História I Need You - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Lobos, Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 250
Palavras 3.532
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - Corpo e alma


 

I Need You


       Os olhos perolados olhavam atentamente cada movimento do loiro. Fazia algum tempo que eles a viam chegado na casa do loiro, o mesmo já a via limpado o ferimento e agora estava terminando de dar os pontos.

A casa do loiro era pequena e um pouco desorganizada, ele não parecia gostar muito de organização. Ela estava sentada no pequeno sofá cor marfim e o loiro estava joelhado a sua frente, e mesmo de joelhos ele conseguia ficar maior que ela.

— Pronto...Sasuke é um idiota isso vai ficar cicatriz. — O loiro disse cortando a linha e se levantou indo guardar sua caixa de primeiros socorros. 

 Hinata não fez nenhuma expressão em todo o possesso, só olhava para o loiro com uma perdida em pensamentos. Pensamentos que levavam a sua irmã.

— Conheço um antídoto, não ficará cicatriz. — A garota respondeu sem interesse olhando para o vazio e Naruto se sentou ao lado dela.

— Hinata, o que aconteceu — Naruto perguntou e pegou as duas mãos da garota fazendo a mesma o olhar.

A morena olhou no fundo daqueles olhos azuis, os olhos onde via verdade, via caráter, determinação, coragem, os olhos que passou a admirar desde o momento que ele a salva-la. A mesma soltou um suspiro e mordeu os lábios com força, não queria se lembrar daquela cena mais era inevitável, sua irmã poderia morrer a qualquer momento.

— Eu tentei...tentei..salva-la. — A voz da garota saiu abafada e as lágrimas voltaram a cair como cascata.

— Salvar? salvar quem? — O loiro perguntou ansioso e confuso.

— Minha irmã...minha única família...eu prometi que ira voltar. — a voz dela saiu arrasada e em um questões de segundos já estava soluçando com as mãos no rosto. Se sentia um inútil queria se matar queria morrer junto com sua pequena irmãzinha.

Naruto a olhou surpreso, ela estava tão frágil. A forma que ela estava agindo era a forma de quem perdera alguém que ama. Ele conhecia muito bem pois já a via agido daquela forma já a via chorado por dias quando perdera seus pais. Movido pela emoção o mesmo a abraçou, de alguma forma ele sentia a dor dela e odiava a ver sofrer.

— Shiii vai ficar tudo bem. — Ele sussurrou alisando os grandes cabelos negros.

— Ela vai morrer, eles vão mata-la. Eu não posso desistir eu preciso salva-la — Ela disse desesperada e se levantou.

— Hinata por favor se acalma e me explica o que esta acontecendo. — O loiro disse se levantando. Precisava entender o que estava acontecendo para poder ajuda-la.

— Eu tenho que salvar minha irmã. — Ela murmurou indo em direção a porta mais o loiro a segurou antes.

— Você não pode sair assim. — Ele disse a virando para ele e ela o empurrou.

— Me solta, eu preciso salvar minha irmã. — Ela quase gritou e Naruto passou as mãos nos cabelos nervoso.

— Você não pode sair, está ferida e Sasuke não permitiria. — Ele disse tentando manter a calma.

— Isso não é nada, ele não pode me impedir de salvar minha irmã. — Ela disse em  desespero.

— Onde esta sua irmã? ela esta em perigo? eu posso te ajudar. — Ele disse segurando os braços da garota. Ele queria ajuda-la, sentia que precisava ajuda-la.

— Ela esta na aldeia da névoa. — A garota respondeu imediatamente.

— Na aldeia da névoa? mais lá é o território da Akatsuki. — O loiro disse confuso porem logo em seguida sua expressão ficou séria.

— O que sua irmã faz com a Akatsuki? — Ele perguntou a olhando seriamente. Era impossível não imaginar que sua marcada estava envolvida com os vampiros. Os vampiros no qual eram inimigos de sua alcateia.

— Eles pegaram minha irmã e me ameaçaram, o plano era eu levar a marcada do Uchiha ou minha irmã iria morrer, mas eles mentiram por que na minha visão eu vi, eles vão matar Hanabi e eu preciso fazer alguma coisa. — A garota disse desesperadas tropeçando nas palavras.

— O que? espera, senta aqui e me explica isso com calma. — O loiro disse confuso a puxando para o sofá. A única coisa que entendeu foi plano, marcada e morte.


oOo


            A rosada se viu relaxada naquele banho quente, era tudo o que precisava para tentar acalmar os seus hormônios. Sim hormônios era a única explicação para estar daquela forma. Seu corpo ardia em desejo e ela queria algo que não sabia, a única coisa que sabia era que o Uchiha poderia lhe dar esse algo.

Trancou o chuveiro e pegou a toalha começando a enxugar seu corpo. Quando já estava seca a enrolou em seu corpo e seu olhar bateu em suas roupas sujas que estavam jogadas em um canto do banheiro.

Colocou as mãos na cabeça e praguejou baixinho mordendo os lábios. Como fora burra de ter esquecido das roupas, e agora? não poderia ficar de toalha pois estava frio. 

— O que eu faço? — Sussurrou tentando achar uma solução. A imagem do moreno veio a sua mente e ela exitou. Será que pediria ajuda a ele? tinha vergonha do mesmo a ver de toalha porem era sua única solução. Ele que a arrastara para casa dele e nem a deu o direito de pegar suas coisas.

Começou a andar a passos exitantes até a porta. Parou em frente a mesma e apertou a maçaneta com força. Sua mente estava em guerra em chamar ou não chamar. Até que criou coragem e suspirou abrindo a porta.

Colocou a cabeça para fora tendo a visão do quarto vazio que era iluminado por uma pequena lareira, saiu do banheiro fechando a porta e ficou parada em frente a ela. A porta do quarto estava fechada e ela teria que gritar para que Sasuke a ouvisse. Abriu a boca e fechou algumas vezes e apertou os dedos com força por que estava exitante a culpa era dele que não tinha roupas e ele que tinha que traze-las.

— SASUKE — Gritou enchendo os pulmões de ar e escultou passos pesados pela casa.

O Uchiha estava na cozinha tentando se concentrar em fazer algo para a rosada, estava difícil se concentrar ainda mais quando escultou o barulho do chuveiro sendo fechado e os passos da garota. O mesmo tinha uma audição aguçada podia escultar qualquer barulho a quilômetros de distância. Quando escultou o grito da garota foi quase correndo para o quarto e abriu a porta de supetão assustando a rosada.

— O que acontec... — O moreno começou a falar preocupado porem a frase morreu em sua boca que se abriu com a visão a sua frente. 

Ela queria o enlouquecer tinha certeza disso. A garota estava em frente a porta do banheiro com só uma misera e pequena toalha cobrindo-lhe o corpo. A mesma parecia acanhada seus braços estavam firmes rente o corpo e as mãos eram apertadas firmemente enquanto a mesma mordia aqueles lábios vermelhos e suculentos, alguns fios dos longos cabelos que estavam molhados caiam em seu rosto e cobriam a face avermelhada e envergonhada da garota. Os olhos ônix observara cada detalhe daquele pequeno e desejado corpo

— Eu preciso de uma roupa. — Ela disse nervosa pelo olhar que ele lançava a ela, o mesmo a olhava tão profundamente que ela sentiu seu ar ir embora.

— Eu tentei, eu juro que tentei mais você não facilita as coisas. — A voz do mesmo saiu em um rosnado a olhando com desejo.

 Não conseguindo se controlar em uma velocidade sobre humana já tinha prensado a garota contra a porta do banheiro colando seus corpos fazendo a mesma arfar.

Ela a puxou pela nunca fazendo a mesma ficar nas pontas dos pés e colou suas bocas iniciando um beijo selvagem. levou a outra mão a cintura dela a apertando com  força. Seu lobo esta louco dentro de si ele iria faze-la sua naquele exato momento.

Levou as mãos as coxas torneadas da rosada e a levantou fazendo a mesma elançar as pernas em sua cintura. A garota soltou um gemido quando sentiu a excitação do moreno em sua intimidade que estava latejando. Sasuke mordeu os lábios carnudos da rosada com certa força e curvou o rosto no fino pescoço começando a mordisca-lo e chupa-lo. O cheiro dela era inebriante era uma tortura para ele que já estava ficando louco.

Sakura soltou um suspiro fechando os olhos e levou as mãos aos cabelos de Sasuke os apertando. Queria mais daquele homem que a fazia ficar sem ar só de olha-lo.

— Eu preciso por favor. — Ela sussurrou se contorcendo tentando de alguma forma ter algo a mais.

Aquilo foi o limite para o Uchiha, ela estava praticamente implorando por ele. Ela o desejava tanto quanto ele. Em um movimento rápido arrancou a toalha do corpo da rosada. 

Sakura arregalou os olhos e o Uchiha trincou os dentes parando o olhar nos seios medianos e rosados da garota que subiam e desciam a sua frente por causa da sua respiração descompassada. Aquela era a visão do paraíso.

— Você vai ser minha por inteiro pequena. — A voz do moreno saiu rouca e o mesmo levou a boca ao seio da rosada o abocanhando como se fosse a última coisa da face da terra. 

 A pele dela tinha um gosto delicioso e os seios poderiam ser comparados com morangos maduros. A língua dele contornava o bico rosado e o mesmo começou a mordisca-lo enquanto sua mãos brincava com os outro.

— Oh — A garota soltou um gemido entortando a cabeça para trás puxando os cabelo do mesmo com força. Aquela sensação era deliciosa, queria mais, muito mais. Estava louca completamente pirada.

Os corpos estavam em chamas, o lobo do Uchiha estava desesperado ele não aguentaria muito tempo precisava entrar dentro dela. 

Em uma velocidade sobre Humana a rosada sentiu seu corpo cair em algo macio que percebeu ser a cama do moreno. Se apoio nos cotovelos e olhou para o Uchiha que a observava ajoelhado em sua frente. Ele analisava lentamente cada curva daquele corpo, sua mente pensava em várias formas de toma-la para sim, ela estava nua em sua cama. Estava entregue, ele queria entrar fundo nela e fazê-la gritar seu nome até perder a voz, porem ele sabia que tinha ser cuidadoso pois era a primeira vez da garota.

Sakura não sabia mais o que pensar, era muito para apenas um dia. Estava nua na cama daquele homem e não sabia nada sobre ele, apenas que o mesmo era um lobo e que de alguma forma  mesma pertencia a ele. Estava prestes a  entregar sua pureza para o mesmo e não sentia nenhum remorso. Só queria esquecer tudo o que estava acontecendo e acabar com aquele fogo que a consumia por inteiro.

— Tem certeza disso pequena? depois não terá mais volta, você será minha para o resto da eternidade. — Ele não iria parar, porem tinha que avisa-la que depois não tinha mais volta ela era sua para o resto da eternidade. Não queria que a mesma sentisse algum remorso.

Sakura se espantou com as palavras do mesmo, para o resto da  eternidade? aquela palavra a assustava, ela seria capaz de ficar ao lado dele para sempre? poderia o chamar de louco e sair correndo porem algo dentro de si não permitia. Ela se sentia bem ao lado dele, se sentia segura e protegida. E mesmo querendo não admitir ele fora o único que acendera uma chama em seu coração, ela sentia algo por ele só não tinha certeza do que era, e queria descobrir. 

E olhando no fundo dos olhos dele ela deu a certeza do que queria, talvez agora encontrasse o sentindo de sua vida pois estava cansada de fugir de tudo. Estava preparada para se entregar de corpo e alma. Era loucura? sim porem era seu destino.

— Tenho. — A palavra saiu da pequena boca com todas as certezas do seu ser.

O Uchiha deu um sorriso de lado e levou as mãos ao zíper de sua calça, ficando em pé logo em seguida e a tirando de seu corpo. Se Sakura estava corada agora estava roxa de vergonha, nunca tinha visto um homem nu em sua vida e aquele que estava em sua frente parecia ter sido esculpido pelos deuses. 

O Uchiha subiu em cima da mesma se encaixando entre as pernas da garota. Uma corrente elétrica passou pelos dois corpos fazendo Sakura soltar um gemido, seu coração estava tão acelerado que Sasuke conseguia ouvir as fortes batidas.

 Desceu o olhar para o corpo pequeno da garota parando em sua intimidade rosada, como queria tocar ali e lhe dar um orgasmo intenso, no entanto deixaria para o outro dia pois estava  tão desesperado e se não entrasse na mesma logo enlouqueceria.

As mãos do moreno foram até as coxas da rosada e o mesmo deu um aperto forte as abrindo deixando a rosada exposta, ela estava pronta para recebe-lo e em um único movimento a puxou para ele fazendo suas intimidades se chocarem e seu membro deslizar para dentro da mesma.

— Ah — O grito da garota foi agudo, a dor era cortante ele estava a rasgando ao meio, foi inevitável segurar as lágrimas.

O Uchiha rosnou tentando se controlar. Ela era mais apertada do que imaginara, seu membro era grande e grosso e para não a machucar ele colocara só a metade. Levou a boca ao ombro da garota mordendo os mesmo com certa força que com certeza ficaria marcado, esperou tantos anos para se unir a ela e quando finalmente conseguiu não estava conseguindo manter o controle.

Ficou imóvel sentindo as unhas da garota cravarem em suas costas com força e colou seus lábios nos delas tentando de alguma forma a acalma-la. Era um beijos desesperado com um misto de desejo e paixão.

Estava doendo ela tinha que admitir, porem o prazer era mais forte e tinha preenchida o vazio no peito que ela sentia por anos. Estava completa.

Enlaçou as pernas em volta do tronco do moreno em um pedido silencioso para continuar, Sasuke trincou os dentes e voltou a se mover dentro da garota. A garota abriu a boca eu um perfeito o e soltou o nome do moreno em um gemido o abraçando com força.

— Minha. — O moreno rosnou levando as mãos as coxas da mesma as apertando com força estocando fundo dentro da mesma.

— Sasuke. — Ela gritou rasgando o peitoral do mesmo com as unhas.

— Geme pra mim pequena, grita meu nome. — Ele sussurrou em seu ouvido.

— Sasuke. — O nome dele era o único que se tinha em mente pois a mesma não se lembrava de mais nada.

Os gemidos eram incontroláveis e os corpos se fundiam como se estivessem sido feitos um para o outro.

Finalmente estavam unidos se entregando de corpo e alma, ela era viciante e ele já imaginava tê-la de novo e de novo. Nunca sentira tanto prazer em sua vida, queria mais muito mais.

Encaixou suas mãos na da rosada e as levou para o lado da cabeça da mesma, eles se olharam intensamente sentindo a melhor sensação já sentida na vida. Pela primeira vez Sakura se sentia viva e teve a certeza de que seu lugar era ali.

Os olhos antes negros agora eram vermelho sangue, Sakura arregalou os olhos atordoada o sentindo ir mais fundo e apertar seus dedos com força.

As paredes vaginais da garota o apertaram cada vez mais fazendo o mesmo trincar os dentes, Sakura sentiu seu corpo estremecer por inteiro e arqueou o curvo fechando os olhos explodindo em seu primeiro orgasmo. 

Soltou um grito e o moreno lhe apertou as nádegas a puxando para ele entrando por inteiro dentro da mesma e gozou tendo o melhor orgasmo da sua vida. Não conseguido se segurar o mesmo soltou um rosnado e o mesmo se misturou ao grito de dor e prazer da rosada.

O suor escorria pelo rosto corado da garota e a mesma tentava controlar sua respiração, Sasuke saiu de dentro dela sentindo o vazio de novo. Colou seus lábios em um beijo calmo, nunca iria se cansar de beija-la.

 Sai de cima da mesma por causa de seu peso e a puxou para cima de si, tirou os cabelos rosados do rosto da garota e lhe deu um beijo na testa. Sakura respirou fundo controlando a respiração se sentindo sonolenta, estava esgotada.

Ele deu um pequeno sorriso observando a mesma fechar os olhos aos poucos, se lembrava do dia em que a achara naquela neve, ela era só um bebezinho frágil e agora tinha se tornado uma mulher linda. Continuava frágil é claro mais ele não se importava ele queria cuidar dela e protege-la de tudo e todos. Pensou que iria perde-la hoje, seu coração doía só de imaginar sua vida sem ela. 

Sentiu a respiração dela ficar calma e a deitou na cama a cobrindo com um lençol. Ela a via dormido sem comer, deixaria só dessa vez pois ela estava cansada. A garota era tão linda que parecia um anjo. Só de olha-la já se sentia duro de novo, precisava de um banho de água fria.

Se levantou e iria até o banheiro porem batidas na porta o impedira, soltou um suspiro e se vestiu rapidamente. As batidas se tornaram cada vez mais fortes e ele praguejou indo a passos pesados até a porta a abrindo com raiva.

— Não sabe esperar porra? — Gritou irritado dando de cara com o seu beta e a garota que queria matar.

— Temos um problema.  — O loiro disse seriamente, Hinata estava ao seu lado comum olhar sério e esperançoso. Eles eram sua única esperança.

Sasuke olhou para os dois e fechou a porta atrás de si, fez um sinal com a cabeça começando a ir em direção ao seu escritório sendo seguido por Naruto e Hinata. Quando chegaram a pequena casa ele abriu a porta e entrou sendo seguido pelos outros dois.

O moreno se sentou em sua cadeira atrás de sua mesa e os outros pararam em sua frente, ele olhou para os dois esperando que alguém falasse algo e parou o olhar em Hinata a olhando seriamente.

— Espero que se explique por tentar machucar Sakura. — Ele a olhava com ódio. A morena abriu a boca para responder porem Naruto interrompeu.

— Não é nela em que você tem que descontar sua raiva e sim em Sasori. — As palavras do loiro fizeram o moreno olhar instantaneamente para ele.

— O que você disse? — Ele rosnou se levantando. 

— Não é a Hinata que quer machucar a Sakura e sim o Sasori, é ele que quer a Sakura, Sasuke ele quer se vingar de você. — Quando o loiro terminou de falar a mesa que estava a sua frente voo na parede ao lado se despedaçando. Hinata se assustou e Naruto suspirou dado um passo para trás. 

O Uchiha tinha um olhar assassino, outra vez aquele ruivo miserável entrando no seu caminho. Mais dessa vez ele pegou pesado e as coisas vão ficar feias para seu lado.

— Começa a abrir a boca e me fala tudo o que aquele desgraçado esta tramando. — Ele ordenou olhando friamente para Hinata. A morena o analisou e teve certeza de que as coisas iriam ficar feias de agora em diante.


oOo


            O som dos seus passos eram o único barulho daquele corredor, abriu a cela pronto para jogar a vasilha com o jantar da garota porem parou assim que viu o pequeno corpo caído inerte no chão. Kisame adentrou na cela escura e deu fraco chute na garota e a mesma nem se mexeu. 

Olhou ao redor e fez uma careta ao sentir o ordo daquela cela. Bufou e se abaixou na altura da garota, quando iria levar a mão até seu rosto ela foi mais rápida e lhe cravou um prego no olho se levantando logo em seguida.

— Arg sua pirralha. — O Homem grunhiu entre dentes e a garota correu para fora da cela aos tropeços. Estava fraca pois não se alimentava a dois dias, porem ela já estava acostumada a passar fome e isso não era nada para ela.

Correu por aquele corredor escuro como se sua vida dependesse disso, já estava alcançando a saída quando algo a puxa pela cintura fazendo seu pequeno corpo bater em algo duro.

— Me solta seu monstro. — A garota se debatia tentando se soltar porem o vampiro era mais forte.

— Estou cansado de você sua bruxa imprestável, vou lhe ensinar uma lição e você nunca mais irá enfiar um prego no olho de um vampiro. — Kisame disse com a voz carregada de ódio, ele avia tirado o prego do olho e agora o mesmo escorria sangue.

Ele sorriu sádico e abriu a boca deixando suas presas afiadas a mostra. Hanabi arregalou os olhos sentindo seu corpo amolecer.

Em um movimento rápido ele as cravou no fino pescoço da garota fazendo os olhos perolados da menina se arregalarem,  ela gritou tentando se debater em uma tentativa inútil. 

A dor era horrível e estava queimando, tudo o que podia fazer era chorar e esperar até ele sugar a última gota de seu sangue.

A garota foi fechando os olhos aos poucos sentindo seus sentidos irem embora e o vampiro se satisfazia cada vez mais com os gritos de dor da garota.

Seria esse seu fim? morreria nos braços de um vampiro? igual a sua família? deverei ter morrido naquele dia com eles. Era só um estorvo, por isso sua irmã a deixara para morrer.

 

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...