História I never forget - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Until Dawn
Personagens Ashley "Ash", Christopher "Chris", Emily "Em", Jessica "Jess", Matthew "Matt", Michael "Mike" Munroe, Samantha "Sam"
Tags Chrashley, Colegial, Drama, Horror, Melissa, Mike, Romance, Sam, Samike, Terror
Exibições 33
Palavras 1.256
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Tudo bem seus lindos? Espero que sim e.e Desculpem pela demora tá?
Não vou mais despoupar (que português incrível sabia? Mds to impressionada!) o tempo de vocês.
Boa Leitura! u.u <3 - <3

Capítulo 10 - A garota e o problema


Fanfic / Fanfiction I never forget - Capítulo 10 - A garota e o problema

 

MIKE

- Verdade. - Eu respondi 

- Hum... - Sam parecia um pouco nervosa e até meio envergonhada, mas por que? - É verdade que seus pais iriam colocar o seu nome de Mickey mas mudaram de idéia por que era bem...? 

Ela não precisou terminar a pergunta. Um silêncio perpétuo invadiu a sala, todos olhavam pra mim com a esperança que eu respondesse, mais precisamente bem curiosos e rindo.  

- Vai Mike, conta aí, a gente consegue guardar segredo - Matt disse, eu dúvido que saibam. 

- Tudo bem, é... 

AAAAAAAAAH 

Que merda foi essa? Parece alguém gritando... Não me diga, Michael! Que observação genial! 

SOCOOORRROO 

- Tem alguém lá fora, vamos - Jessica foi a primeira a sair em direção a porta 

Uma garota mais ou menos da nossa idade, de cabelos negros e com olhos da mesma cor apareceu do meio do mato, tropeçando em uma pedra e ralando o joelho, ela se arrastava rapidamente até Emily e Ashley a puxarem pra dentro. 

- Pensei que aqu- aquela coisa ia me matar! Ai meu deus por que eu tive a ideia de fugir de casa? - ela falou, chorando 

- Que coisa? Não tinha nada atrás de você - Emily disse 

- Tinha sim, eu vi! 

- Olha, primeira coisa, qual é o seu nome e como veio parar aqui? 

- E- eu moro a umas 4 horas daqui, meu nome é Camila e eu tenho 18 anos. - ela falou 

EMILY

Eu não gostei muito dessa tal de Ca... como era mesmo? Sei lá, não importa, eu a olhei desconfiada. O Chris não parava de olhar pra garota. Ouvi Ashley resmungando enciumada provavelmente, Jessica apenas refletia sobre outras coisas (Mike) que não sei quais (Mike). As luzes começaram a acender e apagar rapidamente, como pequenos vagalumes, vimos o vento gelado atravessar a janela. Droga! Esqueci de trancar.

Me levantei do sofá que estava um pouquinho empoeirado e fechei. 

- Ugh , ainda bem, esse vento tava me deixando com dor de cabeça - Como sempre tenho que reclamar pra manter o costume

- Acha mesmo que vamos acreditar que existe uma casa tipo, no meio do nada aqui nessa porra? Minha filha, século 21 , hellooo! - Jessica rainha das ironias... espera aí, eu é que sou a rainha das ironias! 

- Sim, eu tenho certeza, se quiserem podem perguntar pra qualquer um. 

-  Ãnn... perguntar pra quem? - Sam disse enquanto Camila nos observava um de cada vez 

Paramos de falar e deixamos ela explicar. Tipo, quem em pura consciência viria morar nesse maldito lugar? Pois é, foi o que eu pensei. Convidamos (Quer dizer, a Sam convidou né) ela pra passar um tempo aqui até conseguirmos matar ou prender os Wendigos e sairmos daqui, Camila iria dormir num quarto junto com Jessica e Sam, enquanto eu ficaria em um com Ashley e os meninos ficaram todos juntos no quarto maior da casa. Continuamos nossa brincadeira de Verdade ou Desafio/Consequência até umas 3:00 da madrugada e depois fomos todo mundo dormir. 

AUTORA

- Arrrgh... boa noite Sam, Jessica. - ela se espreguiçou e deitou fechando os olhos na mesma hora 

- Boa... - Jessica não conseguiu terminar de falar, pois havia adormecido, assim como Sam

Quarto - Emily e Ashley

- Boa noite Em - a ruiva falou sonolenta

- Boa noite - Emily disse, com seu mal - humor de sempre 

Quarto - Mike, Chris, Matt

- Boa noite - os três disseram juntos

No dia seguinte...

Casa Washington - 12:00 

- ASHLEEEY ASHLEYY ACOOORDAAA! LALALALA LALALALAA! - Emily cantarolou, balançando - a de um lado para o outro 

- AArgh só mais cinco minutinhos... - e se tapou com a coberta

- Cinco minutinhos é o caralho, anda logo - a morena insistiu, abrindo a cortina e logo em seguida a jenela

- Aff, pra que ... aargh .... abrir a janela assim? Não sabia que é falta de educação não? 

- Para com essa baboseira de ''Educação'' e levanta daí 

- Aii tá, pronto, satisfeita? Já acordei olha! - Ashley foi até o banheiro e fez cara de incrédula - Nossa, eu to com muita olheira 

Emily a olhou revirando os olhos 

- Deixa eu ver vai - ela chegou perto da amiga e soltou um pequeno riso 

- Qual é a graça?

- Você 

- Eu sabia, sabia que não era pra mim ter ficado acordada até tarde jogando V ou D

- Então por que não falou antes? Agora já era. - Emily caminhou em direção a porta, mas antes que saísse, lembrou - se de falar algo antes - Ah ia quase esquecendo, o Chris ta te chamando lá embaixo. 

- Sério?! - a ruiva disse tão animadamente que quase deu um pulo 

- Não - ela começou a rir descontroladamente - Ai, você precisava ver a sua cara, foi épica! 

- Urghh você é... uma idiota, sabia? - Ashley deu um empurrão em Emily, mas a mesma continuou gargalhando como se não houvesse amanhã 

- Eu sei, eu sei. - ela se gabou - Agora deu de brincadeira, vamos lá pra sala. 

- O que? Mas... eu nem to vestida ainda - a morena parou e concordou com a cabeça

- É mesmo. A gente tá esperando hein? 

- Principalmente o Chris... - Emily murmurou sorrindo de canto 

- Que? Desculpa, é que eu já to aqui no banheiro e não dá pra ouvir direito! - Ashley gritou 

- Nada não - e foi para a sala

Sala - 12:25

Camila conversava animada com Mike e Matt quando seu celular tocou. Quem será que tá me ligando? Tomara que não seja o filho da puta do Tony, ele só me liga pra pedir dinheiro ou coisas do tipo. Será que ele ainda não entendeu que não faço mais essas coisas? - pensou 

- Ãn... meninos, preciso ir atender um telefonela, já volto. - eles assentiram e continuaram a conversar, enquanto Camila saia para o lado de fora da casa, colocando o telefone no ouvido 

- Alô. 

- E aí, gata. 

- Sabia que era você, então, o que quer comigo? - começou a andar 

- Sabe muito bem o que quero... 

- Eu já disse que não tenho  dinheiro seu imbecil! Eu não faço mais isso. - ela gritou 

- Vamos lá , Ca , você sabe o que acontece quando não me dão o MEU dinheiro! 

- Não me importo o que você faça comigo, mas por favor, não machuca os meus amigos. É tudo que te peço! - Camila implorou , preocupada de que acontecesse algo, se Tony fizesse alguma coisa com eles, se sentiria muito culpada. - Olha, m-me encontra aqui na casa dos Washington as 14:00 que te dou o seu bendito dinheiro, e aí você me deixa em paz ok? 

- Tá bem gatinha, me dá o endereço que vou de moto até aí. 

- De moto, tá louco? Isso é impossível. 

- Nada é impossível pra mim, Ca - e caiu na caixa postal 

- Filho da mãe, ah que seja, desde que esse maldito não faça besteira com os meus novos amigos... melhor eu voltar lá pra dentro. 

- Ei, Camila, tá tudo bem? - Chris foi o primeiro a perguntar. 

- S-sim, claro, não é nada, só uma dorzinha de cabeça, e-eu vou me deitar um pouco. Já vai passar. - ela caminhou rapidamente até um dos quartos vazios e o trancou. 

- O que deu nela? - Mike perguntou 

- Vai saber. - Jessica respondeu


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...