História I Need You - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Lobos, Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 245
Palavras 5.929
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 19 - Início do conflito


 

I Need You


               Sakura deu espaço para que Hinata entrasse, a morena passou pela rosada parando no centro da sala parando o olhar no Uchiha que estava de braços cruzados a olhando com a cara fechada.

— Sera que você poderia nos deixar a sós? — Sakura perguntou olhando para o moreno que desviou o olhar de Hinata para ela.

— Sério isso? — Ele perguntou sem um pingo de paciência.

— Sério Sasuke, eu preciso conversar com Hinata. — A garota respondeu olhando para a Bruxa.

— Certo, eu não vou estar longe. Qualquer coisa é só me chamar. — Ele respondeu começando a andar até a porta.

— Não se preocupe, Hinata não fará nada. — A rosada respondeu sem tirar os olhos de Hinata. A morena olhou confusa por tamanha confiança em que a rosada tinha por ela mesmo depois de tudo.

A porta bateu pela saída do Uchiha e Sakura apontou o sofá para Hinata. A morena soltou um suspiro e se sentou no sofá, logo Sakura se sentou ao seu lado esperando pelas palavras da Hyuuga.

— Acho que você já sabe que eu sou uma bruxa. — Hinata começou a falar olhando para Sakura que assentiu. — Mas não sou uma bruxa qualquer, eu sou uma Hyuuga e os Hyuugas tem o poder de ver o Futuro. — Hinata continuo vendo a expressão surpresa no rosto da rosada.

— Conseguem ver o futuro? — Perguntou abismada.

— Sim, no entanto nosso clã fora exterminado a alguns anos pela Akatsuki o grupo de vampiros mais poderosos de todos os tempos, pelos seus poderes eles acham que podem mandar em tudo. Só restou eu e minha irmã mais nova Hanabi. Nós vivíamos de vila em vila tentando sobreviver, alguns dias atrás eu estava a procura de comida quando um vampiro membro da Akatsuki me pegou e me levou para a mansão deles. Fiquei frente a frente com o líder deles Sasori Akasuna, o vampiro que guarda um ódio profundo por Sasuke Uchiha. — A Hyuuga disse parando para observar a expressão de Sakura, a garota estava com o senho franzido e com a boca meia aberta.

— Continue por favor. — A garota mandou apertando os dedos com força.

— Sasori havia mandado um espião para vigiar o Uchiha, esse espião descobriu que o Uchiha tinha uma marcada, uma marcada humana e caso você não saiba existem regras no nosso mundo e a maior delas é nunca se envolver com os humanos e nunca contar o nosso segredo a eles. Isso vale pena de morte. — A voz de Hinata saiu séria e Sakura arregalou os olhos.

— Eu não sabia. — Ela sussurrou atordoada.

— E é ai que eu entro, Sasori ameaçou matar minha irmã caso eu não levasse você a ele, pois a Akatsuki não pode pisar no território do Uchiha. Sasori queria atingir Sasuke usando você o odeia muito só não sei o motivo. — A Hyuuga terminou e Sakura se levantou começando a andar de um lado para o outro.

— Kami, eu não sabia de nada disso. — Ela passou as mãos nos cabelos nervosa.

— Quero que me perdoe, eu nunca quis fazer isso com você. Você não merece passar por isso. — A voz da morena saiu séria e ela se levantou ficando de frente a rosada.

— Você não tem culpa, obrigada e sinto muito pela sua irmã. — A rosada disse sinceramente e Hinata abaixou o olhar.

— Alguns dias atrás eu tive uma visão, nela eles a matavam. Creio que ela já se realizou, e eu me sinto uma inútil por não conseguir fazer nada. Ela não sabia da verdade e me odiava. — A garota disse em um fio de voz enquanto apertava os punhos com força.

— Hinata eu...me perdoe a culpa disso tudo é minha. — Sakura disse com a voz carregada de tristeza e abraçou a morena com força.

— Não, você não tem culpa de ser humana e de ser marcada de um lobo. — A voz da morena saiu baixa e Sakura mordeu os lábios com força.

— Eu não sou humana. — Sakura disse em um sussurro e Hinata se afastou olhando confusa para a rosada.

— Como assim? — Ela perguntou e Sakura desviou olhar.

— Descobri ontem que...eu sou uma Portadora do Byakugou. — Respondeu fazendo a morena arregalar os olhos.

— Impossível, eu já ouvi falar das histórias desse clã elas eram fascinantes, mas assim como o meu clã ele foi exterminado a muitos anos não tem como você ser uma. — A garota disse surpresa.

— Eu não sei vovó Chiyo disse que uma sobreviveu, eu to confusa...eu temo que ela seja minha mãe. — A garota disse em um sussurro. Se aquilo fosse verdade, sua mãe estaria viva e não morta. Não sabia se sentia medo ou felicidade, tinha medo de se decepcionar, já havia se conformado com o fato de seus pais estarem mortos.

— Nossa, isso é surpreendente. Então você é muito poderosa. — Hinata disse com admiração.

— Eu não ligo pra isso, eu só quero me livrar de todo esse tormento que esta minha cabeça. — Ela disse soltando um suspiro cansado.

— Entendo...espera, então se você não é humana Sasori estava errado. Não sei se você sabe, vai haver uma batalha daqui a dois dias e você praticamente é um motivo dela. — Hinata disse e Sakura a olhou imediatamente.

— O que você disse? — A garota perguntou incrédula.

— O Uchiha avisou hoje, ele esta com muita raiva pelo o que Sasori esta fazendo, e pelo o que eu sei eles já são inimigos a muito tempo então você apenas dispertou um lado dele que já queria essa batalha a muito tempo. — Hinata respondeu e Sakura começou a andar de um lado para o outro.

— E isso é ruim? — A voz dela saiu nervosa.

— Essa batalha pode causar muitas mortes e chamar a atenção dos humanos causando uma guerra entre todos os seres. Mas por um lado é bom pois já estava na hora da Akatsuki pagar por tudo o que fez. E eu ainda tenho esperanças de que minha irmã possa esta viva. — A voz da Hyuuga saiu séria.

— Muitas mortes. — Sakura sussurrou horrorizada.

— Sakura isso é comum em uma batalha as pessoas morrem por um objetivo maior. — A Hyuuga justificou.

— Ou seja, esse objetivo sou eu. — A respondeu com um olhar sério.

— Não só por você, mas Sasori ter mexido com você causou essa fúria no Uchiha. — A Hyuuga disse pensativa.

— Por que o Sasuke não me contou isso? — Murmurou pra si mesmo.

— Acho que ele quer proteger você, e agora eu ganhei mais uma advertência na lista negra do Uchiha contra mim. Não deveria ter abrido minha boca. — A Hyuuga disse soltando um suspiro, mas ela não se importava ele nunca iria gostar dela mesmo. Já estava até se acostumando com o olhar sombrio que ele lhe lançava.

— Odeio quando escondem as coisas de mim. Ele me trata como uma criança que não sabe se cuidar sozinha. — Sakura sussurrou apertando os olhos com força.

— Queria te dizer que vai ficar tudo bem mas nem eu sei se vai, aguente firme por que é isso que eu estou fazendo. Não foi só a sua vida que mudou de um dia para o outro, a minha também. E ainda por cima eu descobri que sou a marcada de um lobo, isso é demais para mim. — A morena disse dando um suspiro cansado fazendo Sakura abrir os olhos.

— Havia me esquecido disso, você é marcada daquele loiro não é? — Sakura disse se lembrando do loiro que havia salvado a Hyuuga.

— Sim. Naruto Uzumaki, ele tem um coração tão bom. Eu não sirvo pra ele. — Hinata disse dando um sorriso amargo.

— O que esta dizendo? eu o conheço só de vista, e posso garantir que não existiria pessoa melhor para ficar ao lado dele. Acho que ele que não lhe merece, pelo o que você me contou descobri que você é uma garota forte Hinata. Perdeu toda sua família e tentou se manter viva e cuidar da irmã, um bando de vampiros idiotas entrou no seu caminho e você não mediu esforços para tentar salva-la. Eu lhe admiro Hinata sei que você já sofreu muito. — As palavras da rosada mexera com o coração de Hinata fazendo a mesma sentir um nó na garganta.

— Obrigada mas tudo isso seria em vão se ela estiver morta. Mas eu não vou perder as esperanças, minhas visões são objetivas, elas podem mudar e eu acredito do fundo do meu coração que minha irmã esta viva. — A garota disse firmemente deixando uma lágrima cair.

— Eu também acredito Hinata, eu acredito. — A rosada disse colocando a mão no ombro da morena e lhe dando um sorriso sincero.

— Obrigada. Nunca vi uma pessoa tão pura como você Sakura, é tão pura que sua aura é branca. — A Hyuuga disse admirada. Sakura se permitiu dar apenas um pequeno sorriso.

— Bom eu vou indo agora já esta escurecendo. — Hinata disse dando um suspiro.

— Esta na casa do loiro? — Sakura perguntou curiosa.

— Sim — A morena respondeu.

— E vocês já... — Sakura começou a dizer ficando vermelha.

— O que? não...nós não temos nada e...ele disse que não vai me pressionar e...ele até me cedeu a cama dele, e...você não sabe como ontem foi agonizante. Eu não estava conseguindo controlar meu corpo, mesmo ele estando no sofá eu não sei o que estava acontecendo, o cheiro dele estava em todo lado. Não consigo ficar perto dele sem sentir essas sensações. — Hinata disse exasperada e vermelha ao mesmo tempo.

— Eu entendo, eu também sinto essas sensações e agora que Sasuke selou nossa ligação, ela esta mais forte. — Sakura disse entortando os lábios.

— Isso é novo pra mim...é muito sério...é algo para sempre, algo forte que não pode ser quebrado. — A Hyuuga sussurrou com o olhar longe, não sabia se estava disposta a se entregar aquela nova vida. 

— Eu também estava assustada, mas agora estou melhor e entendo. Eu sei que foi muito rápido mas..eu estou apaixonada por ele. — A voz de Sakura saiu baixa e ela deu um pequeno sorriso.

— Fico feliz por você, tenho pena por ter que aturar aquele arrogante mas fico feliz. — Hinata disse dando um sorriso de lado, gostava de Sakura era a única garota a quem já conversou tão intimamente. Ela com certeza seria uma boa amiga, amizade era algo que a Hyuuga não conhecia a muito tempo. Mas agora que estavam conversando como se fossem velhas amigas, ela sentia que uma amizade verdadeira poderia surgir entre as duas.

— Ele não é arrogante comigo, ele é até carinhoso. Bom só hoje que ele foi arrogante mas ele estava bravo e...eu o entendo  pois um garoto me beijou. — Sakura disse gesticulando com as mãos, depois da briga infantil que tiveram agora a pouco, ela pensou melhor e entendeu o lado dele pois não iria gostar de o vê-lo beijando outra mulher.

— Um garoto te beijou? e ele saiu vivo? — Hinata perguntou curiosa.

— Sim mas por pouco ele não morre, foi ai que eu descobri meus poderes e foi uma confusão só. Eu me canso só de lembrar. — A rosada disse e deu um suspiro cansado se lembrado de sua tarde exaustiva. Nunca tivera um dia tão agitado. Não com certeza ontem fora o dia mais agitado.

— Entendo, bom acho melhor deixa-la descansar já esta ficando tarde. — Sakura assentiu e acompanhou a morena até a porta.

— Obrigada por me esclarecer tudo Hinata. — Sakura se despediu dando um sorriso sincero.

— Obrigada você Sakura, e me desculpe mais uma vez por ontem. Até — A morena se despediu e se virou descendo os pequenos degraus da casa.

Sakura soltou um suspiro e fechou a porta se escorando na mesma. A garota fechou os olhos e deu uma risada com sua situação. Ontem descobrira que seres sobrenaturais existiam e acabou descobrindo que era marcada de um. No mesmo dia fora enganada por uma pessoa que achou ser sua amiga e quase fora morta. E na mesma noite se entregou de corpo e alma para o homem que estava a deixando fora de si. E para fechar com chave de ouro hoje acabara descobrindo que não era uma humana, e que um bando de vampiros estava atrás dela o que geraria uma batalha. Descobrir tantas coisas em apenas dois dias não era fácil, se sentia admirada por ainda estar em pé e não deitada em uma cama em um hospício.

 

oOo

 

Hinata soltou um suspiro aliviado sentindo um peso sair de suas costas. Estava melhor por ter esclarecido tudo a Sakura, não estava suportando a culpa que a remoía por dentro.

Abraçou os braços em volta do corpo sentindo o frio do inicio daquela noite. Passou por um pequeno grupo de mulheres e ignorou os olhares de inveja. Sim inveja, Naruto era o segundo homem mais disputado naquela alcateia. O loiro sempre fora mais reservado com mulheres e não gostava de sair pegando qualquer uma. No máximo tinha ficado com uma ou duas mulheres daquele acampamento.

Ignorando todas aquelas mulheres, Hinata avistou a casa do loiro. Subiu os primeiro degraus e abriu a porta entrando logo em seguida.

— Onde estava Hinata? — Olhou assustada para o loiro que entrou na sala comendo algo em uma tigela.

— Eu fui conversar com Sakura. — Respondeu fechando a porta.

— O Sasuke deixou você chegar perto dela? — Ele perguntou a olhando atentamente.

— Sim, acho que Sakura já tem o controle sobre ele. — Ela murmurou pensativa.

— Eu sabia que um dia alguém iria aparecer para coloca-lo na linha, Isso é hilário. Sasuke Uchiha nas mãos de uma garota e o pior é que ela é Humana. — O loiro disse começando a gargalhar.

— Na verdade acabou de descobrir que ela não é humana. — Hinata disse fazendo o loiro parar de rir.

— Como assim não é humana? — Perguntou confuso.

— Ela descobriu seus podere hoje, ela é uma Portadora do Byakugou. 

— Portadora do Byakugou? já ouvi falar. — O loiro respondeu pensativo.

— O que importa é que ela não é humana. — A morena respondeu e se sentou no sofá com um olhar perdido.

Naruto ficou a olhando por um tempo e colocou sua tigela em uma mesinha próxima.

— O que lhe aflige Hinata? — Ele se sentou ao lado dela tocando em suas mãos.

Aquele simples toque fez uma corrente elétrica passar por seus corpos fazendo a garota prender a respiração.

— Tudo isso que esta acontecendo. — Ela responde tentando ignorar as sensações que o loiro a fazia sentir.

— Vai dar tudo certo, nós vamos acabar com aqueles vampiros e salvar sua irmã. — A voz dele saiu convicta e Hinata o olhou.

Seus olhos azuis transmitiam certeza, coragem e força. O loiro não desistia fácil e ia até o fim quando queria algo.

— Você é tão linda Hinata. — As palavras do mesmo a pegaram de surpresa.

— Esta sendo gentil. — Ela murmurou desviando o olhar.

— Você é mulher mais linda em que eu já vi. Você é perfeita Hinata, e eu sou muito sortudo. — Disse levando a mão ao rosto da morena fazendo a mesma se virar para ele.

— Sortudo por que? — Ela perguntou rapidamente. Estava hipnotizada por aqueles olhos azuis brilhantes.

— Sou sortudo por você ser minha companheira. — Ele disse abrindo um grande sorriso e garota abriu a boca sentindo seu coração disparar.

Estava paralisada e não conseguia dizer absolutamente nada. Os olhares não ousavam se desviar, eles travavam uma batalha tentando desvendar seus mais profundos desejos. 

O loiro desceu o olhar para a boca da garota tocando na mesma. Seu lobo havia acordado dentro de si e ele nunca havia desejado aquela mulher como naquele momento. Ela estava o torturando e ele precisava sentir o gosto dela ao menos uma vez.

E fora com esses pensamentos que ele a puxou pela nunca e colou seus lábios. Foi um leve roçar de lábios que logo se tornou um beijo sedendo. Hinata arregalou os olhos levando suas mãos aos ombros largos do homem a sua frente. Já havia beijado alguns homens em sua vida mas aquele beijo era diferente e estava a levando a loucura.

As línguas se enroscavam em sincronia e o beijo estava ficando cada vez mais feroz.  Naruto levou a mão a cintura da garota a deitando no sofá ficando por cima da mesma. Hinata o puxou pelo pescoço o colando mais em si, os corpos estavam pegando fogos e os corações estavam acelerados.

Naruto apertou a cintura da morena descendo as mãos as coxas da mesma lhe dando um aperto forte. A garota soltou um gemido puxando os cabelos do loiro. Ele logo desceu os beijos para o pescoço da morena lhe dando vários chupões. Hinata arfou e só quando sentiu algo duro roçar entre suas pernas voltou a sua sanidade. 

Em questões de segundos o loiro não se via mais em cima da garota e sim do outro lada da sala com uma careta de dor. Sim, ela havia o jogado longe fazendo o mesmo voar e bater as costas na parede caindo sentado.

— Você costuma jogar as pessoas longe ou é só comigo mesmo? — Ele resmungou se levantando.

— Desculpa, força de hábito. — Ela disse se levantando atordoada.

— Tinha me esquecido como isso dói. — Ele murmurou estralando as costas.

— Olha eu...não estou pronta pra isso. — Ela disse rapidamente e passou por ele a passos apressados indo em direção ao quarto.

— To fodido com essa garota, toda vez que eu chegar perto é uma costela quebrada. Mas pelo menos valeu a pena. — Ele deu um meio sorriso e escultou a porta do quarto batendo.

Ele estava disposto a sacrificar cada osso do seu corpo por ela, estava disposto a esperar o tempo que fosse preciso para ficar com ela. Por que ela pertencia a ele.

 

oOo

 


            Sakura estava sentada com o rosto entre as pernas em cima do sofá. Um vento gélido abriu a janela invadindo a sala e apagando o fogo da lareira deixando tudo escuro. A garota apertou os braços entre o corpo e prendeu a respiração. Odiava o frio tanto como odiava a escuridão.

— Sakura. — Sasuke a chamou ao abrir a porta de casa.

O moreno entrou a encontrando encolhida no sofá tremendo de frio, ele foi até a laleira e jogou algumas lenhas a acendendo outra vez, depois foi até a janela e a fechou.

— Você esta bem? — Ele perguntou indo até ela tocando em seu rosto.

— Sim. — Ela respondeu e se levantou ficando de frente para o Uchiha com um olhar sério.

— O que foi? — A voz dele saiu desconfiada.

— Por que esconde as coisas de mim? — A voz dela saiu decepcionada, não queria brigar. Só queria faze-lo entender que ele podia confiar nela.

— O que aquela bruxa lhe disse? — Perguntou sentindo a irritação lhe invadir.

— Por que não me contou que uma batalha esta prestes a acontecer por minha causa? 

— Você não precisa se preocupar com isso. — Ele respondeu a fazendo o olhar incrédula?

— Não preciso me preocupar? muitos vão morrer por minha causa e você diz que eu não preciso me preocupar? — A garota se alterou e Sasuke a segurou pelos ombros.

— Eu não quero brigar com você então por favor se acalme. — Sua voz saiu séria e a garota abaixou a cabeça.

— Eu não quero brigar, eu só queria entender o por que de tudo isso, o por que de você não confiar em mim para contar as coisas. — A voz dela saiu baixa e frustrada.

— Eu não quero preocupar você. Eu só quero protege-la.

— Eu agradeço, só não quero que me faça de boba. 

— Não estou lhe fazendo de boba. — Ele estava indignado pela afirmação da garota.

— Então prometa que não escondera mais nada de mim. — Os olhos dela estavam suplicando isso a ele. Ele não conseguia negar nada a ela, ainda mais quando a mesma o olhava com aqueles olhos verdes suplicantes.

— Tudo bem. — Ele respondeu contrariado.

— Obrigada. — Ela agradeceu lhe dando um de seus melhores sorrisos.

— Eu não vou deixar nada de mal lhe acontecer. — Murmurou alisando os cabelos da garota.

 — Eu sei. — Sim ela sabia, sabia que estava segura ao lado dele e que nada de mal lhe aconteceria enquanto estivessem juntos.

O moreno lhe deu um sorriso de canto e pegou a garota no colo fazendo a mesma elançar as pernas em sua cintura.

— O que esta fazendo? — Ela perguntou segurando em seus ombros enquanto o fitava atentamente. 

— O que acha de um banho quente? — Sussurrou no ouvido da garota começando a andar em direção ao quarto.

— Banho quente? — Repetiu fechando os olhos sentindo o mesmo morder o lobolo de sua orelha.

— Sim — Murmurou beijando todo pescoço da garota.

Ela arfou e deu uma pequena risada, aquele homem estava tirando toda sua inocência.

— Adoraria. — Disse o puxando pelos cabelos e selou seus lábios.

 E em meio aos gemidos e gritos de prazer, cada toque e sussurros apaixonados ela decidira que iria aproveitar cada momento em que estivesse ao lado dele. Iria aproveitar cada sensação e cada segundo de prazer. Pois sua vida estava começando agora, todos os anos que passaram foram uma mentira, estava vivendo no mundo errado. Mas agora tudo mudara e mesmo com todos os problemas, ela tinha certeza que aquele era o seu lugar. Pela primeira vez na vida se sentiu viva e soube que seu coração havia sido preenchido. E que aquele vazio que a torturava todos esses anos não existia mais.

Suas pálpebras foram se abrindo aos poucos revelando seus olhos verdeados. Soltou um bocejo e se remexeu sentindo um corpo másculo abaixo de si. Olhou para baixo constatando estar dormindo em cima de Sasuke, uma de suas mãos a segurava possessivamente pela cintura enquanto a outra estava abaixo de sua cabeça.

Sakura olhou para o peitoral nu e depois desviou o olhar para seu corpo que também estava nu, sendo coberto por um fino lençol. Corou ao se lembrar da noite anterior onde tranzaram no banheiro e logo em seguida na cama. Ele quase não a deixara dormir naquela noite.

Se remexeu tentando se soltar o que resultou em um aperto mais forte. Soltou um suspiro e ficou o olhando dormir. As vezes ainda parecia surreal tudo o que estava vivendo, pensava que poderia acordar a qualquer momento e tudo não passasse de um sonho. 

— O que tanto pensa? — Saiu de seus pensamentos e olhou para os olhos negros que a olhava atentamente.

— É...Bom dia. — Respondeu corada, não sabia como agir pois era a primeira vez que acordavam juntos. Pois no dia anterior havia acordado sozinha na cama.

— Por que esta acordada? ainda esta cedo. — Ele resmungou e rolou para cima da garota ficando por cima dela.

— Perdi o sono. — Murmurou alisando os cabelos do mesmo.

— Não lhe cansei o suficiente ontem a noite? — Provocou a abraçando.

— Esta me deixando constrangida. — Disse sentindo suas bochechas esquentarem fazendo o moreno sorrir enquanto beijava seu ombro. Era raro o mesmo sorrir, só ela conseguira tal proeza de faze-lo sorrir verdadeiramente.

Os beijos foram subindo pelo pescoço da garota até chegarem em sua boca onde se beijaram apaixonadamente. Sim eles estavam completamente apaixonados, uma paixão que estava se tornando amor.

— É melhor eu ir tomar um banho. — A garota disse o empurrando quando o ar os faltou.

— Ótima ideia. — Sasuke disse com um sorriso malicioso.

— Não, eu vou tomar banho sozinha. — Ela se enrolou nos lençóis e correu para banheiro. Sabia que se rendesse aos desejos eles não sairiam do quarto tão cedo, e a mesma estava dolorida pela noite passada.

— Vai ter volta. — Escultou o grito dele quando fechou a porta do banheiro e sorriu jogando o lençol no chão.

Enquanto lavava seu corpo choramigava pelas novas marcas que ganhara, deveria se acostumar por que de agora em diante sua pele não seria mais pálida.

Já de banho tomado a mesma se vestia enquanto esperava Sasuke tomar seu banho. Vestiu uma calça jeans branca e  uma blusa preta de mangas longas. Pegou seu casaco vermelho e o colocou, calçou seus sapatos e penteou seus longos cabelos. Ela amava seus cabelos, era sua marca registrada.

— Esta com fome? — Saiu de seus devaneios quando escultou a voz de Sasuke.

— Sim. — Respondeu o vendo sair do banheiro enrolado em uma toalha.

— Hoje vamos comer com todos. — Ele disse indo até o guarda-roupa.

— Falando em comida, vocês comem como os humanos? — Ela perguntou se sentando na cama.

— Acha que comemos como? — Ele perguntou divertido vestindo uma cueca box preta.

— Não sei, vocês são lobos então devem caçar, comer animais e pessoas. — Começou a dizer e sussurrou a última palavra sentindo um calafrio.

— Não comemos pessoas, claro que as vezes caçamos e comemos animais mas aqui na alcateia comemos igual a qualquer humano. — Ele respondeu terminado de se vestir.

— Ah claro. — Ela murmurou constrangida.

— Vem. — Ele estendeu a mão para a mesma e ela pegou se levantando.

Saíram de casa e ele a levou até cantina onde todos já se serviam. Apertou o braço do moreno quando sentiu todos os olhares em cima de si. Ele a levou até uma mesa afastada onde reconheceu Hinata e Naruto.

— Sente-se. — Ele apontou um acento vazio em frente Naruto, ela rapidamente se sentou.

— Bom dia. — Disse olhando para os dois presentes.

— Bom dia Sakura. — Hinata cumprimentou dando um leve aceno de cabeça.

— E ai Sakura? não nos apresentamos adequadamente naquela noite, eu sou Naruto Uzumaki. — O loiro disse animadamente olhando para a rosada que sorriu.

— É um prazer lhe conhecer Naruto. — Ela disse e olhou para Sasuke que se sentou ao seu lado.

— Ei teme, ela é muito simpática ao contrario de você. Cadê meu bom dia? — O loiro provou recebendo um olhar irritado. 

— Se mata dobe. — O moreno retrucou e Sakura olhou para o sorriso provocativo do loiro. Ela acabou percebendo que ele era o único que tinha coragem para enfrentar o Uchiha. 

— Bom dia. — Mikoto disse com a voz doce e colocou uma bandeja de comida em frente a Sakura.

A garota olhou para a mulher que tinha um sorriso doce no rosto e se sentiu envergonhada. Ainda não tivera oportunidade para ter uma conversa com sua sogra. Poderia a chama-la assim?

— Obrigada. — Agradeceu timidamente.

— Que isso, eu não sei muito bem o que você gosta então enchi a bandeja de tudo o que tinha aqui. — Mikoto respondeu e Sakura assentiu.

Sakura olhou para os alimentos na bandeja e depois olhou ao redor vendo todos os olhares voltados para si. Se perguntava o que eles tanto olhavam, estava se sentindo uma intrusa no meio de tantas "pessoas".

— E então Sakura, o que esta achando da sua nova moradia? — Mikoto perguntou curiosa e a garota corou.

— Mãe deixa a Sakura comer. — Sasuke murmurou revirando os olhos.

— Não me venha com essa arrogância moleque, acha que eu te carreguei na minha barriga pra você não me dá nem um bom dia? cadê o respeito? — Mikoto disse irritada fazendo Naruto segurar o riso e Sakura entortar os lábios.

— Bom dia mãe. — O moreno respondeu soltando um suspiro.

— Ingrato. Tem uma boa refeição querida. — Resmungou e passou a mão na cabeça da rosada indo embora.

— Gostei da sua mãe. — A garota disse olhando para Sasuke com um sorriso divertido. Estava certa de que a mãe de Sasuke era outra que o desafiava e não tinha medo dele.

— Hum. Coma. — Murmurou fechando a cara.

Sakura voltou o olhar para a comida pegando uma maça dando uma mordida. Olhou mais uma vez ao redor e algumas pessoas haviam voltado a comer enquanto outras continuavam olhando-a.

— Sasuke, por que estão me olhando? — Sussurrou incomodada e Sasuke só deu um olhar sério e todos pararam de olha-la.

— Não se preocupe Sakura, é que eles ainda não estão acostumados com gente nova. — Naruto disse e ela se tranquilizou voltando a comer.

Tudo estava calmo e silencioso até que Lee entra correndo na cantina atraindo a atenção de todos. Lee costumava ficar de guarda junto de Kiba, o mesmo tinha cabelos negros em formato de tigela, sobrancelhas extremamente grossas e seus olhos eram redondamente pretos. 

— Eles estão vindo, muitos deles. — Ele gritou fazendo todos se olharem.

— Do que esta falando? — A voz de Sasuke saiu séria e o mesmo se levantou.

— A Akatuski eles estão chegando. — Respondeu fazendo todos ficarem exaltados e indignados.

— Sasuke. — Naruto olhou rapidamente para o Uchiha que tinha os punhos cerrados e um olhar mortal.

— Desgraçado. — Rugiu e pegou o braço de Sakura a levantando e começou a puxa-la.

Sakura olhava tudo nervosa enquanto olhava para Sasuke. Todos começaram a sair para fora e algumas mulheres corriam com suas crianças para suas casas. 

— Sasuke o que vamos fazer? — Naruto o acompanhou sendo seguido por Hinata que estava séria.

O  coração da morena estava agitado, nunca pensou que a Akatsuki poderia ter coragem de invadir o território dos lobos. 

— Vamos mata-los. — Ele estava furioso. 

— Sasuke ouviu o que o Lee disse? eles são muitos e se lutarmos aqui vai destruir tudo, e a vila fica muito próximo. — O loiro gritou.

— Eu sei. Mas se eles pensam que podem invadir meu território eles estão muito enganados.  — O moreno gritou exaltado.

— Sasuke o que esta acontecendo? — Sakura perguntou começando a ficar com medo.

— Vai ficar tudo bem. — Ele disse apertando as mãos pequenas com força.

— Sasuke. — Sakura sussurrou olhando em volta. Vários homens estavam se transformando em lobos.

— Naruto assegure-se de que mulheres e crianças estão em suas casas, e junte todos homens. — Sasuke ordenou e o loiro assentiu saindo dali levando Hinata junto.

— Tenten. — O moreno gritou para irmã que estava mais a frente junto de Neji.

— Sasuke. — Ela viu o irmão e correu até ele com Neji ao seu alcance.

— Leve Sakura para a casa da Bruxa Chiyo. Fiquem lá até eu ir busca-las. — Ordenou entregando a garota a irmã.

— Tudo bem. — A morena concordou seriamente.

— Eles estão chegando vão. — Ele ordenou sentindo o cheiro deles perto.

— Não eu quero ficar. — Sakura gritou quando Tenten começou a puxa-la.

— Obedeça Sakura. — O moreno gritou irritado.

— Não. Eu quero ficar com você. — Ela gritou com os olhos marejados.

Ele abriu a boca para retrucar mas parou subitamente, virou-se devagar para o outro lado onde os vampiros começaram a aparecer. Todos usavam capas negras com nuvens vermelhas desenhadas. A frente haviam cinco Hidan, Deidara, Tobi, Konan e Sasori que estava um pouco a frente. 

Sasuke apertou os punhos com força e viu Neji se transformar ao seu lado, os outros lobos rangerem os dentes prestes a ataca-los. Naruto apareceu com Hinata parando ao lado de Sasuke.

Tenten apertou os braços de Sakura com força e a rosada arregalou os olhos olhando para o tanto de vampiros a sua frente. Era a primeira vez que via um vampiro. Sentiu um calafrio passar por seu corpo.

Naruto olhou para Hinata e o ódio no olhar da mesma para Sasori era visível. Era notável a diferença de números. Havia no máximo cem vampiros e os lobos eram a metade desses cem.

Eles pararam em uma distância minima, o olhar debochado de Sasori era notável, assim como o ódio nos olhos do Uchiha.

— Quanto tempo Uchiha. — A voz do ruivo saiu cínica.

— Tempo o bastante para se lembrar de que esse território é meu e que você não devia pisar seus pés aqui. — A voz do Uchiha saiu ameaçadora.

— Pra que tanta agressividade? só estou sendo cuidadoso e cuidando do bem estar de todos. — Disse olhando para todos os lobos com um olhar divertido.

— Você quer morrer isso sim. — O moreno rugiu dando um passo para frente.

— Não, eu estou evitando que muitos aqui morram. Você sabe que eu odeio quebrar regras não é mesmo? — Disse com o olhar sério.

— Que idiota. — Naruto rosnou atraindo a atenção do ruivo.

Sasori analisou o loiro e desviou o olhar para Hinata ao lado dele. 

— Olha o que temos aqui. Uma traidora. — Ele disse fuzilando Hinata com os olhos.

— Onde esta minha irmã? — A morena gritou não se controlando.

— Sua irmã? não se preocupe querida eu trouxe ela para você. — O ruivo disse com um sorriso sádico. 

Ele deu um leve aceno com a cabeça e Kisame apareceu segurando a garota pelo braço. A menina estava com a cabeça baixa e seus cabelos cobriam a cabeça. 

— Hanabi. — Hinata gritou se soltando de Naruto começando a correr em direção da irmã. Ela estava viva, sua irmã estava viva.

No entanto a menina levantou a cabeça e Hinata parou assim que viu os olhos vermelhos da garota.

— Hanabi. — Sussurrou incrédula quando a garota abriu a boca mostrando seus dentes afiados.

— Sua traidora, você me deixou. — Hanabi começou a gritar furiosamente se debatendo.

— Não. — A morena murmurou balançando a cabeça incrédula. Sua irmã não, ela era só uma criança.

— Hinata. — Naruto gritou a segurando.

— Seu monstro, eu vou te matar. — Hinata gritou olhando furiosamente para Sasori, sentindo as lágrimas de raiva descerem em seu rosto. 

— Fica calma. — Naruto tentou acalma-la enquanto ela se debatia.

— Você não tinha o direito de fazer isso. Eu te odeio. — Ela continuo gritando.

— Vamos ao que interessa. Sei que tem uma Humana aqui e para o bem de todos ela tem que morrer. — A voz de Sasori saiu séria e ele desviou o olhar de Hinata para Sasuke que observava tudo com um olhar sombrio.

— Você não tem medo da morte não é Sasori? — O moreno retrucou olhando Sasori mortalmente.

— Uma coisa é temer a morte e outra é temer a você meu caro. Você não me assusta Uchiha. Esta violando a maior regra do nosso mundo, me dê a humana e todos saem ganhando. Não quer algo aconteça com seu acampamento não é mesmo?  —  A voz do ruivo saiu séria.

— Você é o único que esta violando regras Akasuna. Aqui não tem nenhuma humana. — Rosnou se controlando, se perdesse o controle ali uma batalha começaria e ele colocaria tudo em risco. Até mesmo Sakura que estava a alguns centímetros atrás segurando a mão de Tenten com força.

O coração da garota disparou ao ouvir que era o motivo de tudo aquilo. Eles a queria, queriam mata-la. Engoliu em seco e olhou para Tenten que lhe lançou um olhar de conforto.

— Vai ficar tudo bem. — A morena sussurrou e a rosada assentiu.

— Não minta para mim Uchiha. Eu sei que ela esta aqui, esse cheiro delicioso é dela. — O Akasuna disse fechando os olhos.

Os olhos de Sasuke ficaram vermelhos e quando ele iria dar um passo a frente, Mikoto aparece lhe segurando.

— Se controle. — Ela murmurou o olhando seriamente.

— Vamos sair daqui. — Tenten sussurrou começando a puxar Sakura.

— E eles? — A rosada perguntou aflita.

— Sasuke resolve, preciso coloca-la em segurança. — Tenten respondeu voltando a puxa-la.

— Vamos fazer o seguinte. A Humana aparece ou a irmã da bruxa morre. — Sasori disse friamente fazendo Sakura arregalar os olhos e parar de andar.

Todos ficaram em silencio e Hinata engoliu em seco sentindo seu coração disparar. Sasori olhou para Kisame e o mesmo deu um sorriso sádico.

O mesmo contornou o pescoço de Hanabi com o braço e começou a enforca-la. A garota começou a se debater e gritar. Konan olhou para a garota e desviou o olhar, não gostava quando matavam crianças.

— Não. — Hinata gritou tentando se soltar dos braços de Naruto.

Sakura se virou para trás olhando pasma para aquela cena. Voltou o olhar para Tenten ela negou com a cabeça como se adivinhasse o que a garota iria fazer. Sem se importar Sakura puxa seu braço com força começando a correr em direção eles.

— Sakura não. — Tenten gritou e ao ouvir a voz da irmã Sasuke vira-se para trás vendo o vulto rosa que vinha em sua direção.

A puxou pelo braço quando a mesma tentou passar por ele. 

— O que esta fazendo? — Rangeu os dentes a puxando pra ele.

— Parem. — Ela gritou ofegante atraindo a atenção de todos.

Sasori abriu a boca fixando o olhar na garota que tentava se soltar do aperto Uchiha. Era melhor do que ele tinha imaginado.

— Perfeita — Murmurou com os olhos brilhando. Precisava daquela garota.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...