História I Need You - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Lobos, Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 251
Palavras 4.791
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 15 - Ódio


 

I Need You


          A garota já estava perdendo os sentidos, o vampiro se saboreava cada vez mas com o sangue da pequena bruxa. Ele não se importava se ela iria morrer ou não, ele estava irritado, muito irritado.

— Kisame solte a garota agora. — Um grito o fez despertar e soltar a garota fazendo a mesma cair em um baque surdo no chão.

O vampiro olhou para a garota e depois levantou o olhar para Konan que estava a sua frente com um olhar sério.

— O que pensa que esta fazendo seu idiota? — A mulher gritou se abaixando até a menina colocando a mão em seu coração constatando que a mesma estava viva.

— Ela iria fugir. — O vampiro respondeu trincando os dentes.

— Seu inútil, não faz nada que presta até uma garotinha consegue passar a perna em você. — A mulher rosnou se levantando.

— O que você faz aqui? — Perguntou mudando de assunto.

— Sasori me mandou pegar a garota, o que será que ele vai fazer quando eu leva-la até ele? a garota não morreu acho que você já sabe o que aconteceu com ela não é mesmo? — A mulher perguntou com uma pontada de irônica e o vampiro desviou o olhar.

— Não tive escolha. — O mesmo disse irritado, odiava levar bronca.

— Não teve escolha? por causa da sua incompetência agora temos uma recém criada, e você sabe como são os recém criados não é mesmo? eles não sabem se controlar e acabam chamando muita atenção. Agora limpa essa boca e vá caçar antes que ela acorde. Ela acordará com sede e precisará de algo para se alimentar antes que acabe fazendo  besteiras. — A mulher disse e se abaixou pegando a menina no colo.

— Mas e Sasori? — O vampiro perguntou surpresa.

— Faça o que mandei, do Sasori cuido eu, você teve sorte dessa vez Kisame mais na próxima considere-se morto. — A mulher disse friamente e se virou saindo daquele cala bolso com a garota nos braços.

Sasori batia as unhas em seu trono com um olhar irritado, não estava mais aguentando esperar a bruxa. A via mandado Zetsu até a vila da folha na noite passada para vigiar a bruxa e descobrir o por que da demora.

Estava entediado, queria que a garota chegasse logo para ser seu novo brinquedinho. Iria se divertir muito com ela. Só de imaginar um sorriso maldoso se formava em seu rosto.

A porta central foi aberta revelando Konan, a mesma foi a passos firmes até Sasori parando em sua frente.

— Temos um pequeno problema. — A mulher anunciou e o ruivo a olhou sem interesse.

— Então resolva. — Indagou desviando o olhar.

Konan o olhou por um tempo e desviou o olhar, odiava quando o mesmo a tratava com ignorância. 

— Temos uma recém criada na mansão. — A mulher soltou e o ruivo a olhou instantaneamente.

— Como isso aconteceu? — Perguntou irritado.

— Um descuido de um dos guardas. — A mulher respondeu o olhando nos olhos.

Sasori entendeu quem era a recém criada, a bruxinha era a única prisioneira da mansão. Ele ficou pensativo e balançou a cabeça.

— Mande matar o guarda e segure essa garota, não deixe que a mesma saia por ai, mande alguém caçar para ela. — O ruivo disse colocando a mão na cabeça. Ele não estava irritado e Konan o fitou desconfiada.

— Sim, já mandei Kisame cuidar da caça. — A mulher disse seriamente.

— òtimo. — Sasori tinha planos e terem transformado a garota em vampiro não fora ruim. Ela seria seu plano reserva caso descartasse o plano B. 

 

oOo


            — Eu tenho uma irmã pequena, somos só nós duas perambulamos por vilas desde que nosso clã fora exterminado. Um dia eu sai para buscar alimento e um deles me pegou e me levou até a mansão da Akatsuki. Sasori o líder deles tinha mandado um espião até aqui Zetsu o nome dele ele é um meio bruxo. — Hinata começou a contar tudo enquanto o Uchiha andava de um lado para o outro. 

 — Como não percebemos que estávamos sendo espionados o tempo todo? — O moreno rugiu indignado. 

— Isso foi um erro meu, eu diminui os vigias. — Naruto disse frustrado. A morena olhou para o loiro e ele fez sinal para que ela  continuasse.

— Então eles descobriram que você tinha uma marcada e que a mesma era humana. E como eles não podem vir até aqui eles prenderam minha irmã e me obrigaram a vir buscar a garota.  — Hinata disse séria e Sasuke socou a parede ao lado.

— Desgraçados. Eles querem mata-la é isso? — O moreno perguntou furioso.

— Sasori disse que queria usa-la contra você, ele quer te destruir através dela, acredito que seja através de tortura. — Hinata respondeu e se arrependeu quando os olhos do Uchiha ficaram vermelhos.

— Sasuke fica calmo, precisamos fazer alguma coisa a irmã dela esta correndo perigo precisamos salva-la. — Naruto disse tentando acalmar o amigo.

— Por que você não contou tudo desde o inicio? por que preferiu seguir esse maldito plano a pedir ajuda? — O Uchiha gritou para Hinata e a mesma balançou a cabeça.

— Eu não sei, eu não sabia o que fazer. — A morena respondeu angustiada.

O Uchiha suspirou e começou andar pela sala tentando se acalmar e pensando em uma maneira para acabar com o Akasuna.

— Aquele miserável não vai desistir até me destruir, ele tem que morrer. — Ele rugiu entre dentes.

— Concordo, porem não podemos simplesmente invadir a sede da Akatsuki, seria um banho de sangue. — Naruto disse sério.

— Ele quer acabar com você de qualquer maneira, quando descobrir que seu plano fracassou, ele vai dar um jeito de machucar Sakura. — Hinata disse olhando para o Uchiha que andava de um lado para outro, ele estava descontrolado.

— Precisamos de um plano, eu vou matar todos aqueles sangues sugas até não sobrar nenhum. — O Uchiha grunhiu com um olhar assassino.

— Isso traria uma guerra. — O loiro disse pensativo.

— Isso tem que acabar aqui, desde o inicio a Akatsuki só trás problemas vai ser o fim da Akatsuki Naruto, vamos acabar com todos eles. — O Uchiha disse olhando para o loiro e o mesmo assentiu.

— Vamos precisar de ajuda, a Akatsuki fica centrada na vila da névoa. A vila dos vampiros. Existem centenas de vampiros por lá, e como Sasori sabe que Sakura é humana com certeza a noticia se espalhara e outros seres de outras vilas se juntaram a ele contra nós. — O loiro disse olhando o olhar de ódio do Uchiha.

— Quem iria nos ajudar, como você mesmo disse se outros souberem de Sakura eles ficaram do lado de Sasori. — O Uchiha retrucou.

— É ai que você entra. — O loiro disse indo até o amigo e colocou a mão em seu ombro.

— Do que esta falando? — O Uchiha indagou olhando nos olhos do Uzumaki.

— Precisa transforma-la. — Sasuke empurrou a mão do loiro de seu ombro e suspirou.

— Não esta na hora. — Respondeu curto e grosso.

— E quando será a hora? quando todos nós estivermos mortos e sua bebezinha estiver dentro de um caixão? — O Uzumaki disse entredentes e quando percebeu Sasuke o prendia na parede com o braço em seu pescoço.

— Repete o que você disse e eu te mato aqui e agora. — A voz do Uchiha saiu ameaçadora e Hinata entortou os lábios olhando aquela cena.

— Você não esta entendendo a gravidade da situação Sasuke, Sakura está em perigo, estamos todos em perigo. Sasori quer guerra Sasuke e através da Sakura ele esta conseguindo te deixar descontrolado, enquanto for humana ela só é uma peça no jogo dele para lhe atingir. Eu falo isso por que todos aqui somos uma família e Sakura já faz parte dela, então pensa direito e faça o que é certo. — O loiro disse seriamente sem nenhum quesito de medo. Sasuke apertou os olhos com força e soltou o loiro.

— Eu já pensei Naruto, não vou transforma-la eu vou matar todos não importa quantos sejam, eles não vão chegar perto dela. — O moreno disse decidido e o loiro suspirou.

— Tudo bem Sasuke, faça o que quiser eu só quero que tudo dê certo. — O loiro disse balançando a cabeça e olhou para Hinata que tinha uma expressão abalada.

— E a respeito da irmã de Hinata? ela corre perigo nas mãos de Sasori. — O loiro indagou e Hinata mordeu os lábios.

— Vamos dar um jeito, a garota não tem culpa da burrice da irmã. — O Uchiha disse olhando irritado para a morena.

— Arrogante. — A morena sussurrou fechando a cara.

— Amanhã reúna toda a alcateia precisamos de um plano, e aumente os vigias e avise que se over algum intruso não o mate, traga-o para mim. — O moreno ordenou e Naruto assentiu.

— Mais alguma coisa. — Naruto perguntou sério.

— Preciso de uma mesa nova. — O moreno indagou e saiu da sala deixando os dois para trás.

Naruto olhou para a mesa despedaçada e revirou os olhos soltando uma pequena risada.

—  Ele é bem temperamental. — Hinata comentou olhando para o loiro.

— Você ainda não viu nada, vem você precisa descansar. — O loiro disse e saiu da sala sendo seguido por Hinata.

— Obrigada. —  A morena disse baixo quando os dois chegaram na casa do loiro.

— Pelo o que? — Naruto perguntou um pouco surpreso.

— Por tudo. —  A garota respondeu e deu um pequeno sorriso deixando o loiro admirado. Ela estava grata por tudo o que o loiro a via feito por ela. Talvez deveria ter pedido ajuda desde o inicio e talvez o Uchiha estava certo ao chama-la de burra.

— Não precisa agradecer, você é minha e é o meu dever lhe proteger. — O loiro disse deixando a garota surpresa.

Ela abriu a boca e fechou não conseguindo falar nada, a via até esquecido que marcada de um lobo. 

— Olha eu não to com cabeça pra isso agora, e eu ainda não engoli essa história de marcada. — Hinata disse séria e passou a mão nos cabelos.

— Tudo bem Hinata, eu não quero pressiona-la, deixe tudo acontecerá na hora certa. — Naruto disse dando um pequeno sorriso.

— Obrigada. — Ela sussurrou surpresa pelas palavras do loiro.

— Bom eu vou pegar umas roupas com Tenten pra você vestir, até você arrumar as suas. — O loiro disse e saiu da casa deixando a morena perdida em pensamentos.

— Naruto Uzumaki. — A morena murmurou o nome do loiro e deu um pequeno sorriso. Ela não merecia ele.

 

oOo


             O moreno se transformou e correu para a floresta, sabia que não iria conseguir dormir aquela noite. Estava com muito ódio, precisava pensar, precisava se distanciar de tudo.

O mesmo parou em um penhasco que ficava ao sul da floresta de Konoha, era um lugar distante e afastado onde quase ninguém ia. Aquele era o único lugar onde ele tinha paz e conseguia pensar, abaixo do penhasco tinha um rio e uma cachoeira que estavam congelados por causa do inverno. 

O que você faria no meu lugar pai? — Pensou deitando na neve fitando o nada.

Queria se livrar daquele ódio, sabia que teria de matar Sasori e sabia que de um jeito ou de outro a veria uma guerra. Não queria colocar sua alcateia em risco e nem transformar Sakura. Ele estava para ficar louco. Porem o mesmo sabia que tinha que tomar uma decisão, uma difícil decisão.

A noite logo caiu e o dia amanheceu fazendo os raios solares acertarem no rosto do lobo. Depois de tanto pensar Sasuke a via dormido no penhasco. O mesmo acordou e soltou uma lufada se virando para a floresta indo em direção a cada de Chiyo.

O Uchiha parou em frente a antiga casa de sua pequena e entrou na mesma olhando a porta caída no chão. Tinha esquecido daquele detalhe, só voltara ali para pegar as coisas de Sakura pois a mesma não poderia ficar nua.

— Sabe eu já estava indo até a polícia lhe denunciar por arrombar a minha porta. —  Chiyo parou em frente a ele com os braços cruzados e o olhar mortal.

— Hum. — O moreno resmungou e levantou a porta a colocando no lugar e prendeu a mesma com alguns ferros.

— Onde esta minha menina? —  Chiyo perguntou mordendo os lábios, estava com medo que algo acontecesse com sua garotinha.

— Esta na minha casa. — Sasuke respondeu passando pela mulher e subiu as escadas indo em direção ao quarto da garota.

— O que aconteceu? por que não a trouce?e Hinata? — A Senhora foi atrás dele o enchendo de perguntas.

— Hinata foi mandada pela Akatsuki para levar Sakura até o líder deles, ela não esta segura aqui e vai morar comigo agora. — Sasuke disse pegando uma mala em cima do guarda roupa e abriu as portas do mesmo pegando tudo o que ia pela frente jogando dentro da mesma.

— Eu não acredito, confiei em Hinata. — Chiyo disse com os olhos arregalados.

— Sempre soube que você era uma incompetente. — O Uchiha disse friamente e se abaixou quando um abajur voo em sua cabeça.

— Incompetente é você seu imprestável olha não sabe arrumar nem uma mala. — A mulher disse irritada apontando para a mala que o moreno arrumava. Estava toda bagunçava e o mesmo jogava as coisas de qualquer jeito.

— Cala a boca. — Sasuke resmungou e fechou a mala.

— Pode deixar essa mala ai, você não vai obrigar minha menina a morar com você. —  A mulher disse entre dentes.

— Não estou obrigando ninguém, ela esta lá por livre e espontânea vontade. —  O moreno disse passando pela mulher e desceu as escadas com a mala em mãos.

— A Sakura aceitou morar com você? — A mulher perguntou surpresa e com uma pontada de tristeza na voz.

— Sim. —  O mesmo respondeu chegando ao andar de baixo.

— Espera, o que os vampiros querem com minha menina? — A mulher perguntou preocupada.

— Querem me atingir. — Sasuke respondeu sentindo o ódio voltar.

— Cuida bem dela e fala que eu sentirei saudades. — A mulher disse em um fio de voz.

— Hum. Obrigado. —  O Uchiha disse saindo da casa. O mesmo não era de agradecer, mais Chiyo sabia que ele estava agradecendo a ela por ter cuidado da sua garota todos esses anos.


             A rosada despertou soltando um bocejo, a garota se sentou na cama e olhou em volta. Estava sozinha no quarto, desceu o olhar para seu corpo constatando que estava pelada e mordeu os lábios se lembrando da noite passada onde a via se entregado ao moreno. Tinha sido perfeito e a mesma não sentia nenhum arrependimento. Será que ele a via dormido com ela? se perguntou olhando para o lado vazia e organizado da cama.

Prendeu o lençol em volta do corpo e se arrastou até o pé da cama sentindo um incomodo entre as pernas. Mordeu os lábios e desceu da cama quase indo ao chão quando deu o primeiro passo. Soltou um resmungo e olhou para a cama vendo a macha de sangue na mesma. Já era mais virgem, agora era uma mulher por completo.

Uma mulher — Sorriu com os próprios pensamentos e foi até o banheiro arrastando o fino lençol pelo corpo.

Abriu a porta do banheiro e foi até a pequena pia onde lavou o rosto e o enxugou em uma toalhinha que tinha perto. Soltou um suspiro e saiu do banheiro, não podia tomar banho pois não tinha roupas e não ficaria de toalha naquele frio.

Olhou cada canto do quarto e foi até a porta segurando firmemente o lençol que envolvia o o corpo. Abriu a porta dando de cara com um pequeno corredor e saiu do quarto andando pelo mesmo. Se perguntava onde estava Sasuke.

Andou por toda a casa não o encontrando em lugar algum ficando nervosa. Estava sem roupa e com fome, a lareira da sala esquentava a casa porem não o bastante e a mesma já estava começando a sentir frio.

Soltou um suspiro e quando resolveu se sentar no sofá batidas na porta a impedem. Sakura mordeu os lábios olhando para a porta exitante, estava sozinha e coberta só por um fino lençol. Decidiu que ficaria em silêncio assim a pessoa pensaria que não a via ninguém e iria embora. Porem a pessoa não parava de bater, suspirou e resolveu atender. Não iria fazer nada demais, só falaria que não tinha ninguém em casa.

Levou a mão a maçaneta a abrindo e deu de cara com um homem de cabelos e olhos castanhos, o mesmo tinha dois riscos no rosto e sua mão estava levantada. Sakura entortou os lábios sentindo o corpo se arrepiar pelo frio que estava fazendo. 

Kiba abriu a boca olhando surpreso pela garota e desceu o olhar para o pequeno corpo, passou a língua nos lábios e desviou o olhar. 

— É onde esta Sasuke? — O mesmo perguntou olhando nos olhos da garota.

— Eu não sei..é... — A garota começou a falar porem é interrompida quando passos pesados anunciam a chegada do Uchiha.

O moreno parou ao lado de Kiba e olhou para Sakura estreitando os olhos para ela. Sakura desceu o olhar para  as mãos do moreno reconhecendo sua mala.

— O que faz aqui Kiba? — Sasuke perguntou seriamente.

— Eu preciso falar com você. — Kiba disse nervoso pelo o olhar do Uchiha.

— Vou resolver um assunto agora, falo com você daqui a pouco. — O moreno disse olhando sugestivamente para a rosada.

— Mais acho que vo... — Kiba começou a falar porem parou como olhar que o Uchiha lhe deu. — Ok depois conversamos. — Kiba respondeu e fez um comprimento com a cabeça para os dois sendo devolvido apenas por Sakura.

O homem foi embora e Sakura mordeu os lábios com o olhar  repreendedor que recebeu do Uchiha. Sasuke parou em frente a garota e a puxou para dentro fechando a porta com o pé.

— O que estava fazendo? — O moreno perguntou irritado e deixou a mala da garota em um canto da sala.

— Eu só atendi a porta. — Sakura respondeu acanhada pelo o olhar do mesmo, ele nunca  a via brigado com ela.

— Você já reparou que esta nua em baixo desse fino lençol? — Sasuke disse ferozmente descendo o olhar para o corpo da garota sentindo todo aquele desejo voltar.

— Queria que eu fizesse o que? ele não parava de bater na porta. Acho que você deveria ir resolver o problema dele. — A garota respondeu cruzando.

— Esta preocupada com ele? — Perguntou a puxando pela cintura colando seus corpos.

— Onde você estava? — Sakura perguntou com a respiração descompassada, só de sentir o corpo dele já sentia seu corpo pegando fogo.

— Não respondeu minha pergunta. — Sasuke disse mordiscando o pescoço da rosada.

— Não vejo nenhum motivo para responde-la. — A garota indagou fechando os olhos soltando um suspiro.

— Eu estar perguntando já é um motivo para responde-la. — Retrucou a olhando seriamente.

— Qual o seu problema? — Sakura perguntou confusa.

— Eu tenho muitos problemas pequena e todos eles são ligados a você. — Sasuke respondeu sentindo o ódio voltar.

— Do que esta falando? eu sou um problema pra você? se eu sou um problema eu vou embora agora mesmo— A garota disse séria se soltando dos braços do moreno.

— Você não a lugar nenhum — O Uchiha grunhiu puxando a rosada de volta.

— Me solta. — Ela se debateu tentando se soltar.

Estava irritada e chateada, ela era um problema para ele? então por que ele a via trazido para morar com ele.

— Você não é o problema pequena e sim as pessoas que estão a nossa volta. — O moreno disse segurando os braços da garota sem nenhuma dificuldade e a mesma parou de se debater.

— O que esta acontecendo? que problemas são esses? — A garota olhando nos olhos.

— Você não precisa se preocupar com isso. — Sasuke passou a mão no rosto da garota, ela era tão pequena, tão frágil. Não tinha coragem de transforma-la, não queria ver dor naquele olhos verdes que tanto amava.

— Você esta me tratando como uma criança. — Sakura disse séria, odiava quando a tratavam daquela maneira.

— Quer que eu te trate como pequena? — Perguntou olhando o corpo da garota.

— Como uma mulher. — Respondeu decidida.

— E como se trata uma mulher? — Sussurrou no ouvido da mesma mordendo o lóbulo de sua orelha, levou as duas mãos as nádegas da garota apertando com vontade fazendo a mesma soltar um gemido abafado.

Sakura não respondeu, fechou os olhos sentindo seu corpo arder em desejo e sua intimidade latejar.

— Quer ser tratada como mulher? então vou te tratar como mulher. — O moreno grunhiu no ouvido e em um movimento rápido puxou o lençol da garota fazendo o mesmo voar longe.

Sakura soltou um gemido e o Uchiha a jogou no sofá deixando a mesma com as pernas abertas. Perdeu o ar quando viu o moreno abaixado entre suas pernas a olhando com um sorriso diabólico. O mesmo colocou uma perna da mesma sobre o ombro e passou a língua nos lábios devorando a intimidade rosada da garota com os olhos. Desde a primeira vez que a vira nua sentiu vontade de explorar cada canto da intimidade da rosada.

— Tão rosadinha, tão minha. — Sussurrou e tocou na intimidade da garota que já estava molhada. Sakura soltou um gemido sofrego e sentiu a língua do moreno em seus clítoris. 

— Oooh — Soltou um longo gemido entortando a cabeça para trás.

Aquela sensação era nova para a garota, ela abriu a boca e semicerrou os olhos se permitindo sentir aquela sensação maravilhosa.

Sasuke se deliciava chupando cada canto da intimidade de sua rosada. Ela era deliciosa, levou o dedo enfiando dentro do buraquinho da garota se deliciando com os gemidos da mesma.

— Anh..mais por..fav.or. — A garota gemeu rebolando no dedo do moreno.

Sasuke soltou um rosnado e tirou o dedo de dentro da garota voltando a chupa-la. Sakura o puxou pelos cabelos rebolando em sua boca. Não conseguia controlar os gemidos de prazer que estava sentindo. 

Sasuke cravou os dedos nas coxas da garota as apertando com força a puxando cada vez mais para ele. Queria faze-la gozar em sua boca e sentir seu doce gosto. A rosada soltou um grito arqueando o corpo e puxando os cabelos do Uchiha com força explodindo em sua boca, o Uchiha bebeu todo o seu gozo.

O moreno beijo mordiscou o sexo da rosada subindo até a barriga lisinha, o rastro de sua saliva fazia a rosada estremecer. A mesma o puxou pelos cabelos o beijando com desejo, as línguas se enroscavam uma na outra desesperadamente. Sakura sentiu seu próprio gosto na boca do moreno.

Sasuke queria esquecer os problemas, queria só entrar em sua pequena outra vez, porem dessa vez ele não ira pegar leve. Dessa vez ele iria acabar com todo o seu sofrimento de anos. Ela iria pagar por te-lo feito esperar tanto.

A rosada levou as mãos a camisa do moreno a tirando com a ajuda do mesmo. Voltaram a se beijar ferozmente e a garota o puxou para ela passando as unhas em sei peitoral definido.

Ele Levou as mãos aos longos cabelos rosas puxando a cabeçada da mesma para trás deixando o pescoço da garota exposto. Mordiscou o pescoço fino e lhe deu um chupão marcando o território. 

— Você é minha. — Rosnou em seu ouvido e virou a garota fazendo a mesma ficar de joelhos no sofá.

O Uchiha mordeu os lábios olhando aquela bunda redonda que estava com algumas marcas vermelhas de suas mãos. Desceu seu calça e a cueca liberando seu membro que já estava doendo de tesão.

— Eu vou estar tão fundo nessa bocetinha que você nunca vai se esquecer de mim. — Ele sussurrou próximo ao ouvido da rosada que arfou sentindo sua intimidade se contrair.

O Uchiha separou as pernas da garota a puxando pela cintura entrando por inteiro dentro da mesma. 

— Aanh — O gemido de dor e prazer da rosada fora alto a mesma se apoio no sofá sentindo o moreno estocar cada vez mais fundo.

O Uchiha soltou um gemido sentindo a mesma o engolir por inteiro, ela era tão apertada, tão deliciosa.

— Sasuke. — Sakura gritou e o moreno rosnou se exitando ainda mais com aquela cena. 

Só se ouvia o barulho dos sexos se chocando e os gemidos agudos da rosada. Ele se enfiava até as bolas dentro da mesma e saia entrando com mais rigides. Aquele era seu lobo louco de desejo. Ele queria fode-la em todo canto daquela casa e iria.

Sakura estava indo a loucura e seus gemidos eram descontrolados, ela deveria estar sentido dor porem tudo o que sentia era prazer. Sentiu as mãos do moreno descerem até sua intimidade começando a masturba-la e soltou um grito sentindo uma corrente elétrica em seu corpo, Sasuke não conseguiu segurar o gemido quando as paredes vaginais da garota lhe apertaram. O mesmo deu uma última estocada e os dois chegaram ao clímax juntos. 

Sakura sentiu seu corpo estremecer e segurou firme no estofado do sofá, tinha certeza que suas pernas estavam bambas.

O moreno saiu de dentro da garota a virando a pegou no colo fazendo a mesma elançar as pernas em sua cintura,  se sentou no sofá e a puxou para baixo fazendo seu membro entrar por inteiro dentro da garota.

— Aah — Sakura soltou grito cravando as unhas no ombro do Uchiha.

— Rebola pra mim pequena. — Ele grunhiu em seu ouvido sentindo a mesma começar a rebolar de vagar, ela estava o atiçando.

Ele a pegou pela cintura aumentando ritmo dos movimentos. Abocanhou os seios da garota os chupando com vontade. O rosto de Sakura se contorcia em prazer e a mesma não tinha mais voz para gritar.

Ele a invadia por inteiro, a mesma se perguntava como ele conseguia e por que ainda não tinha morrido. Céus ele a deixava entorpecida, se perguntava como seria todos os dias estar com ele. Os dois não conseguiriam fica sozinhos em um ambiente pois já estariam se devorando. Sim devorando.

Soltou um grito quando gozou pela terceira vez naquela manhã. E o Uchiha lhe apertou com mais força sentindo as paredes vaginais da garota o apertarem e gozou dentro dela.

Ele soltou um gemido e beijou os lábios vermelhos da garota. Quando estava dentro dela pode esquecer todos os problemas. Problemas esses que voltaram com tudo ao observar o rosto corado da garota.

Sasuke mordeu os lábios rosados da garota e se levantou começando a caminhar com ela em direção a cozinha. Sakura estava suada e com o coração acelerado.

O mesmo entrou com a garota no pequeno comodo e a colocou sentada em cima da mesa. 

Sakura o observou se afastar confusa e o mesmo pegou uma faca na gaveta do armário. O mesmo volta até ela com a faca em mãos e a olhou profundamente.

— Eu irei selar a ligação. — O moreno disse e Sakura abriu a boca.

— Selar? como assim? — A garota perguntou confusa. Ainda estava atordoada com o sexo quente que tiveram.

Sasuke levou a faca até o próprio pulso o cortando, Sakura arregalou os olhos e o mesmo levou o pulso até a boca da garota que se afastou mais o mesmo a puxou.

— Beba. — O moreno ordenou e Sakura olhou para o sangue que escorria pelo pulso do moreno exitante. Aquilo era nojento.

Sem saída a mesma bebeu algumas gotas de sangue sentindo o gosto de ferro na boca. Sasuke tirou o próprio pulso da boca da garota e puxou o braço da mesma levando a faca até o seu pulso fazendo um pequeno corte.

Sakura fez uma careta de dor e sentiu o moreno levar seu pulso até a boca bebendo seu sangue. A ligação estava completa, agora eles estavam ligados até a morte. 

— O que foi isso? — Sakura perguntou depois de um tempo e Sasuke colocou um band aid no corte dos dois.

— A ligação esta completa, agora você esta ligada a mim até a morte, com esse pacto de sangue agora conseguiremos sentir os sentimentos de cada um. — O moreno disse colocando a mão no coração da rosada.

— Sentimentos. — Sakura sussurrou surpresa sentindo novos sentimentos lhe invadirem. Aquilo era surreal, fechou os olhos sentindo novas sensações fluírem.

— Agora eu conseguirei lhe encontrar onde quer que você esteja. — O Uchiha disse passando a mão nos cabelos rosados.

Sakura o olhou nos olhos e mordeu os lábios. Ela estava ligada aquele homem para o resto da eternidade e de alguma forma gostava daquilo, pois se sentia em casa ao lado dele. Se perguntava se estaria apaixonada. E começou a imaginar como seria de agora em diante, ele disse que ficariam juntos para toda eternidade. Ele a amava? a pergunta martelava em sua cabeça. O que eles eram agora? namorados? eram tantas perguntas, queria todas as respostas.

— O que você sente por mim? — A rosada foi direta e Sasuke ficou surpreso pela pergunta.

Sakura conseguia sentir tudo o que o mesmo sentia, sentia angustia, ódio, medo? e um sentimento bom. Sasuke a olhava com a boca entreaberta e acariciou o rosto rosado.

— Você é especial pequena, é o que eu tenho de mais precioso. — Ele sussurrou beijando a testa da garota.

Sakura fechou os olhos dando um pequeno sorriso e o abraçou, não tinha mais dúvidas a mesma estava completamente apaixonada por ele. 

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...