História I never bee alone - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Namjin, Universo Auternativo, Vkook, Yoonmin
Exibições 14
Palavras 1.524
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Luta, Magia, Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi seres!
Era pra eu ter postado ontem, mais quando eu estava nas notas finais..... O CELULAR DESCARREGOU!!!!!!
Eu tive que me esforçar pra lembrar o que eu tinha escrito....

Desculpe o cap pequeno tbm

Não revisei, até lá nas notas finais.

Capítulo 2 - I want to leave


Fanfic / Fanfiction I never bee alone - Capítulo 2 - I want to leave

               P.O.V Jimin 

Acordo com um barulho insuportável de algo quebrando. Olho para o teto branco por mais alguns segundos até ouvir novamente o mesmo barulho. Levanto, colocando os meus pés quentinhos no chão frio de mármore. Mais uma vez.

– Que barulhos são esses?!– Caminho até a sala olhando ao redor, parando no grande espenho, onde Hoseok e Alexander me observam as vezes. Agora quebrado, como se uma bola de basquete tivesse sido arremessada repetidas vezes em lugares diferentes.– Você pode parar?! Meu Deus Yoongi, é a terceira vez essa semana! Alexander vai nos matar!– o repreendo.

Volto ao quarto, virando a direita e seguindo ao banheiro. Quando entro, a primeira coisa que vejo é o espelho quebrado. De novo.

–YOONGI!!! – grito para logo em seguida ouvir outro barulho. Vou em direção a sala 'pra brigar com ele e vejo Alexander atravessar a porta de madeira ao lado do grande espelho.

– Com problemas logo de manhã anão? – diz indo em minha direção e me abraça e senta no sofá preto. Folgado.

– Adivinha porque? Yoongi não é uma pessoa que você só diz “chega” que ela para.– ele riu do meu tom mal-humorado.– Mas.... Faz tempo que você não vem aqui. O que ouve?

– Problemas familiares. Minha mãe não está bem..... Mas não vamos falar disso! Como você está?

– Bem, eu acho.

– Acha?– ele pareceu preocupado o que me fez repensar se deveria fala ou não.

Havia passado a noite inteira pensando em como iria falar isso a ele. Não sei se ele vai deixar. Mais sei também que não cabe apenas a Alexander. Cabe a Hoseok e a CIA, é claro.

– Bem..... Eu estaria melhor se pudesse sair, não acha?– falei tudo com um biquinho considerado “fofo” - lê-se: irresistível - por Yoongi. – Eu vou fazer dezoito anos daqui três meses. Você não acha que eu mereço?

Ele parecia receoso, o que me deixou mais preocupado do que antes. 

– Qual é! Vocês não estão cogitando me deixar aqui nesse mini apartamento 'pra sempre, né?

– Talvez– que cara de pau! 

– Alexander! Eu 'tô falando sério!

– Eu sei, eu sei. Mais Jimin, você não pode sair. Sabe disso.– sei. Eu sei muito bem. Ele irá fazer aquele discurso que sou importante 'pra CIA, que os ajudei a descobrir outras coisas que antes eram “desconhecidas pelo homem" e meio mundo de merda. Irritante. Essa palavra parece gostar do meu dicionário.– Você sabe que tem que ficar aqui, porque é importante 'pra CIA e contribui para algo maior. – não  falei?

– Meu Deus! Eu não saio desse lugar nem por sete horas de um em um ano! E a última vez que eu sai daqui desse “laboratório” foi 'pra comprar tinta vermelha 'pro meu cabelo! E NEM FUI EU QUEM PAGOU!

– Calma anão!– diz sinalizando para que eu sente ao seu lado, o que eu Fasso sem falar nada.– Eu sei de tudo isso, mas tem que perguntar ao Hobi. 

– É que eu queria tanto ir a uma escola. E nem tenho mais idade 'pra isso. Eu tenho?!– ele ri do meu desespero.

– Claro que tem. Mais só por poucos anos, dois ou três. Ou até um, porque pelo que eu saiba, você tem idade 'pra ir direto a faculdade.

– Isso é um sim?!

– Isso é um “pergunte ao Hoseok", desculpe garoto.

Eu confesso que fiquei meio despontado. O Hobi nunca vai deixar! Ele é super-protetor, e mesmo sendo engraçado as vezes - ou sempre, comédia andante aquele hyung -, ele pode sim ser chato. 

– Hyung, você sabe se ele vem hoje me ver?– queria perguntar a ele o mais cedo possível.

– Humm...– ele pensa um pouco e logo abre um sorriso.– Sim! Ele havia comentado que viria ao laboratório hoje. Você pode perguntar a ele, porque Hoseok não perderia uma chance de te ver.– então eu abri meu melhor sorriso, que fazia meus olhos virarem apenas duas linhas, quase imperceptíveis. – Boa sorte com isso. Eu tenho que ir garoto, mas logo nos vemos.

– Tudo bem. Tchau.

Ele se levanta e caminha até a porta, mais olha antes 'pro espelho quebrado de suspira.

– Você pode falar ao Yoongi 'pra não quebrar mais nada? O dinheiro que conserta isso sai dos nossos salários.

Ele sai e eu me deito no sofá. Estou com sono, talvez eu durma.



             ~~~~•••~~~~



É LEVIÔSA, NÃO LEVIOSÁ!


Jimin assistia a seu filme favorito em sua nova casa. Ele já havia se acostumado, pois já era hora. Fazia exatamente três meses que ele foi levado 'pro laboratório onde faziam experimentos com o garoto. 


ENTÃO FAZ VOC-


O filme foi interrompido por uma voz já conhecida pelo garoto.


– Está na hora de dormir, não está? – Alexander fala pelos auto-falantes que se encontravam espalhados pela “casa" de Park, assim como as cinco câmeras.


– Mais já?


Sim! Agora ande, vá se deitar.– Diz risonho.


– Estou indo!


O menino desliga a televisão e corre em direção ao quarto, em seguida se deita. 


– Quer que eu vá ai? Te embrulhar?


– Não precisa. Eu tenho Yoongi 'pra isso.– ri dos resmungos que ecooa pela sua cabeça.


Logo Jimin está embrulhado e Alexander sorri com isso. Que bom que Yoongi está e sempre estará ai para cuidar do outro.


– Boa noite anão.


– Anão?!


O mais velho ri pela surpresa de Jimin.


– Sim, anão. Você é bem baixinho. Yoongi não lhe chama assim?


– Mais eu só tenho oito anos, é claro que eu sou pequeno. E não, Yoongi me chama de Jiminie.


– Que fofinho.....– diz Alexander vomitando purpurina.


~ Eu não sou fofo!~ fala com uma foz infantil, mas apenas Jimin pode ouvi-lo. 


– Agora vá dormir.


Com essa frase Alexander se arruma na cadeira de rodinha, com a intensão de tirar um pequeno cochilo. Já o menino, virava de um lado para o outro, mais algo o incomodava. Algo estava o deixando angustiado.


– Yoongi?– sussurrou o garoto.– Você pode me contar uma história? 


~ Uma história?! Não. ~ 


– Por favor!


~ Tá..... Mais só hoje.~


O Min conta uma das histórias preferidas de Jimin, o fazendo rir. Mais quando o menino está prestes a dormir um sono gostoso, algo puxa bruscamente o pé dele. 


– AHH! YOONGI! 


Jimin é arremessado ao outro lado do quarto, fazendo um barulho de osso quebrando e logo algo puxa novamente o pé direito do Park. Yoongi não sabe o que fazer, então tenta ao máximo tirar aquele ser que, nem ele nem Jimin sabe o que é, de perto dele. Deu certo. Mas então outro aparece tentando o carregar. O Min atravessa o grande espelho e vê Alexander dormindo tranquilamente. Ele derruba tudo que vê pela frente, tentando ao máximo fazer barulho. Mais ele não acorda.

~ Anda velho desgraçado! ~ Yoongi murmura.~ Jiminie precisa de você!~ Então ele vê uma caneca cheia de café quente. Derrubou tudo no colo do outro que acordou imediatamente.

– Mais que droga é- JIMIN!

O homem vê o desespero de seu anão pelas câmeras e corre 'pra ajuda-lo. Entra na sala e o que segurava o menor o solta, fazendo-o cair no chão edesmaiar.

– Ai meu Deus! YOONGI! APERTE O BOTÃO AO LADO DA PORTA!

Nada acontece.

– Yoongi?! Está ai?!

Mais silêncio. Alexander não entendia, onde o “fantasminha camarada" de Jimin estava?

Mais esse também desmaiou. Uma das, digamos, vantagens de ser ligado ao Park. Ele sente tudo que o outro sente. Dor, raiva, sono. Tudo 

Eles eram ligados, não era 'pra menos.

Eram um só.

São irmãos.



           ~~~~•••~~~~


– Jimin? 

Alguém me chama, mas não abro os olhos.

– Jimin! Eu não vim aqui 'pra te ver dormir, sabia?

Reconheço a voz que me chama e abro os olhos. Hoseok. 

– Finalmente criança! Eu estou te chamando a quinze minutos! QUINZE!

– Não exagere.... Depois eu que sou a criança....

– O que disse?!

– Nada.– me sento e ele faz o mesmo. Depois de alguns segundos de silêncio, o quebro.– Então, como..... Vai?– que pergunta mais idiota! Só Fasso merda, não é possível.

– Ahh, eu vou bem. Ótimo na verdade, fui promovido! E você?

– Parabéns! Eu? V-vou mais ou menos......?

– O que isso quer dizer?– ele parece realmente confuso. 

– Que eu posso melhorar.– sorri, tentando não parecer nervoso. Não funciona.

– Uhum. O que você quer, em? 

Tô. Ferrado. Muito. Ferrado. 


Socorro.


– Como eu posso dizer? Humm.... Que tal um, EU QUERO SAIR DAQUI!

– MAIS MEU DEUS!

– Desculpe. 

– 'Ta desculpado.– ele sorri.– Mas sobre sair.....

– Olha, eu sei que não é só você que decide isso. Mas bem que você podia tentar..... Eu só quero ser normal! Ir a festas, acordar cedo 'pra ir a escola, ter amigos! Por favor Hobi....

Ele parecia receoso e hesitou antes de falar.

– Eu sei que posso. Mas eu não sei se está pronto! Festas são horríveis, vai por mim. E ir a escola é pior ainda. 

– Mas-

– E você tem amigos!– me interrompe. – Você tem  senhor perfeição, que sou eu! E o Alexander?

~ E eu?~ a voz de Yoongi sai como um sussurro triste. ~ Você tem a mim!~

– Eu sei. Mas eu quero sair daqui, quero me divertir, conhecer pessoas! Hoseok...– o chamo e ele me olha.– Por favor. Eu prometo que me comporto.

Ele pensou, muito. Será que fiz merda? Ai Pai amado.

– T-tudo bem..... Mas sem festas! Irei perguntar a CIA.

Pulo encima dele e o abraço. Cara, eu vou sair! AHHH!!! Me sinto tão bem.




~ Você sempre consegue o que quer, não é Jiminie?~


Notas Finais


Essa coisa de “memórias" será constante, pra vcs entenderem melhor....
Desculpe a demora (se posso dizer isso) e não esperem outro cap essa ou a semana que vem, tenho prova oral de espanhol e ta difícil o baguio.
E até pluricelulares! - sim, eu viciei nessa palavra huehue-


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...