História I need your help - Mitw - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alan Ferreira (EDGE), Cauê "BaixaMemoria" Bueno, Felipe "Febatista" Batista, Felipe Z. "Felps", João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti, Marco Tulio "AuthenticGames", Maria Luiza Ramos (MoonKase), Matheus Neves "Pk Regular Game", Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, TazerCraft
Personagens Alan Ferreira, Cauê Bueno, Felipe "Febatista" Batista, Felps, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Lucas "LubaTV", Lucas Olioti, Marco Tulio "AuthenticGames", Matheus Neves, Mike, Pac, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes
Tags Alan, Autheticmemoria, Cellps, Guaxinim, Jvtista, L3ddy, Mangá, Mitw, Pklango, Tazercraft, Treta
Visualizações 52
Palavras 823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ai ai
Primeira fic
EU TO MUITO NERVOSAAAAA SCR

Capítulo 1 - Capítulo 1


POV.Pac

Corro o mais rápido que posso pra sair dessa chuva.

“Como pude ser tão idiota?”

Sou Tarik Pacagnan, tenho 23. Era o meu primeiro dia de trabalho nas empresas Lange e eu tive a brilhante ideia de esquecer o guarda-chuva mesmo com a previsão do tempo dizendo que ia ter chuva.

FLASHBACK ON

Pego minhas chaves encima do balcão, me sento no sofá e começo a amarrar meus sapatos.

-Vai ter uma chuva bem grande na região Sul de São Paulo, a região Norte e Leste vai ter uma grande quantidade de neblina, enquanto a região Oeste vai ficar sol. – Dizia a mulher do tempo apontando pro painel com várias cidades e nuvens.

“Besteira” penso e desligo a TV, me levanto e saio de casa pro meu primeiro dia de trabalho.

Depois de 5 minutos de caminhada começou a gotejar. Olhei pra cima e vi várias nuvens negras se formando no céu.

Se eu voltasse, poderia chegar atrasado. Prefiro arriscar.

FLASHBACK OFF

Eu queria tanto dar um soco em mim mesmo mas agora preciso chegar lá.

QUEBRA DO TEMPO

Entro nas portas do prédio ofegante e molhado.

-Pac? – Alan, um amigo meu que trabalha na empresa e recomendou essa trabalho, veio até mim com uma cara de cu –O que você está fazendo aqui seu banana?

-Trabalhar... – Recupero o meu folego e olho em volta, não tinha ninguém na recepção. –Cade todo mundo?

-Voce não leu o e-mail de Cellbit? – Ele pergunta olhando pra mim. Nego com a cabeça. – Você é muito trouxa amigo. Ele deu folga pra todos por causa da chuva.

-Como? Isso so pode ser brincadeira... – Começo a dar pequenos tapas em minha cabeça.

-Voce não trouxe guarda-chuva? Meu deus tu é muito trouxa mesmo. – Ele olha pra janela e ve a chuva piorando. – Como eu sou gentil, vou te dar uma carona até sua casa.

-Valeu... – Ele vai até o elevador e chama ele. – Alias, por que tu ta aqui?

-Esqueci umas papeladas para revisão e resolvi buscar já que ninguém tava la pra me da bronca. – Ele diz entrando no elevador e clicando no botão as garagem.

-Voce sempre é assim? – Digo entrando com ele dentro do elevador. – Esquece algo e aproveita? Depois eu sou trouxa...

-Olha que eu fui legal com você , posso te largar no meio as rua se quiser.

Desvio meu olhar. Tenho que tomar cuidado com minha boca ou eu me ferro.

A porta do elevador se abre revelando uma garagem com apenas um carro.

-Vamos – Diz desbloqueando o carro e saindo do elevador.

-Espera... – Ele se vira pra mim. –Voce fechou a porta do prédio?

-MEU DEUS COMO EU ESQUECI –Ele veio ate mim e me entregou a chave. –Faz o favor amiguinho? Você ta me devendo uma.

Pego a chave sem dizer nada, o desgraçado estava certo. Entro no elevador e seleciono o botão do primeiro andar.

Ao chegar lá vou até a porta e coloco a chave nela, giro e tranco a porta.

-Licença? –Me viro assustado e não pude acreditar no que vi –Não era pra ter uma reunião hoje?

-Mikhael Linnyker!? O que faz aqui!?

-Voce é surdo ou o que? – Ele mostrava raiva em seu rosto, provavelmente não gostou de mim. –Não era pra ter uma reunião hoje?

-T-tudo foi cancelado por conta da chuva Sr.Linnyker. – Por que eu gaguejei?

-Realmente vocês da empresa Lange cancelam tudo por causa de uma chuvinha...

Mikhael Linnyker era filho de Fernando Linnyker, dono das empresas de mangá Linnyker. Ele meio que não gostava de nós e nem gosta, des do colegial sempre arrumava briga com Cellbit. Com a falência das empresas, Thomas Lange, pai de Cellbit, resolver fazer um acordo. Unir as empresas. Muitos não concordaram mas tiveram que aceitar. As empresas estavam construindo um prédio que caiba todos os editores de mangá. O prédio vai ser terminado daqui 3 meses, enquanto isso, continuamos editando mangas e tendo brigas com as autoras. Mikhael teve que ser obrigado a aceitar a verdade e seguir o rumo das empresas.

-Enfim.. To vazando – Ele anda até a porta e tenta abrir ela. –Da pra abrir?

Vou até ele e destranco a porta, por algum motivo eu corei. Vejo ele sair sem dizer nenhuma palavra. Por que eu corei? Tranquei a porta de novo e vou até o elevador apertando o botão da garagem.

Quando a porta se abriu, revelou Alan com sua famosa cara de cu.

-Tu foi trancar a porta ou cagar? – Ele entrou no carro – Que demora.

-Mikhael Linnyker veio aqui. – Entro no carro e fecho a porta colocando o sinto. -Uma tal de reunião ia acontecer hoje.

-Parece que temos dois trouxas entre nos – Liga o carro e começa a sair da garagem. –Voces tem algum preconceito contra e-mails?

-Ninguem usa e-mail Alan – Digo me encostando na janela do carro, observando a chuva cair. –Vou dormir um pouco.

-So vai – fecho meus olhos e deixo a escuridão me levar. 


Notas Finais


ME PERDOA
DEVE TA MUITO RUIM
EU TAVA ESCREVENDO ISSO AS 3 DA MATINA NO BANHEIRO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...