História I need you BAKA - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Seme, Uke, Yaoi, Yuri
Visualizações 35
Palavras 897
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shounen, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


ola pessoinhas, então eu sei que fiquei tempo pra caramba pra postar mas é que passei por momentos difíceis pra cacilda . Esse cap vai ser mais sobre a vida do Misake oque ele passou e vai ter um grudizinho tbm

abra seu arroz.

Capítulo 5 - No.5


Fanfic / Fanfiction I need you BAKA - Capítulo 5 - No.5


Mas uma manha acordando ao lado de Misake, que vamos lá não e tão ruim assim.
Acordo antes do meu despertador. Pois estava ouvindo barulhos, na verdade os mesmos barulhos de ontem. Vou para o banheiro e tomo um banho quente e rápido, faço minhas higienes matinais e ponho uma bermuda azul e uma blusa regata preta.
Assim que estou voltando para o quarto ouço gritos agonizantes, rapidamente vou para o quarto e vejo o Misake se contorcendo todo suado, ele estava rangendo os dentes. Corro até ele e começo a mexê-lo de um lado para o outro, mas ele continuava a gritar histericamente ate que abre o olho e me olha com o olhar de assustado.
--N-Natsu, não deixe ele me pegar de novo, por favor. – ele fala e me abraça, vi que ele estava sem malicia, ele estava apenas assustado com oque tinha acabado de sonhar. Então eu o abraço de volta.
-- Sch. Calma eu to aqui Misake eu não vou deixar ninguém triscar a mão em você. – falo e sinto minha blusa ficar molhada por conta de suas lagrimas. -- Mas oque aconteceu ¿.
--Natsu você jura que não conta pra ninguém¿ -- assenti com a cabeça, eu não sabia por que estar daquele jeito só sei que suas lagrimas estavam mexendo comigo e muito. -- quando tinha 14 anos comecei a namorar com um cara de 21, e para de fazer essa cara sei que ele era bem mais velho que eu só que eu pensava que aquilo que era amor verdadeiro... Sentia a famosa borboleta no estomago. Ate então não tinha entrado no cio então não tinha tanto desejo assim. Sempre fui muito religioso e sempre adorei a medicina então acreditava em ambos. Os dois me falavam que eu iria entrar no cio assim que fizesse 16 anos e que era pra eu esperar por conta da minha e mãe e meu pai serem alfas, no meu aniversario de 15 anos eu fiz uma baita festa, chamei todas as pessoas que falavam serem meus amigos. O meu Namorado falava que assim que dessem meia noite seria definitivamente dele... Eu como era inocente não entendi, pois ate então não sabia sobre a marca. - assim que ele falou aquilo um ódio me consumiu, não sabia por que... Não, pera, eu NÃO gosto dele, isso e só preocupação com meu colega de quarto só isso nada de mais. -- Eu estava pensando que ele iria me dar um presente especial... Pensei ate que ele iria me pedir em namoro de verdade e me entregar uma aliança e nos iriamos começar a namorar. Mas eu estava totalmente enganado. Assim que deu exatamente 00h00min sai correndo para um quarto que tinha no clube. Ele era no quinto andar, então não dava pra ninguém ouvir a gente lá de cima. Assim que cheguei lá vi que estava tudo escuro, pensei que não tinha ninguém mais assim que me virei pra ir embora sinto uma mão me puxando... Sinto uma mão me puxando pra dentro do quarto e logo ouço a porta ser trancada atrás de mim. Logo após isso sinto o beijo do Junior e logo ele pede passagem com língua e eu cedo. Ele começa a passar a mão pelo meu corpo, mas eu não queria ainda era muito novo, nem se quer meu cio tinha chegado. Eu pedia pra ele parar, mas mesmo assim ele continuava e vi que ele estava c os olhos vermelhos pelo fato de que provavelmente estava no cio, me desesperei, pois ele era lúpus resumindo ele podia simplesmente me matar. Ele começava a fazer coisas que não gosto de lembrar então não vou falar isso. Eu comecei a gritar muito, pois nesse momento ele já estava dentro de mim e eu gritava e ele encima de mim rindo da minha cara. Foi a que enxerguei tudo branco. Lembro que nunca senti uma dor tão grande, ele havia me mordido, doeu, pois ele não me amava. Eu gritei e nessa hora eu peguei o despertador que estava no criado mudo e meti com tudo em seu rosto. Imediatamente alguém arromba a porta e me vê nu no canto do quarto. Essa pessoa era minha irmã e ela gostava do júnior enato ela jurou pra mim que iria me procurar e me matar... --Ele termina de falar entre lagrimas eu imediatamente o abraço. Falando que vai ficar tudo bem e que não precisava se preocupar. -- eu posso ficar hoje com você ¿--  ele pergunta e eu aceno com um sorriso.




12h00min 




Sim nos tínhamos ficara conversando. Como era sábado não tinha aula. Fomos ate o refeitório r todos os olhos se viraram pra nos, me senti desconfortável. Avistei o Tay no mesmo lugar só que dessa vez com o Mark.
-- meu O.T. P e real – falo os fazendo rirem e ficarem parecendo dois tomates. 
-- É gente eu queria falar uma coisa... Estamos namorando... - ele fala e eu faço uma cara tipo Ava é memo. não era novidade alias os dois faziam um casal bem fofinho --  e vocês ¿ eai decidiram se confessar um para o outro¿ - ele fala apontando o queixo para nossas mãos dadas. O misake me olha com um sorriso tímido.
Por que ele me deixa daquele jeito ¿ NÃO DE MANEIRA ALGUMA EU POSSO ESTAR GOSTANDO DELE ENTENDEU¿ Ou será que sim...






Notas Finais


Espero que tenham gostado , beijos de amendoim .
estou ouvindo Lu do Luhan , resumindo ja sabem oque vai acontecer no próximo cap neh... não falei nada, fica no ar ai


abra seu arroz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...