu lobo rugia dentro si cada vez mais forte, ele queria de alguma forma se libertar. 

O Uchiha se levantou colocando as mãos na mesa tentando entender o que estava acontecendo. Sentiu uma angustia no peito e logo a imagem de sua pequena veio a sua mente. 

— Sakura — Ele sussurrou o nome da garota de olhos arregalados. 

Em questões de segundos ele já corria pela Floresta em direção a pequena casa onde sua rosada morava. Sua respiração estava descontrolada e em um movimento brusco ele arrebentou a porta da pequena casa e entrou a passos rápidos indo em direção ao quarto da garota. 

Estava com medo pois não conseguia sentir o cheiro dela em lugar algum. Chiyo que estava na sala  viu sua porta indo ao chão, o olhou incrédula saiu atrás do mesmo gritando irritada.

— O QUE VOCÊ PENSA QUE ESTA FAZENDO UCHIHA? VOCÊ QUEBROU A PORTA DA MINHA CASA. — A Senhora gritou irritada e o moreno abriu a porta do quarto da rosada de supetão não a encontrando lá.

— ONDE ELA ESTA? — Ele gritou descontrolado olhando para a mulher em fúria.

A mulher o olhou confusa e depois olhou para o quarto o encontrando vazio. Tinha medo de sua menina ter feito alguma loucura.

— O que?...Sakura? eu..ela deve estar no quarto de Hinata. — A mulher disse começando a ficar preocupada indo até o quarto da morena.

— ELA NÃO ESTA AQUI, EU NÃO SINTO O CHEIRO DELA. — Ele gritou puxando os cabelos com força e desceu as escadas correndo.

— HINATA TAMBÉM NÃO ESTA AQUI, ELAS DEVEM ESTAR JUNTAS EM ALGUM LUGAR. — Chiyo gritou correndo atrás dele.

A fúria do Uchiha era tão grande que quando Chiyo mencionou o nome da bruxa, ele pensava em mil maneiras de mata-la. 

— Desgraçada. — Ele rosnou e correu para fora da casa se transformando e se deixando ser guiado pelo seu lobo.

Em questões de segundos pode sentir o cheiro forte de sua pequena e rosnou quando também sentiu o cheiro da bruxa. Ouviu o grito de sua pequena e aumentou a velocidade, quando estava a centímetros delas viu a morena erguer os punhos em direção a sua garota.

Quando percebeu já estava em cima da bruxa rugindo em sua face. Hinata não se lembrava nem ao menos como respirar e o medo tomou conta de si por inteiro. O lobo levantou a pata acertando no rosto da morena fazendo a mesma gritar, abriu a boca mostrando os dentes afiados pronto para arrancar o pescoço da morena, outro lobo saiu de dentro da floresta e pulo em cima de si fazendo os dois lobos rolarem na neve.

— NARUTO. — O moreno gritou quando conheceu o amigo  em cima de si rosnando.

— VOCÊ NÃO VAI TOCAR NELA. — O loiro gritou furioso olhando no fundo dos olhos do amigo.

Hinata arfou colocando a mão no rosto sentindo uma ardência e olhou para a mão cheia de sangue, o corte a via sido profundo. Mais a frente Sakura que tinha caído pelo susto, olhava esbabacada para todos. Seu corpo tremia e lágrimas solitárias caíam sem permissão. Era muita loucura para um dia só.

— SAI DE CIMA DE MIM — O Uchiha gritou empurrando o loiro.

— VOCÊ NA VAI MACHUCA-LA. — O Uzumaki gritou prendendo o Uchiha outra vez. 

Hinata olhava a cena surpresa, pensou que ira morrer porem ele a salvou. O loiro de mais cedo a via a salvado.

— POR QUE NÃO? — O moreno gritou descontrolado.

— POR QUE ELA É MINHA. — O loiro gritou fazendo Sasuke o olhar incrédulo. Como assim ela era dele? Não podia ser, era loucura demais. 

A alcateia tinha regras e a primeira delas era nunca machucar a companheira do próximo.

 Sasuke não tinha o direito de tocar em Hinata muito menos machuca-la. O Uchiha se soltou do loiro e soltou um rosnado olhando irritado para a morena que se levantava com a mão no rosto.

O moreno tentou se controlar e voltou a sua forma Humana. Naruto soltou um suspiro e também voltou ao normal olhando todos os movimentos do amigo cautelosamente. 

— Fala que é mentira. — Ele ordenou olhando furiosamente para o loiro.

— É verdade, ela é minha e você não vai tocar nela.. — O loiro respondeu com um olhar decidido. Sasuke estava ao cumulo da irritação e poderia explodir a qualquer momento.

— Quem diachos é você? — Ele rosnou se controlando para não avançar na morena que o olhava assustada.

— Sasuke não a assuste. — O loiro repreendeu e recebeu um olhar mortal do Uchiha.

— Cala a boca —  Sasuke rugiu para o loiro e se virou para  a morena. — COMO OUSA MACHUCAR A MINHA GAROTA SUA DESGRAÇADA? —  Ele gritou apertando os punhos com força.

— Eu...eu não queria — Ela respondeu sentindo as lágrimas caírem em seu rosto.

— Não queria? eu deveria te matar por tamanha audácia. — Ele disse entre dentes passando as mãos nos cabelos tentando se controlar.

— NÃO FOI MINHA CULPA. — A garota gritou perdendo o controle.

— O QUE VOCÊ IRA FAZER? MATA-LA? — Ele gritou exaltado.

— NÃO, NÃO SOU EU QUE QUERO ELA, ESTOU SÓ CUMPRINDO ORDENS. — A garota gritou de volta deixando Sasuke mais irritado se é que possível.

— Ordens de quem? — Ele perguntou lentamente e ela balançou a cabeça.

— Sasuke pare com isso, vamos leva-la ao acampamento e interroga-la. — Naruto disse sério e o Uchiha o encarou.

— Não se meta. — Disse entredentes e o loiro suspirou tentando não perder a calma.

— Eu me meto pois você esta maltratando a minha companheira, Acho melhor você ir ver como sua garota esta e parar de insultar a minha. — O loiro respondeu e apontou para as costas do Uchiha que se lembrou instantaneamente da rosada que observava tudo em choque.

O moreno olhou para trás a vendo sentada no chão olhando tudo com os olhos esbugalhados enquanto se remoía de frio. Ele foi a passos rápidos até ela e se abaixou a ajudando a se levantar daquela neve fria.

— Você esta bem? — Ele perguntou preocupado passando a mão no rosto da garota e limpando as lágrimas que caiam se parar. Ela estava pálida e seu pescoço estava vermelho, sua respiração estava descompassada.

Ela não conseguiu dizer nada só assentiu e em um ato impensado abraçou o moreno fazendo o mesmo ficar surpreso. Estava feliz por ele ter aparecido pois pensou que seria seu fim. Estava grata.

Ele soltou um suspiro aliviado e abraçou a garota inalando seu doce aromo. Se não tivesse chegado a tempo talvez seria tarde demais, nunca se perdoaria se algo tivesse acontecido com sua pequena.

Hinata estava estática olhando tudo de olhos arregalados, sentia todos os seus músculos travados. A via dado tudo errado, perderia sua irmã para aqueles sangue sugas. Ela iria morrer, Hanabi iria morrer. Naruto vendo a expressão da garota se aproximou com um olhar de preocupação e analisou o rosto da garota.

— Droga você esta sangrando muito. — Ele grunhiu com a voz abafada, e ela fechou os olhos com força. O que faria agora? Ela era um fracasso.

— Odeio minha vida. — Ela sussurrou descontroladamente.

— O que aconteceu? o que você fez com a garota do Sasuke? — O loiro perguntou sério. Ele não queria acreditar que ela fora capaz de machucar alguém. Porem conhecia seu amigo o bastante para saber que ele só ficava daquela maneira se machucassem algo valioso para si.

— Nada mais importa, acabou....Hanabi. — A garota colocou as mãos no rosto chorando compulsivamente.

Naruto a olhou sentindo seu peito arder não gostou nada de ver a mesma sofrendo daquela forma. Alguns minutos atrás sentiu seu lobo gritar dentro de si e uma forte angústia no peito, não soube como mais sem perceber já estava ali a salvando de seu melhor amigo. Se demorasse mais um pouco talvez seria tarde de mais.

 Em um ato impensado ele a abraçou fazendo a mesma encaixar o rosto em seu peito. Outra vez aquele sentimento voltara com tudo, ela se sentia atraída pelo loiro e de alguma forma se sentia bem ao lado dele.

— Eu estou aqui com você. — Ele sussurrou baixo no ouvido na morena. Queria ficar com ela, queria protege-la.

— Quem é você? — Ela sussurrou tentando conter o choro. Hoje pela manhã não se importou em sabe ro nome do loiro, porem agora era a curiosidade bateu mais forte.

— Meu nome é Naruto, você poderia me dizer o seu nome. — Ele disse passando as mãos nos cabelos lisos e negros dela.

— Hinata. — A morena respondeu soltando um suspiro e se afastou.

Não podia se deixar levar por aquele sentimento, aquele sentimento que iria a matar ao poucos. Já estava tudo acabado, não iria conseguir salvar sua irmã. Queria morrer naquele momento. Não se importava com mais nada.

— Hinata. — Ele sussurrou para si mesmo admirando o nome da morena.

Mais a frente Sasuke soltou uma lufada de ar e pegou a rosada no colo fazendo a mesma segurar em seu pescoço e olhar surpresa.

— O que esta fazendo? — Ela perguntou com o rosto corado.

— Te tirando desse frio. — Ele respondeu começando a andar com a garota, No entanto ele parou e olhou para o amigo por cima do ombro lhe dando um olhar significativo.

Naruto entortou os lábios e olhou para Hinata que estava de cabeça baixa enquanto apertava os punhos com força. Seus olhos estavam perdendo a vida.

— Você terá que vim conosco. — Ele disse atraindo a atenção da garota.

Ela não disse nada só passou por ele começando a andar com os olhos opacos, se perguntava o que fizera para sofrer  daquela maneira. Primeiro seu clã que fora massacrado pela Akatsuki, depois teve que sobreviver com sua irmã, as vezes até passavam fome. E agora isso, ela estava destruída. Sentia dor, rancor e acima de tudo ódio. 

Os quatro entraram na Floresta em direção ao acampamento, a Floresta estava sombria e silenciosa. Cada um estava perdido em seus próprios pensamentos. 

Sakura se perguntava o por que de Hinata ter feito aquilo e nem ao menos percebeu que o moreno a leva-la pela floresta. Naruto olhava para Hinata preocupado  e pensava em uma forma de entender aquela garota. Hinata só conseguia pensar na futura morte de sua irmã enquanto tentava suportar a dor do machucado em seu rosto. Já Sasuke tentava se controlar para não perder a razão e matar aquela bruxa. 


Não conseguia parar de pensar nas palavras da garota "estou cumprindo ordens", iria descobrir o que estava acontecendo e iria matar quem quer seja que queira machucar sua garota.

Depois de longos minutos de caminhada os quatro finalmente chegaram no acampamento. Todas as sextas a noite eles faziam uma fogueira onde se divertiam e contavam histórias de sua alcateia. Todos estavam animados sentados em circulo em cima de troncos no centro do acampamento em volta de uma fogueira. Eles não se importavam com o frio tão pouco com a neve. 

Quando os quatros se aproximaram todos ficaram em silêncio os olhando curiosos.

A atenção era voltada para o quatros a maioria todos olhares eram direcionados na garota  que estava nos braços do se Alpha, eles sabiam que ela era Humana e era a marcada do Uchiha. Porem nunca tinham a visto. Outros olhavam para Hinata confusos pois perceberam que a mesma era uma bruxa e era notável para todos que  garota era uma Hyuuga por causa dos olhos. No entrando uma pessoa em especial estava mais surpresa, Neji.

Neji não era totalmente um lupino. O mesmo fora filho de um fruto proibido entre uma loba e um bruxo. Na época os bruxos os hyuugas em específico,  tinham uma rixa com os lobos e não era permitido relacionamentos com as duas espécies. Porem Hana uma loba na alcateia Sharingan e Hizashi um bruxo do clã Hyuuga viveram um romance proibido, eles não eram marcados. Era só uma atração irredutível que gerou um fruto proibido. Hizashi não aceitou a ideia de Hana estar grávida e cortou seu envolvimento com ela desaparecendo de sua vida. 

Hana seguiu em frente e teve seu filho sozinha porem morreu no parto. Os lupinos ficaram com Neji e cuidaram dele, o mesmo não desenvolveu seu  lado bruxo, no entanto seus olhos eram a marca registrada de um Hyuuga. O mesmo estava surpreso em ver a morena pois nunca a via visto um Hyuuga em sua frente, e como o clã foi massacrado ele nunca teve a oportunidade de conhece-los. Por outro lado, o moreno não queria nenhum envolvimento com eles pois sabia de toda a história de sua mãe e o homem que tinha o desprazer em chamar de pai. Só queria distancia dos Hyuugas.

Tenten que estava ao seu lado se levantou com um olhar sério tentando entender o que estava acontecendo. Mikoto também se levantou e olhou preocupada para o filho. Do outro lado da fugueira Karin apertava os punhos com força olhando para Sakura com ódio pois Sasuke  a segurava com tanto cuidado, ela nunca a via a visto porem tinha que concordar que ela era muito bonita.

— Onde estamos? — A rosada sussurrou se apertando mais ao moreno. Aquelas pessoas a olhavam como se ela fosse de outro mundo. Estava envergonhada com tantos olhares.

— Minha casa e sua nova casa. — O Uchiha respondeu fazendo a rosada arregalar os olhos, ela abriu a boca para retrucar porem Mikoto se aproximou fazendo a mesma morder os lábios.

— O que esta acontecendo filho? — Mikoto perguntou olhando para a rosada.

— Cuida dela pra mim, preciso resolver umas coisas. — O moreno disse colocando a rosada no chão.

— Claro. — Mikoto respondeu e deu um pequeno sorriso para a garota que correspondeu dando um sorriso forçado. Não queria estar ali, queria sua casa e sua a vó. Aquelas pessoas eram estranhas, esta desconfortável mesmo se sentindo em segurança com o moreno.

— Sasuke — A rosada o chamou assim que ele fez intenção de sair.

— Minha mãe cuidara de você, preciso resolver um problema. — Ele disse sério olhando sugestivamente para Naruto e Hinata.

Naruto olhou para Hinata e a mesma olhava para o chão, as gotas de sangue escorregavam pelo seu rosto fazendo cair pingos de sangue na neve.

— Sasuke ela esta ferida, temos que cuidar do ferimento dela antes de você fazer o interrogatório. — O loiro respondeu sério e o moreno olhou para o rosto sangrando da morena.

— Não me importo, ela suporta. — O moreno respondeu a olhando frio.

— Mais eu me importo, me deixe cuidar do ferimento dela e a deixe descansar amanhã você faz esse interrogatório — O loiro disse irritado e o Uchiha o olhou sério.

— O interrogatório será hoje Naruto. — O moreno disse frio. Sakura olhava para os dois atentamente. Ela a via percebido que o Uchiha que mandava ali.

— Você pode ser o Alpha dessa alcateia mais a garota é minha e você não vai fazer nada que a machuque. — O loiro respondeu rispidamente e Sasuke trincou os dentes.

— Ora seu. — Deu um passo em direção ao loiro porem Mikoto entrou no meio.

— Sasuke, eu não sei o que aconteceu mais Naruto tem razão, esse ferimento no rosto dela foi fundo. Precisará dar alguns pontos, ela pode sangrar até morrer. — Mikoto disse séria e o Uchiha soltou um suspiro.

Todos estavam preocupados com o que estava acontecendo, eles eram uma família e sempre viviam unidos ajudando uns aos outro. Sasuke e Naruto eram grandes amigos, ninguém nunca os vira brigar. Mesmo Naruto sendo o único com coragem o bastante para enfrentar Sasuke, eles nunca chegaram ao ponto de brigar. 

O moreno balançou a cabeça e olhou para sua rosada. Ela olhava para o chão enquanto apertava os dedos da mão com certa força. Ele soltou um suspiro e foi até a garota pegando em sua mão fazendo os olhos verdes que tanto o atraia encontrar com os seus obscuros.

— Amanhã cedo eu irei interroga-la. — O Uchiha exclamou e começou a andar puxando Sakura consigo.

— Filho e a lareira? — Mikoto perguntou quando eles começaram a se afastar.

— Podem continuar, eu irei me recolher. — Respondeu sem olhar para trás.

Todos começaram a cochichar, Naruto soltou um suspiro aliviado e pegou na mão de Hinata fazendo a mesma o olhar.

— Venha, eu vou cuidar do seu ferimento. — O loiro disse calmo e a morena assentiu sem emoção. De alguma forma, estava grata por ele a ter salvado.

— Obrigada. — A voz dela saiu baixa e Naruto deu um pequeno sorriso. Sabia que aquela pode de durona era só faxada e por dentro ela era uma menina doce. Estava desposto a descobrir tudo sobre ela.

— O que sera que aconteceu? — Tenten perguntou para Neji que olhava o loiro e a morena se afastarem.

— Não faço a minima ideia. — Ele respondeu sério observando as costas da Hyuuga. Se perguntava o que aquela garota fazia ali.

— Vamos continuar de onde paramos. — Mikoto disse batendo palmas atraindo a atenção de todos para ela. Não queria que aquilo gerasse tumulto e nem preocupação.

Todos voltaram a conversar e a sorrir, menos uma certa ruiva que tremia de ódio. A mesma acompanhou com o olhar o Uchiha se afastar com a Humana e irem até a casa dele. A ruiva soltou um rosnado e saiu dali a passos pesados indo para sua casa. Não suportaria ver aquilo.

Sakura se deixou ser guiada pelo Uchiha até a casa do mesmo. Ela achava inacreditável como eles conseguiam viver no meio da Floresta. Aquilo era assustador. 

Sasuke subiu os três pequenos degraus da casa de madeira e a guiou até a porta a abrindo e acendeu a luz.

Ele entrou com ela e fechou a porta. Não estava frio como lá fora, pelo contrário estava inexplicavelmente quente. Sakura olhou o interior da casa entortando os lábios, tinha dois sofás de cor negra, uma televisão e uma lareira no canto da sala. Era simples mais aconchegante.

— Por que me trouce aqui? — Ela perguntou parando no meio da sala.

— Você vai morar comigo. — Ele respondeu tirando a camisa a jogando no sofá fazendo Sakura arregalar os olhos e morder os lábios tentando desviar o olhar. Ele queria a matar? já não bastava a forma que ele a deixava, ele tinha que ficar exibindo aqueles músculos?

— O que foi? — Ele perguntou a olhando, ela estava parada corada enquanto enrugava a testa.

— Eu não vou morar com você. — Ela disse desviando o olhar e cruzando os braços. 

— Não discuta comigo pequena você não irá sair ganhando. — Ele disse soltando um suspiro.

— Você disse que me daria dois dias para pensar. — A garota retrucou o olhando séria.

— Mudança de planos, você não esta segura. — Ele respondeu a olhando sério e ela abaixou a cabeça triste.

— Eu ainda não acredito que Hinata fez isso. — Ela sussurrou passando as pontas dos dedos no pescoço se lembrando dos minutos agonizantes que a morena a fez passar.

— Ninguém nunca mais vai tocar em você minha pequena, eu prometo. — Ele disse se levantando e se aproximando dela que engoliu em seco e deu passo para trás desviando o olhar.

— Por que querem me machucar? — A garota perguntou exitante.

— Eu não sei mas tenho minhas suspeitas, você não precisa se preocupar com isso. — Ele respondeu se aproximando cada vez mas da garota.

— Tudo bem. — Ela respondeu pensando em uma maneira de fugir dali.

— Você esta machucada? — Ele perguntou a analisando.

— Não, eu to bem. — Ela disse rapidamente.

— Isso é bom. — Ele disse aliviado chegando mais perto da garota.

— Eu é...acho que minha a vó esta preocupada. — Sakura disse nervosa abaixando a cabeça e o moreno estreitou os olhos a segurando pela cintura fazendo a mesma arfar.

— Por que esta nervosa? — Ele perguntou erguendo o rosto da mesma, fazendo os olhares se chocarem.

— Eu...não posso ficar aqui com você. — Ela sussurrou hipnotizada.

— Por que não? — Ele perguntou aproximando seu rosto do dela.

— Por que...eu preciso ir. — Ela indagou exitante e tentou se soltar mais Sasuke não a soltou.

— Você vai ficar — Ele ordenou sério e ela balançou a cabeça atordoada.

— Por que? — Ela estava confusa queria entender o por que de tudo aquilo. Ainda não a avia ingerido aquela história de marcada. Precisava de mais respostas, precisava entender tudo completamente.

— Por que você é minha pequena...minha. — Ele respondeu a olhando intensamente e suas mãos deram um leve aperto na cintura da garota. 

Ele aproximou seu lábios dos dela tocando levemente, as respirações estavam aceleradas e os corações descontrolados. Sakura ficou nas pontas dos pés tentando aprofundar aquele toque, queria beija-lo. Não queria admitir mais beija-lo era tão bom que estava se tornado um vicio.

Sasuke soltou um suspiro cansado e apertou os olhos com força. Estava cansado de tudo aquilo, não estava conseguindo mais se controlar. Aquela garota o tirava toda sua insanidade. Queria fazer tantas coisas com ela, queria ouvir seu nome sair daquela boca deliciosa enquanto se perdia em cada parte daquele corpo perfeito.

— Acho melhor você descansar. — Ele disse baixo se afastando e respirando fundo. Não podia fazer nada pois a mesma já a via passado por muitas coisas em um só dia.

Sakura sentiu um vazio quando ele se afastou e abaixou o olhar não entendendo o que estava acontecendo consigo. O queria ao seu lado, queria sentir o calor quente de seu corpo. Queria estar protegida naqueles braços fortes.

— Pode ir tomar um banho no meu quarto, eu vou pegar algo para você comer. — Ele disse a guiando para seu quarto. Ela o seguiu sem escolhas, sabia que não adiantaria nada fugir do mesmo.

A rosada parou na soleira da porta olhando para a cama de casal no meio do quarto. Só a via a cama e um pequeno guarda roupa no quarto. No lado direito a via um banheiro. 

— Aqui agora tome um banho. — Ele disse rapidamente entregando uma toalha para a rosada e saiu a passos rápidos do quarto.

Não poderia ficar ali, só de imagina-la nua em seu banheiro fazia seu corpo queimar em desejo. Imaginava cada curva daquele pequeno corpo.

— Céus, eu preciso me controlar. — Grunhiu apertando a mandíbula escultando o som do chuveiro sendo ligado e tentou se concentrar em fazer algo para a garota comer.

Aquilo era demais para ele, sentia que não iria conseguir suportar muito tempo. Porem só iria toca-la se a mesma permitisse, não queria força-la a nada. Queria que ela se entregasse de corpo e alma. Ai ela seria sua para sempre e nada e nem ninguém iria os separar.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...