História I Need You - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Lobos, Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 262
Palavras 4.181
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 20 - Perdendo o controle


 

I Need You


           Ele estava encantado com a beleza da garota, os olhos verdes eram encantadores. Um sorriso se abriu na boca do ruivo e o mesmo juntou as mãos dando um passo a frente. Sasuke apertou o braço de Sakura a apertando contra seu corpo, o olhar do ruivo sobre sua garota o deixava mais irritado.

— Não a machuquem. — A voz da rosada saiu em suplica.

— Fica quieta Sakura. — Sasuke sussurrou no ouvido da garota.

— Agora entendi o por que de toda essa proteção. Você esconde um lindo tesouro. — O ruivo disse admirado.

Konan olhou para o ruivo incrédula, ela nunca tinha visto o mesmo agir daquela maneira. Desviou o olhar para a rosada com uma expressão nada boa. Aquela garota era ridícula aos olhos da vampira.

— Como ousa invadir meu território e torrar minha paciência? estou cansado de você Akasuna, vamos resolver nossas desavenças longe daqui. Só nos dois e sem interrupções, em uma luta em que haverá um único vencedor. — As voz do Uchiha saiu séria e decidida. Iria acabar de vez com o Akasuna sem colocar sua alcateia em risco.

Sasori prendeu o olhar no Uchiha, conseguia ver o quanto ele estava se controlando para não ataca-lo, deu um sorriso de canto e olhou para seus vampiros. Eles pareciam estatuas observando tudo atentamente esperando a hora certa de atacar. Sabia que muitos não queriam estar ali, foram praticamente obrigados.

— Até a morte? — Indagou sem expressão.

— Até a morte. — O Uchiha respondeu fazendo Sakura apertar seu braço com força.

— Ótimo, quando sua cabeça estiver debaixo dos meus pés, eu vou pegar essa linda garota para mim. — O ruivo disse dando um sorriso vitorioso.  

O que ele não esperava era que Sasuke começasse a rir, ou melhor gargalhar. Ele ria tão alto que todos ficaram assustados. 

— Por que ele esta rindo? Sasori acabou de falar que vai arrancar-lhe a cabeça. — Tobi sussurrou para Deidara.

— Ele não tem medo da morte. — Deidara respondeu com um olhar sério.

— Vamos logo com isso, não tem o dia todo. — O moreno respondeu parando de rir e fechando a cara. 

Sasori olhou para seus companheiros e deu um aceno com a cabeça. Em questões de segundos todos os vampiros começaram a desaparecer.

— Hanabi. — Hinata sussurrou quando Kisame desapareceu com a garota.

— Lhe espero no rio congelado. Não se atrase pois eu odeio atrasos. — Foram as últimas palavras do ruivo antes do mesmo desaparecer.

Sasuke respirou fundo e olhou para a sua alcateia, todos tinham os olhares voltado para ele.

— Naruto fique e tome conta do acampamento. — Sasuke ordenou olhando para o amigo.

— Eu vou com você. — O loiro disse decidido.

— Não. Conheço bem aquele ruivo para saber que ele é traiçoeiro. — O moreno respondeu soltando um suspiro.

— Mais um motivo pra eu ir com você. — O loiro retrucou.

— Neji e Kiba irão comigo, você e os outros ficam para proteger o acampamento. — Sasuke avisou olhando em volta e Kiba e Neji deram um passo a frente.

— Filho tome cuidado. — Mikoto disse tocando em seu ombro recebendo um aceno do mesmo.

— Sasuke. — Ele desviou o olhar para a rosada que segurava em sua camisa com força. Ela estava nervosa e com muito medo.

— Me obedeça dessa vez e vá para casa, se tranque lá até eu voltar. Tenten ficara com você. — Ele disse segurando o rosto da garota olhando no fundo dos olhos verdes.

— Não precisa fazer isso, eu não sou humana avise a ele. — Os olhos dela suplicavam.

— Eu tenho que acabar com isso de uma vez por todas. Volto logo. — Ele soltou um suspiro e se afastou da garota.

— Não por favor. — Ela gritou sentido um aperto no peito.

— Cuide dela Tenten. — Ele ordenou logo se transformando em um enorme lobo negro que pois se a correr pela floresta sendo seguido por Kiba e Neji.

— Sasuke. — Sakura sussurrou sentindo os olhos marejarem e teve o braço segurado por Tente.

— Vamos Sakura. — A morena disse séria, sabia que seu irmão mataria Sasori. Mas também sabia que o mesmo era traiçoeiro por isso tentava esconder sua preocupação.

A rosada soltou um suspiro e se virou indo a passos pesados em direção a sua nova casa. Tenten olhou para Naruto e respirou fundo começando a seguir a rosada.

— Vai dar tudo certo. — Mikoto sussurrou olhando seu filho desaparecer. Não podia perder o mesmo como perdeu seu marido e seu outro filho. A akatsuki não iris tirar-lhe mais um filho.


oOo

No fim da Floresta podia se ver o enorme rio congelado onde se dividia Konoha e  Kirigakure. O mesmo era distante de qualquer civilização, um lugar perfeito para uma batalha.

Sasori se encontrava no meio dele com um olhar inexpressivo. Seu grupo de vampiros estavam espalhados ao longe esperando alguma ordem de seu chefe. Eles assistiriam a luta e alguns estavam torcendo para a cabeça arrancada de seu líder. Muitos não suportavam Sasori, ele era muito mesquinho e arrogante.

— Konan esta irritada. — Tobi disse para Deidara olhando para o a mulher que não estava com a cara nada boa.

— Se meu namorado paquerasse outra na minha frente eu também estaria. — O loiro respondeu olhando a mulher pelo canto do olho.

— Não sabia que você gostava de homens Deidara. — Tobi comentou ganhando logo em seguida um soco na cabeça.

— Eu não gosto de homens foi só um modo de falar seu burro. — O loiro gritou com o olho tremendo de raiva.

— Calem a boca. — A voz de Hidan saiu fria e o mesmo não demostrava nenhuma emoção.

— Isso é falta de mulher. — Deidara comentou recebendo um olhar mortal de Hidan.

— Não vou mandar calar a boca outra vez. Na próxima eu corto sua garganta com minha espada. — Hidan disse entre dentes e Deidara lhe deu um sorriso sarcástico.

— Olhem. — Tobi apontou para a Floresta.

Todos desviaram o olhar para os três lobos que surgiam do lado norte da Floresta. Os dois lobos, castanho e o cinzento pararam no inicio da Floresta e ficaram atentos nos vampiros que ali estavam. O lobo negro correu em direção ao ruivo, os olhos do mesmo já estavam vermelhos, e sua fúria era explicita.

Sasori tinha um olhar debochado com misto de irritação. Agora o Uchiha iria pagar por ter matado seu pai.

Em questões de segundos eles se atacaram começando a lutar. Sasuke só tinha um objetivo e o mesmo era arrancar a cabeça do ruivo fora. Mas não seria tão fácil pois o ruivo era bom.

Todos olhavam atentamente para cada movimento. Esperando uma falha de Sasori e sua cabeça voando pelos ares.

Eles começaram a rolar pelo chão e Sasori fincou os dentes na pele do lobo que urrou, e logo se virou conseguindo arrancar uma perna do ruivo que gritou trincando os dentes.

Ele estava irritado. Muito irritado. 

— Você vai me pagar por isso. — O Akasuna gritou socando o lobo a sua frente fazendo o mesmo voar alguns metros e cair em pé.

Sasuke rosnou e correu em direção ao ruivo pulando em cima do mesmo e cravando os dentes em seu pescoço. O Akasuna desviou o olhar rapidamente para seu grupo de amigos fazendo um sinal com a cabeça.

Não iria acabar assim.

Konan olhou para os companheiros com o olhar significativo e logo alguns vampiros começaram a desaparecer. 

— Vão atrás da garota. — A mulher ordenou para Hidan, Deidara e Tobi que logo desapareceram.

Sasuke ao ouvir aquilo se distraiu soltando o ruivo olhando em direção a Floresta.

— Sakura.— O Uchiha olhou em volta já imaginando o que estava acontecendo. 

Depois da ordem, Konan começou a ir em direção a luta junto com um grupo de vampiros que começaram a atacar o Uchiha. A mulher foi até o namorado o que estava sentado na neve com os dentes trincados, sentido a dor da perna arrancada. Ele seria uma preza fácil.

Mas a frente Kiba olhou para Neji e o mesmo assentiu. Logo os dois lobos começaram a correr em direção aos vampiros que estava entrometendo na luta.

Kiba pulo em cima de um e os dois começaram a rolar na neve. Neji ajudou Sasuke derrubando um vampiro que estava em suas costas e lhe arrancou a cabeça.

Sasuke arrancou a cabeça de outro vampiro mirando o olhar em Sasori e Konan. O ruivo estava brincando com ele e iria se arrepender por isso.


oOo


           A rosada andava de um lado para o outro com uma mão na cintura e outra na testa. Tenten observava tudo sentada no sofá, a mesma não sabia o que fazer para acalmar a rosada. Tinha que admitir que também estava nervosa.

— Acho melhor se acalmar ou vai ter um ataque cardíaco. — A morena disse atraindo a atenção da rosada.

— Não consigo, eu estou preocupada e nervosa. Os sentimentos de Sasuke estão se misturando com os meus. Eu vou enlouquecer. — A garota disse exaltada com o rosto aflito. Nunca em sua vida havia sentindo tanto ódio.

— Calma respira. — Tenten tentou acalma-la.

— Me distraia...Por favor ou eu vou atrás de Sasuke. — Sakura disse passando a mão nos cabelos. Queria estar ao lado dele e ajuda-lo.

— Tudo bem...senta aqui vamos nos conhecer. — A morena disse batendo com a mão no sofá.

Sakura assentiu e se sentou ao lado da mesma apertando as mãos e sacudindo as pernas em um tique nervoso.

— Bom, não nos apresentamos devidamente. Eu sou Tenten irmã de Sasuke. — A morena disse atraindo o olhar confuso da rosada.

— Irmã? mas você não se parece com ele e nem com a Dona Mikoto. — A garota disse recebendo uma risada de Tenten.

— Na verdade eu sou irmã adotiva, eles me adotaram. — Ela explicou.

— Ah sim. 

— Eu estava lá quando ele encontrou você, era tão bonitinha. — A morena disse fazendo a rosada corar. 

— Você tem quantos anos? — Sakura perguntou.

— Noventa e três. — A morena comentou orgulhosa.

— Vocês são imortais...e Sasuke? quantos anos ele tem? — A garota perguntou curiosa. Não sabia a idade de Sasuke e queria muito saber.

— Cento e cinquenta e cinco, já é um velho gagá — A morena disse soltando uma gargalhada.

— Nossa isso é impressionante, ele parece ter 20 anos. — A rosada disse surpresa.

— Bom todos aqui parecem ter vinte pois os lupinos originais envelhecem até os vinte anos, já os transformados como eu não envelhecemos, ficamos na mesma idade em que fomos transformados. No meu caso aos 18 anos. — A morena explicou.

— Transformados? quer dizer...você era humana? — A garota perguntou surpresa.

— Sim...Fugaku o pai de Sasuke me salvou e me deu a mordida da liberdade. — Tenten respondeu com um sorriso brincalhão.

— Então se qualquer pessoa for mordida por um lobo ela vira lobo? —  A garota perguntou curiosa.

— Não. Precisa ser em uma noite de lua cheia. — Tenten disse e Sakura assentiu processando tudo em sua mente.

— Você disse que ele a salvou?

— Sim...bom eu estava farta da minha miserável vida. Em uma noite eu decidi me jogar de um penhasco e para meu azar ou sorte, era noite de lua cheia. Fugaku me viu e me transformou depois que eu cai e quebrei o pescoço. — Sakura arregalou os olhos com as palavras da morena.

— Você se jogou de um penhasco? — Ela perguntou incrédula.

— Sim e não me arrependo...aquela morte me trouce a liberdade em que tanto almejei. Agora eu me sinto mais viva do que nunca. — A morena disse satisfeita.

— Imagino. Você também é marcada de alguém ou tem algum marcado?

— Sim. Meu namorado Neji. Eu amo aquele homem arrogante, estamos juntos há cinquenta anos. — Ela disse dando um pequeno sorriso.

— Fico feliz por você. — A rosada disse sincera.

— Obrigada. — Tenten deu um sorriso e logo o fecho se levantando.

— Droga — A morena praguejou farejando o ar.

— O que foi? — Sakura se levantou aflita.

— Desgraçado. — A morena rugiu fechando os punhos ao escutar rosnados do lado de fora.

— Tenten. 

— Eles estão aqui...

O coração da rosada disparou. Será que a luta havia acabado? sera que Sasuke havia perdido?

— E agora? o que aconteceu? onde esta Sasuke? — Sakura gritou desesperada.

— Fique aqui Sakura, e se possível se tranque no quarto. — A morena disse séria assim que sentiu uma presença próxima a casa. 

Sakura tentou impedir mas perdeu a voz. Fechou os olhos, ele estava vivo sentia seus sentimentos.

Tenten saiu da casa e parou em frente da mesma, seu olhar parou em Hidan que olhava para casa com um olhar sombrio. Olhou em volta vendo alguns vampiros lutando com seus companheiros. Eram muitos e o acampamento estava parecendo um campo de guerra.

Sem pensar duas vezes se transformou pulando em cima do vampiro, começaram a rolar no chão. Hidan se levantou lhe dando um chute fazendo a loba voar alguns metros. O vampiro deu um sorriso e pegou sua espada apontando para a loba que já estava de pé.

— Até quem enfim vou poder matar alguém, estava com saudades de usar minha espada. — Ele disse com um sorriso diabólico.

Não muito longe dali, Naruto derrubou dois vampiros em um único movimento arranco-lhes a cabeça. Olhou em volta vendo vários vampiros invadindo o acampamento.

— Cadê você Hinata? — O loiro pensou na morena que havia desaparecido sem o mesmo perceber. Estava preocupado com ela mas sabia que a mesma podia se defender muito bem.

— Naruto. — Ouviu o grito de Mikoto e correu até a mesma que estava sendo presa por três vampiros.

Jogou um no chão e o mordeu lhe arrancando a cabeça, Mikoto arrancou o braço do que a prendia e Naruto matou o outro que avançava em seu pescoço.

— Eles nos traíram. Maldito Akasuna — A loba negra gritou irritada.

Naruto olhou em volta e seus pensamentos voltaram ao seu amigo.

— Sasuke o que esta acontecendo? — Ele o chamou pelos pensamentos.

— Naruto não os deixe se aproximarem de Sakura. — A voz do moreno ecoou na mente do loiro.

— Certo...como esta se saindo? — O loiro indagou matando outro vampiro.

— Acabará em breve. 

Sakura começou a andar de um lado para o outro e arregalou os olhos ao escultar gritos. Quando iria dar o primeiro passo para trancar a porta a mesma se abriu revelando uma mulher ruiva. Sakura prendeu o olhar na mulher a reconhecendo, não sabia o nome da mesma mas se lembrava do olhar de ódio que a ruiva lhe lançava.

Karin olhou para a rosada com um olhar sério. Estava com muita raiva pois por causa dela toda aquela confusão estava acontecendo. 

— Posso ajudar? — Sakura perguntou depois de um tempo em silêncio em que as duas estavam se encarando.

— Pode sim...sumir daqui já ajudava muito. — A ruiva respondeu friamente.

— O que? — Sakura perguntou confusa.

— Ainda por cima é sonsa? já não basta ser uma inútil? — A ruiva disse entre dentes.

— Olha eu não sei quem é você e nem o que lhe fiz, será que dá pra falar logo? — A rosada disse respirando fundo. Estava nervosa e com um turbilhão de sentimentos embaralhados dentro de si, aquela ruiva não estava ajudando muito.

— Esta se achando não é mesmo? mas fique sabendo que você é apenas uma humana miserável que esta acabando com a vida do meu Sasuke. — A ruiva gritou furiosa.

— O que? seu Sasuke? era só o que me faltava. — Sakura fechou os olhos e respirou fundo tentando manter a calma. Sentia o ódio de Sasuke cada vez mais forte dentro de si e já estava irritada com aquela mulher que não conhecia.
 
         — Sim meu. Ele me ama, eramos felizes antes de você aparecer. Você não serve pra ele, ele merece alguém melhor, alguém que consiga satisfaze-lo. Dar a ele tudo o que ele merece, me lembro de todas as nossas noites maravilhosas em que ele me fazia a mulher mais feliz do mundo. — A cada palavra que saia da boca da ruiva ela dava um passo em direção a rosada.

— Esta mentindo. — A voz de Sakura saiu em um sussurro. Se recusava a acreditar nas palavras daquela mulher. Mesmo que um pontada de incerteza tivesse lhe atingido.

— Por que não acredita? acha que é boa o suficiente? olha pra você, não conseguiria faze-lo feliz. Na verdade não conseguiria fazer ninguém feliz, é só uma coitada que esta colocando vidas em risco só por que é uma maldita humana e não sabe se defender sozinha. — A ruiva gritou alterada.

— Por favor cale a boca. — A garota pediu entre dentes. A mesma estava com os olhos fechados e os punhos cerrados, sua respiração estava descompassada e seu corpo estava banhado de ódio. Sabia que era culpada por tudo aquilo, mas era cruel demais aquela mulher lhe jogar tudo na cara. Ela não queria aquilo, não queria que vidas fosse perdidas por sua causa.

— Não calo sua sonsa, por sua culpa estamos sendo atacados e por sua culpa o meu Sasuke pode morrer, você que deveria morrer sua inútil.

— Eu mandei calar a boca. — Sakura gritou abrindo os olhos repletos de fúria, em um movimento rápido ergueu o punho socando o rosto da ruiva fazendo a mesma voar batendo o corpo na porta a quebrando em milhares de pedaços.

Muitos que estavam perto viram a cena e se afastaram assustados. O barulho fora estrondoso.

Naruto que havia acabado de matar um vampiro parou olhando esbabacado para o corpo de Karin que tinha caído aos seus pés. A ruiva arfou fechando os olhos, de sua boca escorria sangue e podia jurar que havia quebrado um dente, e para piorar a mesma não sentia suas costas.

— Karin. — Mikoto que estava próximo gritou indo até a ruiva.

A ruiva abriu a boca e fechou os olhos desmaiando. Mikoto sacudi-o o corpo mole da ruiva e engoliu em seco.

— Mas o que? — Naruto murmurou e olhou surpreso para Sakura que passou pelo buraco da porta com um olhar irritado e os punhos cerrados.

Ela já não tinha controle sobre si.

— Sakura. — Mikoto sussurrou assustada.

A rosada olhou em volta vendo estrago que os vampiros estavam fazendo no acampamento, parou o olhar em um vampiro que havia jogado uma criança em uma árvore. Aquilo só ajudou no seu descontrole. Eles estavam sendo atacados por culpa dela, poderiam morrer por ela. Tudo por ela. 

Iria acabar com aquilo agora.

— Traidores. — Ela rosnou descendo os degraus da casa a passos pesados fazendo a madeira ranger. Estava furiosa e fora de si.

Muitos se atiçaram pelo cheiro inebriante da garota e começaram a ir em direção da mesma. Sakura apertou os punhos com força os fuzilando com o olhar, o medo havia ido embora e a raiva era o único sentimento que se alastrava pelo seu corpo. 

— Desgraçados. — Gritou socando um vampiro que apareceu em sua frente fazendo a cabeça do mesmo voar.

— Você viu o que eu vi? — Naruto disse de boca aberta e os olhos arregalados.

— Se você viu a minha nora arrancando a cabeça de um vampiro, então eu vi também. — Mikoto murmurou chocada.

Sakura começou a socar todos os vampiros que apareciam na sua frente fazendo os mesmo voarem para todos os lados. Ela não sentia nem uma dor e seus movimentos eram automáticos. Eles iriam pagar caro pelo o que estavam fazendo.

— Vocês não me querem? eu to aqui podem vir. — Ela gritou chutando a cara de um enquanto esmagava o pescoço de outro lhe arrancando a cabeça.

Mas afastados estavam Deidara e Tobi observando a cena assustados.

— Deidara Sempai aquela não é a humana que temos que pegar? — Tobi gritou apontando para cena.

— Que temos que pegar ela eu sei, mas que ela é Humana eu esto na duvida. — O loiro disse olhando um de seus amigos cair ao seu lado com o braço e cabeça decepados. 

O som dos ossos de seus companheiros se quebrando atingiram seus ouvidos e eles abriram a boca. Aquilo realmente não era uma cena que se via todo dia.

— Pode ir na frente eu fico aqui dando cobertura. — Tobi disse dando um passo para trás com o rosto assustado.

— O que? eu não preciso de merda de cobertura nenhuma. Deixa de ser frouxo e vai pegar a garota. — O loiro gritou estérico apontando o dedo para a rosada.

— Não obrigado prefiro viver. 

— Tobi é uma ordem, vai pegar a garota. — O loiro disse irritado.

— Vai você.

— Você.

— Você.

— Você.

— Me recuso a ir, eu gosto de viver. — Tobi resmungou e abaixou a cabeça quando um braço voo em sua direção.

— Era só o que me faltava. A ordem era pegar uma humana, não essa coisa. — O loiro rosnou cruzando os braços.

— Quem é o próximo? — A rosada gritou com os olhos pegando fogo. Ela estava fora de controle.

— Cruz credo. — Tobi gritou escondendo o rosto.

Alguns vampiros começaram a correr assustados. Os lobos do acampamento estavam todos parados olhando esbabacados para a garota que para eles eram uma simples adolescente humana. Algumas crianças olhavam admirados e com os olhos brilhando para a rosada. Ela era demais.

— Ela é linda.

— Forte.

— Assustadora.

— Perfeita.

— Nossa heroína.

Os comentários começaram a sair da boca das pessoas presentes. Todos estavam eufóricos. Aquele era um verdadeiro Show. Era uma chuva de cabeças voadoras.

— Kami do céu vamos fugir ela é uma maquina assassina. — Tobi gritou sacudindo Deidara pelo colarinho de sua capa.

— Pela primeira vez na minha existência eu concordo com você. Vamos embora. — O loiro disse tentando esconder o medo. E logo os dois desapareceram dali.

Sakura estava descontrolada e não via nada em sua frente. A mesma socava e metia chutes em quem aparecesse em sua frente.

— Por que estão ai parados? vamos ajuda-la. — Mikoto gritou tirando todos de seus pensamentos perplexos.

Logo todos voltaram a destroçar os vampiros e salvar seu acampamento que estava quase destruído. De uma coisa eles tinham certeza, aquela cena iria ficar na história.

 

oOo


           A morena observava tudo atrás de uma árvore indignada. Viu quando os vampiros começaram a se espalhar e sumir. Sabia que eles estavam indo em direção ao acampamento.

— Traiçoeiros. — Murmurou com os olhos cerrados.

Fixou o olhar em Kisame que estava mais a frente com sua irmã em mãos. Estava na hora de agir. Em questões de segundos ela já estava em frente ao vampiro com um olhar sério.

— Olha o que temos aqui. — Kisame deu um sorriso sarcástico olhando para Hinata.

Hanabi olhou para irmã com os olhos marejados. Estava farta daquilo, não sabia mas quem era seu inimigo.

— Estou farta de você seu sangue suga de merda. — A voz da morena saiu entre dentes e a mesma ergueu a mão fazendo Kisame soltar Hanabi e voar a metros de distância quebrando três árvores seguidas.

Hanabi caiu de joelhos no chão e Hinata passou pela menina seguindo o caminho em que o vampiro voo. 

O mesmo se levantou e tirou a espada que carregava nas costas. 

— Estou cansado de aturar vocês suas bruxas imundas. — Ele rosnou avançando na morena tentando acerta-la com a sua espada.

Hinata desviava dos golpes com certa dificuldade, e em um movimento rápido ele a acertou ferindo seu braço. A morena trincou os dentes e gritou fazendo Kisame voar e bater em uma enorme rocha.

Kisame se levantou com os dentes cerrados e quando iria dar um passo em direção a morena. A mesma sussurrou algumas palavras e como mágica fogo começou a sair do chão tomando o corpo do vampiro que se contorcia e gritava.

— Maldita. — Ele gritou caindo de joelhos no chão.

O mesmo se contorcia enquanto o fogo se alastrava em todo o seu corpo o fazendo virar pó. Hinata deu um sorriso de canto e se virou para Hanabi que tinha um olhar perdido.

Sem pensar duas vezes a morena correu até a irmã se ajoelhando em frente da mesma.

A menina estava abalada e seu rosto era inundado de lágrimas. Tudo que queria era matar Hinata mas uma parte dentro de si não permitia tal ato. Ela amava a irmã mas que tudo naquela vida.

— Hanabi...minha irmã por favor olha pra mim. — Hinata tocou o rosto ta garota e a mesma lhe deu um tapa forte na mão.

— Se afaste antes que eu te mate. — A voz da garota saiu fria. Hinata já não conseguia seguras as lágrimas.

O cheiro de sangue de Hinata chegou ao faro de Hanabi e a mesma grunhiu. A dor havia voltado e sede por sangue estava a dominando.

— Sangue. — A garota sussurrou com um olhar fixo no machucado da irmã.

Hinata rapidamente se levantou e rasgou a manga de sua blusa enfaixando o braço. 

— Sabe que eu te amo e que nunca lhe abandonaria. Eu fui ameaçada Hanabi, eles me ameaçaram matar você se eu não fizesse o que eles mandaram. Eu nunca lhe abandonaria minha irmã você sabe disso, lembre-se de tudo em que passamos. — Disse olhando para a menina que respirava com dificuldades.

Hanabi fechou os olhos com força, uma chama acendeu em seu coração. No fundo ela sabia que sua irmã nunca a abandonaria.

— Não sabe o que eu passei naquele lugar. — Ela disse entre dentes.

— Me perdoa por favor. — Hinata suplicou com os olhos.

— Eu sou uma deles agora. — A menina disse com a voz amarga engolindo em seco. Sua garganta estava queimando.

— Vai ficar tudo bem. — A morena disse e em um ato impensado abraçou a menina que arregalou os olhos. Não importava o que havia acontecido, sua irmã estava a salvo e nunca sairia de seus braços novamente.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...