História I Need You - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Lobos, Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 793
Palavras 2.857
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Primeiro contato


 

I Need You


             O carro se desgovernou e começou a balançar, Sai olhava o animal que estava no capo de seu carro apavorado, em um momento de desespero o mesmo freou o carro fazendo seu corpo dar impulso para frente e tentou abrir a porta com as mãos tremendo.

O lobo rugiu e  quebrou o vidro da frente do carro conseguindo ferir o braço de Sai com uma patada. Ele estava prestes a mata-lo quando dois lobos pularam da floresta e o impediram.

— FICOU MALUCO SASUKE? PARA COM ISSO— O lobo de pelo alaranjado gritou derrubando o lobo preto no chão ficando por cima.

— Sai daqui Naruto eu vou mata-lo — Ele rugiu tentando se soltar.

— Sasuke se controla olha o que você esta fazendo, você matou um Homem e agora quer matar outro — O lobo de pelo acinzentado disse sério.

— ELE MERECEU — Sasuke gritou.

— Olha pra você Sasuke, você não é um assim — Naruto disse e Sasuke trincou os dentes.

O que estava fazendo? por que perdeu o controle daquela maneria? ele não era assim, ele não matava humanos, precisava se controlar. Naruto saiu de cima de si e ele se levantou com um olhar perdido.

— Vamos embora, você já causou confusão demais — Neji disse olhando para Sai que estava estático dentro do carro olhando para os lobos.

Sasuke bufou e eles correram para a Floresta deixando um Sai com braço machucado e com o carro destruído. Eles chegaram na Alcateia atraindo a atenção de todos que estavam aflitos já sabendo da confusão pois os sentidos de todos eram ligados. Sasuke passou por todos sem dizer nada e foi em direção a sua casa sendo seguido por Naruto, Neji e Tenten que estava bufando de raiva.

O moreno abriu a porta com força e entrou respirando fundo parando no meio da sala passando as mãos nos cabelos.

— SASUKE VOCÊ ENLOUQUECEU? VOCÊ COLOCOU A VIDA DE TODOS NÓS EM RISCO— Tenten gritou batendo o pé.

— NÃO ENCHE — Ele gritou frustado.

— Não enche? eu vou te matar — Ela rugiu trincando os dentes indo a passos duros até o moreno porém Neji a impediu.

— Tenten não força a barra — Ele disse sério olhando no fundo dos olhos da namorada.

— Não força a barra? ele matou um homem, nós nunca matamos humanos e agora eles iram nos procurar, fora que ele quase matou o filho do XERIFE — Ela gritou a última palavra.

— Sasuke errou, porem ele estava protegendo a marcada dele — Naruto disse andando de um lado para o outro.

— É mas não precisava matar o homem, bem que eu soube que aquela garota iria trazer problemas, isso é contra todas as leis da Natureza ela é HUMANA, nunca na vida um lobo ficou com uma Humana, e se os vampiros e lobos das outras vilas souberem disso? eles vão mata-la — A morena começou a falar desesperada.

— NINGUÉM VAI TOCAR NELA, EU NÃO VOU DEIXAR— O moreno gritou socando a parede.

— Isso é complicado, Todavia talvez eles nunca saberão da existência dela — Naruto disse pensativo.

— Eles vão descobrir quando Sasuke a  traze-la para cá, vai que somos atacados e eles a vejam. — Neji disse sério.

— Ele não vai traze-la para cá enquanto ela for Humana, quer dizer, você vai transforma-la né Sasuke? — Tenten disse se virando para o moreno que ficou sério e apertou os punhos.

— Não posso fazer isso com ela, só se ela quiser — Ele disse pensando em sua pequena, ela era tão linda, tão pura e parecia feliz com a vida que tinha.

— Ficou louco? você tem que transforma-la quer ela queira ou não — Tenten disse indignada.

— SASUKE UCHIHA— Uma voz furiosa feminina se fez presente e a porta foi aberta bruscamente mostrando uma mulher de cabelos negros e olhos ônix, era uma mulher bonita e conservada para a idade. Ela foi a passos duros até o filho e puxou sua orelha com uma mão e começou a o estapear com a outra.

— PARA MÃE — O moreno gritou tentando se soltar.

— EU NÃO TE CRIEI PRA SER DESNATURADO DESSE JEITO, QUER MATAR TODO MUNDO? — A mulher gritou Furiosa, Tenten e Naruto se seguravam para não rir e Neji revirava os olhos.

— Mãe ele ia estupra-la — Ele disse irritado se soltando e a mulher cruzou os braços.

— Eu sei que isso não tem perdão porém você poderia ter dado só uma surra nele não mata-lo — Ela disse se acalmando, O Moreno suspirou e se sentou no sofá colocando as mãos na cabeça.

— Eu sei, porém quando a vi gritando, chorando, sendo forçada a algo sujo daquela maneira eu não me controlei, ela é minha pequena mãe, eu nunca vou deixar que nada de mal a aconteça mesmo que eu tenha que matar qualquer um que apareça ou que eu tenha que morrer por ela, eu sempre irei a proteger por que ela é minha — Ele disse tão convicto que todos ficaram em silencio.

Eles começaram a entender o moreno, quando um lobo encontra sua marcada a conexão é forte, é um sentimento avassalador que domina todo o seu ser, você quer proteger a pessoa amada e fazer tudo por ela e até daria sua vida por ela.

Mikoto deu um pequeno sorriso, era isso que ela chamava de amor verdadeiro, era lindo porém tinha suas consequências. Ela foi a passos lentos até o filho e se sentou ao seu lado passando as mãos em seus cabelos.

— Eu sabia que desde quando a encontramos chorando no meio daquele frio que teríamos que passar por muitas coisa, pois a mesma é uma humana e isso é contra as regras, vai ser arriscado te-la aqui conosco, hoje mesmo você colocou todos nós em risco eu sei que amanhã eles vão começar a procurar o animal que matou aquele homem e que machucou o filho do Xerife, porém tudo isso que passou e tudo o que estar por vim vai valer apena, pois você a ama — Ela disse sorrindo e a respiração do moreno falhou, ele a ama? não sabia explicar desde a primeira vez que a viu ficou preso naqueles lindos olhos esmeraldinos era um sentimento mas forte do que ele mesmo e agora ele a queria mas que tudo.

— Bom já está tarde quero todos na cama, chega de confusão por hoje — A mulher disse autoritária e se levantando.

— Tudo bem, desculpa falar daquele jeito maninho eu estava nervosa — Tenten disse indo abraçar Sasuke.

— Ta tudo bem baixinha — Ele respondeu afagando os cabelos castanhos da garota.

— Eu também já estou indo, boa noite a todos — Naruto disse bocejando e saiu indo para sua casa.

— Boa noite — Neji respondeu e puxou a namorada saindo com a mesma.

— Boa noite querido e vê se dorme você esta muito abatido — Mikoto disse beijando o rosto do filho.

— Boa noite mãe — Ele respondeu e a mulher foi embora deixando o moreno sozinho perdido em seus próprios pensamentos.

O moreno respirou fundo e se levantou olhando para o relógio na parede que marcavam meia noite. Só dormiria em paz quando tivesse certeza que sua pequena estava bem, ele sabia que ela estava traumatizada com o que tinha visto não deveria ter matado aquele homem na sua frente ainda mas daquela maneira.

Saiu de sua casa e se transformou começando a correr pela Floresta em direção a casa que vigiava todos os dias. Parou em frente a casa e olhou para a janela da garota, estava aberta a única coisa que tampava era a fina cortina que balançava com o vento. Estava escuro e isso significava que a mesma já estava dormindo, se transformou em Humano e correu em direção a casa começando a escalar até a janela da garota. Não era a primeira vez que fazia aquilo, ele estava acostumado a entrar no quarto da menina enquanto ela dormia.

Ele entrou no quarto e olhou em direção a cama observando o pequeno corpo embrulhado em um fino lençol branco. Foi a passos lentos até a garota e se sentou com cuidado ao seu lado, a respiração dela era tranquila porém tinha vestígios de choro em seu delicado rosto.

— Perdão minha pequena — Ele sussurrou acariciando seu rosto, e a olhando daquela  maneira tomou uma decisão, a garota começou a se mexer e ele se levantou se afastando e indo em direção a janela, deu uma última olhada na mesma e pulou a janela se transformando e voltando para casa.

Um novo dia nasceu e a neve cobria grande parte da vila, era o primeiro dia de inverno e todos saiam de casa agasalhados. Menos o moreno de olhos ônix que vestia só uma calça e uma regata preta deixando seus músculos a mostrar ele não sentia frio pois era um lobo.

Todos da Alcateia faziam suas refeições juntos em uma grande cantina e sempre estavam animados, porém hoje eles não estavam animados estavam preocupados com os problemas do se Alpha. Sasuke passou por eles atraindo os olhares de todos e  se sentou em uma mesa sozinho, Naruto chegou logo depois e se sentou com mesmo.

— Dormiu bem Teme? — O loiro perguntou começando a comer.

— Sabe que não — O moreno respondeu cruzando as mãos e se apoiando nelas.

O loiro resolveu não falar mais nada e  ficou em silencio. Depois de alguns minutos todos começaram a ouvir pegadas e vozes altas, Sasuke bufou e se levantou já imaginado o que seria e Naruto foi atrás. Muitos homens de uniforme viam na direção do acampamento, reconheceu o xerife no meio deles, todos estavam com a expressão séria e tinha dois cães farejadores.

— Bom dia — Capitão Yamato conhecido como o Xerife da cidade parou em frente a Sasuke.

— Bom dia — O moreno respondeu o cumprimento.

— Estamos fazendo uma vistoria na Floresta, aconteceu uma coisa muito estranha ontem — O homem disse intrigado olhando para a roupa das pessoas do acampamento, estava fazendo muito frio e nevando porém todos não estavam agasalhados era como se ninguém sentisse frio.

— Estranha como? — Sasuke perguntou fazendo uma cara confusa.

— Um Homem foi morto estraçalhado tudo indica que foi um animal, porém meu filho também foi atacado quando voltava de uma festa e disse que viu três lobos saindo da Floresta, a população está assustada isso nunca aconteceu antes, vocês não viram nada? — O homem perguntou sério e Sasuke trocou olhares com Naruto.

— Não, não vimos nem um lobo, pensei que não tinha nessa região — O moreno respondeu firmemente.

— Entendo, tomem cuidado é perigoso, continuaremos com a procura — Yamato disse acenando.

— Claro, obrigada pelo aviso tomaremos cuidado — Sasuke respondeu e os policiais começaram a ir embora.

— Nossa temos que tomar cuidado com esses lobos a soltas — Naruto disse fazendo todos sorrirem.

— Naruto tome conta do acampamento, tenho que resolver alguns assuntos. — O moreno disse começando a andar.

— Tudo bem Teme vai vigiar sua bebê — O loiro gritou fazendo os outros sorrirem e Sasuke o ignorou.

O moreno andava pela neve a passos rápidos, não irei se transformar era perigoso com todos aqueles policiais. Quando chegou em frente a casa viu Chiyo prestes a entrar na mesma.

— Chiyo — Sua voz saiu séria e a mulher parou o olhando, o mesmo foi até a mulher que o analisava por inteiro.

— Acabei de deixa-la no colégio, ela estava assutada demais para ir sozinha — Ela disse assim que o moreno parou em sua frente.

— Isso não teria acontecido se você a tivesse impedido de ir naquela festa — Ele disse sério e a mulher fechou a cara.

— Não venha colocar a culpa em mim Uchiha, Sakura é uma adolescente e precisa se divertir — A mulher disse raivosa apontando o dedo na cara do moreno.

— Ela não precisa ir a uma festa para se divertir — Ele rosnou apertando os punhos.

— As garotas gostam de ir as festas, gostam de curtir e conhecer pessoas novas — A mulher respondeu.

— Não a minha garota — Ele respondeu passando as mãos nos cabelos.

— Ta legal não quero discutir isso aqui fora estou congelando, vamos entrar pois eu não sou uma loba como você que não sente frio — A mulher disse abrindo a porta e dando passagem para o moreno entrar.

— Quer um café? — Ela perguntou indo em direção a cozinha.

— Não — Ele respondeu seco.

— Não venha com essa arrogância pra cima de mim — Ela disse brava com uma xícara de café na mão.

— Você foi uma incompetente — Ele disse se sentando no sofá.

— Não me venha dar lição de moral — Ela disse bebericando seu café. O moreno bufou e passou as mãos nos cabelos.

— Eu passei a noite pensando e decidi que vou leva-la comigo — Ele disse sério e a mulher cuspiu o café que estava bebendo e arregalou os olhos.

— Como é que é? — Sua voz saiu incrédula e irritada.


oOo

 

A garota estava sentada em sua carteira rabiscando algo em seu caderno enquanto mordia seus lábios com força. A sala estava uma confusão, a noticia do homem estraçalhado pelo lobo já corria em toda cidade, ainda mais depois que Sai apareceu com o braço engessado alegando ter sido atacado. 

Ela ficou surpresa quando soube que Sai também fora atacado, então o mesmo também tinha visto aquela criatura? não fora só ela que tinha visto aquele lobo. A pergunta do dia era o que levou aquele lobo a estraçalhar aquele homem, a rosada não sabia, presenciou a cena porem não soube o por que dele ter feito aquilo, talvez estivesse com fome porém por que a deixou viva? perguntas e mais perguntas invadiam sua mente.

Não soube como conseguiu dormir na noite passada, estava tão assustada que acabou tendo pesadelos a noite. A cena daquele homem morto não sai da sua mente, foi horrível. Olhou em direção a janela vendo os pequenos flocos de neve caindo do céu, a vila estava de luto e apavorada porém a rosada se recusou a ficar de luto. Aquele Homem iria estupra-la, ele não merecia morrer daquela formar porém ela não conseguia sentir remorso. Só sentia repulsa e medo, ela poderia muito bem contar que estava na cena do crime e quase fora estrupada porém estava fora de questão, ela não conseguiria então resolveu ficar de boca fechada.

— Pessoal estão todos liberados, as aulas foram suspensas por hoje, creio que já sabem o por que — O diretor disse com a voz séria e todos começaram a pegar suas mochilas e sair da sala.

— Nossa isso é assustador — Ino disse ao lado da rosada que deu um suspiro.

— É — Foi só o que conseguiu dizer quando na verdade queria gritar para a loira que estava lá e era mas assustador do que ela imaginava.

— Em pensar que você foi embora sozinha, já pensou se aquele lobo de atacasse? você é louca Sakura me deixou puta da vida — A loira resmungou.

— Ta tudo bem — Foi só o que conseguiu dizer, porém não estava, não estava nada bem.

Saíram do Colégio e viram tudo coberto pela neve. Alguns alunos sorriam e faziam guerras de bolas de neve.

— Que babacas, estão se divertindo como se não tivesse um animal assassino a solta — A loira resmungou quando uma bola de neve acertou sua perna.

— Ino eu vou embora, se cuida — A rosada disse apertando a alça da sua mochila.

— Tudo bem, toma cuidado — A loira disse séria e a rosada assentiu começando a ir em direção a sua casa.

Na verdade estava morrendo de medo, sua casa ficava próximo a Floresta, temia que aquela criatura aparecesse de novo. Andou a passos rápidos em meio aquele gelo, odiava neve pelo simples fato de ser fria e escorregadinha, do jeito que era desastrada poderia levar uma grande queda.

Avistou sua casa e agradeceu aos céus, estava congelando e seus lábios deveriam estar mas vermelhos que o normal. Apressou os passos e subiu as pequenas escadinhas que levavam a porta, porém quando a mesma iria abri-la alguém abriu antes fazendo a rosada se esbarrar em um corpo duro e quente.

A garota arfou quando sentiu mãos grossas segurando sua cintura firmemente por debaixo do sobretudo, sentiu uma corrente elétrica passar por todo seu corpo e sua respiração ficou ofegante. Levantou os olhos para cima e eles se chocaram com os ônix do moreno que a olhava intensamente apertando sua cintura com força.

Era como se estivessem em transe, um sentimento forte invadiu os corações do casal. Sakura esta estática com a boca meio aberta, seu coração estava prestes a sair pela boca e a mesma foi tomada por um desejo avassalador.

Continua...

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...